História Don't Be a Fool - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Cameron Dallas, Magcon, Shawn Mendes
Exibições 24
Palavras 1.483
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - O encontro


Quando acordei o quarto estava uma bagunça. Me levantei fui ao banheiro e fiz minhas higienes, quando voltei ao quarto Sasha já estava acordada mexendo em seu celular.

- Cameron quer conversar hoje comigo- ela disse.

- E?

-E que eu vou falar com ele- ela disse e eu a olhei surpresa.

- Sério? Ah, por favor- falei- você realmente vai fazer isso?

- Eu só quero esclarecer as coisas Jas, eu só... Só quero entender o por que do meu namorado de anos fez isso. Você consegue me intender, eu não posso me esconder pra sempre.

- Você não está se escondendo, só está o ignorando. Sasha o que você acha que ela vai dizer? Você que vai ser menos doloroso saber o porque disso? Olha não vai, só vai doer mais e mais saber que seu namorado te traiu e provavelmente não iria te contar. Como se nada tivesse acontecido- falei quase gritando e percebi que ela estava chorando- não chore por um babaca que não te merece.

Ela vem em minha direção e me abraça, ficamos assim por um longo tempo, pelo menos até ela se acalmar e parar de chorar.

- Obrigado, obrigado por estar comigo num momento tão frustante da minha vida. Mesmo que você e eu não sejamos tão amigas assim, eu sinto que podemos voltar a ser como antes- assenti com um sorriso de lado.

***

Depois de arrumarmos as coisas, sai de seu quarto e estava indo em direção ao meu. Quando virei o corredor esbarrei em alguém, como sempre,

- Me desc...- quando vi que havia esbarrado em Olivia eu quase dei um tapa em sua cara - Ah me desculpa nada sua vadia, filha da puta. Sorte sua que eu estou menos estressada, se não eu te arrebentava aqui e não estaria nem ai se eu fosse expulsa depois- sai de la sem nem olhar a reação dela, mas parei no meio do caminho- e também vai se fuder com alguém que não seja comprometido sua puta filha do caralho.

Continuei andando e sou parada por Shawn. Mas o ignorei, pois estava muito nervosa em ter visto aquela vadia.

- Ei, Jasmine. Para de andar, sério para eu quero conversar.

- Chegou em um momento errado Shawn não quero conversar agora- quando ia sair de la ele me puxou pelo braço colando nossos corpos.

- Agora você pode conversar?- ele perguntou sorrindo e eu sorri de lado me separando de seu corpo- Então é que... Sabe eu queria saber se... Você sabe....- ele falou meio nervoso o que o deixou muito fofo

- Claro Shawn eu saiu com você, você me espera hoje ás 20:00 no patio e nos leva a algum lugar legal- falei e ele assentiu envergonhado dei um beijo em sua bochecha que fez com que ele corasse e sai andando sem olhar pra trás.

***

- Então você vai sair com o senhor bonitão?- Taylor perguntou.

- Senhor bonitão?- perguntei sorrindo pra ele e ele assentiu.

- Eu sabia que vocês virariam um casal- Matt disse

- Gente é só um encontro- disse. 

- Pra você é só um encontro, pra ele pode ser uma coisa importante. Você não pode tratar todos os caras que você conhece como lixo, sabia?- Taylor disse e eu não entendi o porque de ele ter ficado assim.

- Taylor primeiro: você não tem moral pra falar isso, pois você faz a mesma coisa com suas vadiazinhas. E segundo: eu saiu com quem eu quiser e iludo quem eu quiser- disse já com minha voz alterada.

- Pelo menos eu não trato minhas vadiazinhas como lixo- Taylor disse.

- Cala sua boca, eu nunca tratei ninguém como lixo. Eu não sou esse tipo de pessoa, caralho porra, para de falar merda- falei e sai de lá, Matt veio atrás de mim.

- O que acabou de acontecer?- ele perguntou.

- Nem eu sei.

***

Contei a Sasha sobre o encontro e ela veio me ajudar a me arrumar. Ela havia escolhido um vestido preto florido com mangas longas  e um tênis branco. Minha maquiagem era simples, só que com muito rímel e meus cabelos estavam enrolados nas pontas. 

Olhei- me no espelho e eu realmente estava bonita.

- É não está nada mal- disse me olhando.

- Nada mal, admita você está maravilhosa- Sasha diz e me olha sorrindo e sorriu assentiu pra ela.

Pego meu e vejo que já eram 19:55. Saiu do quarto me despedindo de Sasha que dá um tapa na minha bunda e diz:

- Só não volte grávida- eu reviro meus olhos e ela sorri.

No caminho ao patio vejo Cameron no quarto de Olivia, e eu só vi porque a porta estava aberta.

- Caralho Cameron de novo- ele olhou pra mim assustado e Olivia revirou os olho, como eu queria que eles ficassem brancos pra sempre e no caso ela estaria morta, meu sonho- Nem fale nada Cameron, só não perturbe a  Sasha de novo, okay?- digo e saiu fechando a porta.

Finalmente chego ao patio e Shawn estava me esperando, ele sorri quando me vê  e eu o abraço.

- Você está 15 minutos atrasada- ele disse olhando em seu relógio, reviro meus olhos e dou risada- Mas se você se atrasou pra se arrumar desse jeito é algo que eu possa perdoar.

- esse é o jeito mais canalha de dizer que eu estou bonita- disse.

- Mas você não está só bonita, você está maravilhosa- sorriu pra ele que sorri pra mim e ele aponta para um carro e abre a porta pra mim.

- Eu podia ter feito isso sozinha- disse

- Porque você faria se está acompanhada de um cavaleiro- ele disse sério, mas começou a rir. Apenas entrei no carro e Shawn fechou a porta passando pro outro lado e entrando no lugar do motorista.

Ele começou a dirigir e eu a mexer em meu celular. Ele me olhou e olhou pro meu celular 

- Sério que você vai perder o tempo que podia falar comigo mexendo em seu celular?- ele perguntou e eu guardei o celular em minha bolsa.

- Okay Shawn Mendes, me conte de você- falei

- Bom eu sou canadense e tenho descendência portuguesa, tenho uma família normal com 1 irmã e 1 pai e 1 mãe, e vc?

- Bom eu sou americana e não tenho descendência a nada, tenho a pior família de todas com nenhum irmão ou irmã e 1 pai e 1 mãe que não falam comigo- ele fez uma cara de interrogação.

- Como assim não falam com você, claro se não for me intrometer demais- ele falou rápido a última parte e eu ri.

- Quando eu tinha 13 anos minha mãe estava grávida e estava prestes a ter um bebê, mas na hora do parto o bebê não resistiu. Ela ficou muito chateada e não falou com ninguém por 1 ano inteiro e meu pai começou a beber muito, ele acabou engravidando uma vadia e a mesma fugiu com o bebê ele ficou chateado e minha mãe só piorou- falei e uma lágrima escapou, a limpei o mais rápido torcendo para Shawn não ter visto- eles pararam de se falar mas não se divorciaram, mas um dia minha mãe explodiu comigo, porque eu não tinha levado o lixo pra fora e meu pai começou a gritar com ela e... - eu já estava chorando e Shawn parou o carro- porque parou?

- Nós já chegamos, mas se não estiver em um clima pra um encontro tudo bem, podemos sair outro dia- o interrompi.

- Não, eu estou bem, vamos ter esse encontro- falei olhando em seus olhos e ele assentiu sorrindo- então vamos?

- Claro- quando ia abrir a porta Shawn me para- o que pensa que está fazendo?

- Estou abrindo a porta?- disse meio confusa

- Exatamente está abrindo a porta- olhei com cara de interrogação- eu que devo abri-la- revirei meus olhos e ele saiu do carro.

- Feliz?- disse quando ele abriu a porta pra mim.

- Muito, vamos?- ele segurou minha mão e saímos andando chegamos em um tipo de "parque" que estava trancado, então tivemos que pular. Andamos mais um pouco e eu vi um caminho iluminado até uma mesa branca com uma flor e algumas frutas em cima.

- Sério? Então é aqui que Shawn Mendes trás garotas e faz elas se apaixonarem por ele?- perguntei ele balançou a cabeça negativamente e disse:

- Na verdade você é a quarta que trago hoje, mas eu já sei que está apaixonada então vamos pular essa parte- ele disse dando de ombros e depois sorrindo. Sorri de lado e reviro meus olhos, ele segura minha mão me puxando para a mesa e puxa a cadeira o olho e falo um "sério" ele assente e eu me sento, logo ele empurra a cadeira e se senta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...