História Don't be afraid, my omega - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais
Tags Alfa, Bangtan Boys, Beta, Bts, Jeon Jungkook, Jikook, Jimin Ômega, Jungkook Alfa, Lemon, Ômega, Park Jimin, Yaoi
Exibições 652
Palavras 2.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei para caralho para postar?

SIM

Me desculpa, eu não sabia muito bem como prosseguir com o lemon que prometi. Estava com muito medo de não sair perfeito para vocês e deixa-los na mão com o que escrevi. Se esse foi o caso, por favor, me desculpem, não quis deixar ruim!

Enfim, espero que gostem!

Capítulo 13 - Sweat


Fanfic / Fanfiction Don't be afraid, my omega - Capítulo 13 - Sweat

Já era evidente o quanto os dois garotos se tornaram quentes em poucos segundos, a pele transpirava e gotículas de suor em uma camada fina se formavam e escorriam pelo corpo de ambos. Talvez por conta do nervosismo eles acabaram em silêncio por alguns instantes, mas logo voltaram ao que estavam fazendo. Jimin achava muito interessante provocar o mais alto, que este mordia os lábios enquanto apertava levemente o membro do ruivo. Mesmo tentando se manter firme, algumas vezes gemidos saiam da garganta do ômega, fazendo o corpo grande abaixo de si se contorcer em excitação.

- Vamos acabar logo com isso... - Sem avisos ou declarações Jungkook apenas partiu para o corpo alvo do pequeno, arrancando-lhe as vestes sem pudor e jogando-as para cantos aleatórios do quarto, que para ele se quer importava. 

- D-Daddy... - O tão pequeno Park resmungava quando a boca alheia lhe tocava a pele tão branquinha quanto a neve. Era difícil criar palavras enquanto em seu peito batidas fortes de seu coração o perturbavam. 

Assim que Jimin estava completamente nu, Jeon avançou para suas pernas, agarrando os palmos miúdos e prendendo com os seus em ambos os lados de seu corpo. Beijou o interior de suas coxas e observou o membro ereto de seu ômega. Tocou a glande inchada e vermelha do garoto, assim ouvindo um gemido baixo e quase abafado pelas mãos que cobriam a boca. Sorriu com o ato tão tímido do ruivo de não poder se libertar de sua excitação. Chupou várias vezes as pernas torneadas, assim deixando borrões roxos e vermelhos por toda a sua extensão. Assim que lambeu sua virilha e marcou mais algumas vezes seu abdômen, o pequeno gemeu alto quando o alfa rodeou seu falo com a língua, o envolvendo como um pirulito de verdade. Era exatamente o que queria. 

- Isso com toda a certeza é melhor do que esses doces fajutos. - Insistiu o mais novo em deixar o menor com vergonha. Não sabia se as bochechas rubras alheias eram por puro deleite ou uma incrível timidez. Gostava de pensar das duas formas, assim, sorrindo  por imaginar o quão infantil Jimin era. 

Voltou a dar atenção ao pênis de Park, o chupando com vontade, deixando o dos cabelos descoloridos louco, ao ponto de rebolar enquanto Jungkook ainda o dava atenção na região íntima. Levou os dedos menores até as madeixas escuras de Jeon, ajudando com os movimentos de vai e vem. Gemia loucamente, assim como chamava pelo nome do amado. Para o alfa era tão gostoso ouvir seu nome ser clamado tão docemente e sensual daquela forma pelo ômega. Com toda certeza seria sua orquestra favorita dentre todas que já participara. Eram os anjos lhe chamando para o paraíso. Passou a língua devagar por toda a extensão do membro alheio, sentindo as veias pulsarem em sua boca. O pré-sêmen era delicioso de se provar. Não trocaria aquele momento por nada. O desejo carnal que tinha sobre o belo garoto era indescritível. 

Os estalos da língua amaciando a pele alheia eram audíveis por todo o quarto. Jimin amava aquela sensação de êxtase enquanto era envolto por todo o calor do amendoado. Assim que Jungkook sentiu o menor chegar perto de seu ápice, ele parou com seus movimentos. Ouviu negações e algumas choramingadas do tingido. Riu da maneira em que pedia por mais sem nem ao menos trocar palavras. 

- Só vai gozar quando o seu Daddy mandar, baby. - Sorriu perverso ao ver o ômega se contorcer em seu lugar, levando a cabeça do mais alto para baixo, implorando para que voltasse o que estava fazendo. - Você quer o que mesmo, pequeno? - os palmos tremiam perante a voz tão sexy de Jeon, era tão deliciosa de se ouvir naqueles momentos. Park não duvidaria que poderia se desfazer apenas por sentir aquele tom em seus tímpanos. Ah, como ele amava aquele homem à sua frente. 

- Me fode, Daddy... Agora. - Pediu enquanto levava suas pernas grossas para os arredores da cintura do moreno, se instalando ali e o puxando para perto. Mesmo que o garoto mais novo estivesse de roupas ainda, movia-se em cima de seu membro, friccionando e fingindo serem estocadas de verdade. Aquilo para o outro era maravilhoso, mas estava cansado de apenas fingir que tudo estava bem em seu interior. Ele precisava de Jimin para si.

Retirou cada peça de roupa de seu corpo com cautela, parando vez ou outra para observar o rosto rubro enquanto este mordia os lábios, esperando para que finalmente o momento em que se envolveriam no verdadeiro amor que sempre guardaram. O ruivo observava cada parte do corpo esguio e relativamente forte de Jungkook, os gominhos em seu abdômen, os cabelos levemente umedecidos pelo suor, os olhos vidrados em si, o tesão em suas partes íntimas saltadas. Era tão lindo quanto qualquer ser místico, ou até mesmo poderia ser comparado com um Deus grego. 

Como uma fera faminta Jeon foi até o outro, arranhando as laterais de sua barriga, deixando pequenas marcas trilhadas ao redor de suas unhas que fincavam na pele. Beijou cada partezinha de seu peitoral e seguiu para os mamilos já rijos deste, chupando,lambendo e estimulando o garoto a ficar cada vez mais excitado. Park praticamente gritava em prazer. Ele simplesmente era sensível em todas as partes e mesmo assim gostava da voracidade de seu amado. O alfa poderosamente apertou as nádegas e o trouxe mais para perto. Seu membro encostava na entrada rosa do pequeno, o deixando ainda mais louco por aquele seu querer de antes. Assim que viu o outro menino arfar sem parar, levou um de seus dedos esguios até a cavidade bucal deste, acariciando os lábios grossos.

- Chupa, agora. - Mandou o mais novo e assim foi atendido. Enfiou as digitais de uma vez dentro da boca e chupou com vontade, simulando perfeitamente como se fosse o membro do moreno ali. As fisgadas no falo de Jungkook eram cada vez mais intensas. Puxou os cabelos ruivos para trás com a outra mãos, deixando exposto a pele alva da região do pescoço. - Não me provoque desta forma. - Ouviu novamente gemidos do outro. Trilhou beijos do queixo até a clavícula de Jimin, depois dos ósculos mordeu o local escolhido, deixando suas marcas de dentes ali. Era tão bom. - Você vai ficar tão bonito com uma marca minha. - Soprou o lugar recém mordiscado, que ainda brilhava pela saliva gasta. Viu o ruivo se contorcer e arrepiar abaixo de si. - Só espere mais um pouco, meu ômega. - Sorriu ladino enquanto estreitava-se ao lado do corpo pequeno. 

Levou um de seus dedos para o botão rosado do mais velho, fazendo um leve carinho entre as pregas, estimulando-o para se acostumar com o que viria. Sem avisos apenas enfiou a digital na cavidade, fazendo movimentos lentos. Park estranhou a presença engraçada dentro de si, mas nada que fosse extremamente ruim, até que ele gostava. Os movimentos se tornaram rápidos e logo o menor sentia prazer naquele vai e vem que Jeon estava lhe proporcionando. 

- M-m-mais rápido - Gaguejava enquanto persentia outro dedo lhe invadir. O alfa fez movimentos de tesoura enquanto estava dentro do garoto, para lhe alargar e tentar lhe livrar do sofrimento quando finalmente fosse seu membro no lugar de simples digitais. 

- Huh, você gosta assim, baby? - Aumentou a velocidade até sentir que estava prepara o suficiente para introduzir mais um de seus dedos. Assim que se pôs mais uma vez naquele local, sorriu mais uma vez, era tão bonito ver seu ômega tão entregue à seus sentimentos e suas ordens. Ah, como ele gostava daquilo. Saiu de seu interior e um resmungo escapou da garganta de Jimin, soando como uma negação. - Você quer mais?

- S-sim, por favor Daddy! - Praticamente implorava, enquanto observava Jungkook se afastar lentamente. Engatinhou até um lado da cama, desejando aquele calor tão bom perto de si, mas estava um tanto longe para poder alcançar naquele instante. 

- Então peça. - Cruzou os braços esperando pelo que queria, assim masturbando-se logo após, deixando o pequeno com ainda mais vontade de ser fodido por aquele membro tão grosso, que já escorria seu pré-gozo. Umedeceu os lábios por puro instinto.

O mais velho se quer respondeu, apenas virou-se e ficou de quatro para o amado, rebolando algumas vezes no ar, praticamente pedindo sem nem ao menos mover os lábios para pronunciar qualquer frase nem nexo naquele momento. Passou os palmos miúdos por sua pele nas nádegas e sorriu ao ver o moreno morder o inferior em deleite. Sentiu-se tentado em foder aquela bunda gostosa. Não deu em outra, apenas caminhou lentamente até onde Jimin estava, segurou sua cintura e seu membro em uma das mãos e pressionou na entrada do Park. Jeon sentiu-se muito bem vindo ali, apesar de ser apertado, era quente e muito delicioso. Sentia seu membro pulsar, igualmente como as pregas do ânus do outro, lhe acolhendo ainda mais forte. Podia gozar apenas com aquilo. 

A ardência para o menor era gigantesca, mas nunca diria, concentrou-se apenas em agradar Jungkook. Requebrou um pouco quando finalmente estava preparado para mais daquilo. Pediu para que se movesse e assim foi atendido. A velocidade aumentava consideravelmente e o mais velho segurava fortemente os cobertores, vendo seus dedos ficarem brancos ao redor pela força usada. Não poderia negar, ter o alfa dentro de si era maravilhoso, algo que nunca imaginaria acontecer.  Carne contra carne, sentimento por sentimento, sedução por amor. Aqueles dois foram feitos um para o outro, até mesmo se encaixavam perfeitamente, trabalhavam em sincronia. O alfa dentre eles começou uma masturbação lenta no ruivo, proporcionando-o ainda mais êxtase do que antes, levando-o para os céus. Estocava com vontade. Ouviu um gemido agudo, diferente dos outros já dados ali.

- A-aí, de novo Daddy, de novo! - Jeon teve certeza que havia acertado a próstata de seu pequeno. 

Procurou acertar mais e mais vezes o ponto sensível de Jimin, fazendo-o gritar de prazer novamente. Sentiu sua mão melar por um líquido perolado, sabendo que Park já havia se desfeito dentre os lençóis. Sorriu vitorioso. Segurou o corpo entre suas mãos e pediu para que o outro se virasse, assim foi feito. Segurou as pernas torneadas, sem nem mesmo sair de dentro do garoto e levantou uma delas, fazendo-o apoiar ao lado de sua cabeça, dando mais liberdade para o que estava fazendo anteriormente. Entrou e saiu fundo e forte. 

- A-ah, J-Jungguk-ah! - Não se cansava de sentir todas aquelas vibrações dentro de si, o ruivo não aguentaria ficar longe por muito tempo. Estar sendo preenchido pelo moreno era incrível de todas as formas. 

Assim que estocou-o mais algumas vezes, gozou dentro do mais velho, sentido-o se contrair ao redor de seu pênis. Não se conteve em trilhar beijos pelas pernas alheias, chegando até seu pescoço. Suas presas pontudas morderam a carne com força, marcando-o desta vez. Não era uma simples mordida que se dava em qualquer coisa por ai, era um verdadeiro carimbo vindo do alfa, que de uma vez por todas selava as duas almas como uma única. Ambos estavam cheios, cheios deles mesmos, um dentro do outro. Um filete de sangue escorreu cautelosamente pela clavícula e desapareceu na curvatura das costelas. Jungkook caiu cansado ao lado do amado e beijou-lhe a testa, logo seguindo para sua boca e lhe deixando um selar singelo e de puro carinho. Agora aquele ômega que no começo achava tão simplesmente inútil era seu, era todo seu, de todas as formas. Ficou feliz por saber que ninguém nunca mais o tiraria dele. A camada de suor em seus corpos salientes demonstrava o quanto haviam devidamente gostado daqueles momentos de arrepios e luxúria.

- Eu estava certo, ficou linda mesmo. - Passou as digitais gélidas pelo local mordido, ouvindo uma risada baixinha do outro. - Combinou muito, não acha? - Sorriu sincero enquanto beijava a marca deixada por tal. 

- Sim, também achei. - Concordou, se aconchegando na curvatura do pescoço alheio, sentindo o belo perfume amadeirado de Jeon. 

- Agora nunca mais eu irei te deixar, meu amor. Prometo ficar para sempre ao seu lado e te proteger. Para sempre, seja meu ômega!
 


Notas Finais


E foi isso pessoal!

COMENTE!


-------------------------------

Bem, como de costume eu posto o capítulo mostrando fanfics das quais eu produzi capas, para verem melhor o trabalho e se querem pedir alguma. Para quem não sabe eu faço capas no Photoshoop para as escritoras que me pedem para utilizarem em suas histórias. Não tenha vergonha de me pedir, farei sempre que puder!

My Ideal (original) | Por: @SKRUHII E @MS2 : https://spiritfanfics.com/historia/my-ideal-6954366

A little bet (Jikook) | Por: @Sra_jimin2 : https://spiritfanfics.com/historia/a-little-bet-6825181

E é só isso mesmo :D

Obrigada pela preferência!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...