História Don't Cry, Little Bunny - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Taekook, Vkook, Yoonmin
Visualizações 46
Palavras 1.282
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieeeeeee

Espero que gostem ❤

Capítulo 14 - Chapter 13 - Just Your


Fanfic / Fanfiction Don't Cry, Little Bunny - Capítulo 14 - Chapter 13 - Just Your

Um mês havia se passado, meus Hyungs logo voltariam para casa. Mesmo ficando triste com a aproximação da despedida deles, eu me sentia feliz por ter tido eles comigo naqueles dias.

Eu me sentia tão completo, estava com meus amigos e namorando o rapaz mais perfeito que eu podia ter. Sorrio tocando o pingente do colar que Taehyung tinha me dado no dia que me pediu em namoro.


Aquele dia tinha sido perfeito.


Flashback on


Eu não havia visto Taehyung a manhã inteira e o mesmo não retornava minhas ligações ou mensagens, já estava ficando preocupado.

Mas, no meio da tarde ele me respondeu, ou melhor dizendo, ignorou minhas mensagens e apenas mandou.


“Irei passar ai em 10 minutos, vamos fazer uma pequena viagem de um dia, leve apenas o necessário”


Por mais que eu tenha estranhado, fiz o que foi pedido e arrumei o básico em minha mochila e assim que a fechei, ouvir a campainha tocando. Era ele.

Expliquei para a Noona e ela não pareceu ter gostado disso, apenas disse para eu tomar cuidado, ligar no caso de algo acontecer. Quase revirei os olhos pela sua preocupação desnecessária.

Me despedir dela e sair de casa. Assim que ela liberou o portão e eu abri, vi Taehyung encostado em um carro esporte. Ele estava tão lindo.

Estava com boné com aba para trás, óculos escuros, uma blusa preta estampada e um jeans com rasgo na coxa e nos joelhos. Naquele momento eu duvidei que existiria alguém mais lindo do que ele.

Me aproximei dele e ele sorriu de lado e me puxou pela cintura e selou nossos lábios rapidamente.


-Tudo bem? – Perguntou sorrindo.

-Não, você sumiu! – O repreendo batendo no seu ombro, ele riu.

-Acredite, meu sumiço vai valer a pena. – Disse e abriu a porta do carro para mim.

-Não sabia que dirigia. – Disse entrando no carro, ele fechou a porta e foi para o lado do motorista.

-Tem muitas coisas que não sabe sobre mim, Babe. – Disse e sorriu ladino, seu tom parecia diferente e isso me deixou um pouco incomodado, mas disfarcei e mudei de assunto.

- Aonde vamos? – Perguntei quando ligou o carro e deu a partida.

-Praia de Incheon, o tempo está bom pra passar a noite lá. – Falou animado e eu assentir contente, fazia tempo que não iria para praia.


Em pouco tempo, chegamos em uma casa, tipicamente litorânea, não muito grande e não muito pequena. Era muito linda.

Entramos na casa e ela parecia tão confortável, tudo era em tom claro e com algumas decorações de praia.

-Que bonita. – Disse baixo, admirando a casa.

-Claro, foi eu que escolhi. – Taehyung rodeou seus braços em minha cintura e apoiou seu queixo em meu ombro.

- Você que comprou? – Perguntei um pouco surpreso. Taehyung, pelo que eu sabia, vivia por conta própria. Era órfão e não tinha nenhum parente, mas vivia uma vida confortável e tinha tudo de alta qualidade. Mas nunca me falou como, até aquele momento.

- A diretora do orfanato gosta muito de mim, uma coisa leva outra, entende? – Perguntou e eu assenti entendendo que aquela casa era um presente e, provavelmente, tudo que tinha era bancado pela mulher.


Não nego em ter pensado em coisas erradas naquele momento, mas me recusava a acreditar que Taehyung podia está se envolvendo com uma mulher mais velha só para pagar pelos seus caprichos. Claro que não, não é? Não mesmo, ele não parecia ser desses.


Taehyung não parecia ser muita coisa.


Depois disso, fui para o quarto que iriamos ficar. Era basicamente da mesma forma que o resto da casa. Tomei banho e coloquei uma roupa leve.

Sair do quarto e vi Taehyung com uma regata branca, bermuda da mesma cor e secando seus cabelos com uma pequena toalha.


-Aonde tomou banho? – Perguntei e sentei no sofá e comecei a mexer no celular, vendo que recebi mensagem da Noona perguntando se eu já havia chegado e se estava bem.

-No banheiro do corredor, apesar que eu queria ter ido tomar com você. – Sorriu ladino e eu joguei uma almofada em seu rosto, não sabia lidar com suas malicias.

- Ei, só pra economizar água. – Disse rindo e eu revirei os olhos. – Vamos caminhando até a praia, não é longe. – Estendeu sua mão para mim e eu a peguei e levantei do sofá.


(...)


Como eu amava aquele cheiro de mar, me deixava tão tranquilo e me causava nostalgias da minha infância em Busan.

Pelo o horário, a água do mar já estava muito gélida e só conseguimos colocar os pés, mas não deixou de ser um fim de tarde maravilhosa. Eu estava com Taehyung e tudo se tornava maravilhoso.

Sentamos na areia e ficamos olhando o pôr do sol, não existia algo tão lindo na natureza quanto o pôr e o nascer do sol em uma praia.


-Sabe, você me faz muito feliz. – Disse Taehyung, ele parecia viajar em sua mente ao dizer isso, mas ainda sentir a intensidade nas suas palavras em seu olhar.

- Você também me faz, TaeTae. – Sorri e abracei seu braço e deitei minha cabeça em seu ombro, sentir sua cabeça deitar sobre a minha e depois depositar um beijo na mesma.

- Isso significa que você aceitaria ser meu? – Estremeci levemente com sua pergunta, ele estava me pedindo em namoro?

- Sim, eu aceitaria. – Levantei meu olhar para ele e o mesmo me olhava com os olhos brilhando. Tão lindo.


Ele se remexeu e eu me sentei direito e olhei-o, ele tinha em sua mão um colar com um pingente lindo, parecia uma mandala dourada e dentro tinha uma pedra branca.


- Eu achei que seria mais significativo se eu te desse algo que foi deixado pra mim. – Disse olhando o colar e parecia lembrar de algo.

- É lindo. – Disse admirado e sorri levemente.

- Significa equilíbrio e controle, algo assim...eu não sei bem, só sei que estava comigo quando Minji me achou. – Disse e sorriu. – Tem outro desse, mas não teria sentido usar ele se não tivesse alguém para usar comigo.

- E eu sou esse alguém? – Perguntei e ele olhou para mim.

- Com toda certeza, meu coelhinho. – Sorriu e tocou em meu rosto, fazendo um carinho em minha bochecha. – Permita usar esse colar comigo? Torna ele um significado só nosso? Ser apenas meu coelhinho? – Sorri como nunca tinha sorrido antes.

- Sim sim. – Disse animado e ele sorriu e selou nossos lábios. Assim que o beijo foi desfeito, abaixei a cabeça e ele colocou o colar em mim. Após isso, ele pegou o outro que tinha a pedra de cor azul e o pingente com uma cor bronze e deu para mim, beijei o colar e coloquei em seu pescoço.


Nos beijamos mais uma vez e nos abraçamos fortemente, me sentia tão realizado.


- Jungkook? – Me chamou, ainda abraçado a mim.

- Diga. – Respondi e ele nos separou.

- Seja meu essa noite. – Disse e eu acabei ficando sem palavras. Eu nunca me entreguei a ninguém e tinha medo de fazer algo errado ou machucar.


Mas era Taehyung, era meu doce Taehyung e ele não me julgaria por errar e não me machucaria, não tinha motivos para negar.


Tão tolo eu era.


- Sim, eu serei. – Eu disse baixo e seus olhos brilharam com as minhas palavras. Passou seus dedos em meus lábios e sorriu ladino.


Se levantou e estendeu sua mão para me ajudar a levantar, me puxou pela cintura como mais cedo e disse:


- Prometo te dar a noite mais prazerosa da sua vida, Coelhinho. – Sua voz soou mais rouca e tinha um tom de malicia que me fez estremecer e ficar com o coração disparado.


Tão tolo eu ainda sou.


Notas Finais


Será que no próximo cap tem lemon? Se minha vergonha deixa, com certeza

Espero que tenham gostado e desculpem os erros

Digam o que acharam ❤

Até Sexta *--*

Bjs da Sary ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...