História Don't fall in love - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Exibições 133
Palavras 1.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - GOT7 em Tóquio


Um bipe irritante foi o que me acordou.A máquina média os batimentos do meu coração enquanto uma agulha levava soro a minha veia.

-Vejo que acordou.-disse Naoki sorrindo fraco.

-Por quanto tempo...?

-Uma hora.O médico disse que você perdeu muito líquido e precisa descansar.

-Olá senhorita.-disse o médico em um inglês meio fraco.-Como se sente ?

-Mal.

-O que aconteceu ? Você tem alguma doença ou distúrbio ?

Me mexi desconfortavelmente na cama um pouco receosa de contar para o que eu tenho com o Naoki na minha frente.Eu o conheci hoje e já causei problemas pra ele.Não quero deixa-lo preocupado comigo.

A porta do quarto se abriu e Jackson entrou com os meninos logo atrás.

-Ally.-ele me abraçou e percebi que ele estava chorando.

-Não chora.-disse com os olhos cheio de lágrimas.

Ver Jackson daquele jeito quebrava o meu coração e saber que ele estava assim por minha causa,me fazia sentir culpada.

-Vai nos contar ?-perguntou Naoki.

Respirei fundo e segurei a mão do Jackson antes de começar a falar.

-Quando a minha mãe morreu,eu entrei em depressão.Eu parei de comer por causa disso e...

-E desenvolveu anemia e anorexia.-completou o médico.-Entendo como isso pode ser traumático mas você deve comer.Isso pode te matar.

O doutor continuava falando sobre meios de tratamento e todos prestavam bastante atenção.Eu só conseguia olhar pela janela esperando que tudo isso acaba-se.

-O soro vai ajudar a repor alguns nutrientes mas ela deve comer logo.Fiquem de olho se ela está comendo todos os dias.

-Pode deixar,doutor.-disse Jackson.-Obrigado.

-Vamos retirar esses tubos.

O médico chamou uma enfermeira e tirou a agulha e os outros fios do meu corpo.Ele também me deu alta e conversou um pouco com o Jackson.Pedi desculpas a Naoki por ter causado problemas mas ele apenas sorriu e disse que poderia contar com ele quando precisa-se.

-Se cuida.-ele sorriu antes de sair.

-Hey cara.-chamou Jackson.-Obrigado por cuidar dela.

-Não precisa agradecer.

Desci da cama me sentindo um tanto melhor e peguei a minha bolsa.Agora eu tenho certeza que nenhum dos garotos vai me deixar em paz até o fim da viagem.Vão ficar me vigiando 24 horas por dia vendo se estou comendo.

Respirei fundo antes de me virar para ver os meninos.Todos eles pareciam preocupados e eu me senti ainda pior por vê-los assim e saber que eu era o motivo.

-Desculpa.-disse me curvando.

-Só desculpamos depois que você comer.-diz JB.

Sorri de lado e fomos saindo do quarto.Antes de ir embora,Naoki havia resolvido e assinado alguns papeis na recepção,por isso não precisei conversar com mais ninguém.

Chegamos na rua e reparei que ainda estávamos em Ikebukuro.Jackson pegou minha mão e foi me levando pelas ruas até um restaurante.Como era hora do almoço,estava um pouco cheio e quase não conseguimos uma mesa que coubesse todos nós.

Para deixar os meninos menos preocupados,pedi um udon com tempura e um suco de vegetais com frutas.Comi em silêncio e fui quase obrigada pelo Bambam a pedir sobremesa.Escolhi um sundae de chocolate e ele pareceu bem feliz.

-Que horas é o show ?-coloquei mais uma colher de sorvete na boca.

-Ás sete.-respondeu JR.-Você vai ?

-Claro.-sorri.

-Vamos voltar para o hotel e você vai poder dormir.-diz JB.

-Eu vou embora de trem. 

-Vamos com você.-Yugyeom se levanta.

Revirei os olhos um pouco irritada.Tudo bem que eu fui para o hospital mas  eu sei me cuidar.Não preciso de sete cães de guarda me vigiando vinte quatro horas por dia.

Dividimos a conta e fomos andando para a estação de trem.Peguei as minhas sacolas nos armários e tive que correr para dar tempo de pegar o trem.

A viagem de volta foi um pé no saco.Jackson e JB se uniram para falar sobre a minha doença e de como era importante eu comer todos os dias.Youngjae ainda sugeriu que eu deveria ir a um nutricionista.Eu ia brigar com ele se Bambam não tivesse dito que era uma ótima ideia.

Demoramos mais alguns minutos da estação ao hotel.

Fui direto para o quarto e Jackson,Mark,JR e Yugyeom me seguiram para se certificar que eu iria dormir.Mordi a minha língua para não xingar esses quatro.

Deixei os sapatos no canto e me deitei na cama.Jackson se deitou ao meu lado e fez carinho nos meus cabelos enquanto cantava músicas de ninar bem baixinho.Peguei sua mão e fechei os olhos me sentindo muito melhor.

(...)

Tateei a colcha da cama procurando pelo meu celular.Achei ele debaixo do travesseiro  e cliquei no botão para poder ver as horas.Fiquei um pouco assustada por ser cinco horas da tarde.

Levantei um pouco apressada e corri para o banheiro para tomar um outro banho.Ainda estava com aquele cheiro horrível de hospital.Usei bastante sabonete líquido de baunilha para me sentir menos enjoada.Fiz a minha maquiagem na frente do espelho do banheiro e apenas penteei o cabelo.

Voltei ao quarto e achei sete moletons do GOT7 com o nome dos meninos atrás.Estavam todos em cabines em cima das poltronas.Tinha um bilhete do Jackson em cima de um deles.

"Use o do seu preferido hoje."

Deixei o bilhete em cima da mesa e vesti uma calça jeans preta com rasgos nos joelhos e um tênis superstar da Adidas branco com preto.Olhei várias vezes os moletons.Usar o do Jackson séria muito obvio e eu não vou usar o do Mark de jeito nenhum.

Vai ser o do Bambam.Quero deixar o meu melhor amigo feliz.

Arrumei minha bolsa com apenas o essencial e tranquei a porta do quarto.Do elevador,chamei um táxi e por sorte tinha um bem pertinho do hotel.Passei pelo saguão e já fui entrando no carro dando o endereço para o moço que dirigia.

O lugar não era tão longe e cheguei em pouco tempo.Mostrei o ingresso e o meu crachá para a entrada V.I.P.Um dos seguranças dos meninos me reconheceu e me levou até os bastidores onde encontrei várias pessoas com quem trabalho todos os dias.

Conversei um pouco com o agente dos meninos mas parei rapidamente porque o show já estava começando.Me aproximei mais do palco e gritei junto com a fãs quando eles apareceram.

Acho que esse vai ser um dos melhores shows da minha vida.


Notas Finais


Ah Ally tá bem galera,não precisam se preocupar !
Não se esqueçam de comentar e de favoritar a fanfic.
xx S


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...