História Don't Forget - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Pretty Little Liars
Personagens Ally Brooke, Aria Montgomery, Camila Cabello, Christopher Uckermann, Claire Holt, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Dulce Maria, Emily Fields, Gigi Hadid, Hanna Marin, Harry Styles, Lauren Jauregui, Niall Horan, Nina Dobrev, Normani Hamilton, Selena Gomez, Taylor Swift
Tags Camila, Camren, Jelena, Jodice, Lauren, Nemi, Nian, Norminah, Vondy
Exibições 260
Palavras 2.477
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIEE, TÔ DE VOLTA <3 Gente, desculpa mesmo, fiquei sumida por um tempão :/ Enfim, tô aqui de volta com esse capítulo lindo e maravilhoso, espero que gostem, e nos vemos nas notas finais!
(Banner maravilindo feito por Sweet Designs)

Capítulo 2 - There's Still Something


Fanfic / Fanfiction Don't Forget - Capítulo 2 - There's Still Something

Y a flor de piel, hay un adiós difícil de olvidarlo

Pero también sé de un amor que puede hacer milagros

Aún Hay Algo - RBD

 

Camila

— Não, eu me recuso — eu dizia para Demi.

Ela havia conseguido uma vaga na universidade de Lawrence há um tempinho, e não tinha me contado, e agora teríamos que morar aqui. Ou seja, estudar aqui. Traduzindo, teria que ver aquele maldito squad novamente, todos os dias.

— Camila, essa é a minha chance! Você sabe o quanto eu queria essa vaga, não importa onde fosse! E se eu tivesse te contado, você nunca teria concordado!

Bufei, ela estava certa.

— E além do mais, a Nina vai estudar com você — Demi completou.

Foi só falar nela, e a menina Dobrev apareceu com um balde gigante de pipoca no quarto.

— É isso aí — Ela enfiou a mão cheia de pipoca na boca — E se alguma daquelas vadias mexer com você, vão ter que se ver comigo.

Ri pra ela.

— Viu, Camila? Não vai ser tão ruim quanto você pensa — Demi disse.

Imagina, pensei.

 

Acordei com a minha música preferida, Heathens, do Twenty One Pilots. Eu amava eles, eram a minha banda preferida. E essa era uma boa maneira de começar bem o dia. Rolei para o lado, abraçando meu travesseiro.

Eu simplesmente não queria ir. Por que Demi não me contou sobre a vaga? Eu teria dado um jeito, convencido ela, qualquer coisa. Mas não, isso foi acontecer. Respirei fundo, e me levantei. Bebi um pouco de água, e fui para o banheiro.

Deixei aquela água quente cair sobre o meu corpo, na vã tentativa de ficar menos nervosa, infelizmente não funcionou. Depois de sair do banheiro, procurei uma boa roupa para usar. Eu não sabia porque, mas ainda me importava com isso, essa coisa do que os outros vão pensar sobre mim. Enfim, eu precisava parecer diferente. Há três anos atrás, eu me vestia de uma maneira bem esquisita, calças folgadas, blusas compridas com mangas gigantes, um cabelo meio ruim, e tal. Agora, graças a Nina, eu estava bem melhor.

Escolhi uma calça jeans bem justa, e uma blusa com alças, e fiz uma trança meio embutida no meu cabelo, e coloquei uma jaqueta de couro. Eu não estava parecendo com a eu de quatro anos atrás, o que era ótimo.

Peguei minha bolsa, e desci, para tomar o café da manhã com Demi e Nina. Demi já tinha terminado, mas Nina ainda atacava com tudo. Preparei um copo de Nescau pra mim, e comi um sanduíche.

— Pronta para encarar as vadias de novo? — Nina me perguntou, com a boca meio cheia.

— Acho que sim — e ri, mas a verdade era que... eu não estava, nem um pouquinho.

Nina e eu fomos de carro para a escola. Em todo o percurso, ela ficou falando sobre como não seria tão ruim, e como ela tinha certeza que iria adorar tudo (e também me perguntou sobre como eram os lanches, e o que serviam).

Ela estacionou o carro no estacionamento para alunos, e tentei fazer com ela entrasse pela porta dos fundos junto comigo, infelizmente não deu muito certo e ela me fez entrar pela porta da frente, onde todos iriam nos ver.

Assim que entramos, dei um suspiro de alívio: Ninguém olhou para nós. Caminhei até o meu armário, e Nina foi comigo, pois o dela era bem ao lado do meu. Assim que peguei alguns dos livros para as primeiras aulas, comecei a reconhecer as pessoas que passavam pelo corredor.

A primeira que reconheci foi Cara Delevingne, a garota mais rica da cidade. Há uns cinco anos, rolaram uns boatos que ela era lésbica, não bissexual, lésbica mesmo. E não eram apenas boatos, eu mesma, Karla Camila Cabello, a vi aos beijos com Kristen, a garota dark emo gótica do primeiro ano. Felizmente, ela não me viu.

Obviamente, o squad não tinha coragem de mexer com ela, Cara era rica e respeitada, então... Infelizmente, comigo não era assim.

Enfim, Cara parecia a mesma de quatro anos atrás, fora os cabelos um pouquinho mais cacheados, mas as sobrancelhas ainda eram as mesmas perfeitinhas de antes.

Depois, vi Jennifer e Josh passando de mãos dadas. A família da Jennifer é uma das fundadoras da cidade, o que a faz da Jenn uma das garotas mais respeitadas. E Josh... É só o namorado dela. Eles estão juntos desde que me entendo por gente, e eram gente boa. Jennifer e Josh eram muito zoeiros, e eu sinceramente nunca falei com eles diretamente, só fiz um trabalho uma vez com a Jennifer, mas foi só isso mesmo.

Depois, vi a Dulce e o Christopher juntos e.... Mas, espera, como assim? Até quatro anos atrás, eles dois eram iguais cachorro e gato, não conseguiam conversar civilizadamente, apenas brigavam, e agora pareciam ser o casal mais feliz da face da Terra.

— Camila — Nina me chamou, baixinho — Quem seria aquele cristão bem ali? — Ela me perguntou, apontando para Ian Somerhalder.

Ah, Ian. Um dos garotos mais velhos de toda a escola, e com certeza um dos mais lindos. Sempre com milhares de garotas a seus pés, ele se achava.

— Ah, esse aí — respondi, tentando ser o mais “Nina” possível — Esse é o Ian, o garoto mais lindo do colégio, e um dos mais velhos também.

Nina deu de ombros, com uma expressão de nojo.

— Sabe o que eu sinto por esses garotos que tem todas essas garotas nos pés, usam cada uma, e ainda são bad boys? Nojo, eu tenho é nojo! Isso é ridículo, cara — Ela falou quase gritando.

— Nossa, que mudança de humor — Eu disse, rindo.

— Mas é verdade! Esses garotos acham que o mundo é só deles, e só o que importa nesse mundo são eles! E essas garotas conseguem ser piores, pra quê ficar aos pés desses caras? Me responde! Não tem necessidade, cadê a necessidade? Me mostra a necessidade, Camila! Filma, grava, expõe ela na Internet...!

— Nina, porque você não vai beber um pouquinho de água? Você tá muito nervosa, olha, você a cantina tá aberta, a água é só R$ 1,00 — Falei, controlando minha vontade de rir.

— Vou mesmo, não sou obrigada a nada, a nada — E ela saiu, aparentemente irritada. E ela ia ficar mais ainda, acabou de esbarrar com o Ian e agora estavam discutindo. Que lindinho, já shippo.

— Camila? — Duas vozes sussurraram no meu ouvido, e o medo percorreu todo o meu corpo, não sei nem como eu não caí.

E me virei. Normani Kordei e Dinah Jane. Ai que susto, jurei que era a Taylor.

— Mani? Dinah? — falei baixinho, antes de abraçá-las.

— Nem acredito que você tá de volta — Dinah dizia animadamente.

— É, nem eu — Falei, ironicamente.

— Você veio sozinha? — Mani perguntou.

— Eu vim com aquela doida ali — E apontei pra Nina, e vi a hora de Ian cair morto no chão, a menina Dobrev estava prestes a bater nele até morrer.

— Pelo jeito ela não gosta muito do Ian — Dinah disse.

— E não gosta mesmo — Respondi, rindo.

Então, reparei que Mani e Dinah estavam de mãos dadas. Será que...

— Normani e eu estamos juntas — Dinah soltou, aparentemente muito animada.

É, minha teoria estava certa. Mas Mani e Dinah sempre foram apenas amigas, é, melhores amigas, mas ainda assim.... Pelo jeito, perdi muita coisa enquanto estava na Carolina do Norte.

— Nossa, que legal — eu disse, sorrindo — Agora, mudando completamente de assunto, o que eu perdi enquanto estava fora?

Elas se entreolharam de um jeito.... É, daquele jeito que casais se olham.

— Harry e Louis assumiram o namoro deles — Mani disse.

— Como assim? Isso quer dizer que...? — Perguntei. Elas sabiam do que eu estava falando.

— Sim, sim. Lauren não está mais com o Niall — Dinah respondeu, confirmando o que eu já achava.

— E o que mais? — Eu queria me atualizar, isso era de suma importância pra mim.

— Hã... O que mais, Mani? Ah, sim, acho que você já viu, a Dulce tá namorando com o Christopher!

— Sim, eu vi isso, mas... Como assim, eles se odiavam!

— Dulce foi sequestrada em 2013, e coincidentemente o Christopher a achou, e a relação deles tem ficado cada vez mais... É, você entendeu.

— O que mais? — Perguntei, não podia ser só isso — Nada sobre o.... — abaixei meu tom de voz — squad?

— Ah, é sobre isso que você quer saber — E Dinah riu — Selena tem se afastado cada vez mais dele, dizem que elas guardavam um segredo dela, mas... Não sei direito o que aconteceu, mas ela tem se distanciado. Taylor e Gigi continuam as mesmas, não mudaram nada, continuam sendo duas vadias.

— E a.... — Perguntei, discretamente.

— A Lauren? Ela também tem se distanciado, mas a Taylor e a Gigi ainda comem na mão dela, tenho certeza que ela tem algo delas que não pode.... vazar, entende? — Dinah explicou.

— Ah, sim — eu disse.

— Lauren e Selena estavam andando muito juntas ultimamente, mas elas se desaproximaram, desde que a Selena começou a andar com o Justin — Mani disse.

— Justin? Tipo... o Bieber? Aquele doidinho que ficava as três últimas aulas fumando no fundo do colégio?  — Perguntei, isso era humanamente impossível.

— Esse mesmo, e, você sabe, ele sempre teve uma queda pela Selena, e ela sempre dava uns lindos chutes nele, mas agora, ela tá correndo igual um cachorrinho atrás dele — Mani disse.

— Mas, dizem, que ele tem umas fotos da Selena... — Dinah disse, com aquele tom de mistério dela — Nua, tipo sem nenhuma roupa.

— E que vai jogar na Internet se ela não ficar com ele — Normani completou.

— Nossa, que história — Eu disse, surpresa.

— E a Lauren tá praticamente sozinha agora — Dinah disse — Sem a Selena, sem a Taylor e sem a Gigi, ninguém quer ficar perto dela, não depois de tudo o que ela já fez.

— Não sinto pena, não mesmo, isso é o mínimo que ela merece depois de tudo o que fez — falei.

Dinah e Normani se entreolharam de novo.

— Devemos contar a ela? — Dinah perguntou — Sobre...

— Não sei, o que você acha? — Mani respondeu.

— Acho que devemos contar — Dinah disse.

— De que diabos vocês estão falando? — Eu disse, já impaciente.

Dinah bufou.

— Você se lembra do jornal da escola que recebíamos todos os dias? — Normani perguntou.

— Lembro, claro — respondi. O que tinha de mais nisso?

— Continuamos a recebê-lo, mas é de uma maneira... diferente — Normani continuou. — Dinah?

Dinah pegou seu celular, e me mostrou um arquivo de texto, parecia um email, ou uma foto, e tinha várias coisas escritas:

 

E cá estamos nós para mais um dia recheado de bombas:

Vamos para as melhores, ou devo dizer, as menos interessantes? Tanto faz. O que importa é que... Selena e Justin tiveram um encontro lindo ontem, isso mesmo, no shopping, onde todos podem vê-los, o que é uma surpresa para nós, já que eles preferem lugares mais escondidos, como um matinho, ou um banheiro sujo de rodoviária... Enfim, parece que Jelena está ficando sério, hein?

Cara Delevingne vai dar uma de suas famosas festas hoje à noite, mas só convidou Taylor e Gigi. Infelizmente, agora, a festa é aberta, não é mesmo?

Larry teve um encontro super privado ontem, mas chegou aos meus ouvidos que a noite foi bem animada. Cuidado rapazes, para não incendiarem a cama da próxima vez.

Já Norminah decidiu ficar apenas em casa, vendo séries, e comendo... Comida. Dessa vez, foi apenas comida. Quem sabe da próxima, não é meninas?

Joshifer e Vondy saíram para mais uma de suas noites badaladas. Mas cuidado Josh, com a Miley na clínica de reabilitação, Liam pode ficar com qualquer uma, incluindo nossa querida Jennifer! Já a noite de Vondy foi igualmente badalada e feliz... pelo menos por enquanto.

Já nossa lindinha Lauren Jauregui ficou em casa, sem ninguém. Coitadinha, passar o fim de semana em casa chorando é para perdedores. Cuidado, Lauren, lembre-se de quem você foi, e ainda pode ser.

E hoje também tivemos o enterro da nossa querida Leah Lovato, tia da Demi Lovato, a garota mais talentosa da cidade. Tivemos a presença ilustre de uma certa pessoa hoje, e de uma pessoa nova, mas esta autora não divulgará nenhum nome... Por enquanto.

Fiquem de olhos e ouvidos bem abertos.

Beijinhos, -A.

 

Fiquei pasma.

— Desde quando vocês recebem isso? — Perguntei.

— Desde o primeiro ano do ensino médio, todos recebem isso, praticamente todos os dias — Normani explicou.

— E quem é “A”? — perguntei.

— Ninguém sabe, Camila. Esse é o problema, -A sabe de tudo, e não sabemos nada sobre ela — Dinah completou.

— Eu vou receber isso aqui? — perguntei.

— É pra receber, né — Mani respondeu.

— Interessante — falei baixinho, antes de devolver o celular para Dinah.

Nos entreolhamos, e elas foram embora, de mãos dadas. Fiquei apenas observando, e depois vi que Nina ainda brigava violentamente com Ian. Coitado. Me virei e continuei a pegar livros para as aulas.

— Oi? — Aquela voz. Eu a reconheceria em qualquer lugar. Selena.

Me virei pra ela, tentando demonstrar o máximo de desinteresse na nossa futura conversa, mas na verdade eu estava quase tremendo.

— Você.... você.... Camila? — Ela perguntou, bem baixinho.

Arregalei os olhos, meio que em resposta.

E ela sorriu, um sorriso lindo, mas ainda assim discreto. E quando me dei conta, ela estava me abraçando.

— Nem acredito que você voltou — ela disse.

— Eu também não, e o que você tá fazendo aqui? Não deveria estar mostrando os peitos para garotas lésbicas? — perguntei, ironicamente.

— Camila, por favor, isso é passado! Me desculpa! Aquele squad nem existe mais, e eu não faço mais isso! — Ela dizia, com um tom... meio triste.

— É uma pena que você já tenha esquecido, porque eu não — e fechei o armário — É bom você procurar um médico, Selena, deve estar com amnésia.

— Camila! Por favor, eu não falo mais com ninguém, quase não saio de casa, eu não tenho mais nenhum amigo, nem a Lauren que estava sempre comigo se afastou! Você é a única que eu... — ela suplicava.

— Desculpa, Selena — e fui embora.

Se elas achavam que eu iria esquecer uma vida de sofrimento por uma amizade lindinha, só porque estavam se sentindo sozinhas, estavam tristes e ressentidas, estavam enganadas. Muito enganadas.

 

 


Notas Finais


Sobre a relação entre o Louis e o Harry e a Lauren com o Niall, vocês vão descobrir nos próximos capítulos ;)) Enfim, espero que tenham gostado, comentem e favoritem, até mais <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...