História Don't leave me alone - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 8
Palavras 1.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom, é primeira fanfic captulada que eu consigo dar um rumo e escrever sem abandonar, eu espero que gostem eu estou dando meu melhor por ela.

Capítulo 1 - Yoongi?


-NÃOOOOOOOOOOO.

Os gritos desesperados em meio ao choro que ecoavam por aquela casa eram de Park Jimin que se encontrava jogado ao chão sendo abraçado por seu irmão mais velho Kim Seokjin que chorava silenciosamente tentando acalmar seu dongsaeng.

-NÃOOO, NÃO PODE SER VERDADE HYUNG, NÃO PODE, AAAAAAAAHAN.

Jimin gritava com toda sua voz em meio ao desespero e aperto em seu coração, Jimin queria morrer, Jimin queria acordar daquilo, queria que fosse só mais um pesadelo, mas as lágrimas quentes que escorriam por seu rosto denunciavam a mais pura realidade.

-Você t-tem que ser forte Jiminnie...

Jin o apertava tentando passar ao seu irmão um pouco de calma, mas aquilo não seria possível, o menor estava arrasado, acabara de receber a notícia de que Min Yoongi, seu amigo e dono de seu coração havia sofrido um acidente de carro enquanto estava a caminho de sua casa, e infelizmente Yoongi não havia resistido morrendo a caminho do hospital.

-H-Hyung... HYUNG ME DIZ QUE EU TO TENDO UM PESADELO... HYUNG EU QUERO ACORDAAR AAAH...

Jimin gritava balançando negativamente sua cabeça, a mesma que latejava, doía assim como seu coração acelerado.

Horas ali sentados ao chão o choro de Jimin agora era silencioso sendo denunciado apenas por seus soluços e fungadas, Jin acariciava suas costas enquanto balançava seu corpo pra frente e pra trás como se ninasse Jimin, sabendo que aquilo o acalmava, fora assim desde pequenos, o irmão mais velho o embalava em seus braços e o ninava quando suas crises de choro eram presentes, sempre que lembrava que sua mãe havia o largado junto de seu irmão Jimin desabava, sua avó, quem os criou nunca sabia o que fazer e agradecia a todas entidades por Jin chegar.

-Jiminnie... Vamos deitar um pouco.

A voz de Jin soava baixa no ouvido do menor que logo fora erguido do chão, o mais velho colocou o menor na cama e deixou um selar em sua testa dizendo voltar logo. Jimin se encolheu em sua cama fechando os olhos.




Flashback on~

-Hyung...

Jimin falava tímido querendo desistir de se declarar ao seu hyung, mas uma parte de si queria e tinha esperança de que ele teria uma chance.

-Hmn... Fala Jimin

Yoongi abria os olhos então fitando o rosto do mais novo sentindo seus carinhos em sua cabeça.

-É q-que... É que eu... Eu amo você Yoongi, não como um amigo...

Jimin falava fitando suas mãos inquietas que haviam abandonado as madeixas esverdeadas do maior, hora ou outra fitando o rosto do mesmo.

-Ahn... Jiminnie

Yoongi começava se levantando a cabeça do colo do mais novo que o encarava apreensivo.

-Jiminnie, me desculpe, me desculpe eu não posso corresponder seu amor... Ya Jiminnie, me desculpe.

Os olhos do mais novo já se encontravam a transbordar suas lagrimas quando desviou o olhar do mais velho balançando a cabeça positivamente.

-Entendo...

Jimin sorria triste secando suas lágrimas quando fora abraçado forte por Yoongi ficando sem reação, suspirava pesado fechando os olhos tentando ao máximo controlar seu choro, seu coração estava quebrado.

-Olha, eu não quero te ver chorando por mim, eu sei que você não queria só minha amizade, mas é tudo que eu posso te dar... Você sabe que eu vou sempre estar com você, não se afaste de mim por isso... Você é muito importante pra mim.

Yoongi não era uma pessoa de demonstrar muito carinho, mas quando se tratava de Jimin ele se via na obrigação de ser menos seco, Jimin era um garoto sensível, e tudo que ele menos queria era afastar Jimin de si, a presença do menor o fazia um bem enorme e ele queria fazer esse mesmo bem a Jimin. O motivo por Yoongi não corresponder os sentimentos de seu dongsaeng eram tão comuns quanto Jimin imaginava, sabe aquele amigo/amiga que é muito próximo a você? Aquele que é praticamente um irmão? Tente se imaginar o baijando, é estranho não é mesmo? Chega a ser um tanto nojento, porque você não se imagina assim com ele. Yoongi se sentia assim em relação a Jimin, e também não era novidade nenhuma o mais novo gostar de si, Taehyung, um amigo de ambos já havia o contado e isso fez com que Yoongi tirasse a conclusão que ele e Jimin não faziam sentido algum juntos, simplesmente não rolava.
Jimin apenas consentia descansando sua testa no ombro do mais velho que lhe acariciava os cabelos.

Flashback off~



O garoto de cabelos alaranjados, Jimin, se encolheu mais em sua cama com a lembrança apertando os olhos, os abria deixando sua dor escorrer em lagrimas e soltava um muxoxo sofrego, agoniado. Aquelas lembranças só fizeram abrir mais a ferida em seu coração.

-Jiminnie?

Seokjin retornara ao quarto com um copo de suco de laranja, se sentava a beira da cama e deixava o copo no criado mudo ali, soltava um suspiro cansado e levava sua mão aos cabelos do menor que fitava um ponto qualquer no cômodo.

-Eu sei que não quer comer nada agora... Apenas tome esse copo de suco.

Jin colocava o copo perto do rosto mais novo que com os olhos inchados que ainda derramavam lágrimas negava.

-N-Não quero Hyung...

Falava com a voz rouca e fraca soluçando o choro.

-Por favor Jiminnie, só um pouquinho.

Suspirando em rendição Jimin se sentou na cama com a ajuda de seu irmão logo levando o copo aos labios bebendo um gole do líquido.

-Beba esse remédio aqui, ele vai te acalmar um pouco.

O mais velho tirava o calmante da cartela colocando na mão de Jimin que o colocou na boca e engoliu com o suco sem protestar, não gostava de contrariar Jin.

-Isso... Agora fique aqui que eu vou conversar com o Namjoon, ele está lá em baixo, daqui a pouco eu subo pra falar com você, qualquer coisa me chame.

Apenas deixava um selar na testa do mais novo e saía do quarto logo descendo as escadas rapidamente com a visão embaçada pelas lágrimas logo se jogando nos braços de seu namorado que usava óculos escuros, claramente escondendo os olhos inchados, afinal, Yoongi era o melhor amigo de Namjoon.

No quarto Jimin virava de barriga pra cima já sentindo seus olhos pesarem e pesarem.






-Ai!

Jimin gritava se levantando rapidamente da cama, sentia seus olhos marejarem por lembrar do acontecido e se sentava na cama novamente apoiando sua cabeça em suas mãos, Jimin se sentia fraco, segurava um muxuxo de choro mordendo o lábio inferior e secava os olhos se levantando, ia até a porta a abrindo e logo se colocou a descer as escadas para a sala, a qual tinha o sofá de costas para a mesma. Franziu a testa ao ver cabeleiras verdes, as quais não esperava, fechou os olhos, os coçou, abriu novamente os arregalando e o que viu foi YOONGI, ISSO MESMO! YOONGI O ENCARANDO.

-Até que enfim acordou Jiminnie! Tava quase dormindo aqui.

Jimin não podia acreditar, não entendia o que estava acontecendo, correu até o mais velho e espalmou as mãos em seu rosto, o sentindo, sentindo a temperatura quente de Yoongi, mas como?

-JIIIIIN! JINNIE!

Jimin gritava desesperado ouvindo um "na cozinha" de seu irmão e correu até lá.

-HYUNG O YOONGI TA AQUI! ELE TA AQUI! EU NÃO TO ENTENDENDO MAIS NADA!

Jin estranhava o comportamento do irmão mas apenas ria, estava engraçado a forma que ele pulava e gritava.

-Sim Jimin! Vocês marcaram de sair ontem, não? Yoongi veio te buscar, o que deu em você?

Jimin parava de pular e piscava várias vezes não entendendo bulhufas do que estava acontecendo, mas parecia tão real, tão real, ele havia sentido tudo, não parecia nenhum pouco com um sonho.


Notas Finais


Você chegou até aqui! Espero que tenha gostado, obrigada por ler! Até o próximo capítulo, comente se gostou e dê opiniões sobre a fanfic!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...