História Don't Let Me Die Here - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, One Direction, Zayn Malik
Personagens Ashley Benson, Zayn Malik
Tags Ashley Benson, One Direction, Romance, Zayn
Exibições 81
Palavras 1.765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem!! <3

Capítulo 44 - Happiness!


Fanfic / Fanfiction Don't Let Me Die Here - Capítulo 44 - Happiness!

POV'S CLAIRE

Acordei e logo torci muito, para meus pais não estarem em casa... Despertei com uns gemidos, também torci muito para serem de Niall e Scar! Resolvi tomar um banho, estava bem cedo, então conseguiria tomar um café. 
Vesti um shorts, seguido de moletom, mais tarde colocaria uma roupa melhor. 
Passei pelo quarto de minha irmã e depositei algumas batidas, desci as escadas e encontrei um bilhete. 

"Bom dia, filha. Tivemos uma emergência no hospital, mas uma ótima viajem para vocês dois, espero que aproveitem!! 
Mãe e pai"


É.. Por sorte dos dois lá em cima, nossos pais não estavam em casa. Agradeci mentalmente e guardei aquele bilhete. Fiz café para todos nós e me sentei esperando até que eles viessem, não demorou nada, escutei a risada de Scarlett se aproximando. Eles entraram na cozinha e eu permaneci séria. 

– Obrigada! - Disse sem olhar para eles. 
– O que você está falando? - Scar disse rindo.
– Eu não transo com meu namorado ao lado do quarto da minha, e muito menos acordo ela, às 6:30, DA MANHÃ com gemidos! - Eles arregalaram os olhos e eu tentei não rir, foi meio impossível quando Zayn apareceu na porta. 
– Meu Deus - O moreno falou rindo e batendo nas costas de Niall. 

Os dois estavam corados, aliás, muito corados. Me levantei e beijei Zayn, como um gesto de "bom dia". 

– Querem café? 

O coloquei na mesa, para tirar aquele climão, se Zayn não tivesse aparecido eles iriam rir, mas ficaram envergonhados. Após um tempo, começamos a conversar normalmente.

– Sua mala está na sala? - Me referi a Zayn
– Está sim.. 
– Então vão se trocar, porque vocês vão nos levar! - Nos levantamos. 

Fui para meu quarto e Zayn veio logo depois. Tirei minha roupa, ficando apenas de calcinha e sutiã. 

– É sério, o que estava dizendo na cozinha? - Ri com a pergunta.
– Sim, quando eu cheguei ontem, com aquele vestido, eles ficaram zoando comigo, mas percebi que estavam com ciúmes - Disse rindo
– Ciúmes disso? - Se aproximou e me beijou, com a mão em minha bunda. 
– Eles mal sabem, o que fizemos ontem... - Sussurei em seu ouvido 
– Eu queria repetir, agora mesmo! 
– Mas não quero perder nosso voo.. - O afastei e fui até meu quarda roupa. 

Vesti uma calça verde musgo, com uma blusa preta básica, seguida de uma bolsa de mão. Sapatilhas pretas também, nos lábios batom nude e um óculos de sol.. Sim, já estava sol.
Entrelacei meus dedos nos de Zayn, que em sua outra mão, levava minha mala, fomos para a sala. 

– Vamos?! - Perguntei e os dois se levantaram. 

Me despedi de Cody com um beijo e fomos ao carro de Niall. Estávamos quase chegando.. O trânsito não estava legal. 

– Scar, não esquece de levar Cody passear, todos os dias troque sua água e coloque comida. 
– Você já me disse 5 vezes.. 
– E se ele chorar de noite.. - Me interrompeu
– Põe ele na cama - Disse cansada de ouvir, o que tirou risos de todos. - Boa viajem!!
– Obrigado! - Eu e Zayn dissemos saindo do carro.

Entramos no aeroporto e fomos logo fazer o check-in e despachar as malas. Nosso vôo estava marcado para 10:00 e, como tínhamos que chegar no mínimo com quarenta minutos de antecedência, ficamos esperando. 

Vinte minutos depois, estávamos indo de encontro à aeronave, percebi que Harry estava esperando Gemma, que havia acabado de entrar na sala de desembarque, ela o abraçou e veio em minha direção, deixando o cacheado confuso, já que não havia me visto.

– Claireee!
– Gemma!? - Nos abraçamos. - Quanto tempo!!
– Você continua maravilhosa.. - Rimos 
– Gemma Styl.. Claire? 
– Oi, Harry. - Disse e nem liguei para ele. 
– Precisamos conversar! - Me disse
– Você não vai! - Zayn segurou minha mão.
– Estou sentindo uma tensão de exs namorados aqui. - Sua irmã deu um passo para trás, rindo.
– É mais do que isso... Você não contou para ela, não é Harry? - Disse e ele negou com a cabeça. 
– Vou procurar a mãe - Ela disse 
– Precisamos nos ver mais, Gem! 
– Vou marcar, Cla! 

Fora meus pais ela era a única pessoa, que me chamava de "Cla". Eu gostava. 
Ela saiu e Zayn me olhava, como se fosse me matar de eu fosse. 

– Claire... - Harry segurou meu braço, mas eu tirei.
– Eu falo com você. - Disse 
– O que?! 
– Zayn.. Eu também não quero, mas não tenho muita escolha.
– Claro que tem. 
– Por favor.. 
– Daqui 10 minutos eu volto, para embarcarmos! 
– Obrigada. - Sorri e ele me s elou

Harry passou as mãos em seu rosto. 

– Me desculpe, sinceramente.. Eu sei que te magoei e sei que te deixei muito brava, mas mil perdões! 
– Vai ser difícil te perdoar.. 
– Mas não impossível - Dissemos juntos e ele sorriu. 
– Eu parei de beber.. 
– Como? 
– Não estou mais bebendo, depois do que eu fiz, resolvi ficar sóbrio por um tempo. 
– Essa é uma notícia, muito boa! 
– Seu aniversário é essa semana, sexta, certo?.. O quer de presente? 
– É, e eu já ganhei o presente, só de saber que você vai parar com a bebida, fico feliz! 
– Você nunca mais vai me ver como.. Mais que amigo, mas só isso é ótimo! 
– Harry.. Está cedo para falarmos sobre isso. 
– Já deu seu tempo! - Zayn apareceu. 
– Bom viajem para vocês.. 
– Obrigado. - Respondemos 

Entramos no avião e eu me sentei na janela. Ele me olhava e então resolveu dizer..

– Gemma é uma bom pessoa? 
– Sim! 
– Diferente de Harry..
– Zayn.. Não fala assim, ele faz merda, quando está bêbado, mas fora isso.. É uma pessoa boa. 
– Você está defendendo ele? 
– Não.. É só que..
– Você ainda gosta dele, não é? 
– Zayn, olha para mim! - Segurei sua mão – Essa é a NOSSA viajem, e ninguém vai estragá-la. Estamos juntos agora e para sempre! 
– Eu só não vou te beijar, porque estamos em um lugar com muitas pessoas, e não vai ficar apenas em um beijo. 
– Eu faço isso, então! - O beijei e rimos. 
– Última chamada para o vôo 564 com destino à Milão, Itália. - Uma voz soou, separando Zayn de mim.
– Vamos? - Ele estendeu a mão pra mim.
– Vamos!

Embarcamos no avião e todas as 2 horas de vôo, passei dormindo com as carícias do moreno. Logo após pegamos um táxi até o hotel, apreciando a vista.

– Milão é tão romântico! - Ele disse.
– ...De tirar o fôlego! - Completei.
– Achei que seria um ótimo destino.
– Nada clichê, eu amei! - O selei.

Assim que chegamos no hotel, tomei um banho e me troquei enquanto Zayn tomava o seu.

Coloquei uma saia branca e um cropped rosinha, acompanhado de um salto prata. Fiz babyliss na ponta de meu cabelo e uma maquiagem simples, com batom vinho.

– Uau. Você está maravilhosa! - Ele disse.
– Você mais ainda! - Me selou. - Onde vamos? 
– Supresa!

Zayn havia ligado para uma concessionária e eles nos trouxeram um carro alugado. Ele dirigiu até o Da Vic, um restaurante de comida italiana, muito renomado.

Pedimos o prato clássico: Pasta fresca  com cebola em balsâmico e camarões. Acompanhado de vinho tinto. 

– Logo depois vamos fazer um passeio. 
– Onde?
– Naviglio Grande.
– Mas... Precisa de reservas com uns três meses de antecedência! - Disse chocada.
– Foi assim que consegui.
– Você está planejando isso há tanto tempo assim?! 
– Sim!! Para que tudo saia perfeito.
– Você é perfeito!!

Naviglio Grande é o principal canal de água da Itália. É nele em que os filmes mostram aqueles encontros românticos com barcos e um condutor cantando atrás de nós.

Eu sempre quis um encontro assim!! Zayn é maravilhoso! Eu realmente tenho muita sorte por tê-lo ao meu lado.

Assim que terminamos de comer, Zayn pagou a conta. Sim, ele pagou, porque se recusou o meu dinheiro.

Quando entramos no carro, ligamos o rádio e "Can't Help Falling In Love", parecia destino. Que tudo estava voltado para mim e Zayn. O mundo era nosso. 

Cantarolamos o caminho todo a música, já que era perto, não demorou muito para chegarmos. Ele estacionou o carro e pegou uma caixa no banco de trás. 

– Eu sabia que você viria de salto e esse não é o lugar mais adequado para isso. Então... - Ele me entregou.
– Zayn, são lindas! - Eram sapatilhas brancas com inúmeros detalhes.
– Não é um presente, eu só vi e me lembrei de você, achei que como você não sabia a ocasião, viria de salto...
– Você é incrível! - O beijei intensamente!

Tirei meus saltos e calcei as sapatilhas, que combinaram com a minha roupa perfeitamente. Ele abriu a porta do carro pra mim e fomos à recepção de mãos dadas. 

– Posso ajudar? - A mulher perguntou.
– Oi, sou Zayn Malik.
– Reserva com esse mesmo nome?
– Sim.
– Bom passeio!!

Entramos no barquinho e repentinamente Ligabue se posicionou atrás de nós.

– Você só pode estar brincando! - Eu disse extasiada.
– Tudo por você.

Ligabue é simplesmente o melhor cantor da Itália e um dos melhores que o mundo já viu. 

– Como você conseguiu tudo isso?!
– Aproveite o momento, depois conversamos. - O cantor desamarrou o barco e começamos a navegar.
– Zayn, eu não quero te perder. NUNCA!
– Você não vai! Eu só tenho medo de te perder!
– Isso nunca irá acontecer. Eu te prometi.
– Claire, eu quero envelhecer com você!
– Eu quero passar o resto e minha vida ao seu lado!
– Você vai! 

Passamos o caminho todo nos beijando e fazendo carícias. O trajeto era lindo, a água transparente, iluminada pelos holofotes, tudo isso deixava o momento mais romântico.

Quando o passeio acabou, resolvemos tomar sorvete artesanal, na Itália gelato. O sabor era extraordinário, fora do comum!

Zayn pegou a pazinha suja de sorvete e passou em meu nariz e tirou meio copinho de perto para eu não poder fazer o mesmo.

– Eu vou te matar!! 
– Deixa que eu limpo! - Ele sorriu malicioso e lambeu de forma demorada meu nariz.
– Você podia ter passado na boca. 
– Não seja por isso! - Ele passou e limpou do mesmo jeito.
– Você não me entendeu. Vou ter que pa explicar. - Peguei o copinho de volta, sujei sua boca e lhe dei um beijo.
– Agora sim!

Ficamos andando sob a luz da Lua e rente ao Rio até chegarmos no carro. Fomos para o hotel, deitamos na cama e ficamos conversando antes de dormir... 

– Como você conseguiu tudo isso?
– Bem, como eu planejei isso há cinco meses, eu consegui fazer as reservas: Do hotel, de alguns restaurantes, dos passeios e de Ligabue.
– Por que você não me deixou ajudar a pagar?
– Quem tem que pagar sou eu pela felicidade que você me proporciona!

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...