História Don't Let Me Go - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, One Piece
Personagens Gajeel Redfox, Levy McGarden, Nami, Sanji
Tags One Piece Fairy Tail Gajeel X Levy Sanji X Nami
Exibições 16
Palavras 1.413
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey amores. Mil desculpas por não ter postado mais nenhum capítulo para vocês.

Culpa do idiota do meu computador que queimou e por pouco eu não perdi os capítulo, porque a doida aqui salvou eles no pen drive.

Hoje teremos uma casal especial.
Sem mais delongas o capítulo!

Boa Leitura!!!

Capítulo 13 - Capítulo 12: Convite de Casamento


Fanfic / Fanfiction Don't Let Me Go - Capítulo 13 - Capítulo 12: Convite de Casamento

Capítulo 12: Convite de Casamento

"Será que é muito tarde para eu pedir: Para você ficar sempre ao meu lado?"



----- Nami On -----


Acordei-me com os raios de sol batendo na minha face, fazendo-me despertar e ver que tudo aquilo que eu passei ontem não era um sonho e sim a pura e mais nítida realidade.

Fechei novamente meus olhos ainda com aquela pequena dúvida em minha cabeça, mas logo se foi quando Sanji deu um leve selinho em meus lábios e vagarosamente e abri os meus olhos e sorrir. Ele me beijou de novo só que dessa vez mais calmo.



-Te acordei, minha linda? - Ele perguntou com um sorriso terno nos lábios.

-Não, mas eu tenho que ir pegar o meu filho na casa de Levy.

-Hm. Nami-san você aceita se casar comigo?

*Pensamento Nami: Não acredito nisso! Isso é mesmo real? Eu devo estar em um dos meus antigos sonhos?*

-Nami-san? - Ele falou me trazendo de volta a realidade. -  Você aceita se casar comigo?

-Aceito.

Ele me beijou rapidamente, levantou-se, pegou uma caixinha de veludo vermelho e tirou um anel de ouro com um diamante branco e o colocou no meu dedo anelar direito.

-Vamos tomar banho? - Ele falou no meu com uma voz sexy e rouca que me levou a loucura.

Fiz um sinal de positivo com a cabeça e ele tratou de tomar os meus lábios para se e foi me conduzindo até o local.

Na hora do banho e depois dele brincamos um pouquinho antes descer para tomar o café da manhã.

Sanji fez o café e comemos conversando, tentando colocar todo o papo de anos em dia coisa que ainda ia durar alguns dias para acontecer.



Depois do café:



Cavalheiro como sempre Sanji abriu a porta do carro para que eu entrasse e fechou logo em seguida.

O clima foi descontraído e de conversa até chegarmos a casa, ou melhor, a manção de Levy e Gajeel.


Quebra de Tempo


Levy acompanhanda de Chopper foram quem atenderam a porta.

-Mamãe! - Chopper fala pulando em meus braços.

-Oi meu amor. - Falo o segurando. - Como foi passar a noite na casa da tia Levy? Você se comportou bem?

-Me comportei sim, Foi muito divertido. - Ele falou assim que se nos sentamos no sofá.

-Ele é mais comportado do que você quando éramos crianças. - Fala Gageel sentando-se ao lado de Levy.

-É verdade mamãe? - Chopper olha para mim com cara de curioso.

-Claro que não. - Falo sorrindo sem jeito.

-Mentira dela. Quando ela ia para minha casa ou para qualquer outro lugar ela não parava quieta, ia de um lugar ao outro, mexia e olhava tudo e ainda perguntava se aquilo tinha muito valor. - Quando Gajeel disse isso eu corei violentamente de raiva.

Eu peguei a almofada que estava ao meu lado e a joguei bem no meio da cara dele, enquanto Levy, Chopper e Sanji riam feito dois doidos.

-Expõe logo toda a minha ficha  criminal. - Eu falo segurando o riso, mas foi perdido porque eu acabei me lembrando da minha infância.

-Nami se lembra daquela vez em que estávamos brincando daquela série que tinha seres sobrenaturais que passava na Tv? - Levy.

-Claro que sim, agente reunia toda a galera pra brincar. - Eu.

-E desde quando vocês se conhecem? - Sanji pergunta curioso.

-Nossos pais eram amigos e eu acho que desde sempre nos conhecemos. - Levy fala ainda rindo um pouquinho lembrando-se das nossas loucuras e campainha toca e Chopper corre para atender a porta.

-Tia Robin e Tio Zoro. - Chopper fala sorridente e Robin o coloca nos braços. 

-Como vai pequeno? - Ela pergunta calma como sempre.

-Bem e a senhora? - Chopper.

-Muito feliz e você? - Ela sorrir contente.

-Animado, hoje eu dormir na casa da Tia Levy e ela foi bem gentil comigo. - Ele fala com um sorriso de orelha a orelha.

-Você que é um amor de garoto.  - Levy fala gentil fazendo Chopper ficar corado e sem graça nos braços de Robin.

-Bem diferente da mãe. - Gajeel manda uma indireta para mim e os outros começam a rir.

-Já chega disso! - Eu falo com raiva.

-Calma minha linda. - Sanji sussurra no meu ouvido.

-Sentem-se. - Levy fala e Zoro e Robin sentam-se nas cadeiras a nossa frente.

-Yaê, como vão? Atrapalhamos a reunião? - Zoro fala vendo todos que estavam ali presente.

-Não, Nami só veio buscar o Chopper. - Levy.

-Tudo bem depois discutimos isso não é senhorita Nami? - Robin sorrir para mim maliciosa

-Está bem. - Eu falo sem jeito.

- Eu não sei nem por onde começar. - Robin fala um pouco ruborizada.

-Ontem eu pedi a Robin em casamento. - Zoro fala na maior naturalidade, enquanto eu e Levy demos um gritinho e corremos para abraçar Robin dando-lhe os parabéns.

-Eu quero ser a madrinha! - Eu e Levy falamos ao mesmo tempo.

-Por isso que nós estamos aqui. Eu gostaria muito que Levy e Gajeel fossem os meus padrinhos e testemunhas. - Robin fala séria.

-E que a Nami e quem ela quisesse levar os meus. - Complementa Zoro.

-Mas é claro que sim! - Eu e Levy falamos juntas de novo.

-No que vocês precisarem contem com a minha ajuda. - Eu falo animada.

-E a minha também. - Levy também fala animada.

-Obrigada. - Robin fala gentil.

-Quem vai ser o seu par Nami? - Zoro fala desconfiado.

-O Sanji-kun. - Eu falo rindo.

-Hmm... - Robin fala. - Quer dizer não é só nós que resolvemos assumir uma coisa séria, não é Nami?

-Bem... - Eu fico sem saber aonde meter a minha cara de tanta vergonha.

-O que ela quis dizer mamãe? - Chopper fala na inocência.

-Bem meu anjo e se a mamãe te dissesse que ela tá noiva e vai se casar algum dia com esse loiro ao meu lado. O que você diria?

-Que legal! - Ele fala animado. - Agora eu vou ter um papai.

-Sério Nami? - Levy fala surpresa.

-Sim. - Eu falo e Levy e Robin pegam a minha mão para ver o anel.

-Parabéns!

-Se você a deixar triste de novo saiba que eu te mato seu loiro desgraçado. - Zoro fala sério.

-Você pensa que eu tenho medo de você marimo de merda? - Sanji retrucou ele.

-O que você disse, seu idiota.

-Vocês dois já chega! - Eu dou um cascudo na cabeça dos dois.

-Que medo. - Chopper fala abraçando Robin.

-E melhor você nunca irritar a demônio laranja. - Gajeel fala rindo e leva um cascudo meu.

-Calados! - Eu grito.


Ficamos discutindo sobre alguns detalhes do casamento do meu primo com a minha amiga Robin, enquanto Chopper assistia desenho na Disney Chanel e os homens falavam alguma besteira.

Voltamos para casa tarde 22h da noite e Chopper já dormia no banco de trás e Sanji ainda me chamou para ir passar a noite com ele, mas infelizmente eu tive que recusar o convite nos despedimos e ele disse que amanhã a tarde viria para nós três saímos.

No dia seguinte depois do almoço Sanji veio nos buscar para o passeio. E fomos ao cinema.

Depois do filme, brincamos nos brinquedos que tem lá no shopping, ou melhor, Chopper brincou enquanto eu e Sanji o olhavamos se divertindo.

O único brinquedo que eu fui foi no Just Dance, numa batalha contra Sanji e Chopper. Na primeira eu ganhei e depois Chopper ganhou de nós dois de lavada duas vezes.

Depois do lanche eu fiz umas compras e como os rapazes não gostavam disso foram jogar de novo no Play Graud. Depois desse dia agitado ainda fomos jantar numa pizzaria.

Já era umas 21h quando voltamos para casa, Chopper já dormia de tão exausto que estava lá no banco de trás.

-Vai aceitar o meu convite de ontem hoje? - Sanji fala com um sorrisinho de canto.

-Não, mas se você quiser passar a noite inteira comigo. - Eu falo  sorrindo maliciosa.

-Tudo bem.

Sanji passou em sua casa e pegou umas roupas para amanhã e fomos para a minha casa. Entrei em casa com Chopper nos braço e com Sanji ao meu lado.

Enquanto eu fui colocar Chopper na cama, no quarto o loiro me esperava na sala. Em meio a beijos o conduzi até o meu quarto, fechei a porta com a chave.


"A noite vai ser bem longa."


Notas Finais


Prometo postar o mais breve possível amores!


Até a próxima,
Beijinhos Docces!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...