História Don't live in the past (Imagine Jungkook BTS) - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Ação, Drama, Imagine, Mistério, Revelaçoes
Exibições 501
Palavras 1.285
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Então tá aqui... O último capitulo da fic :( passou tão rápido que parece que eu postei o primeiro capitulo ontem.
Queria agradecer imensamente a todos que apoiaram essa fic até aqui, favoritaram, comentaram... Cada notificação que eu recebia me deixava feliz, cada comentário que eu lia me fazia abrir um sorriso e foi graças a vocês que eu terminei essa imagine porque me incentivaram a continuar, então o meu sincero obrigado <3 Amo vocês.
E sim, esse cap tá saindo bem cedo comparado ao meu horário "normal", mas é porque eu tenho retiro hoje e só volto amanhã á tarde, então esse foi o único horário livre que eu achei hoje >.<
Lembrando que amanhã sai o bônus e aí sim acaba de vez.
Beijos e boa leitura <3

Capítulo 29 - Capitulo 29


Fanfic / Fanfiction Don't live in the past (Imagine Jungkook BTS) - Capítulo 29 - Capitulo 29

Kookie sabia onde me encontrar, ele sabia que aquele era o meu lugar preferido no mundo desde que o mesmo me apresentou. Olhei ao longe observando a figura do Jungkook se aproximando, seus cabelos escuros se bagunçando com o vento e batendo levemente no rosto e seus olhos negros estavam calmos. Ele se sentou ao meu lado e passou seu braço pelo meu ombro, me fazendo deitar a cabeça no seu.

- Esses últimos dias têm sido muito estressantes... Me desculpa, eu não queria que você se envolvesse. - Sua voz continha culpa.

- Tá brincando né?! - Sorri irônica. - O Victor era o meu ex namorado, a culpa é toda minha, te causei dor de cabeça.

Ele segurou o meu queixo com a mão e me forçou a olha-lo, me perdi nos traços daquele lindo rosto angelical e parei naqueles lábios rosados me chamando.

- Não se culpe por nada que aquele desgraçado fez. - Jungkook falou sério.

Colei nossos lábios com pressa pra senti-lo novamente, ele retribuiu um pouco surpreso, sua língua quente brincou com a minha docemente, trazendo a calma que eu procurava a alguns momentos atrás, a mesma que só ele podia me proporcionar. A falta de ar atrapalhou, mas nem assim nos separamos, aquele beijo só se aprofundava mais, até que ficou impossível manter nossos lábios colados por mais tempo e nos separamos, colando nossas testas, ofegantes. Sorri com a cena.

- Eu te amo. - Murmurou no meu ouvido causando arrepios.

- Te amo mais. - Mordi o lábio e ele arqueou uma sobrancelha brincalhão.

- Não tem como, você é lerda. - Debochou e eu cerrei os olhos em sua direção.

- Se toca Jungkook. - Resmunguei e joguei meu peso em cima dele enquanto bagunçava o seu cabelo.

- Para sua louca. - Riu e segurou meus braços longe dele, logo sacudindo a cabeça para colocar os fios de volta no lugar.

Nos encaramos por alguns segundos, seus olhos me fitavam com certa intensidade e seu rosto tinha uma expressão serena, o deixando mais lindo ainda, se é que era possível.

- Como ficou a briga entre você e Jimin? - Cortei o clima bom, mas precisava saber.

Ele soltou um longo suspiro.

- Depois que os hyungs nos separaram, Suga deu o seu recado e eu saí ainda irritado pra te procurar.

- Eu fui na casa da Laura quando saí de lá, ela admitiu ter sequestrado os meninos. - Kookie me olhava com atenção. - Mas ela não sabia que era o Victor por trás de tudo.

Ficamos novamente em silêncio, aproveitando a brisa fresca que a praia nos proporcionava, apenas relaxando. As ondas quebrando na areia era o único som que invadia o local, o céu começou a escurecer e eu não queria ter que sair de lá, afinal, além de estar no meu lugar preferido, estava dentro dos braços de Jungkook, que eu considerava ser a melhor sensação que existia, não tinha como a situação ficar mais perfeita, eu estava do jeitinho que queria estar.

- Podemos nos sentar? - Ouvi a voz do Jimin e me virei para encarar, assim como Jungkook. Ele estava acompanhado da Laura, a mesma sorriu fraco.

- Não. - O mais novo disse ríspido e voltou a olhar para frente.

- Por favor, nos deixe explicar. - Laura implorou e Jungkook apenas a olhou sem interesse nenhum.

- Tudo bem... - Me entreguei e Kookie me lançou um olhar surpreso.

Laura me contou toda a história desde a noite no chalé em que os dois foram pegos pela Ana Clara, até as ameaças que fizeram para nós, deixando claro que em nenhum momento ficaram cientes de quem era o anônimo. Também contou que ela e Jimin fizeram questão de garantir que os meninos ficassem seguros enquanto nós os procurávamos.

- Falando nisso, aquela desgraçada ficou viva. - Lembrei.

- Não se preocupem com ela. - Jimin falou com um sorriso malicioso.

- O que você fez? - Jungkook perguntou curioso.

- Uma denúncia de chantagem e assassinato, vai ficar presa durante uns bons anos, então não se preocupem que ela não irá nos incomodar mais. - Falou satisfeito.

Jungkook sorriu de canto e começou a desenhar rabiscos na areia com um graveto.

- Vocês nos perdoam? - Laura perguntou com seus olhos brilhando.

- Sim. - Sorri. - Acho que no seu lugar eu também faria o mesmo, vocês tentaram nos proteger, como bons amigos fariam. - Falei sincera.

Ela sorriu mais ainda com os olhos marejados e correu para me abraçar, um abraço caloroso e reconfortante.

- Fiquei com tanto medo de te perder. - Ela admitiu deixando algumas lágrimas escorrerem por seu rosto.

- Você sempre será a minha melhor amiga. - Falei com sinceridade novamente, limpando as suas lágrimas.

- Jungkook? - Ouvimos Jimin perguntar, já que o mesmo não tinha se pronunciado ainda.

O mais novo apenas continuou rabiscando na areia, notei seus olhos marejados e me controlei muito para não correr ao seu encontro, os dois precisavam de um momento a sós, porém eu e Laura observávamos fixamente.

- Não consigo superar a morte do Jin hyung. - Kookie murmurou e Jimin se sentou ao seu lado. - Ele não merecia isso.

- Eu também não Kookie, mas eu juro que com essa parte eu não tive nada a ver. - Jimin continuou se explicando na esperança de ter o perdão do amigo.

- Mas se você não tivesse o sequestrado, ele não estaria morto agora. - Jungkook deixou algumas lágrimas teimosas escaparem, mas logo as secou encarando o mais velho.

- Se for pra analisar assim, se você não tivesse provocado o Victor naquele momento, ele não teria atirado. - Jimin mencionou calmo, arqueando uma sobrancelha.

- Tem razão. - Bufou secando suas últimas lágrimas. - Jin era um ótimo cara, ele com certeza irá pra um lugar melhor.

Jimin sorriu satisfeito e os dois se abraçaram.

- Ele vai continuar do nosso lado Kookie... E em nossos corações ele viverá pra sempre. - Jimin bagunçou os fios do mais novo.

- Então você e a Laura se assumiram, hm? - Provoquei ocupando o outro lado do Jungkook, que sorriu com a minha presença e descansou sua mão em meu colo, segurei a mesma e entrelacei os nossos dedos.

- Custou pra ela se decidir, mas no fundo ela sempre soube que eu era o melhor. - Jimin se gabou e sorriu fazendo os seus olhos sumirem.

- Menos Jiminie, o Simon é um cara legal. - Laura o repreendeu se sentando ao lado do mais velho. - Só não era o certo pra mim.

- Ok, desculpa. - Falou e selou os lábios dela rapidamente.

- Eu disse que uma hora eles iam ficar juntos. - Jungkook me lembrou e eu sorri.

- Uau, você prevê o futuro! - Fingi estar pasma e ele revirou os olhos.

- Boba. - Resmungou e bagunçou o meu cabelo.

- Não me provoca. - Apontei para o seu rosto.

- Senão...? - Arqueou uma sobrancelha.

- Senão eu vou... Fazer alguma coisa que você não vai gostar. - Ameacei ele riu da minha falta de criatividade.

- _____, pelo amor, você é lerda até pra isso. - Ele riu de mim e eu dei um tapa em seu braço. - Mas é a minha lerda.

Jungkook envolveu a minha cintura e entrelaçou nossos dedos. Ficamos mais um tempo sentados naquela calçada, continuava deserto, com nada mais além da gente.

Uma borboleta branca passou na nossa frente, atraindo o olhar curioso de todos, durante seu percurso ela demorou mais na reta do Kookie, que sorriu de canto.

Ah Seokjin, você vai fazer falta...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...