História Don't Say Goodbye - Mitw - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Malena "Malena0202" Nunes, Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, TazerCraft
Personagens Alan Ferreira, Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Malena0202, Mike, Pac, Pedro Afonso Rezende Posso, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes
Tags Lemon, Mitw
Exibições 73
Palavras 1.386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieeee, então, mais um capítulo frescaço, e estou
decidindo quem vai ser quem na próxima fic de
life is strange de youtuebrs!

Capítulo 13 - O bloqueio do limbo parte 1 - 12


Fanfic / Fanfiction Don't Say Goodbye - Mitw - Capítulo 13 - O bloqueio do limbo parte 1 - 12

P.O.V: Mike (Durante o desafio daquele dia.) 

 Pulei pra dentro do lago, A água estava turva, e eu tentava não boiar para cima, e segurar a merda do fôlego Realmente era muito difícil, ainda mais porque o Phoenix é um mergulhador. 

 Fudeu! 

 Não! Eu irei ganhar eu vou provar para o Pac que eu sou bom em alguma coisa! Nem me importava o quanto o tempo passava, mas eu ainda obtive um pouco de fôlego, eu via Phoenix la, no mesmo estado que eu, vi bastante bolhas saindo de sua boca. 

 Venci! 

 Mas eu me enganei, ele continuou lá, quase que me rendi, acho que isso era um plano dele, mas não ia funcionar, eu vou vencer, eu PRECISO vencer! 

 Passou um muito tempo, nem sei o quanto, é meio dificil controlar o tempo enquanto você está debaixo d'água, eu estava sentindo meu ar ir embora, ''Não! Agora não.'' Olhei pro Phoenix ele também estava com falta de ar. ''Eu vou esperar. Eu vou vencer.'' 

 Eu estava quase me afogando, e ele também, Até ele desistir e subir. ''VENCI!'' 

 Tomei impulso para subir, subindo vitorioso, mas quando eu estava quase chegando, eu senti algo duro bater na minah cabeça, depois senti meu corpo mole e dolorido, ouvia gritarias, não conseguia me mexer, vi alguem pular, e logo depois.... escuro. 

 ~~ Flashback daquele acidente do Rezende.~~ 

 Pac saltou por cima de mim, eu estava em choque, pude ver Pac caindo no chão, todo ensanguentado, enquanto Rezende ria como um psicopata, eu não estava conformado com aquela cena, eu não quero perder o meu amor, não quero que ele sofra por mim... 

~~falshback off~~ 
 Eu ter que me lembrar disso não foi muito bom, ter que reviver aquilo, foi horrível!!!!

 Eu queria ficar parado e apenas esperar a morte me levar. Era tudo apenas escuridão. Eu parecia estar em um túnel infinito. Só em reviver aquela memória, eu queria muito desistir, Desistir de TUDO! Mas tinha uma voz... Uma não... mas sim sete.... Pedindo para eu lutar, mas uam delas falavam muito mais alto. 

- Mike... - Dizia a voz. - Mike, eu te amo...  

- Também te amo Pac... 

 Apareceu uma pequena luz no fim do túnel, ela era forte e vermelha... Ela mudava os tons de cor sete vezes, era o amor que eu sentia por todos eles, e o mais forte, era o amor que eu sentia pro você...  Por você, Pac. 

 Eu queria correr lá, mas eu estava sem forças, eu não conseguia levantar, tinha algo me prendendo. Eu tentava gritar, mas SOM NENHUM saia de minha boca. 

 ''Vai ser assim? Eu irei morrer? Deixarei todos eles? Deixar meus melhroes amigos... Meu amor... sem nem mesmo lutar?...'' 

 Eu chorava, sem ninguém para em ajudar, me dar apoio... 

- Me desculpe... - eu sussurrei e apenas fechei os olhos. 

 P.O.V: Pac. 

 Meu mundo caiu, mas do que já estava caído. Aquela cena ainda estava presa na minha cabeça. 

 ~~FlashBack~~ 


 Eu estava preocupado, eles estavam demorando muito para subir á superfície, mas meu alívio percorreu pelo meu corpo, quando vi Phoenix subir, comemorei de alegria, quando vi a sombra do Mike subir eu quase saltei nele, quase me matei por não ter pulado. Quando ele ia chegar na superfície, eu vi uma sombra empurrá-lo para a direção do barco que estava á passar... o carro atropelou ele. 

- MIKE - Gritei 

 Todos olharam espantados, eu não sabia o que fazer, mas T3ddy foi mais rápido, ele nem tirou a roupa e pulou na água, voltou depois de um tempo, com Mike em seus braços. 

 Corri e abracei o mike, desacordado, sua cabeça estava sangrando MUITO, e seu corpo estava todo cortado, por conta das ventoinhas do barco, que cortaram ele todinho. 

 Eu sentia minhas lágrimas caírem, eu senti meus amigos me arrastando para longe dele, vi os médicos levando ele na ambulância. 

 Me sentei na margem do lago... 

- Mike... eu te amo... Mike... 

 ~~FlashBack off~~ 

 E lá estava eu e meus amigos... sentados do lado dele no hospital... eu prometi que não viria mais sozinho pra cá... Mike estava em estado muito grave, todos estávamos preocupados com ele. Não sabiamos se ele iria sobreviver, só dependeria dele... 

- Mike... seja forte... lute... - Eu não conseguia conter as lágrimas. - Lute por mim. 

 P.O.V: Cellbit. 

 Faz quase 1 mês que o Mike está internado, todos nós estávamos mal, alguns mais do que os outros, O Pac não sai do hospital por nada, ele falta quase todos os dias de aula, não se alimenta direito, chora toda hora, parece que ele está com depressão, eu não o culparia, eu estou tentando reanimá-lo mas anda adianta... Pelo menos eu o ajudo a comer e a beber um pouco... 

 O Felps e o Alan também não comem, passam toda a parte do tempo lá, eles também parecem estar em depressão, Phoenix me conta que o que eles estão passando é muito semelhante ao Pac... os três amam profundamente o Mike... mais do que qualquer parente da família... todos amam o Mike, ninguém suportaria perdê-lo... 

 Luba não conseguia de jeito nenhum animar o T3ddy, o T3ddy achava que era tudo culpa dele por ter proposto uma tarde no lago, nossa família estava passando por uma fase difícil, a Maethe tentava animar o Alan e o Felps mas infelizmente... nada ajuda. 

- Phoenix... o que faremos?... 

 O ruivo olhou pra mim, seus olhos estavam marejados. 

- E-Eu não sei... DROGA CELLBIT, EU NÃO SEI! - ele estava chorando. 

 Eu o abracei e comecei a chorar junto, ninguém estava bem, ninguém conseguia sorrir 

 Ninguém estava feliz sem Mike... 

 [...] 

  As notícias que viam do hospital não agradavam e muito menos ajudavam... Falavam que ele não estava se recuperando, que tinha algo que estava travando sua luta, ele parecia que estava preso em um limbo. Nada conseguia animá-lo. 

 [...] 

  Acordei, e fui para o refeitório,tinha recomeçado o semestre. Depois de umas longas férias.. As aulas já haviam começado faz um tempo, mas os novatos chegariam hoje. Acabei de conhecer o primeiro, posso dizer que não foi agradável e nem divertido...

- Ei! Você aí! Você sabe onde fica o dormitório masculino? - Disse um menino gordo, ele parecia rabugento, e um pouco familiar.

- Claro! Ele fica logo ali. - Apontei pro corredor seguinte. - Meu nome é Rafael Lange, mas prefiro que me chamem de Cellbit, e o seu? - Estiquei a minha mão.

- Cellbit... seu nome pra mim é familiar... AH, SIM, VOCÊ É UM DAQUELES ASQUEROSOS NOJENTOS QUE GOSTAM DE PESSOAS DO MESMO SEXO. - Ele me olhou com cara de repulsa, eu recuei e olhei para ele confuso. - Meu nome é Edu... e prefiro nunca mais te ver.

- Oque? Como assim?

- Essa sua raça é fora do normal, é de outro planeta... por mim, seria totalmente eliminada. - Ele me encarou com um olhar psicopata.

 Depois ele se virou com um sorriso ameaçador... ''pronto... piorou o que não podia piorar de jeito nenhum...''

 Voltei para o quarto, deitei na cama e pedi para Deus que Mike se recupere e saia do bloqueio ... a única coisa que me restava era deitar e chorar...

 P.O.V: Alan

 Depois de mais ou menos 2 meses, o hospital nos deu uma notícia, o Pac não saia do quarto de jeito nenhum. Mas isso o fez sair,.. mas o hospital não falou se a notícia era boa ou ruim, isso era o que mais me preocupava.... Não comentei nada do que eu temia para Pac, Luba, Phoenix, Cellbit... Já bastava tudo que nós estávamos enfrentando, mais um pensamento negativo iria piorar tudo...

 Chegamos no hospital, as enfermeiras nos levaram até o quarto de Mike, suas caras eram sérias... Me dando cada vez mais medo do que poderia ter acontecido com Mike.

 Chegamos no quarto, o Médico estava na porta, sua cara era séria... sua expressão era sombria... Eu já esperava o que estava por vir... Senti lágrimas em meus olhos... não senti mais a minha força, O Pac quase desabou no chão, e Luba chorava.

 Mas a notícia ainda não havia sido contada... O medo nos dominava... Talvez ele seja o nosso principal e maior inimigo... O médico abriu a boca para falar, Seus olhos eram tristes,  mas tinha alguma coisa lá dentro.. algo que eu não conseguia identificar.... 

 


Notas Finais


Oiiiii *Levanta escudo*

Então, esse foi mais um capitulo dessa maravilha tristeza :v
espero não ter feito vocês ficarem na bad <3
até o próximo cap que talvez sairá hoje.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...