História Don't Stop Me Now - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guns N' Roses, Led Zeppelin, Megadeth, Metallica, Queen, The Rolling Stones
Personagens Personagens Originais
Exibições 82
Palavras 3.947
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, eu queria falar uma coisinha com vocês, tem uma pessoa que está falando mal da minha fanfic, ela diz que minha fanfic é TOSCA! E ela fala isso bem nos comentários da minha fic, se vocês forem lá no capitulo " surpresas " vocês vão ver um comentário dela, eu só não mando esse tipo de pessoa tomar no cu porque eu sou uma pessoa muito educada e se eu for falar pra alguma de vocês que eu não estou gostando de suas fanfics eu não vou fazer isso nos comentários e sim no bate-papo ou por mensagem. E fato! Ela não fez isso só uma vez, ela também fez isso em outra fanfic que eu escrevo com uma amiga minha! Então, se vocês quiserem ir lá e olhar o comentário dela pra ver as baboseiras que ela escreve tudo bem... Eu percebo que todas as meninas que leêm a minha fanfic adoram e acham ela muito engraçada e divertida, mas né fazer o que, sempre vai ter uma pessoa pra criticar o que você gosta de fazer e faz com paixão, porque eu amo escrever! Um beijão pra você e boa leitura, espero que gostem e que não achem esse capitulo tosco igual aquela garota acha!

Capítulo 17 - Reencontros agradáveis!


Fanfic / Fanfiction Don't Stop Me Now - Capítulo 17 - Reencontros agradáveis!

P.O.V Beatriz

Os meninos sobem no palco e o show começa. Eles tocam Symphony of Destruction, e eu fico sentada na escada que sobe pro palco olhando tudo. Eu fico o show todo assim

(...)

O show acaba e os meninos se despedem do publico e eu saio da escada para eles descerem.

- Nossa, o show foi incrível! - eu digo sorrindo e batendo palmas

- Que bom que gostou - Dave diz e eu dou um abraço nele, ele estava todo suado mas eu não ligo, eu amo ele

Os meninos vão andando até o camarim e eu vou o caminho todo abraçada com Dave... Eles chegam no camarim e se sentam no sofá, se passam alguns minutos e Dave diz que nós já vamos para Hell House.

- Eu não vou poder ir pra Hell House- Nick e Junior dizem 

- Por que? - Marty pergunta

- Porque nós vamos pra uma festa, vocês até poderiam ir, mas estão namorando então não ia ser legal - Junior responde

- Tem razão - Dave diz e eu Marty e ele vamos pro carro

Já na Hell House...

Eu chego em casa e já são 18:00 P.M, eu não estou cansada, eu ouvi muito barulho e precisava ficar sozinha, sem ninguém comigo só eu  mais ninguém.

- Vai aonde, Bia? - Dave me pergunta, estavam todos na sala de estar falando e fazendo besteira

- Eu vou dar uma volta...

- Quer que eu vá com você?

- Não precisa amor - digo dando um selinho nele - Eu preciso ficar um pouco sozinha, preciso pensar em umas coisas

- Tudo bem - ele diz e eu abro a porta - Bia

- Oi, amor 

- Não volta tarde tá

- Tudo bem, se eu voltar tarde por algum motivo me liga, eu estou com o celular

- Ta bom - ele diz e eu saio da Hell House

Eu ando nas ruas e me sinto livre e feliz, eu adoro ficar sozinha é a melhor coisa do mundo! Eu consigo esquecer os meus problemas e as vezes me esqueço da minha vida toda * risos *

Eu começo a andar em direção a cidade, eu acho que vou voltar tarde pra Hell House hein Dave... Eu começo  a andar nas ruas de Los Angeles e vejo um cartaz escrito " Show Led Zeppelin, na arena de Los Angeles ", o cartaz tinha a foto do... EU NÃO ACREDITO! JIMMY PAGE, AQUELE GAROTO LOIRO QUE IA NO BAR D VEZ EM QUANDO, MEU MELHOR AMIGO PRA TODA VIDA JOHN PAUL E O FILHO DA PUTA, MAS QUE EU ADORO O JOHN BONHAM. 

- HAAAAAAAAAA - eu dou um berro no meio da rua e começo a correr até a arena que fica perto da li 

Eu chego até a arena e ela está cheia eu chego perto do guarda e pergunto:

- O show começou a muito tempo?

- Sim, já esta quase no final faltam umas duas músicas

- Ata, muito obrigada - digo e vou pros fundos da arena

Eu vou pros fundos da arena e lá tem uma cerca, onde tem uma janelinha que dá provavelmente pro banheiro do camarim deles.

- Ai, acho que vou ter que entrar no camarim de outra banda de novo, mas vai valer a pena, porque eu quero ver o meu pai que é apenas 3 anos mais velho que eu - eu penso e subo na cerca

A cerca é bem grande e eu estou de saia, mas não ligo porque não tem ninguém lá me olhando. Subo numa lixeira e escalo a cerca, eu caiu de bunda no chão e me levanto. Agora falta conseguir subir na quela janela! Eu dou um pulo e seguro a janela... Eu falando parece ser muito fácil, mas não é tá! Eu dou um pulo e seguro a janela, eu coloco meus pés na parede e tenta abrir a janela o banheiro, mas estava trancada, merda! Eu desço dali, pego uma pedra no chão e taco na janela, ela quebra e faz um barulho muito alto.

- HEY, O QUE ESTÁ ACONTECENDO AI? - Ouço o segurança falando e penso: " Legal, vai começar tudo de novo! "

Eu pulo na janela quebrada e caio dentro banheiro, eu caio em cima do vaso sanitário e em seguida o chão. Eu fico com os braços cortados e um pouco do rosto também. Eu espero os seguranças saírem dali de fora e acendo a luz do banheiro, eu tiro os cacos de vidro que ficaram grudados em mim e lavo eles com água, eles ardem muito, mas eu espero que isto esteja valendo a pena! 

Eu saio e apago a luz do banheiro e vou pro camarim. O camarim deles é todo bagunçado, cruzes! Eu vejo em cima do sofá um crachá vip e penduro ele no meu pescoço, eu abro a porta do camarim e fico encostada na porta do lado de fora.

- Hey, quem é você? - uma garota que parece ser ajudante de palco pergunta - Você está autorizada a entrar aqui? - Eu não respondo apenas amostro o crachá vip para ela e ela vai em bora.

Eu continuo encostada na porta do camarim até ouvir as vozes dos meninos vindo pelo corredor. Quando eles chegam no começo do corredor eu olho para eles sorrio e dou um oizinho com a mão.

- BIBI! - John grita e vem correndo até mim junto com Bonham e Page, o único que veio andando foi o menino loiro que eu não sei o nome, ele sabe que eu trabalhava no bar só que nós não nos falavamos.

- Bia! Nossa, quanto tempo... Você está bem? - John pergunta me abraçando 

- Estou pai, eu também estava com muita saudades de vocês todos!

- Vamos entrar - Bonham diz e abre a porta

Nós nos sentamos no sofá do camarim e Jimmy começa a rir.

- Ta rindo de que palhaço? - eu pergunto e ele abre uma garrafa de cerveja

- Nada é que tem muito tempo que eu não te vejo!

- Oi menino loiro - digo abraçando ele - Nós nos vimos algumas vezes no bar

- Sim, meu nome é Robert - ele diz e eu volto a me sentar

- VOCÊS TEM QUE ME EXPLICAR MUITA COISA TÁ SEUS RIDÍCULOS! - eu digo alto e rindo

- VOCÊ QUE TEM QUE EXPLICAR PRA GENTE! Como você veio parar aqui nos Estados Unidos? - Jimmy me pergunta e eu explico tudo o que aconteceu comigo desde que eu sai do bar 

- Então você está namorando com o senhor Mustaine? SORTUDA! - Robert diz e todos riem

- Sim, e você como você ficaram tão famosos tão rápido? - digo empolgada 

- Bem, depois que você e a Jenny saíram do bar - Meu " pai " começa a explicar - Eu e Bonham ficamos desanimados de continuar, porque toda vez que os homens ia pro bar eles perguntavam por você e por Jenny, então, Jimmy nos convidou para participar da banda que ele queria formar, mas precisávamos de um cantor, ai nós já tínhamos visto Robert cantar várias vezes no bar então decidimos chamar ele para ser o cantor...

- A gente começou a escrever várias músicas - Jimmy começa a explicar - Sem parar, nós sempre estávamos escrevendo músicas, ai um caça talentos nos viu tocando na rua e decidiu nos chamar para assinar um contrato com uma gravadora e nós aceitamos

- Quando nós percebemos já estávamos fazendo muito sucesso na Inglaterra - Bonham diz bebêndo com Jimmy

- E a duas semanas atrás o nosso empresário disse que nós estamos fazendo muito sucesso aqui nos Estados Unidos e disse que a gente ia começar a fazer uma turnê aqui - Robert diz

- Nossa, eu estou na Hell House junto com o Queen, Megadeth e Guns N' Roses 

- Eu não sei se é sorte ou se é um puta azar - Jimmy diz rindo

- E a Jenny? Onde ela está? Você sabe? - Bonham pergunta

- A Jenny está lá também! Ela está namorando com o Marty do Megadeth

- A Jenny não deixa de ser piranha nem a caralho né? - Paul diz indignado 

- A Jenny é assim mesmo, ela é minha melhor amiga, mas infelizmente não serve para um relacionamento fixo - eu digo 

- Vem cá Bia... Como você conseguiu entrar aqui? - Jimmy pergunta e eu río

- Bem, se você olhar a janela do banheiro e olhar meus braços você descobrirá - digo, ele se levanta e olha meus braços

- Nossa, Bia! Estão cortados - ele diz e abre a porta do banheiro e vê a janela quebrada - Hein... A Bia é casar mesmo né! Não perde tempo - ele diz, eu não intendo, mas os meninos parecem intender e começam a rir

Eu me sento no sofá e eu e os meninos começamos a conversar sobre coisas que nós fizemos e tals. Se passam alguns minutos e meu celular começa a vibrar.

- Ai meu Deus - digo pegando o celular

- Quem é? - meu pai pergunta

- É o Dave

- Então atende, mas deixa no viva-voz porque eu sou fofoqueiro e quero saber o que ele quer - Jimmy diz - Nós ficamos quietinhos - ele diz e eu atendo o celular no viva-voz

- Oi Dave - digo pelo celular

- Oi Bia, você está demorando, onde você está? - ele diz preocupado 

- Rodando bolsinha - Jimmy diz bem baixinho e Robert da um tapa nele

- Eu estou na cidade, por que?

- Porque já está muito tarde, já são 20 horas

- Ata, desculpa

- Tudo bem, volta logo a cidade é perigosa essa hora da noite

- Ta bom, Dave 

- Você quer que eu vá te buscar?

- Não obrigada, eu volto sozinha

- Ta bom, então, cuidado por favor

- Pode deixar - eu digo e desligo o celular

- Caralho, puta que me pariu dez vezes - Jimmy diz - Que macho chato que você arrumou, hein!

- Ele não é chato, ele só se preocupa comigo...

- Ele é chato, porque quando eu arrumo as minhas putas eu nem ligo se elas não voltam pra casa

- Mas o Dave liga e eu preciso ir - digo me levantando

- Filha, pega o número da gente, eu não quero deixar de falar com você - meu " pai " pega um papel e anota o número dele, e os outros garotos fazem a mesma coisa

- Tudo bem, eu vou mandar mensagem pra vocês quando eu puder - digo pegando o papel e guardando no meu sutiã que é bem apertado

- Tchau - Bonham diz me abraçando 

- Não quero papo contigo não, você quis me demitir do bar só porque eu não queria dar - digo brincando e ele rí

- Se você quisesse dar pra mim né... - Jimmy diz fazendo cara de safado 

- Vai a merda Jimmy - digo brincando - Tchau meninos!

- Tchau, até logo...

Digo e saio do camarim, Jimmy vem corredor atrás de mim e segura meu braço

- O que você quer estrupício? 

- Quero te levar até a esquina da Hell House

- Ta bom - digo e nós vamos andando até a saída da arena

Nós vamos andando pela rua escura e deserta enquanto conversamos:

- Bia, você ta namorando com o Dave tem quanto tempo?

- Uns três dias

- Caramba, se eu tivesse te reencontrado a três dias atrás tinha pegado você primeiro - ele diz e eu começo a rir - É sério! - ele diz rindo e coloca um de seus braços no meu ombro

- Querido - digo tirando ele de perto de mim e andando mais pra frente - Vaza,eu já estou muito enrolada com meu relacionamento - digo e esperando ele vir pro meu lado

- Ué, mas você não está namorando apenas à três dias?

- Sim, mas tem umas coisas rolando fora do meu relacionamento que estão afetando ele....

- Ata, entendi o problema não é o Dave e sim você?

- Isso ai!

- Saquei - ele diz e finalmente chegamos na esquina da Hell House 

- Tchau Jimmy

- Tchau safada!

- JIMMY PARA! - eu dou um berro no meio da rua deserta

- Não grita, estrupício! - ele diz fazendo uma cara muito engraça e eu vou andando pra Hell House rindo dele

Eu atravesso o jardim e entro na Hell House, estão todos sentados na sala, eles estão rindo, Steven e Freddie estão fazendo alguma palhaçada.

- Oi gente - digo me sentando no chão com eles

- AMIGAAA, POR QUE SEUS BRAÇOS ESTÃO MACHUCADOS? E SEU ROSTO TAMBÉM ESTÁ! - Freddie começa a fazer voz de menina

- Calma Freddie, eu só cai no chão

- Desse jeito? - Dave pergunta

- Sim, tinha alguns cacos de vidro no chão...

- Ata...

- Então Steven conta outra história! - Freddie diz sentado no chão junto com Steven e eu 

- Tudo bem, eu vou contar a história de quando eu quase repeti de série na escola

- Vai conta!

- Quando eu tinha 13 anos eu estava na sétima série, e eu não ligava pra nada! Eu só tirava zero no boletim, fazia bagunça, todos os professores me odiavam e tal... No final do ano eu fiquei de recuperação em um monte de matérias e no dia que eu fui pra escola fazer a prova de recuperação eu encontrei com minha avó no ponto do ônibus e gente começou a conversar, quando eu olhei no relógio eu estava 20 minutos atrasado pra prova. Quando eu cheguei na escola todo mundo já tinha acabado de fazer a prova e estava indo em bora, eu cheguei na professora e implorei pra ela me dar outra prova, ela disse que não ai eu comecei a chorar e ela me mandou ir pra sala do diretor. Eu cheguei na sala do diretor chorando e expliquei pra ele que eu tinha chegado atrasado e a professora disse que ia ficar reprovado, e ele me perguntou porquê eu tinha chegado atrasado... Eu respirei fundo e respondi: " Diretor, eu na verdade mesmo não cheguei atrasado é que quando eu fico nervoso me dá uns revertérios sabe, ai quando eu cheguei na escola eu fui direto pro banheiro e eu tive uma caganeira das brabas, por favor diretor me deixa fazer a prova, pelo amor de Deus, eu não tive culpa, não fui eu foi o meu intestino, por favor diretoooooor! "Ai ele me deixou fazer outra prova uma semana depois da quela e eu passei de ano - Steven diz isso e todos começam a rir - Gente, na hora não teve graça, mas depois teve! - ele diz rindo

- Nossa, sua caganeira te salvou, né Steven - Duff diz rindo

- E eu pensava que eu era o mais cara de pau dessa casa - Axl diz rindo

P.O.V Jenny 

Steven estava contando suas histórias engraçadas como sempre, mas tudo aquilo começou a ficar um tédio depois... Bem, um tédio pra mim né, porque eu gosto de aventura e ficar ouvindo as palhaçadas do Steven e do Freddie não estava dando. Eu me lembro da quela lista que eu fiz na minha cabeça e me lembro de que tenho que cumpri-la... Bem, vamos ver Izzy já foi, agora é a vez de Axl, uiiiii eu só quero ver! Vou aproveitar que Marty está dormindo com dor de cabeça no quarto.

- Axl, você pode me ajudar com uma coisa? - eu digo fazendo o mesmo olhar que eu fiz para Izzy

- Claro - ele entende o significado do meu olhar e nós saímos da Hell House sem ninguém perceber

Nós vamos pro quintal e eu dou um beijo nele

- Axl, você está afim de se divertir hoje? - eu pergunto enquanto ele passa a mão dentro da minha saia

- Claro, eu já até sei aonde nós podemos fazer isso - ele diz me levando pro carro do Guns, o carro deles estava do outro lado da rua, porque a Hell House não tem garagem 

Nós entramos no banco de trás do carro e Axl diz:

- Ué Jenny, você não estava namorando com o Marty?

- Sim eu estou, mas eu não sou do tipo de mulher igual a Bia, que fica com um homem só

- Mas, que eu saiba a Bia já ficou com mais de um homem

- Não, ela até dava uns beijinhos em alguns homens antes de namorar com Dave, mas nunca transou com nenhum

- É o que você pensa

- Como assim Axl?

- Sua amiguinha não te contou não? Ela já transou comigo!

- Ela o que? Quando? Onde? Como?

- Quando nós estávamos na outra casa eu arrastei ela pro meu quarto e dei uns pegas nela intende - ele diz e eu sento no colo dele - Coitadinha, ela era virgem - ele diz rindo

- Nossa, eu pensei que Bia fosse santa - eu digo rindo e começo a beijar ele

- Ela é santa só pra quem não conhece ela - ele diz apertando minha bunda e eu río

Eu começo a beijar o pescoço de Axl, ele tira minha calcinha e coloca os dois dedos dentro da minha intimidade. Ee me deita no banco do carro ainda com os dois dedos na minha intimidade, eu gemo de prazer e tiro a calça dele O membro dele está ereto e é bem grande, eu dou um sorriso e tiro a blusa dele.

- Nossa Axl, você tomou fermento pro seu pênis crescer? - eu pergunto 

- Não querida, é genético - ele diz rindo

- Uí, arrasou! 

Axl tira meu sutiã e abre minhas pernas ele começa a chupar minha intimidade e eu coloco minhas duas pernas em cima dos ombros dele, depois que ele termina de fazer oral em mim eu tiro a cueca dele e dou uma risada ao ver o membro dele, eu me ajoelho do chão do carro e começo a chupa-lo e morde-lo, Axl não reclama de dor, só fica gemendo e puxando meu cabelo. Eu termino e deito no bac, eu peço pra ele subir em cima de mim e ele coloca seu membro dentro de mim, seu membro é grande, e isso acaba me machucando um pouco, mas eu não estou nem aí, essa é uma dor boa * risos *. Ele começa a dar estocadas fortes e eu aperto seus cabelos ruivos

- Jenny, eu vou gozar! - ele diz gemendo 

- Eu quero que você goze dentro da minha boca! - eu digo e ele tira seu membro de dentro de mim

Eu me abaixo e coloco seu pênis em minha boca, ele goza muito, mas eu engulo tudinho.

P.O.V Beatriz

Jenny sai da sala com Axl e eu já até sei o que aquela mulher vai fazer... Eu me sento no lugar dela e os meninos começam a conversar entre si. Brian esta sentado no chão e eu no sofá, eu começo a mexer no cabelo dele, eu adoro mexer no cabelo dele. Quando eu não estava namorando com Dave, eu e Brian ficávamos deitados na cama escondido dos outros e eu vivia mexendo no cabelo volumoso dele.

Dave começa a olhar para nós dois, mas eu ajo como se fosse algo normal eu estar mexendo no cabelo de outro homem enquanto meu namorado está do meu lado. Dave segura minhas mãos de leve e as coloca em cima das minhas pernas, eu olho pra ele com cara de confusa e percebo que ele não está com uma cara nada boa, então, eu abaixo minha cabeça e fico ouvindo os meninos conversando.

- A pipa do vovô não sobe mais - Izzy começa a cantar junto com Steven

- É só toma um remédio pra deixar o pau duro - Freddie diz e os meninos riem

- O que acontece se tomar dois comprimidos desse remédio? - Steven pergunta

- Você morre né babaca - Junior diz sentado no sofá

- Imagina o Steven no caixão de pau duro! - Duff diz e os meninos riem novamente

- Eu não acredito que ouvi isso - Brian diz colocando a mão sobre o rosto e prendendo a risada 

Os meninos voltam a falar essas besteiras, porém tem uma hora que Brian se vira de lado e coloca um de seus braços apoiado em cima das minhas pernas, não foi nada de mais, Brian nem estava olhando pras minhas pernas, ele estava olhando para os meninos, mas Dave não pareceu gostar muito disso

- Você é maluco? - Dave fica puta

- Vixe, olha o Dave puto, olha o Dave puto! - Steven começa a rir junto com os meninos

- Você ta falando comigo? - Brian pergunta assustado

- Não, eu estou falando com a minha avó! Claro que é com você, por que você acha que pode encostar nas pernas dela?

- Dave ele só apoiou o braço dele na minhas pernas! - eu tento acalmar Dave, mas ele parece ficar com mais raiva

- Aé, então você acha isso bonito Beatriz? Não tem uma semana que eu estou namorando com você e é isso que você faz?

- Dave, relaxa ela nem ele fizeram nada de mais - Junior começa a acalma-lo - Só porque você está namorando com ela não significa que nenhum homem pode encostar nela!

- Ta bom, Dave... Desculpa, se você não quer que eu fique perto dela eu vou em bora - Brian diz se levantando e indo até o quarto do Queen

Brian fecha a porta e entra, eu olho para Dave com uma cara de reprovação e vejo Steven tentando prender a risada

- Dave eu sei que você me ama, mas por favor não faz mais isso! Você está precisando de um tempo sozinho igual eu tive hoje!

- Verdade Dave! - Izzy diz - Por que você não vai dar uma volta pela rua?

- Tudo bem, eu vou ficar um pouco sozinho, né - Dave diz com raiva e se levanta, e eu seguro a mão dele

- Dave... eu te amo - digo olhando pra ele e ele sorri, mas não me responde

Dave sai da Hell House e Steven começa a rir

- Ta rindo de que hiena? - eu pergunto

- Dave puto é muito engraçado, ele fica todo vermelho! - Steven diz rindo

Se passam alguns segundos depois que Dave sai de casa, do nada ele abre a porta da casa e Izzy pergunta:

- O que ouve?

- Vocês não vão acreditar no que a Jenny e o Axl estão fazendo no carro!

- Meu Deus! - digo baixinho 

- Eu vou chamar o Marty nessa porra! - Dave diz subindo as escadas e abrindo a porta do quarto do Megadeth - MARTY FILHO DA PUTA ACORDA! - Dave grita dentro do quarto

- O QUE OUVE? EU ESTOU COM DOR DE CABEÇA!

- SUA "MULHER " ESTÁ TRANSANDO COM OUTRO LÁ FORA!

- O QUE? - Marty diz indignado e levanta da cama

Os dois descem as escadas, eu me levanto e vou até Marty

- Marty, para! Se você ir lá fora vai ficar com mais dor de cabeça

- E o que você quer que eu faça? Fique aqui dentro levando chifre? Claro que não! - ele diz me tirando da frente dele e saindo da Hell House junto com Dave

 


Notas Finais


E ai? gostaram? Bem, eu espero que vocês não achem esse meu capitulo tosco né... Um beijão e deixem seus comentários, amo você! Até o próximo capitulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...