História Don't tell me lies - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Adrian Harris, Aiden, Alan Deaton, Allison Argent, Benfeitor, Bobby Finstock, Breaden, Brett Talbot, Chris Argent, Cora Hale, Corey Bryant, Danny Mahealani, Decaulion, Derek Hale, Dr. Valack, Enis, Erica Reyes, Ethan, Garrett, Gerard Argent, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jennifer Blake, Jordan Parrish, Kali, Kate Argent, Ken Yukimura, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Marin Morrell, Mason Hewitt, Natalie Martin, Noshiko Yukimura, Personagens Originais, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken, Vernon Boyd, Victória Argent
Tags Ashley Benson, Sobrenatural, Teen Wolf
Exibições 24
Palavras 1.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Heeeeeeeeey, essa é minha primeira fic então por favor relevem qualquer erro, prometo dar meu melhor!
Vamos tirar umas prováveis dúvidas:
*Ravenna é interpretada pela rainha Ashley Benson.
*Ela fará par romântico com o Scott.
*A fanfic se passará no começo da segunda temporada.
*A foto da mãe e do irmão da Ravenna esta na capa deste capitulo.
* A criatura que a Ravenna é sera revelado ao longo dos capítulos.

Espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 1 - Um novo começo.


Fanfic / Fanfiction Don't tell me lies - Capítulo 1 - Um novo começo.

 

                  RAVENNA POV'S

Sinto um calafrio, uma sensação estranha de estar sendo observada, mas quando me viro pra trás só vejo caixas e mais caixas no meu quarto novo, da minha casa nova com a minha vida nova. Saí de Chicago porque meu irmão mais novo se envolveu em uma encrenca na escola e foi expulso, aí minha mãe aproveitou a oportunidade e aceitou a oferta de emprego na delegacia de Beacon Hills, segundo ela seria bom pra mim "mudar os ares" e sair um pouco da rotina agitada de Chicago. Parece ótimo não é? Esquecer das suas amizades antigas, mudar sua vida, sua rotina, por causa das burradas e das vontades de outras pessoas? Pois é, essa é minha vida.Termino de desempacotar minhas coisas e desço as escadas encontrando meu irmão saindo pela porta.

-Onde você vai?.- Pergunto ao meu irmão, Tyler.

-Já terminei de desempacotar as caixas da cozinha então a mãe me deixou dar uma volta por Beacon, quer vir?.- Pergunta esperando que eu diga não.

-Claro que sim, vamos ver se tem algo de interessante pra fazer nessa cidade.

-Vai assim? Essa saia não é muito curta?.- Pergunta analisando minha roupa.

-Eu sou a irmã mais velha aqui, cuida da sua vida- Ele revira os olhos e damos um tchau uníssono pra nossa mãe. Andamos uns 10 minutos e só encontramos a escola.

-Vem, vamos entrar- Digo pro meu irmão.

-Ta maluca? Não vou invadir uma escola no meio da noite, podemos ser presos e eu quero manter minha ficha criminal limpa.- Da pra sentir o medo dele a quilômetros de distancia.

-Para de drama, cadê aquele garoto que mijou no carpete do professor de matemática por causa de uma nota baixa?!

-Ele foi expulso da escola e quase ficou surdo com a nossa mãe reclamando por 3 meses inteiros!

-Vamo lá Ty, eu sei que esse garoto aventureiro ta ai dentro de você em algum lugar, implorando por um pouco de adrenalina.

-Ta, a gente entra, da uma olhada e sai rápido e se der alguma coisa errada eu falo que foi ideia sua e que você fez chantagem emocional.- Comemoro ao ver que convenci ele.

Essa escola não tem muitos pontos em segurança, com a chave de casa mais um grampo de cabelo conseguimos passar pela porta de boa.

-Parece que alguém mudou de idéia sobre a escola caipira.- Zomba meu irmão por causa da minha expressão.

-Tanto faz, qualquer escola arrumadinha se torna uma merda quando as aulas começam.- Digo passando as minhas mãos pelos armários.

-Sera que eles deixam os bebedouros ligados? To com sede.

-Procure um e descubra, você tem pernas pra que?!- Falo enquanto tento ver algo pela mini janela que tem na porta da secretaria.

-Não vou te deixar sozinha aqui.

-Vai logo, aprecio sua preocupação mas eu sei me cuidar sozinha.
Ele bufa e segue em frente procurando o bebedouro. Acho a porta de um vestiário (pelo menos eles tem um) e vou ate a porta dos fundos, presumo que aqui seja a área das caldeiras, passo a mão pela porta e sinto uma sensação de déjà vu, até que sou "transportada" pra um tipo de lembrança vívida.
                      Flashback ON*

-Scott, a mesa, tranca a porta com a mesa- Grita um garoto desesperado, que parece ter minha idade. Ele joga umas chaves dentro da área das caldeiras e uma besta gigante corre atrás enquanto ruge.
 

-Deu certo, funcionou! - Comemora o outro garoto que eu presumo se chamar Scott.
Eles voltam pro corredor e eu continuo aqui, curiosa pra saber oque tem atrás daquela porta.
Dou um passo pra frente, tentando espiar pela janela e ouço um rugido que me deixa surda por uns segundos, com o susto caio pra trás.
              
              Flashback OFF*

-Ei, calma, oque aconteceu?.- Meu irmão tenta me acalmar enquanto ele me levanta do chão.

-Eu levei um susto, com o barulho da porta fechando.- Minto - Melhor irmos embora daqui.

-Mas a gente nem viu a biblioteca.

-Eu vi enquanto você tomava água. -Minto de novo, não quero que meu irmão mais novo ache que eu sou maluca.

-Ok então, vamos.
 
Sigo ele até a saída

-Espera, devo ter deixado a chave de casa cair em algum lugar quando fui tomar água, já volto.
Bufo e vou até a área dos ônibus esperar ele voltar, passo meus dedos em um dos ônibus e quando percebo não consigo me mover, meus pés parecem estar pregados no chão e como um flash mais uma lembrança estranha toma conta da minha mente.
                      Flashback ON*

-É melhor nós voltarmos - Diz Scott, enquanto uma garota puxa ele em direção a um ônibus. Eles estão formais, devem ter saído de um baile ou algo do gênero.

-Você vai gostar -Diz ela.

-Tenho medo quando você diz essas coisas - Ele ia entrar no ônibus, porém dois carros cercam ele e aceleram, ele da um pulo e sobe nos dois carros, quando ele mostra o rosto, o adolescente de antes some e agora a única coisa que resta é um lobisomem.
                    Flashback OFF*

-Voltei, já podemos ir.- Diz Tyler, balançando as chaves.

-Vamos logo. - Tento normalizar minha respiração, não quero ele fazendo mais perguntas.
Chegamos em casa e subo as escadas indo  direto pro meu quarto. Tomo um banho pra tentar esquecer a maluquice que aconteceu na escola, coloco meu pijama, me deito na cama e minha mãe entra no quarto.

-Vim dar boa noite, como foi o passeio? Descobriram algum mistério de Beacon Hills?.- Pergunta minha mãe ansiosa.

-Não achamos nada de interessante, continua sendo uma cidade normal e entediante.- Digo tentando convencer minha mãe de que essa é a verdade.

-Sabe, às vezes precisamos de normalidades, a vida já é estranha o bastante. -Ela parece meio tensa.- A sua matrícula e a do seu irmão já está pronta, amanhã vocês já começam a estudar, boa noite minha princesinha.

-Boa noite mãe.
Depois que minha mãe fecha a porta do quarto, fecho os olhos tentando me convencer que o ocorrido de hoje não foi nada mais que uma alucinação por causa de estresse. Acabo caindo no sono com meus pensamentos.


Notas Finais


É isso,o capitulo ficou meio pequeno porque ta no comecinho da historia, mas prometo postar capítulos maiores, espero que tenham gostado e se quiserem comentar vou ficar muito feliz, um simples "continua" ja me deixaria animada! Se tiverem alguma crítica construtiva podem deixar nos comentários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...