História (Don't) Touch me - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai
Tags Baekhyun Hybrid, Baekyeol, Chanbaek, Exo, Exo!hybrid, Felino, Híbrido, Hybrid!au, Kaisoo
Exibições 1.253
Palavras 933
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, oi gente. Boa noite, feliz dias das crianças e quero agradecer a todas 55 pessoas que comentaram a minha pergunta e com isso terá dois capítulos de extra ok? Yasmin, te amo sua linda <3.
Se puderem ler as notas finais ~
~ Boa leitura :3

Capítulo 7 - Extra 01: Descobrindo sobre os híbridos


Fanfic / Fanfiction (Don't) Touch me - Capítulo 7 - Extra 01: Descobrindo sobre os híbridos

Jongin se encontrava sozinho na fila de comida, todos haviam sido mais rápido e saído um pouco antes da sala, tanto que se arrependeu amargamente por não ter feito a mesma coisa que uns de seus colegas de curso — mordeu os lábios fortemente ao ver que o refeitório estava lotado o suficiente para não ter oportunidade de pegar uma mesa só para si. — Assim que a tia do refeitório encheu sua bandeja, seguiu em direção a uma mesa mais afastada, pedindo licença para sentar.

Tinha um pouco de vergonha, mas não podia comer em pé. Suspirou pesadamente ao começar a levar a comida para boca, estava tão gostosa que mal notou os rapazes em seu lado, pelo menos até começarem com um assunto estranho. E claro que começou a prestar atenção, mas ao mesmo tempo fingia como se nem estivesse se importando com o que eles falavam.

“Eu comprei uma ontem, ela irá chegar daqui uma semana.” Um dos rapaz que estava sentado consigo comentou. Arqueou as sobrancelhas, porém ignorou por um momento para continuar se deliciando com seu macarrão a bolonhesa.

“Você acha que ela irá se adaptar bem?” Outro rapaz perguntou, fazendo Jongin arquear as sobrancelhas novamente — como assim comprar algo e ainda tem que saber se irá se adaptar? Por acaso era um cachorro? — Balançou a cabeça, tentando tirar aquelas ideias da cabeça e parar de prestar atenção nas conversas alheias, mas era mais forte que si, principalmente por eles não pararem de falar sobre aquilo.

“Eu acredito que sim, ela foi bem treinada no laboratório. Vai ser ótimo para organizar a casa e quem sabe outras coisas.” Riu malicioso e Jongin sem nem saber o motivo, quis vomitar com aquilo. Do que aquele louco estava falando? Revirou os olhos e o encarou, fingindo uma tosse.

“Do que estão falando?” Não aguentou, e teve que perguntar, caso não fizesse isso, ficaria martirizado pela sua cabeça o restante do dia.

“Híbridos, nunca ouviu falar?” Ele falou,  mas ao ver Jongin negar com a cabeça riram por um momento “Em que mundo você vive? São metade humanos e metade animais, geralmente tem mais gatos, porém se você pesquisar a fundo, tem laboratórios que estão produzindo até metade humano e metade tigres, mas são mais difíceis de lidar.” Jogou aquela informação de uma vez para Jongin, deixando-o ficou atordoado por um momento. Como que criavam híbridos?

“Eu não acredito que cientistas fazem essa loucura.” Cerrou os punhos, batendo na mesa em seguida — estava indignado com aquilo, não estava gostando nem de imaginar de como faziam aquelas atrocidades com seres humanos.

“É tudo legalizado, eles sabem o que podem e não podem fazer… Mas sempre tem alguns prejudiciais a isso, por exemplo, eu comprei a minha híbrido em um site, ela estava prestes a ser mandada para um bordel. Tem homens que tem fetiches por mulheres com um rabo e orelhas fofas.” Comentou para Jongin, que se sentia mais abismado “Eu fiz um favor à minha gata, ela irá fazer as tarefas de casa e ficar por lá, sempre organizando. É como uma empregada doméstica, só que eu só preciso dar-lhe alimento e uma moradia.” Disse por fim.

“Entendi, eu tenho que ir.” Jongin falou, se levantando no mesmo instante e  deixando sua bandeja para trás, saiu do refeitório e foi em direção à biblioteca da faculdade.

Ao chegar, correu para pegar um computador e por sorte havia alguns vagos.

Tudo sobre híbridos.” Digitou no navegador da naver, estava curioso para saber mais sobre aqueles seres.

 

Criados em laboratórios

Servem como empregadas domésticas

Se estão tempo demais no laboratório, são vendidos para bordéis de quinta.

Fetichização.

Criados a partir de alimentos transgênicos.

Fisicamente perfeitos para ser ideal ao seu dono.

 

Jongin estava abismado com aquilo tudo, principalmente ao entrar nas fotos — eram tão adoráveis… — Tanto que nem ao menos se deu conta ao se ver num site que vendiam esses híbridos, havia de todo preço. Após ficar cinco minutos naquele site, percebeu que era tudo em ordem, tinha como comprar híbridos ainda na fase adolescente e até mesmo alguns mais velhos, porém sempre eram enviados para casas de prostituição.

Híbridos na promoção.

Que? Híbridos também ficavam em promoção? Leu as informações sobre os que estavam a venda — havia os detalhes sobre a fisionomia, porém não possuía fotos alguma. — Era confuso, mas de tudo que leu sobre eles, soube que se estavam sendo vendidos tão facilmente porque ninguém os queria no preço real.

Mordeu os lábios fortemente, estava chateado por acontecer essas coisas com pobres humanos que tinham que ter sua genética modificada. Mas ao entrar mais a fundo no site, foi na tag de híbridos garotos, tinha apenas um de gato — pela descrição ele parecia ser fofo demais e estava com um preço bom, — tanto que mal percebeu quando já estava apertando o botão da compra.

Por um momento sentiu-se tentado a comprar aquele híbrido, talvez fosse por uma boa causa, a sensação de morar com alguém, de ter com quem conversar quando chegasse da faculdade, ou até mesmo alguém pra lhe desejar bom dia e boa noite, tentando lhe livrar da solidão do apartamento, e até mesmo para ter um companheiro...

Fechou a guia rapidamente e saiu correndo da biblioteca, não sabia o porquê de estar agindo dessa forma, mas só o pensamento de querer comprar um híbrido já havia ferido seu orgulho, mas por um momento se via na expectativa, pois poderia salvar uma pessoa de ir para um lugar que não desejava. Mas em outro momento, sentiu-se como se estivesse contribuindo para aquelas atrocidades, por mais que falassem que haviam legalizado.

 


Notas Finais


Esse será tipo um "prólogo.".
"Mas Xiah, porque você não cria uma outra fanfic?"
R: Eu consegui passar na seleção do Wishes ChanBaek [Palmas pra mim pessoal, fiquei muito feliz], ai com isso, eu escreverei bastante fanfics [se deus byun quiser, amém] ai eu praticamente enxerei meu perfil, e eu não queria que algumas fanfics como as longs se perdessem dentro as curtinhas, tipo as ONE entendem? Espero que não achem ruim ><." E com isso, quem gostar do que eu escrevo, pode seguir meu perfil, para ver quando eu postar as novas fanfics ^^
Eu irei responder os comentários de todas as pessoas que faltou quando terminar o extra 2 ok? Eu li todos e fiquei muito grata, amo vocês todos e me sinto agradecida por vocês gostarem da minha fanfic.
Quero agradecer os favoritos também, muito obrigada viu pessoal? Se puderem me indicar mais pro seus amigos eu agradeceria KKK, eu de folgada não? brincadeira.
OLHA EU AQUI

Eu tenho mais uma nova fanfic que eu irei postar ainda por esse mês, eu mandarei o trailer e comentem comigo também o que acharam dele ok?.
Trailer = https://www.youtube.com/watch?v=pTFVRdT2Fko

E a minha fanfic A casa dos lobos [Chanbaek\abo]: https://spiritfanfics.com/historia/a-casa-dos-lobos-5757789

É isso, comentem comigo o que acharam e vamos dar muito amor a KaiSoo, haha!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...