História Don't touch my butt, hyung - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jihope, Jinmin, Namkook, Taegi
Exibições 48
Palavras 1.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Queria dizer que to cansada pra caralho, então os capítulos vão ser maiores ao passar do tempo, não tive tempo pra revisar porque to atolada de trabalho.


Só isso mesmo, até as notas finais e boa leitura.

Capítulo 2 - Tempo


P.O.V Jimin

Desde o começo do grupo, os maknaes sempre eram mimados pelos hyungs, e não era pouco. O mais mimado entre o trio era o JungKookie, talvez por ele ser o mais novo e fofinho. Eu e TaeTae também éramos bastante mimados, Hoseok hyung era o que mais me mimava, ele me dava tudo o que podia, eu até me senti um pouco mal com isso, mesmo dizendo que não precisava daquele tanto de presentes, ele nunca me ouvia. A maioria das coisas que tenho, fora ele que me dera, eu as guardo com muito amor, Hoseok hyung era especial pra mim, ainda é na verdade.

Depois de lançarmos nosso segundo álbum, comecei a ser mais mimado ainda por Hoseok hyung, ele dizia que era pelo meu trabalho duro, eu estava fazendo bem. Eu realmente estava me esforçando, estava trabalhando no meu corpo, voz, aparência, tudo, estava dando tudo de mim para ficar ainda melhor, para andar ao lado dos hyungs e não ficar para trás. Mesmo trabalhando duro assim, eu não achava que precisava daquele tanto de presentes e carinho, Hoseok hyung já era carinhoso naturalmente mas ele havia ficado muito mais carinhoso, chegou ao ponto de me deixar dormir junto a ele enquanto fazia carinho em meus cabelos, até eu dormir, aquilo era ótimo. Cheguei ao ponto de dar uma bronca a ele um vez, ele havia me dado um carro, UM CARRO, eu nem mesmo sabia dirigir. Embora eu tenha ficado bastante feliz com o presente e achado super fofo da parte dele, aquilo não era justo, eu não havia feito mais que a minha obrigação, não devia ter ganhado um presente tão grande daqueles.

Alguns meses depois que dei aquela bronca nele os presentes começaram a diminuir, porém o carinho só aumentava, eu já estava apaixonado... Queria realmente que aquilo não estuvesse acontecendo, acreditava que aquilo tudo era somente amor de hyung, ledo engando.. Hoseok hyung me pediu em namoro quando ganhamos o nosso primeiro prêmio. Eu havia ficado tão feliz, aceitei sem pensar duas vezes e não me arrependo de nada, Hoseokie é um ótimo namorado.

Porém.. Nem tudo é um mar de rosas, eu ouvi Hoseokie e Namjoon hyung conversando outro dia "Me sinto estranho em relação ao Jiminnie, não é mais a mesma coisa", foi o que ele disse. Talvez ele só estivesse confuso, estávamos nos afastando um pouco devido a produção de músicas e também estamos promovendo nossa nova música, é compreensível que nosso relacionamento esteja assim, mas isso não é nada.. Não vamos terminar, espero que não. Mas e se não for isso? E se não for somente pelo nosso afastamento durante esse tempo? Eu ainda amo o Hoseokie.. Não quero terminar. Ele é muito bom pra mim.

— Estou vendo fumaça saindo pelos seus ouvidos Jiminnie.. — ouvi a voz de Jin hyung e me virei para olhá-lo, ele estava sentado em cima da mesa, me olhando. Esse hyung é estranho. — O que houve?

— Por que quer saber? Até alguns minutos atrás estava pegando na minha bunda. — sussurrei para que ninguém ouvisse e lhe encarei com raiva.

— Aigoo, do que está falando? Eu ainda sou o seu hyung Jiminnie.. — cínico. — Sente e me conte tudo. — apontou para a cadeira a sua frente e apoiou o rosto sobre o cotovelo em sua coxa.

Eu realmente precisava desabafar com alguém, mas não esperava que esse alguém fosse Jin hyung, seria melhor o Namjoon mas ele iria saber que eu estava escutando, mesmo que não fosse intencionalmente. Ou até mesmo Yoongi hyung, mas ele também não iria ligar.. Só quer saber de mimar o TaeTae, ele nem lembra mais de mim! JungKook? Sem chances, aquele moleque não respeita seu hyung. TaeTae é bastante escandaloso, nunca daria certo.

— É o Hoseokie... — sentei-me na cadeira e apoiei a cabeça em sua coxa, sentindo os dedos grandes do hyung passarem pelos meus cabelos. — Não conte a ninguém mas eu estava ouvindo atrás da porta, não foi porque eu quis... Hoseok hyung disse que se sente estranho comigo, isso é ruim? — apenas fechei os olhos aproveitando a carícia.

— Huh Jiminnie, é um assunto complicado. — puxou meus fios de leve e eu soltei um baixo gemido. Era tão confortável. Ouvi a risada soprada do hyung e quis espancá-lo... Idiota. — Estamos falando sobre o sentimento dele, não é algo que você adivinha ou tire conclusões, as vezes você pode estar errado, pode estar precipitando as coisas. Converse com ele. — eu ouvia as palavras atentamente, por mais que Jin hyung fosse um pervertido, ele sempre dava bons conselhos a todos os membros, ele era um ótimo ouvinte. — Não jogue seu relacionamento fora assim.

O que esse hyung quer exatamente? Praticamente me comeu no quarto agora pouco e agora tá dizendo para eu não jogar meu relacionamento fora? Aish esse hyung é tão confuso..

— Por que está me ajudando? — passava as unhas pela calça que o hyung usava apenas fazendo desenhos imaginários, eu estava quase dormindo.

— Sou seu hyung, esse é o meu trabalho.

O inverno em Seul havia chegado e junto a ele, uma bela gripe para mim. Eu havia ficado doente e ainda estávamos em época de promoções, eu era um homem morto. Dentro do grupo eu sou o que mais tem a imunidade baixa, o que é ruim, muito ruim. Sou uma pessoa que fica doente facilmente, qualquer coisinha pode me derrubar, posso ficar de cama por semanas. E tudo isso devido as dietas para manter um corpo apresentável, eu sei que deveria me alimentar mais, sei que não preciso de dieta alguma para ser bonito, não preciso de nada disso. Porém é como se eu já fosse programado para isso, esse é o preço para ser um K-idol, um preço que estou pagando desde que era um Trainee. A empresa não tem envolvimento nenhum nas minhas dietas, admito, isso é algo meu, algo que já está em mim a muito tempo, mesmo inconscientemente eu devo ter a necessidade de ser "perfeito", isso é um grande problema.

Eu havia ficado na esperança de que Hobi hyung viria cuidar de mim, viria me dar amor até que eu já estivesse melhor, porém ele não veio, TaeTae disse que ele apenas estava ensaiando. Aquilo partiu meu coração, chorei horrores de madrugada, agradeço ao Namjoon hyung por ter um sono pesado. Outro fato que me deixou pior ainda, Hobi havia pedido para trocar de quarto, agora dando a desculpa que só ficaria no mesmo quarto que JungKookie porque precisava criar novas coreografias, nós tinhamos um coreógrafo droga!

Todos os dias os meninos vinham me trazer sopinhas deliciosas, chás e até mesmo besteiras, um dia TaeTae me trouxe um ótimo bolo. Seokjin hyung era o que mais me trazia comidas, ele mesmo as cozinhava, eu sentia o amor do Jin hyung através da comida, ele cozinhava com muito amor por isso as coisas que ele fazia estavam sempre gostosas, Seokjin hyung era mesmo um anjo.

Namjoon hyung me passava a nossa agenda da semana, ele acreditava que logo logo eu estaria bom de novo. Teríamos dois fanmeetings essa semana, eu queria ficar bom logo, eu ficaria bastante triste se faltasse em um fanmeetings com nossos armys, é um dos eventos que mais gosto.

— Jimin? Podemos conversar? — Hobi hyung entrou no quarto calmamente, logo se sentando na beirada da cama.

— Pensei que não iria vir me ver.. — me sentei na cama e lhe dei um breve selinho, selinho este que não fora correspondido.

— Jiminnie... Nosso relacionamento está estranho. Não é a mesma coisa. — ele dizia lentamente de cabeça baixa.

Nosso relacionamento está estranho? Do que ele está falando? Durante todo esse tempo eu dei tudo de mim pra ele, dei todo o meu amor e carinho pra ele e agora ele me diz que nosso relacionamento está estranho? Eu realmente não entendo onde ele quer chegar.

— Como assim, amor? Não está nada estranho Hobi, nosso relac—

— Jimin me escuta. — ele segurou meu rosto com suas mãos e colocou o dedo em frente aos meus lábios brevemente. — Eu quero um tempo. Mas não pense que é porque não te amo mais, é apenas.. Ah eu não posso contar, me desculpe. Olha, eu te amo muito Jiminnie, muito mesmo. Você é muito especial pra mim, você entende não é? É só um tempo.. Talvez eu esteja enganado, mas eu realmente preciso disso.

Eu já estava chorando feito um bebê. Como ele me pede um tempo sem nem mesmo me explicar nada? Isso não é justo comigo, ele devia ao menos me contar o porque de ter pedido um tempo. Mas quanto tempo?


Notas Finais


Novamente, não revisei nada, então relevem qualquer erro.

Desculpa também o capítulo meia boca, mas to me esforçando pra caralho jão. Vida de estudante não é mole.

Só isso mesmo.

E mais uma vez, se tu gostou favorita aí se quiser, se quiser comenta também, Se não quiser também não tem problema, isso aí.

Até o próximo cap que sairá em breve, já ta na metade.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...