História Dope - A caçada (Interativa BTS) vagas abertas - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 67
Palavras 2.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Survival, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola seres segue o prologo

Capítulo 3 - Prologo - Que os Jogos comecem


Fanfic / Fanfiction Dope - A caçada (Interativa BTS) vagas abertas - Capítulo 3 - Prologo - Que os Jogos comecem

Lembranças On

Seul 12:00 - 16 de Maio – Mansão do Presidente Flashback on Presidente

Luh-Yan estava linda com aquela roupa tão simples, blusa branca coladinha, saia preta rendada e sapatilha vermelha, estava magnífica! - Tchau papai - me deu um beijo em cada bochecha - Vou sair com meus amigos

- Quem te deu permissão? – falei vendo minha princesa parar e me olhar com uma carinha doce fazendo um biquinho de zangada

- Papai - riu - deixa eu ir! por favorzinho - fez uma carinha fofa que ficava impossível dizer não

- Está bem, volte cedo viu? - acenei e ela também, logo sumindo pela porta.

Lembranças Off

 

 

Seul 21:35 - 16 de Maio –Mansão do Presidente (P.O.V Presidente)

-Querida , alguma notícia da nossa filha? –caminhava de um lado para o outro com o celular na mão, minhas feições eram de pura preocupação já fazia 6 horas que ela havia desaparecido... minha mulher já estava com olhos vermelhos de tanto chorar ,e também estava no celular tentando ter qualquer notícia de nossa filha.

- Não já não sei mais com quem falar, ela disse apenas que iria ao Shopping com os amigos...- Às  lágrimas de minha esposa  voltam a correr , tento acalmá-la mas parece impossível…até porque eu mesmo não estava agindo normalmente

- Já ligou para os amigos?

- Sim eles falaram que ela não apareceu no shopping.

- O celular do segurança dela não atende ...- respiro fundo estou encurralado sem opções sem saber o que fazer.

- Chame as forças especiais, você é o presidente pelo amor de Deus faça alguma coisa, é nossa filha que desapareceu ...chame seu melhor agente o melhor agente de Seul pelo amor de Deus eu quero minha filha de volta - Ela chorava, sua face era apenas desespero e dor por não ter idéia do que poderia ter acontecido com nossa princesinha.

- Me ligue por favor com comandante Min – O segurança faz exatamente o que ele pede , assim que a chamada é atendida , caminho sem forças a minha mesa me sentei, começo um diálogo.

- Boa Noite Comandante Min.

- Boa noite senhor presidente, em que posso lhe ajudar ?

- Desculpe te incomodar a essa hora, mas minha filha desapareceu já fazem 6 horas, não tenho contato com ela , nem com seus seguranças, estou preocupado, vai que terroristas tenham capturado ela para me chantagear.

- Fique tranqüilo , estou indo até ai , chegarei pela manhã... Me mantenha informado qualquer coisa que ocorra.

- Obrigada comandante...- ele desliga o telefone colocando o rosto entre as mãos sentindo o peso do meu papel e a dor de não ter notícias de minha filha.

 

 

Praia de Pohang -16:35 – 16 de Maio (P.O.V Mayson)

Eu e Mandy estávamos de viagem para a Coréia, estudamos um pouco da língua Coreana para vir para Cá. Nesse momento estamos dentro do meu carro indo para Pohang, uma das praias mais bonitas da Coréia, aliás eu fiquei sabendo que nessa praia tem uma escultura enorme de uma mão e quando o sol nasce, parece que a mão está segurando ele.

- Amor já estamos chegando?

- Sim - dei um sorriso bem doce para ela. Aqueles olhos encantadores me hipnotizaram sempre que eu a olhava, ainda mais quando estava vestida com esse lindo vestido de flores vermelhas, essa bota e esse batom vermelho que chamava bastante atenção.

- Chegamos - desci do carro e fui abrir a porta para ela.

- Pode descer minha Lady - disse imitando a voz de um cavalheiro.

- Muito obrigada Sr.Mason - Ela disse se levantando com delicadeza. Chegamos na linda praia de Pohang caminhamos e aproveitamos a paisagem, Ah como era bonita essa praia! Havia pessoas aleatórias andando por ai, não eram tantas mas pareciam felizes.

- Que lugar mais belo! - Ela diz com um olhar brilhante, um olhar tão valioso para mim... Até mais que um diamante.

- Sim - dei um sorriso para ela.

- É lindo, assim como você! - Roubei-lhe um beijo. Aquele dia estava totalmente perfeito!

- Amor, vamos tirar fotos perto daquele farol?! Vão ficar perfeitas! - Apenas sorri e fui caminhando lentamente com ela... Chegando lá deixamos a câmera no tripé e corremos para perto do farol para tirar uma foto desse dia tão magnífico e maravilhoso! Foram 1, 2, 3... E no quarto ele parou de fotografar, então fomos ver.

- Ficaram magníficas! tudo combinou com esse momento perfeito! - continuou analisando mas, sua feição mudou de repente.

- Amor... O que é isso? - Apontou para um canto da foto e eu vi um tom mais avermelhado no mar.

- Não sei amor... Quer ir dar uma olhada? - ela assentiu.

- Deve ser só algumas pedrinhas vermelhas fazendo a água mudar de cor... Eu espero - sussurrei a última parte. Passos lentos até chegarmos e demos cara com uma coisa tão horrível! Algo que estragou totalmente aquele dia tão perfeito!... Passos lentos para trás, respirações totalmente descontrolada, rostos totalmente pálidos ao ver aquela tragédia.

- M-meu D-deus! - Ela disse baixinho colocando as mãos na boca com os olhos já marejados.

- Q-que coisa horrível! Que pessoa maldosa faria isso com um ser humano? - Estávamos ali, frente a frente com um braço todo ensangüentado boiando na beira da praia, essa foi certamente a coisa mais angustiante que vi na minha vida!

- E-eu vou ligar para a polícia! - Eu disse tentando manter minha voz firme. Meus dedos estavam tremendo, era a primeira vez que eu sentia essa sensação, 1... 9... depois o 0... Eu consegui digitar o número com certa dificuldade, agora só falta Ligar...

Complexo Policial Pohang - 18:00s - dia 16 de maio (P.O.V JungKook)

"Trim! Trim! " -Foram os sons de telefone que me fizeram acordar caindo da cadeira. " Trim " no terceiro toque fui correndo ver quem ligava.

- Complexo Policial de Pohang, Jeon Jungkook, como posso ajudar? - A pessoa da outra linha aparentava estar respirando bem rápido e sem controle, o ser parecia estar paralisado pois não conseguia falar nem uma palavra.

- Fala que não é trote, porque, eu acordei às 5:00 da manhã pra te atender desgraça! desembucha ! - falei impaciente

- M-me desculpe! Eu estou na praia de Pohang, vim de viagem, sou da América! Eu vim ter um dia de lazer na praia mais acabei me deparando com uma parte de c..cadáver decapitado! - Ouvi um choro feminino do outro lado da linha, eles não estavam brincando, aquilo era real!

- Okay, pode me informar seu nome? - Escutei um grito bem agudo de mulher.

- De quem é esse grito senhor? - A respiração do outro lado da linha estava ficando mais pesada - não vai me responder senhor? saiba que eu posso desligar essa ligação.

- T-tem muitos c-corpos decepados aqui! Meu nome é M-mayson e eu estou com minha mulher Mandy! – O homem estava totalmente descompassado , não tinha possibilidade de ser trote o assunto era serio muito serio....

- Já estamos indo, saía dai! não precisa ficar vendo isso saia de perto do lugar mas não fique longe do local iremos interrogá-lo Desliguei o telefone e fui até a sala do Delegado. Chegando lá bati na grande porta de madeira e ela logo foi aberta de forma brusca.

- O que quer JungKook? –O delegado disse cansado, afinal estávamos de plantão desde as 5:00 da manhã.

- Acabei de atender um Homem chamado Mason, ele disse que encontrou corpos decepados perto a um farol na praia Pohang! – o delegado arregalou os olhos e falou.

- Chame reforços e se preparem para irem lá!...

 

 

{...}

Complexo Policial Pohang 20 :58 – 16 de Maio (P.O.V Delegado)

- Como algo assim foi acontecer aqui , esta cidade e calma ...onde está o médico legista para avaliar os corpos?

- Nosso legista parece não conseguir identificar a arma usada...nem está conseguindo entender a mistura de corpos e partes ele parece totalmente perdido senhor.

- Precisamos de um novo médico urgente...precisamos de ajuda nunca vi algo assim , avise às forças especiais , seja lá quem fez isso é um completo maníaco.

 

 

Delegacia 21:33 16 de Maio (P.O.V JungKook)

- Tenho certeza que vai sobrar pra mim resolver isso já que só tem incompetentes nesse lugar já ja o delegado me chama é melhor começar a arrumar minhas coisas - Jeon Jungkook o policial mais condecorado de toda a Coreia falou a seu parceiro Soo Park  mesmo sendo muito jovem o rapaz era sagaz e sério nenhum bandido escapou de Jeon Jungkook, é sua fama rodava toda a Coreia ele era conhecido como Wolf exatamente por seu faro para agarrar pilantras

 

- Que bom que está por aqui – Ouço a voz do delegado que parece totalmente perdido com tudo o que está acontecendo reunindo todos os policiais sua face estava palida é ele realmente parecia nervoso.

- Senhor algum problema? – tomo a frente como sempre,.

- O que seria de mim sem você Jungkook,  mas agora acho que temos um problema, e muito grande em nossas mãos.

- Como assim ?– os olhos de Jungkook  já se estreitam.

- Parece que um dos corpos e de alguém muito importante.

- Alguém quem? Soo Park questionou

- O nome dela e Luh Yan será familiar para vocês?- o delegado lança um olhar direto ao grupo de policiais todos conheciam a filha do presidente.

- Como assim, esse é o nome da filha do presidente da Coréia , ela esta entre os corpos impossível presidente não deixa ela ir na esquina sem aqueles brutamontes - Um policial falou realmente assustado com a informação.

- Nosso legista imbecil não conseguiu ainda identificar a quantidade de corpos exata afinal os corpos estavam totalmente decepados é praticamente um quebra cabeças é muitas partes nem estão la aparentemente o assassino gosta de pegar uma parte de cada corpo.

- Síndrome de frankenstein - Um policial disse

- Talvez porém ainda não temos como provar é uma das suposições feitas, mas nada definido agora se preparem para uma grande investigação pois vou avisar o presidente – o delegado fala passando a mão na cabeça.

- Bom se prepare Jungkook pois você provavelmente será incluído nessa - Soo falou para jungkook que leva a mão às têmporas

- Não sei se estou preparado para lidar com às frescuras das forças especiais da Coreia

- Você aguenta …


 

P.O.V Presidente

 

Me ligue imediatamente com o comandante Min Yoongi - A ligação é passada é eu mal tenho forças para pronunciar às palavras

- Minha filha está morta, seu corpo foi totalmente destruído é faltam partes importantes dele, eu quero que resolva isso, pois é uma ameaça a todos.

- Senhor sinto muito por sua perda...

- Existem vários corpos e nenhuma pista desse maníaco, como minha filha foi parar em Pohang, como esse maluco fez isso e a quanto tempo está solto, eu quero que ache esse doente , você prendeu aquela assassina não foi então prenda esse também,..

- Senhor Fox era uma criminosa única com um estilo de matar diferente não se assemelha em nada a esse maníaco

- Pouco me importa quero você comece a procurar esse maluco monte sua equipe , mas por favor não deixe mais ninguém perder um filho, você não imagina a dor que é.

- Sim senhor,  imagino como esteja se sentindo, e mais uma vez sinto por sua perda Sr presidente, eu aceito a missão mas deve, saber que meu modo de trabalho é bem peculiar

-Não importa o que tiver que fazer quem tiver que trazer use quem como quando e da forma que quiser apenas ache esse maníaco

 

-Como quiser ...sem palpitar nas minhas escolhas

 

-Apenas se livre dessa ameaça Min Yoongi forme a equipe que quiser bandidos policiais até o papa só ache o assassino

- Vejo que sabe como trabalho

- Sim sei, apenas resolva esse caso

- Estou a caminho irei contatar alguns amigos e assim que chegar em Pohang  recrutarei os demais.

- Como quiser comandante Min,  o complexo policial de Pohang estará inteiramente a sua disposição

- Então que os jogos comecem , boa noite presidente...

 


Notas Finais


espero que tenha ficado bom crianças e que OS JOGOS COMECEM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...