História Dope - Capítulo 102


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Anjos, Bts, Criaturas Misticas, Demonios, Dope, Dragões, Jikook, Kookmin, Lobos, Menage A Trois, Mistério, Namjin, Policial, Sugamonjin, Taeseok, Trheesome, Vampiros, Vhope, Yaoi, Yoonamjin, Yoonjin
Exibições 360
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OOOOOOOI! Demorei né? Desculpa, é que eu to meio abalada por causa desse negocio de ingressos e tudo mais, também estava esperando alguns leitores nos alcançarem. Mas eu voltei.
Olaaaaaaaaaaaaaa

Capítulo 102 - Baegdu


Fanfic / Fanfiction Dope - Capítulo 102 - Baegdu


☀ ☀ ☀ Jung Hoseok Ponto De Vista ☀ ☀ ☀

Nós estávamos passeando pelo primeiro andar ainda, passamos em algumas salas que eu nunca tinha visto na vida e outras já dei uma olhada, era muito bonito ali. Chegou a vez da sala do Jin e do Yoongi, batemos na porta duas vezes e ninguém respondeu então resolvemos entrar assim mesmo, quando abri a porta dei de cara com Seok Jin, ele estava de cabeça baixa e chorando o que me deu uma peninha mesmo eu não sabendo o motivo, ele é fofo demais para chorar.

- Seok Jin? - Indagou Jeon, o que fez com que o moreno levantasse a cabeça rapidamente e assutado enxugando as lágrimas, seu rosto estava avermelhado e olhos fundos.

- S-Sim? Precisam de alguma coisa? - Perguntou como se nada tivesse acontecido. 

- Você estava chorando? - Não imagina Hoseok, ele estava fazendo chover pelos olhos, se bem que estava um solzinho até que sem mais nem menos começou a chover forte. - Desculpe ser intrometido, mas por que?

- Eu não estava chorando. -
Deu um sorriso falso.
- Jin, sei que não temos uma grande aproximação mas pode nos falar o que aconteceu. - Jeon se pronunciou.

- É sério eu não estava chorando... Não se preocupem não é nada.

- Jin... -
Me sento ao seu lado na cadeira e então coloco meu braço em volta de sua cintura o puxando para mais perto o fazendo deitar em meu ombro. - Não vamos te forçar a falar, ok? Sinta-se livre para falar quando quiser, ou se não quiser não precisa nos dizer, mas saiba que eu e o Jungkook sempre estaremos aqui para te aconselhar.

- Ah Hoseok... -
Ele aconchega a a cabeça em meu ombro e apertando com força a minha jaqueta enquanto chorava no meu ombro. - Queria poder falar tudo para vocês, mas eu não posso...

- Claro que você pode, a gente não conta para ninguém! Prometo!
- Jeon tentava fazer ele falar.

- É complicado, vocês não entenderiam... É muita coisa, muita informação e também preciso de todos os seis juntos. - Ele soluçava.

- Todos os seis? - Eu e o outro falamos em um uníssono.

- Sim, Yoongi, Namjoon, Jimin, Taehyung e vocês.

- Por que precisa da gente junto?


Ele se sentou normalmente na cadeira, já havia parado de chorar mas ainda soluçava enquanto limpara seus olhos lacrimejantes. - Não é nada, sério, não vamos tocar nesse assunto agora.

- Tudo bem... Não vamos insistir mais, mas quando quiser contar estamos aqui . E é só esse assunto que está te incomodando?

- É-Éh... Só esse...

- Sei que está mentindo, por favor nos fale!

- Jungkook!

- Que foi? Vai me dizer que também não está nem um pouco curioso, ou pelo menos querendo ajudar!

- Estou né, mas não vamos forçar o menino assim!

- Está tudo bem... Eu falo... Mas vocês me prometem uma coisa?

- O que é?

- Não me humilharem, nem rirem de mim? Por favor! Eu não iria aguentar sofrer mais assim...

- Prometemos é claro! 

- Nós nunca faríamos isso com alguém como você Jin, agora pode nos falar, vamos ver em que podemos lhe ajudar.

Ele respira e inspira junto, tomando coragem para falar. - E-Eu estou chorando porque... Estou de coração partido, é isso, vocês devem estar pensando que é drama pois isso sempre acontece uma vez na vida, sempre alguém vai partir nossos corações, mas esse não é o problema, o problema é que é por outro homem e esse homem é Min Yoongi! Essa sociedade maldita do século XX, será que no século XXI as pessoas vão ser assim também? Julgar as pessoas por amar alguém do mesmo sexo? Que mal tem isso? Não vai mudar a direção em que o planeta gira por causa disso, a gente não escolhe quem quer amar, não merecemos ser julgados por algo que simplesmente sentimos! Ah, mas enfim... Eu ouvi ele se declarando para o Jimin, sei que é errado ouvir atrás da porta mas eu não pude evitar, ele disse que sempre amou o Jimin... Aquilo me afetou tanto, dói, dói muito, admito também que sou completamente apaixonado pelo Namjoon assim como sou pelo Yoongi, eu sou um pecador, meu pai nunca mais me aceitaria em casa pois eu sou um pecador! E pecadores não entram dentro de casa! Por que isso é pecado? Eu não entendo!


Eu e Jungkook obviamente estávamos paralisados, nunca imaginaríamos algo assim, também nunca o julgaria e entendia perfeitamente o seu lado, eu sou perdidamente apaixonado pelo Taehyung e Jungkook é a mesma coisa com o Jimin, está tudo errado! Precisamos consertar tudo, mas no momento eu não conseguia falar nada, apenas estava raciocinando algo.

- Hey, por que eu próprio pai não te aceitaria em casa? E a sua mãe?

- Eu não tenho mãe, você nunca ia entender, nenhum pecador entra em casa... 

- Seu pai é muito religioso? Meu deus Jin...

- Não, bom, sim! Ah eu não! Você não vai entender... Deixa pra la eu apenas não quero mais saber desse assunto, por favor!

- Tudo bem, mas não fica abalado assim ok? Vamos passear por ai? Até agora não chegou nenhuma ocorrência então não temos que nos preocupar, só se você quiser é claro.

- Eu não sei...

- Vamos vai ser bom! Você vai esfriar a cabeça! Assim como eu.

- É ! Vai por favorzinho!

- Tudo bem, eu vou! 

- Yuupi! -
O abracei apertado e então dei um sorriso largo e o mesmo retribuiu o abraço.

Nos levantamos e então o moreno limpou mais as lágrimas e nós três saímos daquela sala.


Notas Finais


Meio sem nexo mais ta ai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...