História Dope - Capítulo 56


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Anjos, Bts, Criaturas Misticas, Demonios, Dope, Dragões, Jikook, Kookmin, Lobos, Menage A Trois, Mistério, Namjin, Policial, Sugamonjin, Taeseok, Trheesome, Vampiros, Vhope, Yaoi, Yoonamjin, Yoonjin
Exibições 610
Palavras 855
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HEY MAMA

TARARRA

HEY MAMA

Capítulo 56 - Swinse. (53)


Fanfic / Fanfiction Dope - Capítulo 56 - Swinse. (53)

✌ ✌ ✌ Kim Taehyung Ponto De Vista ✌ ✌ ✌

Toda a atmosfera a minha volta parece parar e o outro me olha um tanto assustado, nunca tinha o visto assim, sinto algo escorrer sobre mim então olho para baixo vendo minha camisa, meu pescoço e lábios encharcados de sangue logo tiro a expressão de fúria de minha face e tento limpar o sangue da minha boca e minha respiração começa a ficar afobada e um desespero bate em mim, sinto minha íris parar de arder.
 

- V ? - Ele tentava parecer firme, mas ainda estava surpreso com o ocorrido.

- Meu nome é Taehyung... - Sinto minhas pernas fraquejarem e então minha vista escurece e não vejo mais nada.

✌ ✌ ✌ Kim Taehyung Ponto De Vista ✌ ✌ ✌

♥ ♥ ♥ Park Ji Min Ponto De Vista ♥ ♥ ♥


Eu acho que não posso confiar em mais ninguém dessa maldita delegacia, acho que ninguém de Busan ou até do mundo, por que todo mundo mente justo para mim? Tem algum prazer nisso? Não acredito que Jungkook estava mentindo esse tempo todo, parecia tão real, na verdade parecia mesmo um conto de fadas pois estava tudo perfeito até demais, aquela garota retardada abriu minha mente, agora preciso focar no trabalho e no caso sobre vampiros, eu precisava saber mais sobre aquilo, vi que minha hora de ir para a casa já havia passado e então me levantei pegando alguns relatórios que terminaria lá mesmo.
Estava caminhando em direção a saída até que sou surpreendido por uma mão em meu ombro me virando, era aquele infeliz mentiroso.

- Jimin! - Chamou-me.

- Hm? O que você quer? - Perguntei seco e desinteressado em qualquer coisa, só queria que ele me soltasse para eu ir para a casa.

-E-Eu queria falar com você...

- Tá bom, então fala. -
Tiro sua mão do meu ombro.

- A sós... - Sinto ele olhar para Namjoon logo na porta e então reviro os olho bufando.

- Aigo Jungkook... É super, mega, power, ultra importante?

Ele baixa a cabeça e então passa a mão em seu braço como se sentisse frio. - Pelo visto você não está afim de conversar...

- Não mesmo, e essa coisa de apelo emocional não vai funcionar comigo. -
Cruzo os braços.

- Só queria saber o que eu te fiz para me tratar assim...

- Não se finja de desentendido Jeon Jungkook... -
Bufo e então começo a andar esperando ele me seguir e ele entende o recado vindo logo em seguida, aceno para Namjoon que responde com o mesmo ato e começo a andar pelas ruas de Busan que não são tão movimentadas.

- Eu juro que não sei de nada... - Ele tentava me acompanhar mas eu estava andando mais rápido para ficar na frente.

Bufo. - Certo, lembra do que a sua ex namoradinha disse? Sobre os tais interesses comerciais?

- Fala sério Jimin... Você acreditou nela? Sério?! -
Ele parecia indignado.

Suspiro. - Sei lá Jungkook... Você sempre mente para mim... Todo mundo!

♥ ♥ ♥ Park Ji Min Ponto De Vista ( Inativo ) ♥ ♥ ♥

♣ ♣ ♣ Jeon Jungkook Ponto De Vista ♣ ♣ ♣

- Me desculpa as vezes que eu menti para você... Mas saiba que as coisas mais verdadeiras do mundo que eu disse até hoje foi, "eu te amo" pra você...

- Kook...

- Minnie...


Aproximamos nossos rostos lentamente enquanto eu acaricio os cabelos macios do mesmo que balançavam um pouco por conta da brisa boa que passava, a lua era cheia o que fazia os postes de energia serem inúteis no momento, aos estarmos com os lábios quase grudados ele me empurra de leve e seu sorriso lindo faz seus olhos virarem duas meia luas e então ele começa a correr pelo campo.

- Se que meu beijo vai ter que conseguir! Não vai ser tão fácil!

- Não subestime Jeon Jungkook! 

- Claro.
- Ele sorri irônico, ainda sim é um sorriso lindo. - Você parece um coelhinho correndo, literalmente!

- Não gostei dessa referência!
- Sorrio e meus dentinhos de coelho aparecem, eu estava feliz, a brisa em meu rosto enquanto eu tentava alcança-lo estava tudo maravilhosamente perfeito.

Jimin corre olhando para mim e então vai em direção a uma estrada. - Cuidado com o ca... JIMIN! - Uma lágrima solitária escorre pelo meu rosto enquanto o olhar de pavor é tomado por mim e logo um choro começa.

Tarde demais... Um carro passou em alta velocidade e eu tinha a leve impressão de já ter visto aquele carro, mas isso não importa agora, corri em direção ao ruivo e então vi seus óculos quebrados no chão e seu rosto sangrando um pouco.

- Não... Não... NÃO! - Começo a chorar alto. - Jimin! JIMIN! Amor... Fala comigo... - O abraço mais forte e cheio de carinho que tudo na vida, eu queria cura-lo somente com meu abraço... Eu acariciava seus cabelos enquanto praticamente berrava, minha garganta estava doendo de tanto chorar, meus olhos ardiam e eu não podia acreditar que aquilo era real.


Notas Finais


AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

que


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...