História Dope - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Anjos, Bts, Criaturas Misticas, Demonios, Dope, Dragões, Jikook, Kookmin, Lobos, Menage A Trois, Mistério, Namjin, Policial, Sugamonjin, Taeseok, Trheesome, Vampiros, Vhope, Yaoi, Yoonamjin, Yoonjin
Exibições 620
Palavras 1.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Senta que lá vem a história de novo.

Capítulo 57 - Swinne. (54)


Fanfic / Fanfiction Dope - Capítulo 57 - Swinne. (54)


♣ ♣ ♣ Jeon Jungkook Ponto De Vista ♣ ♣ ♣

Ficar parado ali não ajudaria em nada, peguei o ruivo no colo em posição de 'princesa', eu ainda estava chorando, beijei sua testa e então acariciei seus cabelos o olhando enquanto olhava seus olhos lindos olhos agora fechado. Caminhei até a DCB com passos rápidos e ao chegar lá entro rapidamente e Namjoon parece ficar surpreso com o ocorrido mas não sai de seu posto, vou até a enfermaria de Jin e então vejo que o mesmo ainda está lá e então estava um pouco aliviado mas nem tanto.

- Jin! - O chamei e ele então virou o rosto assustando-se um pouco com a imagem.

- Jungkook? Meu deus o que aconteceu com o Jimin?!

- Um carro Jin... Um carro atropelou ele...Que droga! Por que isso sempre acontece?
- Eu estava em prantos de novo.

- O-Oh meu deus... Coloque-o ali que eu vou examina-lo... - Ele se virou e pareceu que foi pegar as coisas que iria usar, o obedeço e coloco Jimin na cama ainda acariciando seu rosto.

- Jin como consegue...

- Consigo o que? 

- Você é educado, gentil, legal, você trabalha sozinho e mesmo assim é melhor que uma equipe médica junta... Eu confio em você Jin... Confio que vai curar o amor da minha v... O Jimin...


Ele olha para mim e como não é nada bobo sorri gentilmente e fraco, por causa do ocorrido, ele vai até Jimin e então começa a examina-lo. - Sente-se ali Jungkook - Confirmo com a cabeça e sento-me em uma cadeira ali perto.- ... E obrigado, é muito bom ouvir isso de sua parte, são muitos anos de estudo... E não se preocupe eu vou curar o amor da sua vida. - Ele sorri e eu coro.

- Jin... - Ele faz "shh" com a boca e então resolvo ficar calado.


Depois 


Eu estava cabisbaixo olhando para o meu pé, aquilo já estava demorando demais, até que uma mão toca meu ombro e Jin me olha e não consigo desvendar nada através de seu olhar e então me sinto meio inquieto.

- V-você conseguiu? Curou o meu Jimin?

- Não o curei... Mas agora ele está melhor livre de riscos, mas ele está com uma lesão na perna e precisa de cuidados, ele está descansando agora e ele precisa tomar alguns remédios que eu deixei aqui para você. -
Ele me entregou um papel e então eu dei uma olhada e guardei. - Queria ter ajudado mais desculpe... Dentro de mais ou menos uma semana já pode tirar a faixa dele com cuidado pois estará melhor...

- Você ajudou muito, de verdade mesmo... Obrigado. -
O abracei e ele então me abraçou de volta. - Eu vou leva-lo para casa para cuidar dele...

- Certo mas tome cuidado com alguns medicamentos, eles são fortes e usados de maneira errada resultam em estragos...

- Pode deixar... Eu tomarei cuidado...

Em casa

Após tudo isso, deixei Jimin em minha cama e ele ainda dormiria como um anjo e então fui até o banheiro tomar um bom banho. Ao sair do chuveiro enxuguei-me e vesti uma roupa confortável e sai do banheiro avistando Jimin bocejando. Logo ele direciona o olhar para mim e eu caminho até ele, ele solta um pequeno grunido de dor. 

- K-Kook... O que aconteceu... Onde eu... - Sua voz estava rouca.

- Shhh amor... Não se preocupe com isso agora explico mais tarde... Você precisa descansar, sua perna está lesionada mas não se preocupe com o trabalho... Você vai ficar bem...

- M-Mas... E-eu não quero ficar sozinho em casa...

- Você não vai, vai ficar na minha casa, e todos os dias, todas as horas eu vou ficar ao seu lado...

- Mas e a DCB, Jungkook?


- Eles são bem inteligente... Se viram sem mim... Sem nós.

- Não quero que faça isso por mim... - Sua voz continuava baixa, rouca e falha.

- Eu faço tudo por você... - Beijo sua testa e então afago seus lindos cabelos que tanto admirava quando pequeno e então rio baixinho.

- Que foi Kook?

- Lembrei da primeira vez que você quebrou o braço...

- Hey isso não é engraçado! -
Ele faz um bico fofo e logo começa a rir fraco também por conta da dor. 


◄◄◄ Flash Black Online ◄◄◄

Nós tinha-mos lá os nossos seis anos de idade e você estava em uma macieira alta arrancando algumas maçãs e eu estava embaixo da árvore tentando pegar as maçãs com uma cesta enquanto você jogava as maçãs. Logo você viu uma maçã muito grande e bonita só que estava muito alta e você não era uma das pessoas mais altas do munto e então resolveu pisar em um galho fino.

- Minnie-Ssi! Você vai cair! - Minha voz ainda era fina.

- Não vou Kookie-ah! Para de falar besteira! Se não eu vou comer aquela maçã sozinha!

Você pisou na ponta do galho frágil e esticou o braço tentando alcançar a fruta mas não alcançava e então pisou mais ao meio do galho e então ele começou a fazer uns barulhos estranhos e logo depois ele se partiu e você caiu no chão, eu corri chamar nossos pais e então você foi ao médico e disseram que você tinha quebrado o braço, fui te visitar no hospital e quando eu cheguei na sala os médicos e o seu pai pararam de conversar e logo ficaram apreensivos com a minha chegada eu não sei o porquê. Você tinha ficado bravo comigo pois falou que eu tinha jogado praga em você para o galho cair, mas logo depois de te dar um pirulito você já virou meu amiguinho de novo... Quando tiramos a sua faixa eu pude ver algo em seu pulso, era como se fossem asas, acreditei que eram uma daquelas tatuagens de goma de mascar.

◄◄◄ Flash Black Offline ◄◄◄


- H-Huh?

- Jiminnie... Me deixe ver seu pulso...


Ele hesita mas me mostra lentamente seu pulso com um desenho de asas, o engraçado é que era no mesmo local que aquela marca que eu nunca vi na minha vida.

- Meu deus...
 


Notas Finais


Calma gente n precesava me metralhar, precisava acontecer issu pra historia fazer sentido no foturo

(erros propositais)

Ta td bugado mas a historia vai se desenrolando ta pela 829832 vez


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...