História Dope - Capítulo 60


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Anjos, Bts, Criaturas Misticas, Demonios, Dope, Dragões, Jikook, Kookmin, Lobos, Menage A Trois, Mistério, Namjin, Policial, Sugamonjin, Taeseok, Trheesome, Vampiros, Vhope, Yaoi, Yoonamjin, Yoonjin
Exibições 605
Palavras 1.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


QUANDO CHEGAR EM UMA PARTE QUE O YOSEUNG ESTIVER FALANDO E TIVER UMAS LETRAS ESTRANHAS CLIQUEM AQUI TÁ? http://www.centrochines.com.br/estudando/musicas/yaolanqu.html
(ESSA É A VOZ DO HOMI É A MESMA Q A DO YOSEUNG OK?)

PFPFPFPFPFPFPF VEJAM

SE QUISEREM VER A LETRA PRA ENTENDEREM TBM <3


EU CHOREI ESCREVENDO N SEI SE É POR CAUSA DA MUSICA OU OQ SHUAHSUAHUS

BOA LEITURA

Capítulo 60 - Swin-ilgob. (57)


☥ ☥ ☥ Kim Zyoon Ponto De Vista ☥ ☥ ☥

Olhei em volta e vi que tinha algumas gotas e uma pequena poça de sangue no chão, logo em seguida de uma cadeira quebrada brutalmente, continuo seguindo com o meu olhar até que ele para em Yoseung que estava sentado no chão do altar encostado sobre o trono enquanto acariciava os cabelos lentamente de um garoto que não pude ver o rosto pois estava enterrado em seu colo, eu estava pasmado pois nunca IV tratou alguém tão carinhosamente assim, o máximo de carinho dele era um sorriso falso, senti algo estranho em mim mas resolvi ignorar no momento, ele parecia estar concentrado em cantar uma cantiga de ninar que a mamãe costumava cantar para nós, que nem viu o escândalo que eu fiz com as portas ao entrar - na verdade elas não fizeram barulho algum. - Eu tinha a impressão de que já tinha visto aquele menino em algum lugar... 

-  Qīn ài bǎo bèi guāi guai yào rù shuì 
wǒ shì nǐ zuì wēn nuǎn de ān wèi 
bà ba qīng qing shǒu zài nǐ shēn biān 
nǐ bié pà hēi yè 
wǒ de bǎo bèi bú yào zài liú lèi 
nǐ yào xué zhe nǔ lì bù pà hēi 
wèi lái nǐ yào zì jǐ qù miàn duì 
shēng mìng zhōng de yè 
bǎo bao shuì 
hǎo hao de rù shuì ...


A voz do ruivo era perfeitamente linda e melodiosa o que eu nem sabia pois ele nunca canta nem faz essas coisas, sempre foi fechado, confesso que fiquei com um pouco de sono enquanto ele cantava mas estava com um pouquinho de raiva por estar agindo assim com um completo estranho e nunca ter agido assim comigo, droga Zyoon para de pensar nisso... Pigarreio e então tenho a atenção voltada para mim, e seus olhos de desprezo me deram um pouco de medo - na verdade muito medo.

- Quem é esse ai? - Me referia ao castanho.

- Aonde você estava imprestável?

- Resolvendo o que você me pediu oras...


Ele ri sínico. - Eu mandei você trazer Jung Hoseok até mim para eu fazer uma proposta, não mandei você agarrar ele... E ainda por cima não o trouxe... - O mesmo continuava as carícias no outro o que já estava me irritando um pouco, motivo? Não sei, talvez porque ele nunca fez esse tipo de coisa comigo.

Me assusto e então lembro-me que Yoseung pode observar o passado, presente e até mesmo o futuro naquela desgraça de poder  e então não adiantaria de nada eu mentir para o mesmo... Penso em uma boa resposta mais nada vem em minha cabeça. - Você ainda... Não me respondeu...

Ele revira os olhos. - Esse daqui é o seu irmão seu panaca...

- V?! -
Me espanto.

- Não grita infeliz! Vai acordar ele... 

- Que amor fraternal é esse? Você nunca foi assim com nenhum membro da família nem comigo... Por que isso agora?

- Quem é você para questionar o que eu faço?

- Para! Eu só quero saber porquê nunca foi legal comigo...



Ele ri sínico mais uma vez e então pega o outro cuidadosamente em seus braços e coloca sobre o trono e acaricia uma ultima vez o cabelo daquele que ainda estava dormindo o que me fez revirar os olhos.

- Responde Yoseung! Você estava cantando para ele... Nunca em décadas você sequer cantou uma melodia anasalada, por que com essezinho você é diferente?

- V-Você ouviu... Bem, não importa...Então... Agora finge que se importa comigo?

- Uhm?

- Agora finge que se importa caralho? Vocês nunca deram valor a mim! Eu desprezo cada um de vocês, Taehyung foi o único que se arrependeu e quis voltar atrás, ele foi o único que conseguiu despertar um sentimento em mim que não fosse ódio e desprezo, ao contrário de você seu infeliz! Eu odeio essa família maldita! Odeio você! Odeio todos!
- Impressão minha ou a voz dele estava meio tremula?

Aquelas palavras me acertaram em cheio como socos de um valentão, eu não sei como nem onde, mas machucou, eu fiquei quieto enquanto o olhava.

Nem bem pisquei direito e senti seu punho em meu rosto o que me fez virar o mesmo, olho para o outro assutado enquanto colocava a mão sobre o rosto que ardia um pouco, o mesmo estava respirando pesado por conta da raiva e então dou um soco em sua barriga e o mesmo geme de dor, eu não queria ter feito aquilo mas foi impulso e por pura defesa. Vi literalmente as pupilas do outro pegarem fogo logo avançando sobre mim me derrubando no chão ficando por cima de mim enquanto me enxia de socos no rosto, doía... Mas doía ainda mais em meu peito não sei o motivo.

Chuto a barriga do mesmo o fazendo cair sentado e então e então me levanto rapidamente, eu não queria bater nele.

- Eu vou te matar Zyoon! Eu vou te matar! - A fúria em seu olhar era vista de longe, logo o mesmo usa um de seus poderes psiquicos que é controlar a dor e as sensações corporais.

Sinto como se uma garra estivesse me perfurando todo, logo caio de joelhos no chão e lágrimas saem dos meus olhos sem eu permitir, eu já estava ficando sem ar. - Para! Por favor! Para!

O mesmo veio se aproximando lentamente e junto a isso a dor aumentava mais e mais. - Eu disse... Que vou te matar... - O mesmo foi tirando uma faca , não um comum mas sim uma em cor negra bem afiada que tinha um rubi verdadeiro na mesma, também estava cheio de coisas malignas, aquela faca era literalmente amaldiçoada, tremi e comecei suar frio enquanto a dor aumentava mais e mais.

- P-Por favor... N-não...

- Sim... Seu cretino... Você merece morrer de vez. -
Recebo um chute e então o mesmo para em cima de mim sentando em meu colo logo o mesmo para com seus poderes psiquicos mas ainda estava doendo.

O outro pega a faca e então passa lentamente sobre minha bochecha a fazendo queimar, solto um grito de dor enquanto algo preto escorre pela minha bochecha e o outro ri maleficamente. - NÃO! AIGH! ISSO DÓI! PARA COM ISSO! YOSEUNG EU TE AMO!

- AMOR FRATERNO NÃO VAI ADIANTAR AGORA!
- O mesmo posiciona a faca acima da cabeça obviamente para enfia-la sobre meu peito.

- NÃO É AMOR FRATERNAL! - O mesmo me olha surpreso, que merda eu acabei de falar? 

- VAI PARA O INFERNO ZYOON! - Já era, era meu fim... O mesmo já a segundos de enfiar aquela faca em mim.


Notas Finais


<3

LEIAM AS NOTAS DO AUTOR

<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...