História Dope - Capítulo 62


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Anjos, Bts, Criaturas Misticas, Demonios, Dope, Dragões, Jikook, Kookmin, Lobos, Menage A Trois, Mistério, Namjin, Policial, Sugamonjin, Taeseok, Trheesome, Vampiros, Vhope, Yaoi, Yoonamjin, Yoonjin
Exibições 562
Palavras 669
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


N sei oq dizer suhaushaus
só desculpa pela historia estar confusa e nadaver sabe pela 9183 vez é minha primeira fic

Capítulo 62 - Swin-ahob. (59)


Fanfic / Fanfiction Dope - Capítulo 62 - Swin-ahob. (59)

✌ ✌ ✌ Kim Taehyung Ponto De Vista ( Inativo )  ✌ ✌ ✌

♱ ♱ ♱ ​Kim Yoseung Ponto De Vista ♱ ♱ ♱



O outro largou a faca sobre o chão e então e então fechando lentamente os seus olhos enquanto o seu corpo pesava.

- TAEHYUNG ! - Grito e então corro até o mesmo o segurando em meus braços antes que pudesse cair. - Não... Não! - Uma lágrima ousada que faz mais de séculos que não escorre pela minha face estava correndo pela mesma, tudo culpa de Taehyung! Por que essa garoto mexe com meus sentimentos de uma forma diferente? Justo o que eu mais criei ódio toda a minha 'vida'

Abracei o corpo do outro enquanto chorava de joelhos no chão, era MEU Kim Taehyung que estava entre a terra e o inferno neste momento... Abro os olhos e então fito o outro ainda no chão me olhando espantado provavelmente pois nunca me vil chorar, e também assustado com o que acabou de ocorrer, meu sangue ferveu no momento.

- Isso é tudo culpa sua! SUA!!! MEU TAEHYUNG NÃO ESTARIA ASSIM SE FOSSE VOCÊ! SE FOSSE POR MIM VOCÊ NUNCA TERIA NASCIDO! - Grito derrubando mais lágrimas ainda e então o mesmo se levanta e pude jurar que antes de sair correndo para não me importa onde, vi seus olhos marejarem e uma pequena gota salgada escorrer de seus olhos.

Não me arrependi daquelas palavras, na verdade queria ter dito muito mais mas agora eu precisava cuidar do meu verdadeiro dongsaeng pois Zyoon já nem considero como alguma coisa da família. O segurei no colo e então corri pelo castelo desesperado, eu não há via em lugar algum.

- Zya! - Gritava. - Zya! ZYA! 

Cheguei a Pink Room que já estava com a sua coloração devido a lua cheia que refletia nos vidros, entrei rapidamente no cômodo com Taehyung ainda em meus braços e a garota de cabelos rosados e um longo vestido entre as cores marrom, rosa bebê e branco, pele pálida como de todos nós parecia estar olhando em uma espécie de espelho e logo ao perceber minha presença vira-se e me olha com espanto.

- IV? O que aconteceu? Quem é esse?

Fui mais próximo da mesma e ela fez o mesmo. - Ele se cortou com a Knife Jiog... Por favor... Cura ele... - Eu tentava parecer forte, odiava ser fraco mas eu não conseguia.

- O QUE ELE FEZ?! - Ela olha para mim espantada talvez por eu estar chorando ou talvez pelo que eu disso ou até mesmo os dois, ela olhou com cuidado para o corpo em meus braços e ficou pasma. - V?!

- S-Sim Zya... Ele está de volta... Por favor cura ele... Eu te dou o que você quiser... Por favor...

- Tá... Calma, calma... Isso gasta muito de minha energia, essa ferida então vai me esgotar... Mas bem, é o V então eu faço...

- Muito obrigado! Mesmo!


Tive sorte dela sempre ter uma quedinha por ele e então foi mais fácil convence-la, o coloquei sobre a cama da mesma que então ficou ao lado dele, a marca de seu braço ficou mais visível e com um contorno cor de rosa, seus olhos agora totalmente esbranquiçados enquanto colocava a mão em cima do braço ferido do mesmo, então sinto uma brisa forte sobre o quarto e seus cabelos rosados e compridos balançam com o mesmo.

- Progonikí Escápio.
Theós tis íasis
Epoúlosi aftó to aprósekto sóma
Kai páli na theopoiitheí
Amín.


Após pronunciar aquelas palavras em uma língua estranha o corpo de Taehyung começa a brilhar de forma intensa e eu tive que virar o rosto pois a luz chegava a cegar, as feridas do mesmo se fechando com a própria carne dava um pouco de agonia e logo o corpo do mesmo se mexe e a luz termina, a jovem cai no chão desmaiada por conta de suas forças terem ido por um momento, logo logo ela estaria bem novamente. 
 


Notas Finais


perso nova tataattatatata
acharam que essa historia das vidraças ia ser inutcho né? hmmm -q


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...