História DORES DA ALMA 1° TEMPORADA LEMBRANÇA PROFUNDA - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 1 Litro de Lágrimas (Ichi rittoru no namida)
Personagens Personagens Originais
Exibições 2
Palavras 743
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse aqui e o primeiro capitulo do livro espero que gostem

Capítulo 1 - Dores da alma


Fanfic / Fanfiction DORES DA ALMA 1° TEMPORADA LEMBRANÇA PROFUNDA - Capítulo 1 - Dores da alma

Entao como voces ja sabem meu nome e Kaike é eu estou afim de compartilha minha dor e sofrimento com voces, entao tem acontecido muitas coisas ruim comigo que me deixou no fundo do porço...

No dia 31/01/2016 foi o primeiro ocorrido... Em um domingo ensolarado eu me levantei da cama umas 8:00 horas pra limpa a casa com a minha familia e como de costume coloquei meu celular pra conectar ao som pra ouvir-mos musica enquanto limpamos a casa, mas antes disso acontecer eu levante liguei minha internet e tinha uma mensagem de minha mae no whatsApp, fiquei curioso pra ver e quando desbloquiei o celular a primeira coisa que fiz foi ir pro whats e ouvir o audio que minha mae tinha me enviado

-com uma voz tremula e chorosa minha mae fala: Kaike  eu quero te dar uma noticia ruim

- eu ja imaginava o que era pelo fato de que minha mae ja esta chorando

- ohh meu filho eu queria muito esta ai pra te dar um abraço, pra te conta essa noticia ruim, lamento em dizer mas seu pai faleceu

-(silencio...)

Minha tia na cozinha fala com com a filha,bruna o pai de Kaike merreu, Kaike  pergunta que dia foi?

-digito...mas quando isso aconteceu?

-com um audio minha mae responde, foi hoje de manha filho, sua vó que me disse,ohhhhh filho como eu queria esta ai do seu lado pra te da um abraço eu sei que voce amava o seu pai

Nesse momento a casa todo ficou me silencio...

Desconectei meu celular do som e fui andando sem reaçao nenhuma pra lavanderia sentei no chao e começei a ouvir o audio que minha mae tinha me mandado(filho seu pai morreu) e começei a chora foi naquela hora que a ficha tinha caido,meu pai tinha morreido meu pai,logo o meu pai, meu heroi, minha vida,minha razao de viver...

Afinal de contas no dia 31/01/2016 meu pai tinha morrido de cançer,nao sei locoliza o lugar certo onde o cançer estava, os medicos disse que o cancer tinha tomado parte do corpo todo, a mas de um ano eu descobrir que ele estava com cançer, e sempre me perguntei o que seria da minha vida sem um pai? Sem uma pessoa pra me amar, sem um homem pra eu chama-lo de "pai",eu sempre tive medo de que o pior fosse aconteçe,nesse momento de dor eu sempre quis fica sozinho, não¡ sozinho não queria fica com bruna a pessoa que me entendia de verdade,quando eu mas precisava era com bruna que eu contava, e assim foi... Sentado no chao da lavanderia eu chorava enloquecidamente,porque? Porque o meu pai? E agora o que vai ser de me sem o meu pai? Era muitas perguntas sem respostas, eu so fazia chora e a gritar pra dentro de me mesmo naquele momento meu chao sumiu fiquei sem rumo, e sem direção

-Bruna sai do banho e vai ate a lavanderia pra estender a toalha molhada no varal, e me encontra sentado ouvindo o audio da noticia que meu pai tinha morrido, e chorando, ela vem senta ao meu lado e coloca minha cabeça em seus ombros,e cada vez que ela acarisiava minha cabeça eu chorava, enquato eu tava com a cabeça no ombro de bruna, passou um filme na minha cabeça "Quando eu morei um ano com meu pai, quando agente ia pra igreja juntos, dos momentos de dialogo, das historia que ele contava da infancia dele..."

E as lagrima rolava a cada lembrança que tinha do meu pai ,com o celular nas mao digito...que horas vai ser o intero?

-Com um audio minha mae responde... Vai ser hoje de tarde filho as 15:00 horas.

-E aonde vai ser um intero?

-Vai ser lá em Simoes filho mesmo,filho eu vou ter que sair vou me arruma pra ir pro intero.

-Ta bom mas depois me conta tudo.

-Nao obtive resposta, pois ela ja nao estava mas online.

Em seguida decido que nao vou mas fica ali naquela lavanderia chorando,levanto enchugo o rosto

-(Bruna)- vai pra aonde fica aqui!

-Nao tenho que limpa a casa

-Ata pode para...

-Nao vou fica aqui chorando vamos limpa a casa, falo lavando meu rosto na pia, enchugo meu rosto em uma tolha que estava entendida no varal e saio caminhando pelo corredor ate chega dento de casa...

-Chego em casa e com o rosto ainda enchado e com os olhos vermelho, e sou surpriendido por um abraço apertado e demorado, era minha tia...

-(janda) oh "tio" nessas horas nao tem nenhuma palavra de conforto que possa ajuda, so deus mesmo...


Notas Finais


Iai gostaram? Esse foi so o início


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...