História Dr. Watson, conselheiro amoroso - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sherlock
Personagens Dr. John Watson
Exibições 18
Palavras 905
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Mostre interesse


Fanfic / Fanfiction Dr. Watson, conselheiro amoroso - Capítulo 2 - Mostre interesse

De:John H. Watson <[email protected]>

Enviado: quinta-feira, 1 de setembro de 2016 16:20

Para: Sherlock Holmes < [email protected]>

Assunto: RES: Res:  ATENDA A PORCARIA DO CELULAR

 

 

Não, espere, NÃO SAIA DE CASA COM A ARMA.

Eu o conheço, você irá atrás desse novo médico com ela.

*APENAS NÃO FAÇA ISSO*

Lembre-se que você acabou de ganhar o perdão real por assassinar CAM e ser exilado do país.

(ao qual eu e Mary agradecemos a sua ajuda)

Deixe a arma em casa, eu mesmo passo e a pego.

Mas sobre ir falar com Molly, companheiro, vá e fale com a garota.

Seria mais fácil do que você ficar rondando a casa dela, pagando sem tetos para vigia-la, usar da rede de câmeras do seu irmão para monitorar cada passo da mulher.

Isso não é romântico, isso se chama comportamento obsessivo. E é crime. Se Molly, quando descobrir isso, resolver denunciar, acredite em mim, haverá muitas, muitas testemunhas contra você.

O que eu sugiro ao invés é que você corteje-a.

Sim, isso é normal e não chato. Pessoas gostam de se verem valorizadas por alguém e as mulheres em especial apreciam quando seus parceiros procuram fazer algo que as agrade.

Mas atenção Sherlock, por mais que Molly seja uma profissional excelente e renomada na sua área, não fique mandando imagens de corpos dissecados para que ela veja como você também se interessa no assunto, é nojento.

Ao invés, tente convidá-la para sair PARA UM ENCONTRO REAL, envolvendo um cinema ou o teatro, depois um jantar, leve-a para dançar.... Há muitas opções.

Opções que não sejam leva-la para um caso!

Levar a garota que você tá afim para desvendar algum crime abominável nos subúrbios de Londres não é considerado um encontro Sherlock, apenas desista dessa ideia!

Assim, também seria ótimo se você não deduzir ela a cada oportunidade.

Por alguma razão estranha, obscura e esquisita Molly gosta de você, então, sendo o sentimento recíproco, não é necessário todo esse show que você insiste em fazer quando estar perto dela.

 

São passos simples Sherlock, as vezes, o caminho do amor não é tão complexo e nem tão difícil.

E depois, você é um herói nacional (graças ao meu blog!) então o que é um oncologista, 14º na linha da sucessão, ganhador do prêmio Nobel, rico (Mary mencionou) perto de um homem que sabe dizer 50 tipos diferentes de cinzas e inventou a própria profissão?

As chances estão ao seu favor

_______________________________________________________________

 

De:John H. Watson <[email protected]>

Enviado: quinta-feira, 1 de setembro de 2016 16:30

Para: Sherlock Holmes < [email protected]>

Assunto: RES: Res:  ATENDA A PORCARIA DO CELULAR

 

 

 

Além do mais Sherlock, vocês se conhecem a quanto tempo?

Seis, cinco anos?

Convivência é tudo, tempo de proximidade é muito mais importante do que a paixão fulminante.

Se bem que no seu caso não é o melhor, afinal ela provavelmente conhece todos os seus defeitos.

Da mania insuportável em organizar as meias alheias, ao problema com as drogas (que já superamos)

Mas ainda assim, quando duas pessoas convivem juntas passam a saber lidar uma melhor com a outra.

Você lembra de Sarah? Não, provavelmente não.

Sarah é aquela ruiva que conheci durante o caso “O banqueiro cego”.

 A princípio eu pensei que não daria certo entre nós dois (graças a você), nosso relacionamento era muito físico, próximo. Mas então foram uns dos melhores momentos da minha vida

(só não conte isso para Mary, eu não acho que mencionei esse namoro em particular para ela e ela não lida muito bem com minhas ex's).

Enfim, isso mostra que pode haver uma esperança para você Sherlock.

Você é meu melhor amigo, um idiota muitas vezes sim, mas ainda o considero como um irmão e eu apenas desejo vê-lo feliz.

Saia desse mau humor, responsa minhas mensagens de texto e poderemos conversar.

___________________________________________________________

 

De: Sherlock Holmes < [email protected]>

Enviado: quinta-feira, 1 de setembro de 2016 16:31

Para: Mary M. Watson < [email protected]>

Cc: John H. Watson <[email protected]>

Assunto: Enc: RES:  ATENDA A PORCARIA DO CELULAR

 

Mensagem encaminhada a partir de John H. Watson <[email protected]>

 

"Além do mais Sherlock, vocês se conhecem a quanto tempo?

Seis, cinco anos?

Convivência é tudo, tempo de proximidade é muito mais importante do que a paixão fulminante.

Se bem que no seu caso não é o melhor, afinal ela provavelmente conhece todos os seus defeitos.

Da mania insuportável em organizar as meias alheias, ao problema com as drogas (que já superamos)

Mas ainda assim, quando duas pessoas convivem juntas passam a saber lidar uma melhor com a outra.

Você lembra de Sarah? Não, provavelmente não.

Sarah é aquela ruiva que conheci durante o caso “O banqueiro cego”.

 A princípio eu pensei que não daria certo entre nós dois (graças a você), nosso relacionamento era muito físico, próximo. Mas então foram uns dos melhores momentos da minha vida

(só não conte isso para Mary, eu não acho que mencionei esse namoro em particular para ela e ela não lida muito bem com minhas ex's e considerando sua linha de trabalho anterior, ela é um problema rsrsrsr).

Enfim, isso mostra que pode haver uma esperança para você Sherlock.

Você é meu melhor amigo, um idiota muitas vezes sim, mas ainda o considero como um irmão e eu apenas desejo vê-lo feliz.

Saia desse mau humor, responsa minhas mensagens de texto e poderemos conversar."

 

Sherlock Holmes

www.thescienceofdeduction.co.uk

Detetive Consultor -Único no mundo

221b, Rua Baker, Londres

(só entre em contato caso seja estritamente importante)


Notas Finais


Mais uma resposta emocional as novas fotos de divulgação da 4ªT
Por que todos estão tão sérios? tão tristes?
Há uma foto da sra. Hudson que parece ser em um... funeral?! (nãoooo)
E onde está Molly nas fotos?
Onde estão fotos dela vestida de noiva ao lado de Sherlock na abadia de Westminster?????


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...