História Drácula (Ziall Au! Adaptação) - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Larry, Niall Horan, One Direction, The Originals, Tvd, Zayn Malik, Ziall
Exibições 247
Palavras 2.401
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Pessoas lindas e maravilhosas, só para relembrar que esse é o penúltimo capítulo da fic </3

Finalmente está acabando, não vou demorar postar o último, prometo.

Enjoy it!

Capítulo 25 - Drácula Always and Forever IV


Fanfic / Fanfiction Drácula (Ziall Au! Adaptação) - Capítulo 25 - Drácula Always and Forever IV

 

2016  

- Você de novo aqui?_ Zayn perguntou quando chegou em casa após ter ido caçar. Havia chegado em casa e Niall estava em sua cozinha fazendo miojo.

- Culpa sua._ respondeu mostrando a bochecha com o indicador para Zayn o beijar.

O vampiro coçou a nuca, sorriu vencido e foi até ele, quando se aproximou sua boca da bochecha para lhe beijar, Niall virou o rosto e Zayn acabou beijando sua boca.

- Idiota._ disse sorrindo, o abraçando por trás, olhando para a panela que o mais novo mexia._ E por que é culpa minha que você não sai mais daqui? Você que quis que fôssemos um casal moderno, cada um na sua casa, mesmo que essa casa fosse no mesmo prédio, porém você não sai daqui. Pare de fazer seus pais pagarem aquele aluguel sem necessidade e venha morar aqui de uma vez._ falou mordendo de brincadeira o pescoço dele.

- Nós estamos no século XXI, não precisamos morar juntos, namorar é bom, principalmente quando o namorado mora apenas um andar acima do seu. E achei que fosse bom termos nosso espaço, já que preciso ensaiar e estudar e você dormir durante o dia e eu podia te atrapalhar.

- Mas você não sai daqui, acho que tem uma semana que não vai ao seu apartamento. Têm roupas suas espalhadas para todos os lados._ Niall apenas sorriu, sem nem um pouco de vergonha._ Na verdade, tem roupa demais... Em você.

Zayn abriu a moletom que ele usava e suas mãos entraram em baixo da sua camiseta, enquanto beijava seu pescoço, suas mãos exploravam o abdômen liso do irlandês, interrompendo-o de cozinhar. Niall apoiou suas costas no peitoral de Zayn, fechou os olhos e encostou a cabeça no ombro do moreno, que ainda arranhava seu abdômen e dava leves mordidas em seu pescoço.

A mão de Zayn desceu lentamente para sua calça, abriu o zíper e a desceu, Niall desligou o fogão, desistindo de cozinhar e com a ajuda dos pés, terminou de tirar e calça.

Zayn o virou para ele, beijou sua boca, o ergueu e o colocou na bancada de mármore da pia, sem interromper o beijo.

- Estou aqui há quase uma semana porque você irá viajar para a Europa, então aproveitarei o quanto posso sua presença._ Niall disse quando o vampiro parou de beijar sua boca para beijar seu pescoço.

- A desculpa é boa._ falou sorrindo, e chupando seu pescoço, o fazendo soltar um gemido baixo._ Você já fez isso antes, e eu não ia para lugar nenhum.

- Cala a boca._ falou sorrindo, o trançando suas pernas na cintura de Zayn, que ao ficar mais próximo, apertou sua banda, querendo mais contato, e o mordeu com mais força.

- Respeito com os mais fortes e mais velhos.

Niall choramingou, sabia que isso sempre acontecia quando, mesmo brincando, o desrespeitava, mas ainda assim, sempre cometia esse erro, brincar com quem revidava.

O mais velho, o carregou para a mesa e o deitou lá, em cima da toalha recém colocada pelo mais novo.

- Eu ia comer nessa mesa._ resmungou.

- Ainda pode come nela, mas eu comerei primeiro._ falou sorrindo e beijando seu abdômen, e seguindo em direção à virilha do mais novo, que ao gemer, não viu mais nenhum motivo para reclamar. Zayn, viu um sorriso surgir no rosto do estudando, quando brincou com o cós da boxer._ Tem mais alguma reclamação a fazer?

- Por que ainda não está me comendo?_ o provocou, fazendo Zayn retirar sua boxer de uma vez e o possuir.

 

***

- Quero reconsiderar sua oferta._ Niall falou já quase dormindo, na cama de casal que o Zayn colocou em um dos quartos de seu apartamento.

- Que oferta?_ Zayn perguntou olhando para fora pela janela, já triste que em menos de uma hora o sol nasceria, e na noite seguinte viajaria.

- De morar junto._ disse o abraçando apertado, estava sofrendo com a partida dele, sempre era esse clima quando o mais velho viajava.

- Perdeu a oportunidade.

- Malvado._ reclamou mordendo o peito pálido dele, só para ter o prazer de ver a pele se regenerar._ E pra falar a verdade, não queria apenas que me pedisse para se mudar, como me ofereceu uma vez.

- Então o que quer?_ Perguntou alisando seus cabelos.

- Algo a mais._ respondeu bocejando.

- Durma.

Zayn beijou sua testa, já sabendo o que o mais novo queria. Mas só o faria depois, o estudante tinha um curso de música para finalizar.

E ainda tinha o argumento que  Niall usou quando sugeriu que morassem juntos, e fazia todo sentido:  agora era outra época, mesmo que alguns ainda olhassem estranho para casais do mesmo sexo, não podiam fazer nada, as pessoas eram livres para escolher o que quisessem, sem que fossem severamente julgados. Então  podiam ser um casal moderno que moravam em casas separadas. 

Niall não demorou dormir, estava cansado, mais uma noite que havia passado da hora de dormir.

Mas essa era sua rotina agora: acordar cedo para estudar, passar o dia todo estudando, ou fazendo estágio, ou ensaiando, pois quis adiantar o máximo de matérias possíveis. Chegava em casa às 16h e dormia até às 22, e então ficava com o Zayn até quase o amanhecer. Faziam de tudo nesse horário, conversavam, saíam com os amigos, sozinhos, e é claro, transavam.

Porém Zayn sabia o esforço que o mais novo fazia, mas ainda assim não quis transformá-lo, e também não o transformaria quando se formasse, queria que ele vivesse como violinista por algum tempo, e como vampiro não daria, pois teria que viajar, e muitas das apresentações seria durante dia. Niall estudava tão arduamente que não queria que ele jogasse tudo para o alto.

Zayn estava confiante de que dessa vez, tudo daria certo, Niall e ele viveriam juntos por muitos anos, sentia que o universo lhes pagaria com a eternidade todos os anos afastados.

 

2018

O vampiro andava na chuva fina em direção ao Central Park, ao acordar, a primeira coisa que viu em seu celular foi uma mensagem do Niall, o dizendo para encontrá-lo no lugar em que haviam se beijado pela primeira vez. Disse que era urgente, que devia encontrá-lo primeiro, antes de se alimentar. Mesmo não achando uma boa ideia, concordou.

Não gostava de ver o Niall sem se alimentar, pois sempre que o via assim, misturava desejo com fome, e os resultados não eram muito bons para o humano. Se alimentava dele apenas algumas vezes, mas não o queria fraco, ou doente.

O mais novo não estava no caminho em que se beijaram e sim sentado embaixo da árvore em que se alimentou dele pela primeira vez após o reencontro.

- O que faz aqui no escuro?_ Zayn perguntou se aproximando.

- Se alimente de mim pela última vez._ Falou sério, deixando o case com o violino no chão.

- C-como?_ perguntou sentindo um frio tomar conta do coração.

- Quero que se alimente de mim essa noite, pois será a última vez que me verá como um humano._ disse categórico. Niall se aproximou, e o beijou, enquanto o maior o abraçava aliviado. Pensou que o estudante tivesse desistido dele.

- Não vou te transformar, já conversamos sobre isso durante esses dois anos e você concordou.

- Não concordei, apenas não queria discutir, mas eu tomei uma decisão desde que me apaixonei por você, que queria ser o que você é, não porque gosto da possibilidade de ser um vampiro, mas por causa da possibilidade estar com você, para sempre.

- Eu sei, e vamos ficar, mas podemos esperar...

- Eu não vou esperar, se não me transformar, irei até o Liam, ele já concordou em fazer isso, caso você volte atrás com sua palavra. Pois prometeu que faria após minha formatura.

- Mas isso é um complô?_ perguntou com raiva, se soltando dele.

- Sim, pois você não quer cumprir com o que disse, que me transformaria assim que terminasse a faculdade.

- Sim, mas eu pensei que seria em quatro anos, e não três. Você jogou sujo, e conseguiu se formar em menos tempo.

- Você não disse prazo, e eu cumpri com a minha palavra, estou formado, agora cumpra a sua e me transforme.

- Transformo sim, como prometi._ disse não deixando de ficar feliz, tentou de tudo para não ser egoísta e pensar também no Niall, mas fez uma promessa ao namorado e a si mesmo, e cumpriria.

- Eu não vou me arrepender Zayn, eu sinto isso._ falou segurando as mãos do vampiro._ Sei que tem medo que te culpe por algo no futuro, mas não vai acontecer. Ser músico é meu sonho, mas ter você é minha vida, meu sentido. E isso está tão claro para mim, que nem em um momento sequer, duvidei ou vacilei, tenho convicção do que quero. Primeiro, quero que se alimente, depois quero que me beije, depois, que me transforme._ Niall sorriu e beijou o vampire, que emocionado, lhe correspondeu.

- Hoje vou me alimentar, te beijar, fazer amor com você._ Zayn desceu o beijo para seu pescoço, e em seguida o mordeu._ Mas transformar, só depois.

- Não..._ choramingou cansado.

- Primeiro ficará uns dias com seus pais, depois vai se despedir do sol, já que nesses três anos você só estudou, não deu para apreciar o calor do sol, e só depois que se despedir, te transformarei.

- Concordo com suas decisões. Já pode começar agora a comer, a beijar e depois a comer de novo, mas de outra maneira, obrigado.
 

- Pornográfico._ falou já cravando os dentes dele, substituindo o sorriso descarado do mais novo por uma expressão de dor.

 

 

***

Zayn pousou em terras brasileiras com Niall ao seu lado, mesmo chegando à noite, o clima tropical invadiu. Eles chegaram ao Galeão, aeroporto internacional do Rio, e precisaram passar a noite lá, pois Zayn precisava viajar às prestações, por conta de sua condição de ser escravo da noite. 
 

 

Niall passou um mês com os pais, pois só os veria agora como vampiro, mas não estava preocupado, Zayn o acalmou e disse que desde que tivesse bem alimentado, não teria problema em ver os pais após a transformação.

- Quem diria que você faz plágio._ Niall comentou na pedra do arpoador em Ipanema. Eles iriam para Salvador na noite seguinte, pois Zayn insistiu em parar lá, e em seguida iriam para Pernambuco, pois Niall queria ir a Fernando de Noronha.
 

 

- Plágio? Só se for do Titanic._ falou abraçando Niall por trás, imitando a famosa cena do filme, enquanto o vento agitava seus cabelos e roupas.

- Não estou falando desse filme._ disse gostando de estar abraçado a ele._ Estou falando de um com vampiros, lobos, triângulo amoroso, bebê mutante que pega o amante da mãe.
 

 

- Eu?_ perguntou revoltado._ Desde quando estou plagiando Crepúsculo?

- Estamos no Rio, assim como eles na lua de mel.
 

 

- Primeiro: isso não é uma lua de mel._ rebateu dando um sorriso vitorioso ao ver o Niall se virar para o encarar empurrado, com os braços cruzados e batendo pé._ Segundo, você me obrigou a assistir esse filme e todos os outros que envolviam vampiros. Terceiro: você quem comentou enquanto assistíamos que queria conhecer o Rio.

- Chato.
 

 

Niall tornou lhe dar as costas,  observou a praia, vendo algumas pessoas caminharem no calçadão de noite.

- Rose. Rose._ Zayn brincou, voltando a abraçá-lo  por trás, que tentou de tudo controlar o sorriso, ao ouvi-lo imitando o Jack na cena em que estava quase morrendo congelado._ Eu quis o Brasil, e no verão, pois queria que se despedisse do sol e do calor. Amanhã de manhã, irá acordar cedo, ver o sol nascer, irá nadar no mar, correr ao sol, sentar para tomar uma água de coco. Irá ver o Cristo também, à tarde  apreciará o pôr do sol no Corcovado, ou algum outro lugar alto. E fará isso todos os dias nessas praias em que formos nesses últimos dias como humano.
 

 

- Obrigado._ Niall se virou para ele e o abraçou, deitando a cabeça em seu peito._ E se você queria que eu me despedisse do sol porque não me levou ao Alasca? Tem épocas lá que é sol nas 24 horas do dia._ brincou.

- E como que eu iria ficar? 24 horas dentro de um caixão.
 

 

- Verdade._ Niall falou sorrindo, ainda abraçado a ele.

- Sem contar que lá é frio. Pensando bem, era para você ter isso pra lá, quem sabe com a cabeça fria pensava melhor sobre o fato de se transformar agora.
 

 

- Não, eu nunca vou me arrepender._ disse o abraçando ainda mais forte._ Vai doer quando sugar minha alma?

- Você está no livro errado._ Zayn respondeu sorrindo._ Não sou um dementador para sugar sua alma. Vou te matar e não te sugar.
 

 

- Tanto faz._ falou sorrindo também.

- Dói um pouco, mas eu estarei ao seu lado o tempo todo._ 
falou o beijando.
 

 

- Não quer reconsiderar a ideia da lua de mel?_ Niall interrompeu o beijo, mordendo o lábio inferior.

- A lua, deixamos quietinha no céu, mas o mel... Por que não reconsiderar?_ sugeriu voltando a beijá-lo.
 

 

- Mas para ter o mel da lua, falta alguma coisa._ Niall disse ao se afastar um pouco, porém seus braços ainda estavam no pescoço do mais velho.

- Uma cama._ o provocando, sabia que se referia a casamento, pois sempre que podia ele vivia jogando indiretas em relação a isso.
 

 

- Miserável._ exclamou mordendo a boca dele,  Zayn revidou e mordeu a dele também, mas o trouxe ainda mais perto, o segurando pela cintura.

- O que é isso?_ perguntou ao sentir algo duro na cintura do mais velho.
 

 

- Já ia me esquecendo.

Zayn se afastou do mais novo e tirou a adaga escondida no cós da calça, era de sua família, mas que ficou com o Niall do passado._ Um dia te explico o porquê disso, mas agora só saiba que essa adaga infeliz já me causou sofrimento demais._ falou atirando-o no meio das ondas, o mais longe que sua força de vampiro conseguiu.
 

Nath havia se suicidado com a adaga , e o Niall fora assassinado com ela também, e não a queria mais perto do Niall atual, não correria mais nenhum risco.

 

Por trás de toda a verdade sobre mim

Está tudo o que você é

Ed Sheeran~Everything You Are

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...