História DragBruxos - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Argo Filch, Barão Sangrento, Bellatrix Lestrange, Dorcas Meadowes, Harry Potter, Hermione Granger, Lílian Evans, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Minerva Mcgonagall, Pedro Pettigrew, Personagens Originais, Remo Lupin, Rúbeo Hagrid, Severo Snape, Sirius Black, Tiago Potter
Tags Bruxaria, Dragões, Fanfic, Harry Potter, Hogwarts, Magia, Marotos, Severo Snape
Exibições 26
Palavras 503
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorou, mas saiu!

Capítulo 3 - A Garota


Depois da conversa com Dumbledore, a morena foi liberada. Ela ainda pensava no quanto Dumbledore era estranho.

O velho queria que ela ficasse próxima de Severo Snape? Ele seria idiota de colocar qualquer um perto dela? Ele deveria ter batido a cabeça muito forte.

Devia adimitir, quis proteger Snape. Sabia como ele se sentia, em diversos aspectos. Sozinho, trocado, esquecido e ainda humilhado.

Um pacote completo de merda de hipogrifo. A garota pensou, realmente, bosta de hipogrifo tinha um cheiro péssimo, descobriu de uma forma bem desagradável.

Hipogrifos. Isso a lembrou que teria que ir à floresta essa noite. Ou hipogrifos e unicórnios bem zangados viriam atrás daquela que agia como "guardiã" deles.

Enquanto a morena viajava em pensamentos confusos, indo até algum lugar aleatório do castelo, Severo ia para a segunda aula de herbologia do dia.

Ainda teoriazando sobre o ato da garota. Devia tirar aquilo da cabeça. Sentiu uma repentina onda de arrependimento por não perceber que entrou no caminho dos Marotos.

-Ranhoso! O que faz tão perto da torre da Grifinória?-Tiago Potter falou.

-Veio para apanhar mais um pouco?-Pedro sibilou.

Severo não respondeu, apenas olhou para eles. Sirius puxou a varinha, pronto para fazer algum feitiço e imobilizar Severo.

-Oh meninos! Se queriam ganhar mais uma surra, e perder o ínfimo de dignidade que tem, deviam ter apenas me chamado!-uma voz feminina disse por trás de Snape.

Todos olharam para a garota. Ela vestia um uniforme parecido com o dos garotos, mas mais feminino.

Usava as cores da Sonserina. Tinha cabelo preto avermelhado, olhos cinza, e aquele sorriso insuportável. A garota da aula de Runas.

Snape notou uma adaga ou faca embainhada e presa ao cinto da garota, em sua cintura. Porque ela tinha aquilo?

-Kyoko.-Sirius rosnou.

-Claro que não. Sou a tua mãe.-Kyoko colocou as mãos nos bolsos.-E então? Vão continuar o que estavam fazendo ou estão sem coragem?

-Acha que pode contra três?-Potter questionou.

-Não acho, tenho certeza.-o sorriso da garota aumentou ao ver a irritação deles.-Então.....?

-Não batemos em garotas.-Pedro falou.

-Claro, desculpa clássica. Covardes.-ela continuava a sorrir, como se aquilo fosse algo muito engraçado.

-Covardes? Você não aguentaria um minuto contra nós.-Sirius disse.

-Aham, claro. Sonha bastante.-Kyoko debochou.

-O que está acontecendo aqui?!-um monitor chegou.

Ele era da Lufa-Lufa. Parecia pronto para mandar todos para diretoria.

-Nada. Apenas uma conversa de grifinórios e sonserinos. Algum problema?-a garota disse, incrivelmente convincente.

-N-não, mas vão! Circulando! A próxima aula já vai começar.-a firmeza das palavras era bem questionável.

Todos assentiram e começaram a andar para suas direções. Kyoko acompanhou Snape até perto do Malfoy.

-Até mais.-ela acenou já indo em outra direção.

-Porque fez aquilo?-Snape questionou.

-Uh, odeio aqueles caras.-ela deu ombros.

A garota andou até sair da vista de Snape. Então, ela era sonserina e se chamava Kyoko. Um nome meio japonês.

-Porque estava com aquela garota, Severo?-Lucius questionou.

-Me seguiu.-ele usou a primeira desculpa que achou.

-Jura? Que sorte ruim pra garota cara, justo a estranha?-Bellatrix se divertia.

Severo deu ombros, dizendo que a dispensaria logo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...