História Draghi Máfia (Interativa) - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Katekyo Hitman Reborn!
Personagens Adelheid Suzuki, Cozarto Simon, Dino Cavallone, Giotto Vongola, Gokudera Hayato, Haru Miura, I-Pin, Julie Katou, Kaoru Mizuno, Koyo Aoba, Kozato Enma, Kyoko Sasagawa, Kyoya Hibari, Lambo, P. Shitt "Shitopi-chan", Personagens Originais, Reborn, Rokudo Mukuro, Ryohei Sasagawa, Tsunayoshi "Tsuna" Sawada, Yamamoto Takeshi
Tags Draghi, Interativa, Katekyo Hitman Reborn!, Khr, Máfia, Revelaçoes, Romance
Exibições 28
Palavras 3.090
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yooo! Estamos com mais um capitulo especial!!!
Deu muito trabalho... Vocês não imagina a trabalheira que deu para fazer... E ainda o capitulo especial do aniversário do Reborn ficou meio fraco... Porque estava sem criatividade...
E para vocês terem ideia era para eu estar dormindo esse horário...
Amanhã talvez terá do Tsuna...
A capa foi feita por mim, só que as imagens utilizadas não são de minha autoria. Mas dou créditos as autoras ou os autores das imagens.
E feliz aniversário para nosso querido hitmam!

Kissu com doces!! Boa leitura!! =3=

Capítulo 19 - Capitulo Especial- Aniversário do Reborn


Fanfic / Fanfiction Draghi Máfia (Interativa) - Capítulo 19 - Capitulo Especial- Aniversário do Reborn

[Miyuki Narração]

Acordei durante uma madrugada e não consegui dormir novamente com um pressentimento de estar esquecendo de alguma coisa. E me levantei completamente derrotada pela minha falta de sono. Fui para o banheiro fiz as minhas coisas. Vi o relógio vi que ainda tinha algum tempo para treinar, desci as escadas normalmente me dirigindo para a sala de treinamento.

Ainda bem que os meus pais com o meu irmão e meus primos foram para o outro lado do Japão visitar alguns parentes. Eu não fui por causa das aulas, e disseram que iriam ficar por ali para a minha felicidade única. Porém faz tempo, nem sei se eles voltaram par ao Brasil novamente.

[Nota: Por isso que nesses tempos a família da Miyuki não estava aparecendo. ]

Eu: ... _vou para a cozinha para pegar alguma coisa para comer. – Ah... _olho para o calendário e vejo a data. – Agora me lembrei que estava esquecendo... _falo gelando. – Daqui a três semanas é o aniversário do Reborn-sensei e depois no outro dia é do Tsuna... que coincidência. _comento sozinha.

Já tinha em mente que faria nos dois aniversários. Mas não sabia o que dar de presente para o Tsuna... para a minha infelicidade. Que aquilo me martelou mais do que qualquer martelo na minha vida. Desci para as escadas com essa coisa dúvida interna.

Eu: Que chatice.... _falo desviando as bolas que vinham na minha direção. – Eu acho que vou colocar pesos... _comento colocando alguns pesos. – Agora está bom... _começo ter pequeninhas dificuldades para desviar.

Depois de algum tempinho treinando, vejo uma faca passando perto do meu rosto e desvio. E senti meus instintos de sobrevivência se arrepiarem todo de tanto medo.

Sora: Miyuki! Vem tomar café da manhã! _disse ele totalmente bravo. – Foi um saco te procurar nessa casa gigante. _fala completamente bravo. – E ainda vai tomar banho antes de ir para escola! Você tem cinco segundos para se apron- _antes dele completar saio correndo.

Eu: JÁ VOU!!!! _grito em desespero, guardo as coisas e desligo as máquinas tudo rapidamente. – Não quero morrer... _digo indo para o meu quarto tomar banho.

​--- Quebra de tempo ---

Estava na escola no pequeno intervalo. Dessa vez eu estava com as meninas. Estava a Emiko, Kurami, Hannah, Kyoko e Chrome, a Momo não estava por causa que a escola que ela estudava era do Ensino Fundamental, assim como eu. Porém, eu tinha como ainda modificar as minhas notas e meu fichário escolar.

Emiko: O que foi, Aline? _pergunta ela me tirando do pequeno transe que eu estava.

Chrome: Miyu-chan, está pensativa já faz um tempo... _comenta ela tímida como sempre.

Eu: Nada... É que eu estava pensando numa coisa aqui. _digo normalmente. – Daqui a três semanas vai ser o aniversário do Reborn e do Tsuna... _comento.

Meninas: Do Sawada/Tsuna-kun/Chefe? _perguntam surpresas como não soubessem disso e olhei meio confusa com aquele espanto.

Eu: Sim... é o um dia depois do aniversário do Reborn.... _respondo. – Vocês não sabiam? _pergunto normalmente um pouco surpresa com essas reações.

Kyoko: Eu não sabia que dia o Tsuna-kun fazia aniversário, mas sabia que era esse mês... _comenta ela.

Kurami: Só você mesmo, Chefe. Parar ficar sabendo de data de aniversários dos outros. _disse ela normalmente.

Hannah: Mas é lógico que a Miyuki tinha que saber. _disse ela com um sorriso malicioso.

Eu: Nem completa, Hannah! _digo para ela e sinto minhas bochechas ficarem quentes. – Eu fiquei sabendo quando a mãe do Tsuna tinha comentado comigo meses atrás... _expliquei tentando disfarçar o fato de eu estar envergonhada. – Apesar que acabei lembrando desse fato hoje de manhã...

Kurami: Aposto que você se levantou, viu o calendário, e percebeu que faltava pouco tempo... _disse sincera e direta como sempre.

Eu: Você tem uma bola de cristal? _pergunto para ela. – Não é possível que esse povo me conhece tanto... _comento com gota na cabeça. – Essa semana vai ser bem cheia. Pelo menos para mim....

Kurami: O que você vai dar de presente para o Sawada? _pergunta ela para mim.

Eu: Não sei... _respondo. – “Não sei como retribuir o que ele fez por mim em forma de agradecimento...” _penso normalmente. – “Por isso que até hoje, não dou um dos melhores presentes...” _penso com gota na cabeça.

Kyoko: Por quê? _pergunta ela.

Eu: Porque sou a pior pessoa para escolher presentes... _digo normalmente. – Péssima mesmo... _começo a rir me lembrando de cada presente que dei para cada pessoa.

Hannah e Kurami: Isso eu concordo plenamente...

Chrome: Sério? _fica com uma leve face de surpresa. – Miyu-san, não parece que é uma pessoa péssima para escolher essas coisas... _comenta. – Ela sempre está dando presentes para as pessoas. _diz ela toda inocente.

Eu: Te adoro, Chrome-chan! _digo abraçando ela.

--- Quebra de Tempo ---

Estava de noite, nada para fazer além de dormir. Se eu resolvesse treinar, o Sora iria querer me matar, por causa que esses dias eu não ando muito bem. Não estava com vontade de desenhar. Praticamente estava num tédio muito grande. E sinto uma presença sanguinária, e me viro rapidamente para onde tinha sentindo aquela presença.

Eu: Reborn-sensei... não me assuste assim... _digo calmamente olhando para ele. – Que você veio tratar comigo? _pergunto, geralmente ele sempre vinha até a mim, porque tinha algo a tratar comigo.

Reborn: Você hoje estava muito avoada, o que se passa na sua cabeça dessa vez? _pergunta ele.

Eu: Nada que seja importante a se contar... _respondo. – Não desvie da sua verdadeira pergunta... _falo para ele normalmente. – Que realmente você quer comigo? _pergunto.

Reborn: Quero que você faça uma coisa para mim... _diz com o seu sorriso sádico. - ... _me conta que tinha que fazer.

[Tsuna Narração]

A Miyuki estava estranha no treinamento. Dava para saber por causa que estava mais difícil de prever os movimentos dela, ela sinceramente estava pensando em outra coisa quando estava lutando. Parecia até um robô lutando. E por algum motivo Reborn tinha saído e não tinha me contado o motivo.

Eu: Por que todos estão estranhos? _me pergunto, e o Natsu aparece.

Natsu: Grao~ _fica perambulando pelo quarto.

Eu: ... _gota na cabeça pego ele no colo e começo a fazer carinho nele. – Você sempre aparece nas horas mais importunas da vida... _digo normalmente. – Não sei... mas por algum momento me lembrei do dia em que fiquei sabendo do aniversário da Miyuki. _falava enquanto acariciava o Natsu. – Fiquei com muita baita dúvida do que daria de presente para ela. Não sabia de que jeito retribuiria a minha gratidão por ela. _comento.

Natsu: Grao?

Eu: Que estou fazendo? Parece que estou louco... _digo com gota na cabeça. – Guha! _levo uma voadora na cabeça. – Reborn! _exclamo indignado passando a mão onde tinha me atingido. – Onde você estava? _pergunto para ele.

Reborn: Estava na casa da Miyuki. Fui apenas conversar sobre uma coisa com ela. _responde com aquele sorriso típico que iria aprontar alguma coisa que me deu calafrios.

Eu: Sinceramente, tenho maus pressentimentos toda vez que isso acontece... _falei com gota na cabeça. – Reborn... você acha por qual motivo a Miyuki estava tão estranha? _pergunto para ele.

Reborn: Deveria perguntar para a própria Miyuki sobre isso. _disse ele como soubesse o motivo, mas não iria contar.

Eu: Por que toda vez você fala para eu perguntar para a Miyuki? _pergunto sem entender.

Reborn: Se é sobre ela que você quer saber. Então deveria descobrir por si mesmo pela própria Miyuki. _disse ele com muita razão. – Ela não recusaria te responder alguma pergunta feita por você, Tsuna. Eu conheço muito bem a personalidade dela. _falou.

Eu: Como você tem tanta certeza disso? _pergunto sem compreender.

Reborn: Você deveria saber muito bem mais do que qualquer outra pessoa. _fala normalmente.

Eu: Não sei de quase tudo da Miyuki... _comento bem baixo. – Sou não são tão intimido assim... _digo bem baixo outra vez. – “Tem muitas coisas que desconheço na Miyuki. Mas não me importo muito com isso.” _penso normalmente. – Vou dormir... _falo indo me deitar.

Não demorei muito para dormir, eu estava um pouco cansado por causa do treino de hoje que foi um pouquinho puxado. E o meu único pensamento antes de apagar no sono, foi da Miyuki por algum motivo. Acordei com alguém me chamando, porém estava com tanto sono que estava com muita preguiça de dar algum sinal de que tinha acordado.

Miyuki: Tsuna, acorda. _disse ela mexendo nos meus cabelos de um jeito que me fazia não querer dormir por causa de tão bom que era.

Eu: ... _abro os olhos.

Miyuki: Bom-dia, Tsuna. _cumprimenta.

Eu: Bom-dia... Miyuki. _digo em intervalos de bocejos. – Que você veio fazer aqui? _pergunto sem entender. – É muito incomum você vir aqui me acordar... _falo para ela.

Miyuki: Nada que você precisa saber por enquanto. _disse ela com um sorriso pequeno. – E ainda vim aqui para te acordar. Estava te esperando até agorinha... Hoje tem escola, esqueceu?_diz normalmente.

Eu: Desculpe-me... _falo sem graça. – Vou me aprontar... me espera. _digo para ela me levantando da cama.

Miyuki: Vou estar te esperando na sala.  _disse ela saindo do quarto.

Depois faço minhas higienes e necessidades da manhã, coloco o uniforme. Faço tudo rapidamente para compensar a minha demora. E logo, desço as escadas e vejo o Lambo voando em direção da minha cara. E os únicos reflexos que eu tenho foi segurar ele antes dele bater na minha cara com tudo.

Eu: O que está acontecendo? Você está bem, Lambo? _pergunto preocupado enquanto segurava ele.

Lambo: Estou bem... _disse ele meio zonzo. – Reborn, maldito! _diz ele saindo avançando para cima do Reborn que transforma no Leon num martelo que martela a cabeça de Lambo que vai para o chão.

Eu: ... _gota na cabeça.

Miyuki: Quando o Lambo vai aprender que isso é inútil? _pergunta ela atrás de mim. – Se for atacar o Reborn que seja de uma forma mais silenciosa e discreta do mundo... _diz normalmente. – Ele tem chamas tão fortes... mas a personalidade dele é um lixo por enquanto... _disse ela direta. – Vamos indo... que vamos acabar chegando atrasados... _diz ela.

Fomos para escola, eu comia pelo menos a torrada que tinha no café da manhã. E percebi que faltava três semanas para o meu aniversário, que sinceramente ninguém sabe que dia é. Que isso me deu um desanimo interno que solto um suspiro.

Miyuki: O que foi, Tsuna? _pergunta ela me encarando.
Eu: N-nada... _digo saindo dos pensamentos.

Miyuki: Tem uma coisa quero que te perguntar... o que você gostaria de ganhar de presente? _pergunta ela e fico surpreso com essa pergunta. – É somente uma coisa que veio na cabeça... _diz ela.

Eu: Não sei... _respondo. – Eu quase nunca ganhei presentes em toda a minha vida. Então um presente mesmo sendo simples ficarei feliz em receber. _comento sem graça.
Miyuki: Pelo menos uma dúvida me livrei. _diz ela pensativa, que eu não conseguia decifrar que estava pensando.

[Miyuki Narração]

Pelo menos uma de minhas milhares de dúvidas tinha me livrado. Especificamente não sabia o que fazer, porém tinha alguma noção que faria. E por durante algum tempinho o caminho foi um pouco de silêncio, até que se encontramos com o pessoal que estavam indo para escola também. E começamos a conversar com todos.

Enma: Miyuki... _chama a minha atenção. – Você sabe que vai dar de presente para o Tsuna? _pergunta ele.

Eu: Tenho uma pequena noção que darei de presente para ele. Não sei como vou retribuir o agradecimento imenso que tenho por ele... _respondo baixo para ele, e logo ele começou a rir um bem baixinho. – O que foi? _pergunto para ele.

Enma: Nada... é que o Tsuna ficou igualzinho quando estava perto do seu aniversário. Ele não tinha nenhuma noção do que daria de presente para você. Mas ele percebeu que você gostava bastante de colar, e acabou caçando uma pedra especifica para fazer o seu colar... _disse ele.

Eu: Sério? _fico surpresa.

Enma: Você acha que iria contar alguma mentira para você, Miyuki? _pergunta ele indignado.

Eu: Claro que não. _digo para ele. – Apenas fiquei muito surpresa. _comento para ele. – Você realmente é muito fofoqueiro, Sr. Enma... _falei com um sorriso de canto. – Agora pode me fofocar os seus sentimentos pela Emiko.

Enma: Você joga sujo, Miyuki. _disse ele ficando da cor de seus cabelos. – Você sabe que eu amo ela... _diz ficando ainda mais vermelho ficando mais vermelho que os seus cabelos.

Eu: Meu deus, Enma... Não desmaia aqui... você está vermelho demais. _digo para ele com gota na cabeça.

Enma: Culpa sua... _disse ele.

Eu: Minha culpa? Não fiz nada de errado. _falo para ele.

--- Quebra de tempo ---

Faltavam três dias para o aniversário do Reborn e quatro dias para o aniversário do Tsuna. Eu estava com as meninas e mais alguns dos meninos para preparar algumas coisas da festa. Na verdade, eu arrastei Allen, Kyo e Takeshi para me ajudarem com algumas coisas. Eu tinha mandado Enma enrolar o Tsuna que estava na companhia de Reborn. Eu tinha dado a desculpa que estaria fazendo algum trabalho de escola.

Haru: Ainda, bem que na casa d Miyu-chan tinha um quarto que não estava sendo utilizado para nada para fazermos as coisas para as festas. _disse ela alegre.

Kyo: Ainda não entendi, o motivo porque você me puxou para fazer essas coisas. _disse ele não compreendendo.

Momo: Simples, vocês eram mais fácies para puxar para fazer alguma coisa e ainda não irão fazer muita bagunça que chama atenção. _disse ela normalmente.

Eu: Eu acho que isso passou longe de ser um elogio... _gota na cabeça. – Nossa, Chrome você é tão boa nisso. Que é melhor do que eu. _falo vendo ela fazendo os cortes dos enfeites.

Chrome: O-obrigada. _disse ela muito tímida.

Hannah: Receber elogio desses da Miyuki nessas coisas de artesanato. Você joga muito sujo, Miyuki. _disse ela normalmente. – Você é adora mesmo a Chrome. Incomum, porque você odeia iluministas. _diz para mim.

Eu: Mas eu também adoro o Allen. A Chrome e Allen são exceções nesse mundo dos iluministas. _digo normalmente. – Ah, Kyo e Yamamoto, quero que vocês me ajudam nas compras dos alimentos. _falo normalmente. - E também mais algumas coisas... E quero que vocês me ajudem.

Takeshi e Kyo: Sim. _disseram os dois de bom humor como sempre.

Depois das compras. Nós ajudamos mais em algumas coisas, e até o terminamos era de noite. E todos foram para as casas, e tínhamos conseguido enrolar o Tsuna e o Reborn. No outro dia, eu puxei algumas das meninas e o Kyo para me ajudarem na cozinha para ter comida nos dois dias. E o Takeshi estava combinando com o pai dele algumas coisas, por isso que nem o chamei para ajudar, mas ele disse que iria vim ao terminar as coisas.

Kyo: Que vamos fazer chef? _pergunta ele brincando comigo.

Sora: Cheguei... _disse ele entrando em casa.
Miyuki e Kyo: Bem-vindo de volta, “onii-san”. _dissemos em uníssono. – Que missão é essa que durou praticamente três semanas? _perguntamos.

Sora: Era para ter sido apenas uma semana, porém aqueles vagabundos que pediram ajuda fizeram a maior cagada nas coisas e tivemos que concertar. E depois tivemos que resolver mais uma coisa na cidade vizinha... _disse ele. – Foi um saco... _comenta. – Ah, parece que vim numa boa hora. _disse ele. – Quer que eu ajude a preparar as coisas? _pergunta ela.

Eu e Kyo: Primeiro é melhor se trocar... _falamos normalmente. – E colocar o avental super fofo... _dissemos quase rindo, e levamos cascudo. – Aii!!!

Sora: Olha... que como vocês falam... _disse ele.

Eu e Kyo: Sim, papai... _dissemos com calafrio de medo.

Kyoko: Miyuki-chan, é assim? _pergunta ela me perguntando como fazer os doces e aceno positivamente com a cabeça normalmente.

--- Quebra de Tempo ---

[Autora Narração]

No dia do aniversário do Reborn, todos estavam reunidos na casa de Miyuki. Reborn estava até que muito feliz, mesmo não demostrando muito de seus sentimentos. Todos estavam se divertindo. E Reborn aproveitava para judiar um pouco de Tsuna, Miyuki e Enma que na maioria das vezes eram chamados de “Trio-de-azarados”.

Tsuna: Reborn, Feliz aniversário! _disse ele comemorando.

Miyuki: Hora do bolo!!! _disse ela normalmente aparecendo com o bolo na frente de Reborn. – Feliz aniversário, Reborn-sensei! _disse com um largo sorriso.

Kyo: Vamos cantar parabéns, pessoal! _disse o moreno avisando todos presentes.

E assim eles cantam os parabéns. E o Reborn o mesmo sopra a vela.

Reborn: Tenho uma ideia. _disse ele com o sorriso dele que iria aprontar algo, e Miyuki e Tsuna iriam correr para outro lugar, só que recebem headshot que fazem os dois caírem no chão. – Vocês não irão fugir, Tsuna, Miyuki. Vocês serão as peças principais. _disse o hitman.

Miyuki & Tsuna: Nãooooo!! _disseram eles se abraçando choramingando fazendo drama.

Enma: Quanto drama... _gota na cabeça.

Hannah: Abraçadinhos. _disse ela tirando foto escondida sem os dois morenos anotarem aquilo.

Reborn: Quero ver se vocês me impressionam atuando. _disse ele. – Quem perder vai ter que treinar em dobro! _diz normalmente.

Pessoal: Nãoooooo!!! _disseram os guardiões e os três chefes fazendo drama.

Miyuki & Tsuna: Vamos nós ferrar... _disseram os dois ainda abraçados. – Alguém nos ajuda... _falam choramingando novamente.

Nana: Parece que temos muito ganhadores. _disse a mulher inocentemente vendo aquilo.

Kyoyo: Tsuna-kun e Miyuki-chan são muito bons em atuar. _diz inocentemente.

Miyuki & Tsuna: Isso daqui não é encenação... _falam os dois ainda choramingando, enquanto os demais já tinham parado. – É realidade... _disseram em conjunto.

Enma: Vocês nem perceberem que estão abraçados. _diz o ruivo para os dois amigos que se olham e ficam muito corados e se separam. – Uma imitação de tomate. _fala ele.

E depois de algum tempinho começou as encenações. As encenações foram em trio. E cada trio apresentou algo diferente, e cada mais engraçado do que o outro. Mas nada que agradece o humor de Reborn. Chegando a vez de Tsuna, Emma e Miyuki simplesmente os três foram ao piores, por nenhum dos três serem totalmente engraçados. Miyuuki tinha ficado contente um pouco por ter que treinar um pouco mais, mas os dois garotos choramingaram muito.

Miyuki: Parem de ficar chorando. Veja pelo lado bom, quanto mais você treinar mais forte você fica para proteger as pessoas importantes. _diz a morena para os dois.

Emma e Tsuna: Você está ajudando quase em nada, Miyuki... _disseram os dois ainda fazendo drama, e os três do nada começam a se olhar e caem na gargalhada.

Kyo, Momo, Hannah, Kurami e Sora: Endoidaram... _disseram eles vendo aquilo.

Reborn: ... _sorri muito alegre. – Obrigado, pessoal. _agradece ele. – Devo admitir que foi divertido. _diz sorrindo do seu jeito, e todos começam a sorrir de volta.

--- Fim deste capitulo ---


Notas Finais


Esse é o fim do capítulo...
Gente estou fazendo o capitulo pelo celular então deve ter algumas coisas erradas... E amanhã concertarei os erros.

Kissu com doces! =3=


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...