História Dragon Ball S.A - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Androide Nº 18, Bills, Bra, Bulma, Champa, Chichi, Freeza, Gohan, Goku, Goku Black, Goten, Hit, Kuririn, Majin Boo, Pan, Piccolo, Trunks, Vados, Vegeta, Videl, Whis, Yamcha
Tags Chichi X Bulma, Dragon Ball, Goten X Trunks, Vegeta X Goku
Visualizações 17
Palavras 1.644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Um novo amigo


Fanfic / Fanfiction Dragon Ball S.A - Capítulo 8 - Um novo amigo

*Yako on*

Depois de ter segurado Freeza em meus braços, olho para todos, eles estavam perplexos com a cena.

- Piccolo, ajude Son Goku, Bra e Bulma, ajudem o Vegeta, Goten, ajuda a Pan, vamos para casa, chega dessa bagunça

Por incrível que pareça, todos me obedeceram, foram se ajudar, então, boto Freeza em minhas costas e vôo indo direto para casa

Enquanto voavamos.....

- Yako, tem certeza que vai cuidar do Freeza? Ele.... ele é perigoso - Kuririn falava com medo

- Tenho Kuririn, tenho certeza

*Yako off*

*Freeza on*

Não acredito, perdi para uma Sayajin fraca e ainda recebi misericórdia dela?! Era só oq me faltava.

Logo, fui sendo carregado nas costas pela menina, a mesma ainda estava de forma Sayajin. Então, durante a viajem, ela volta ao normal, logo, sinto seus cabelos caírem em meu rosto..... aqueles cabelos.... tão macios.....MAS NO QUE QUE ESTOU PENSANDO?! QUE PORCARIA FOI ESSA!!??

Então, esfregava meu rosto nos cabelos da menina, e comecei a ronronar, a mesma havia ouvido

- Tá tudo bem ai atrás? - Yako estava falando comigo, droga, então, fiquei quieto, para não ter que lhe dar satisfações

Depois de um tempo, chegamos na tal casa, todos entraram, mas Yako foi direto para a sacada de um quarto.

- Querida, não vai entrar por aqui? - Dizia aquela mulher irritante chamada Bulma

- Não Bulma, acho mais fácil entrar por aqui

- Tudo bem, caso precise de algo, me chame

- Pode deixar

Então, a garota pousa levemente na sacada, vai até uma cama que estava no meio do quarto e me deixa sentado nela.

- Espera um pouco ok? - Dei de ombros, mas nada falei

Logo, ela estava arrumando o travesseiro, e me deitou na cama.

- Calma ae, eu já volto - Então, a menina saiu correndo do quarto, mas não fechou a porta, naquele estado, eu parecia um paciente ou algo do tipo, que vexame.

Enquanto ela não estava, vi que em sua comoda, estava uma foto dela com a outra garota em que lutei contra e mais uma que parecia ser a mulher irritante de cabelos azuis, Yako estava mesmo bonit- NÃO NÃO NÃO, CHEGA DE PENSAR ASSIM FREEZA! MAS OQ Q ISSO?! O IMPERADOR DO UNIVERSO SE REBAIXANDO A ESSE NIVEL?!

Depois de um tempo, a garota volta com várias coisas, oq será que iria fazer? Então, senta em um banco que estava do lado da cama.

- Sinto muito, mas estamos sem semente dos deuses, o Goku ainda não está bem, então não tem como pegar algumas

Mais uma vez, nada digo, apenas fico a olhando

Ela começa a limpar meus ferimentos, DROGA, aquilo ardia

- AAARRRGG - me inclinei para frente, me sentando

- Sinto muito!!!

Eu apenas a olhei de canto de olho, parecia realmente preocupada comigo

Logo, me deito novamente e ela continua oq estava fazendo.

Quando termina, a mesma enfaixa algumas partes de meu corpo, principalmente minha calda, como o idiota do Goku havia cortado minha calda, bom, pelo menos a ponta dela, estava escorrendo sangue, então, a menina limpa o sangue dali e enfaixa aquela região

Quando ela termina, a mesma se levanta e sai do quarto correndo novamente

Enquanto ela estava fora, fico pensando....pq? Pq ela me poupou?

Logo, quando mesma volta para o quarto, ela trás um tipo de....bota? Sei lá oq era aquilo

- É para o seu pé quebrado

- Que vc mesma que quebrou - Falo virando os olhos para o lado

Então, ela vem até mim e coloca a bota em mim, achei aquilo estranho

- Pronto, até lá, vai ter que ficar com isso no pé

- COMO É?!

- kkkkkk

- DO QUE ESTA RINDO?!

- de vc kkkkkkkkkkkkkkkkk

Logo, fiquei quieto, mas ela não.

- Me diz, pq vc tem apenas 3 dedos nos pés?

- Pq vc é irritante?

ela ficou calada por um tempo, depois voltou a falar

- Pq eu nasci assim - A mesma sorri, como é que ela pode levar de boa uma indireta grosseira como esta? - Agora responde a minha pergunta

- Aff, eu tenho 3 dedos pq minha raça é assim, idiota

Logo, ficamos em silêncio novamente, mas, é quebrado com uma batida na porta, era o verme insolente do príncipe dos Sayajins

- Posso entrar Yako?

- Oi mamãe, claro que pode

Então, ele entra no quarto da menina

- Está tudo bem por aqui?

- Sim, e como está o papai?

- O Kakaroto está bem, está dormindo

- Me conta, as sementes dos deuses podem curar algo quebrado? Tipo.... um pé - Ela aponta para meu pé

- FELIZMENTE não

- Nossa mamãe, não seja grosso com ele

- Yako, esse ELE, é o Freeza - E discutem isso na minha frente? É isso mesmo? Sabendo da situação, apenas cruzo os braços

- Mamãe, conversaremos sobre isso depois ok?

- Faça oq quiser

Logo, aquele irritante Sayajin sai de nossa vista

- Sinto muito pela grosseria da minha mãe

- Mãe? Vc sabe que aquele idiota é homem né?

- Longa história

- Tsc - Viro minha cabeça para o lado para não ter que encara-la - Mas..... me diga, pq?

- Pq oq?

- Pq está cuidando de mim?

- Não sei, senti em seu olhar que não queria mais morrer, e eu não consigo matar alguém, é sério, por mim, eu desabaria em choros, pedindo para que não desejasse sua morte - Nossa....

- Sério?

- Sim, não queria te matar, por isso, apenas te feri e agora estou cuidando de vc

- Vc realmente não tem oq fazer não é mesmo?

- Não - Dizia toda alegre - Olha, acho melhor vc ir dormir

- Iiiiiiiiiiii, agora virou minha mãe?

- Não kkk, apenas quero que durma, aliás, vc precisa descansar

Eu suspiro e logo, a menina me deita, CARAMBA, EU SEI DEITAR OK?! Então, a mesma me cobre e me dá um beijo na testa, P*RRA GAROTA DOS INFERNOS?!

Com tal ato, infelizmente fico vermelho, sinto meu rosto queimar, logo, ela sai do quarto, apaga as luzes e fecha a porta, aquela cama era macia, então, me aconchego e durmo.

*Freeza off*

*Yako on*

Finalmente terminei de cuidar do Freeza, então, vou até a mamãe e o papai, ambos estavam na sala, Vegeta estava deitado no colo de Goku, e quando chego, me sento do lado do papai. Estavam vendo TV

- Já acordou?

- Acabei de acordar - Dizia o papai, passando a mão nos cabelos de Vegeta, que por sinal, não mexia nenhum músculo - Me conta, pq poupou o Freeza?

- Eu simplesmente não queria mata-lo

- Se eu ver aquele verme maldito tocando em vc Yako, eu acabo com ele, e não adianta me impedir - A mamãe falava enquanto se levantava e ficava sentado

- Calma Vegeta, eu até que to com um precedimento bom sobre isso tudo

- Tá tá, tanto faz, mas é bom que vc o bote em outro quarto Yako!

- Tudo bem hehe - Eu ria nervosamente - Bem então vou muda-lo de quarto - Falo me levantando

- Precisa de ajuda?

- Não papai, tá tudo bem

Logo, me dirijo para meu quarto, e quando abro a porta, vejo Freeza dormindo serenamente, o mesmo ainda estava em sua última forma, branco com detalhes roxos.

Então, vou até ele e o pego no colo, o mesmo era bem levinho pra falar a vdd, o levo para um quarto do lado do meu, que por sinal estava vazio, boto ele na cama e o cubro, mas o mesmo acaba acordando.

- Oq aconteceu? - Falava esfregando os olhos

- Freeza, tive que muda-lo de quarto

- Eu queria ficar lá - O mesmo estava meio sonolento, e não tinha consciência das coisas que falava

- Sinto muito, mas terá que ficar aqui

Logo, ele se vira para o outro lado e agarra o cobertor e dorme novamente. Do uma leve risadinha e saio silenciosamente do quarto.

Ao fechar a porta, volto para meu quarto, pego meu pijama e tomo um banho.

Quando volto, de pijama e tals, vejo Freeza na minha cama novamente, sentado de costas para mim, oq será que estava acontecendo?

- Freeza?

O mesmo fica imóvel, então, vou até ele para saber oq estava acontecendo

- Freeza, oq houve, não consegue dormir?

- e se eu disser que sim? - Minha nossa, ele não conseguia dormir sozinho kkkkkkkkk um marmanjo desse pedindo pra dormir acompanhado, com medo de dormir sozinho kkkkkkkkk ai ai.

- Tudo bem então 

Logo, desligo a luz e me deito, e ele tbm.

*Yako off*

*Vegeta on*

Eu estava na sala com o Kakaroto, até que me levanto e o verme pega meu braço

- Vai aonde?

- Vou ver a Yako

- Certo - Então, ele me solta

- Tá achando que eu vou fazer oq?

- Sei lá, queria saber

- Idiota

Logo, vou a caminho para o quarto da Yako, e ao abrir a porta, vejo Freeza dormindo do lado da Yako, meu sangue começa a ferver, mas infelizmente, não queria acordar a Yako, AAAAA, TO NE AI, TAQUEI O F*DA-SE. Bato a porta com tudo e acordo os dois na base do susto

- OQ Q ESTA ACONTECENDO AQUI?! ME EXPLICA YAKO!!!

- Mamãe, o Freeza não estava conseguindo dormir, então veio pra cá, algum problema?

- É OBVIO!!! Vcs estão dormindo JUNTOS SUA MALUCA!!!

- Não vejo problema

- E nem eu - Ouvi uma voz familiar, era o Kakaroto atrás de mim

- COMO ASSIM KAKAROTO?!

O mesmo deu uma piscadela para mim, eu não acredito!!

- NÃO, ISSO NÃO VAI ACONTECER!!!

Engraçado, o Freeza ficava quieto com essa situação embaraçosa. Logo, Kakaroto me pega pela cintura e começa a beijar meu pescoço

- Pare com isso verme imprestável - Mesmo não querendo, eu sedia a suas carícias

Logo, o mesmo falou em meu ouvido

- Eu acho que a Yako pode mudar o Freeza, assim como eu te mudei

Logo, me acalmei e então fechei a porta do quarto da menina, e fui para o quarto junto com o Kakaroto, nos deitamos e pelo menos EU dormi, mas senti aquele idiota fazer carinho em mim enquanto dormia.

*Vegeta off*

*Yako on*

Mas que susto que a mamãe me deu, depois desse susto, eu e o Freeza voltamos a dormir, e quando estava quase pegando no sono novamente, senti alguém me abraçar, era Freeza, que já estava dormindo, logo, o fiz soltar de mim e o virei para o lado oposto, e finalmente consegui dormir.

*Yako off*



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...