História Dragon Ball Super Saints - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball, Saint Seiya
Personagens Bills, Gohan, Goten, Mu de Áries, Saturno, Trunks
Tags Chronos, Crossover, Dragon Ball, Saint Seiya
Visualizações 4
Palavras 974
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Misticismo, Saga, Shounen, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - "Chronos renasce! A queda do Guerreiro!"


Eu - Beerus continua, embora sem sucesso, a sua busca por um sujeito para usar como oferenda a Chronos, para que este possa, uma vez mais, caminhar na Terra, e ajudar Beerus a livrar-se dos Saiyans e de Mu. Isto até que Whis surge com uma ideia.

Whis - E se, Senhor Beerus, usássemos um Saiyan para ser o novo corpo de Chronos? Imagina só o caos que se geraria, se um Saiyan se rebelasse contra os seus companheiros.

Beerus - Sim, é de facto uma boa ideia, mas quem poderíamos usar a nosso favor? Todos eles estão do mesmo lado, e além disso têm agora, Mu do seu lado que os apoia incondicionalmente.

Não, nem todos se encontram unidos. Existe um, que secretamente se sente frustrado por estar muito para trás, em comparação aos seus companheiros, e por não passar de uma sombra, uma mera amostra, da pessoa que em tempos fora.

Eu - Whis mostra-lhe, através do seu bastão, uma pessoa, simplesmente sentada no topo de um prédio, com ar muito pensativo. Essa pessoa era Gohan.

Ao ver Gohan, Beerus logo percebeu o quanto o plano de Whis daria resultado. Este sorriu maliciosamente e disse:

Beerus - Oh sim, ele... Estou a ver onde queres chegar. Mas como o faremos chegar até ao templo de Chronos? Não podemos simplesmente levá-lo até lá.

Whis - Então levaremos Chronos até ele. Só precisamos de pegar o selo de Chronos, e levá-lo até junto do filho do Goku, e convencê-lo a abri-lo sem que este se aperceba de que está a ser manipulado.

Eu - Gohan, sem suspeitar do plano de Whis e Beerus, estava sentado no topo de um prédio, a pensar no quão fraco se havia tornado, em comparação ao seu pai, e até mesmo ao seu irmão. Até a sua filha Pan, tem demonstrado ser bastante dotada.

Gohan - (Eu preciso mesmo de voltar aos treinos. Ser forte, apenas através da fusão com o meu pai, não chega. Eu preciso de ser mais forte, por mim mesmo.).

Eu - Whis, agora na posse do selo de Chronos, dirigiu-se a uma gruta, onde o depositara, para assim, atrair Gohan até ali, parecendo ser um lugar completamente normal. Feito isso, dirige-se até onde se encontra Gohan, e oferece-se para trainá-lo, mas tudo faz parte do seu maquiavélico plano.

Whis - Eu sei o que estás a pensar. Desejas ser mais forte. Eu posso ajudar-te a consegui-lo. Mas terás que superar um pequeno teste primeiro. Estarás disposto a isso?

Gohan - Senhor Whis. Não reparei que estava aí. Sim eu gostaria de me tornar mais forte, mais forte que o meu pai. Mas sem a ajuda dele, o meu poder não é nada. Sem a fusão, eu não sou nada mais do que uma amostra de Saiyan.

Whis - Oh, não. Muito pelo contrário. Tu possuis muito mais potencial do que possas calcular. Imagina só o teu nivel de poder, quando dominares o poder dos deuses. E não estou a referir-me ao poder do Super Saiyan God, mas sim algo muito maior.

Eu - Gohan, ouvia as palavras de Whis, mas nada entendia. O que poderia ser mais poderoso que o Super Saiyan God? Só mesmo o Super Saiyan Blue.

Gohan - Um poder que supera os poderes do Super Saiyan God ou até mesmo o Super Saiyan Blue?! Isso, só mesmo o poder de um verdadeiro Deus.

Eu - Whis observa o ar de espanto e intrigado de Gohan, e sorri. Até que finalmente responde:

Whis - Precisamente, meu rapaz. Gostarias de te tornar um Deus?

Eu - Gohan não respondera. Mas não importa, pois até agora, o plano de Whis corria como previsto. Gohan, alheio às verdadeiras intensões de Whis, aceita o teste, e parte com este até à gruta.

Agora junto à entrada da gruta, Gohan e Whis, avançam até ao seu interior. Uma vez lá dentro, Gohan segue até junto do Selo de Chronos, como se soubesse exatamente onde procurar. E lá estava ele, um vaso tapado e selado, com algo escrito numa língua que ele desconhecia.

Whis - Muito bem, encontraste o que procuravas. Vamos, pega-lhe e abre-o. No seu interior, encontrarás a ferramenta para acederes aos poderes de um verdadeiro Deus.

Gohan - Um vaso? Tens a certeza que é isto? Não consigo sentir nada. Talvez se o abrir...

Eu - E assim fez, alheio ao que se passava verdadeiramente. Foi então que ao abrir o Vaso, que Gohan quebrou o Selo que mantinha Chronos aprisionado, assim libertando-o.

Do seu interior, uma luz imensa imergira, e o Cosmo de Chronos abre caminho até ao exterior, dirigindo-te até Gohan, envolvendo-o.

Gohan - Mas que energia é esta?? Nunca senti nada assim!!

Sinto algo a tentar tomar controlo sobre o meu corpo!... AAAAHH!!!

Eu - Whis vê Gohan em sofrimento, mas nada faz. Na verdade estava satisfeito por ver que o seu plano estava quase concluído. Chronos havia tomado controlo do corpo de Gohan, e estava prestes a tomar controlo da sua consciência, quando Gohan começou a resistir.

Gohan - Nem penses que vais eliminar a minha consciência! És tu quem merece ser eliminado!

Chronos - Não adianta resistir, não tarda estarás sob o meu domínio. É tudo uma questão de tempo.

Eu - Chronos, opondo-se à resistência de Gohan, age antes que perca também o controlo do corpo deste, e bloqueia a consciência de Gohan, até que esta enfraqueça, e ele possa então ganhar controlo total. Até que nada mais exista, a não ser o corpo que em tempos pertencera a Gohan.

Whis ao ver que o seu plano resultou na perfeição, rejubilou de alegria e satisfação. Ajoelhou-se e agradeceu a Chronos, agora renascido.

Whis - Fantástico! Perfeito! Agradeço-te Gohan, quero dizer, Senhor Chronos. Os meus motivos são legítimos, acredita. Eu não te importunaria se não fosse um caso de extrema gravidade.

Chronos - Eu não sou Gohan, e não tardarei a deixar de ser Chronos. Em breve todos conhecerão a ira de Nemesis, o Criador do Tempo, e Destruidor de Dimensões.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...