História Dragon City - Os Segredos de Deux - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon City
Tags Dragões, Enviados, Família, Guerreiros, Invocação, Lendários, Poder, Runa, Traição
Exibições 8
Palavras 949
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capítulo 7 - Coração de um puro


Os dois dragões conversam enquanto Tank anda com seu livro aberto. Zaith parece muito curioso, dando pequenas espiadas nas escritas do dragão sem que ele perceba. O grande azul não perde a chance de fazer muitas perguntas à Zaith, mesmo que ele pareça um pouco desconfortável com a sua presença.

Tank: Então cada dragão puro tem uma função na montanha desde pequeno? 

Zaith: Sim, dragões de chamas cuidam dos raios do sol. Os de gelo manuseiam a neve da montanha. Natureza de nossas colheitas e de nossa abençoada árvore. Dragões do mar cuidam da correnteza do rio, para que sempre fique calma. Os Terras e metálicos cuidam da estabilidade da montanha. Os elétricos e sombrios são nossos totens de proteção.

Tank: Zaith, o que seria ''totem de proteção''?

Zaith: Desculpe, mas não quero que me chame de Zaith, não por enquanto. Poderia apenas me chamar de Zen?

Tank: Ah... sim... desculpe...

Zaith: São considerados totens aqueles que dão a vida para proteger essa montanha. Normalmente, quem escolhe esse caminho são os elétricos e sombrios puros.

Tank: Espera, existe sombrios puros?!

Zaith: E por que não poderia existir? Qualquer espécie pode procurar a paz dentro de si. Eu ainda não encontrei a minha, mas creio que agora não vai demorar.

Tank: É sobre seus pais?

Zaith: Meus pais são um passado que eu não preciso pensar. Meu destino é liderar o foco desse mundo. Essa é minha vez de deixar a marca aqui.

Tank fica sem palavras para responder Zen. Ouvir aquelas palavras foram bastante perturbadoras para o dragão azul, que sempre pensa em sua família mesmo não sendo do mesmo sangue. Parecia até mesmo uma entidade sombria respondendo aquela simples pergunta. ''Por que não querer falar do passado?'' Pensa Tank. Aquilo soava tão estranho que o dragão parou de andar para pensar.  Zen percebe que o dragão está parado e chama sua atenção. O azul acorda dos seus profundos pensamentos e caminha ao lado de Zen. 

Zaith: O que houve? Algo errado?

Tank: Não, está tudo bem. Só me senti meio tonto.

Zaith: Você quer parar um pouco?

Tank: Se você não se importar...

Os dois se sentam embaixo de uma cerejeira. Tank continua a escrever e, sem se segurar, Zen observa cada detalhe do livro. Incomodado, o dragão olha para o lado e vê Zen observando cada movimento de suas escritas com um sorriso muito esquisito. O enviado da paz percebe que está sendo observado por Tank e decide lhe fazer uma pergunta.

Zaith: Seria muito incomodo pedir para dar uma espiadinha nesse livro?

Tank: O Livro dos Dragões?

Zaith: Sim, ele mesmo. Tem tantas coisas que eu nunca devo ter lido dentro dessas poderosas páginas velhas... você permite?

Zen olha Tank com um olhar doce quase irrecusável.

Tank: Tudo bem, mas só um pouco... isso é uma obrigação muito pesada...

Zaith: Eu não vou sair voando com o livro, tolo. Não sou um traidor.

Tank: Não foi isso que eu quis dizer...

O dragão roxo folheia o livro freneticamente, como se estivesse em busca de alguma página específica. Após alguns minutos de procura, Zen encontra nas 50 últimas folhas, pequenas marcas e desenhos estranhos. O azul não entende por que Zen olha aquelas páginas como se existisse algo especial o suficiente para prender sua atenção. Logo percebe que o enviado está sorrindo de um jeito medonho novamente. Antes que pergunte, Zen se pronuncia em voz alta.

Zaith: Isso é uma maravilha!

Tank: O q-que é uma maravilha?!

Zaith: Páginas sem escritas e com manchas, era tudo o que eu precisava saber! BWHAHAHA!

Tank: Zen.. por acaso você sabe de al-

O dragão é interrompido por Zen, que o encara com uma face medonha e maluca.

Zaith: Se não se importar, eu preciso ir agora mesmo fazer umas pesquisas. Tem mais alguma coisa que precisa saber?

Tank: Eu não ten-

Antes que Tank termine, Zen abre suas asas e levanta voo em direção ao templo. O azul fica sem entender o que acabou de acontecer, mas a noite ia chegar logo e precisava voltar para a toca de Sideral. Ao chegar, um doce aroma invade seu nariz, parecia ser a janta de hoje. A dragão cumprimenta a chegada de Tank, o convidando para a mesa.

Tank: Como você aprender a fazer essas comidas tão gostosas e cheirosas?

Sideral: Faz parte do treinamento de curandeira. Como foi seu dia com Zen?

Tank: Ah... bem...

Sideral: Algo errado?

Tank: Ele só é meio sério... e... assustador..

Sideral: O que quer dizer com assustador?

Tank: Nada, deixa isso para lá. O dia só foi cansativo.

Sideral: Se você diz... conseguiu preencher as páginas dos puros principais?

Tank: Sim, e sobre alguns outros dragões também.

Sideral: Que ótimo! Acho que logo retorno para a Ilha dos Iluminados...

Tank: Por que ainda está aqui?

Sideral: Tsu me pediu algumas curas e... é legal ter uma companhia como você, lá eu não converso muito... e aqui você sempre tem algo novo a dizer. Você é um bom amigo... mesmo me achando uma ameaça, hmph!

Tank: Hey! Isso faz tempo e eu estava perdido tá? Você também é uma boa amiga, Sideral. eu te devo muito, sem você não acharia a montanha nunca.

Sideral: Ah pare hahaha

Os dois dragões passam a noite conversando até que Sideral cai no sono. Tank carrega a dragão até seu ninho e a observa por alguns minutos. ''Se eu a chamasse para voltar comigo e viver no palácio, ela aceitaria...? você se sente tão só, queria mudar isso... você não parece estranha para mim, só é... diferente...'' continua pensando o grande azul, até que acaba dormindo. A montanha parece fazer um silêncio perfeito para que todos descansem em paz. 


Notas Finais


Hoje teve os capítulos 6 e 7 pessoal! Realmente não deu para escrever só em um. Logo vai ter muitas surpresas, hehehe. Obrigado por esperar!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...