História Dragon King of The Three Realms - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Mitologia Chinesa, Xianxia
Visualizações 184
Palavras 2.403
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Drabs, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


esqueci de postar segunda e terça... acontece... aiwdnwndldwqn sla... to cansado... e essa porra de família fica me fudendo! SÓ QUERO JOGAR FDP! MAS NÃAAAO! VAMOS ASSISTIR NA PORRA DA NETFLIX! METER O PINJG EM 200 E SAIR FUDENDO! EU TO MUITO PUTO!

Capítulo 12 - Rios de Sanguem Correm Pela Tribo White Fox


Quando essas palavras ecoaram pelo salão, as pessoa sentiram sua espinha tremer.

Vindo de alguém, com aparência tão bela e ao mesmo tempo tão feroz... Com toda certeza era de causar algum medo e receio nas pessoas.

Mas, como poderia, Bai Chu, que sempre foi arrogante... Aceitar tais coisas?

Ele levantou a cabeça e gargalhou alto.

–Que merda você pensa que esta falando?! Você sabe onde você esta?! Sabe quem eu sou?! – Ele perguntou, mas não esperou resposta. – Este a Tribo White Fox, eu sou Bai Chu!

O jovem levantou as sobrancelhas, parecendo surpreso.

–V–Você é Bai Chu?! – Ele perguntou, surpreso e parecendo amedrontado.

Vendo isto, o jovem denominado Bai Chu sorriu arrogantemente, enquanto erguendo o queixo, disse:

–Sim, com toda certeza você sabe quem eu sou! E agora, esta com medo?! – Ele perguntou. – Vai tentar fugir?! Haha, não vai ter essa chance! Seu erro foi ter vindo aqui! Nem mesmo se vocÇe se prostrar e me adorar como um Deus eu irei lhe perdoar por tal insulto! Homens, Matem–no!

Ele gritou, apontando para o jovem de cabelos vermelhos, que continuou parado, enquanto as pessoas ao seu redor, começavam a ignorar sua beleza, e só vê–lo como uma presa.

Rapidamente as pessoas começaram a se aglomerar ao seu redor.

–Garota bonitinha... Depois que eu te pegar com toda certeza vou estourar esse seu corpinho... Hehe... – Um dos homens que estava próximo do jovem disse, com uma risada maliciosa, enquanto salivava horrores.

Ele avançou em direção do jovem, enquanto erguendo seu machado de batalha.

Mas ele nunca esperava que o jovem ia de repente mover a mão e agarrar seu pescoço, a poucos segundos de sua lâmina descer sobre sua cabeça.

–Erg...! – Um som estrangulado saiu de sua garganta, enquanto ele olhava incredulo para o jovem, que o segurava como um animal já morto. Porque era assim que ele sentia–se. Seu corpo estava completamente paralisado! Não importava o quanto ele tentasse se mover, nada saia do lugar.

Nessa hora o jovem riu.

–Medo...? – Ele perguntou, diretamente para Bai Chu. Sua voz ecoou por todo o salão, ninguém ousava nem sequer respirar alto. – Porque eu teria medo de um cadaver? – Ele perguntou, rindo, e em seguida virou para o homem preso pela garganta em sua mão. – E para sua informação, Eu sou um Homem. Seu porco nojento! – Ele disse, com nojo e raiva na voz, enquanto imediatamente seus olhos se tornaram vermelhos e sua mão se apertou mais forte contra a garganta dele, e no segundo seguinte, algo estranho e assustador aconteceu.

O corpo do homem, começou a murchar. Grandes gotas de sangue começaram a sair de sua pele, e rolar pelo corpo dele em direção a mão que o segurava pelo pescoço. Todo seu sangue começou a ser drenado de seu corpo, enquanto pouco a pouco ele foi murchando, e no instante seguinte, ele já não estava vivo mais.

Pah!

O jovem soltou a mão do pescoço dele, e o corpo caiu no chão, completamente seco de sangue.

Ele riu levemente, vendo o medo no rosto das pessoas.

–Lembrem–se, quando chegarem no Rio Amarelo, não se esqueçam do nome da pessoa que os matou. – Ele falou. – Ming Tian, é esta pessoa, e Ming Tian sou eu.

Bai Chu estava aterrorizado ao extremo. Ele já tinha visto abates enormes nessa sua vida de caça, e nestas últimas batalhas, ele pode experimentar de perto o que é matar outras pessoas... Mesmo assim, tal forma de morrer, tendo todo seu sangue sugado por outra pessoa... Ele não viu em ninguém antes.

Ele estava paralisado de tanto medo.

Bai Tui percebendo o perigo em tal situação, e vendo como seu filho estava, rapidamente se levantou, e apontou para o jovem denominado Ming Tian.

–A–Ataquem–no! Não o deixe sair vivo! – Ele gritou, e mesmo sendo considerado um Mais Velho, não pode deixar de temer tal jovem. Sua voz saiu em um gaguejo.

Imediatamente, as pessoas suprimiram o medo em seu coração, e pegando suas armas se jogaram em direção de Ming Tian. Eles tinham um único pensamento: Quanto mais pessoas, menos a chance dele poder utilizar aquela técnica.

Mas eles deram azar, porque Ming Tian já tinha se preparado para tal coisa. Yuan Qi sangrento se acumulava em seu dedo indicador da mão direita, e em um movimento, ele se expandiu para fora e para a surpresa de todos... O Yuan Qi cresceu para o tamanho de 10 metros e tomou uma forma de um Dragão deformado, não inteiramente visivel, já que apenas duas patas apareceram junto da cabeça e o cabelo, faltando a presença de chifres... Mas algo que não faltou foi os dentes afiados dele.

A Técnica Dragon Blood Slaughter não ficava presa a apenas um ataque em linha reta, não, ela seguia comando enquanto estivesse ligado com Ming Tian, e naquele momento, o jovem ruivo com um movimento de seu dedo, fez com que o Dragão Mal formado viajasse em um circulo ao redor de seu corpo, rodando todo o salão e engolindo a todos dentro dele em um único golpe.

Nevoa de sangue e gore foi visto dentro do Dragão Mal–Formado, quando os corpos de todos eles explodiu. Apenas pedaços de musculos e ossos restaram dentro dele, já que todo o sangue havia sido sugado. Pouco a Pouco a técnica regrediu para dentro de Ming Tian, deixando os corpos destruidos espalhados por todo o chão.

Havia menos de 10 pessoas restantes em todo o salão, sete eram servos que serviam ao casal no palco na hora do ataque, outros dois era este próprio casal, e o último era Bai Chu, que ainda estava em cima do palco, sem acreditar em seus próprios olhos.

Tal ataque poderoso... Havia destruido quase todos dentro do salão... E ele acreditava que só não tinha morrido porque este jovem na sua frente não queria o matar de imediato.

Mesmo que para os outros parecesse um ataque completo e poderoso, para Ming Tian, era apenas falho. Ele sabia que a técnica devia mostrar a representação de um Dragon Blood real, ao ponto de parecer vivo, mas este... Nem mesmo um dragão parecia de verdade!

–I–Isto... – Bai Tui não conseguia acreditar em seus próprios olhos, enquanto desespero e desgraça estava dentro de seu coração. Ele não acreditava, mas sabia que era verdade... Neste momento, mesmo que ele conseguisse sobreviver, a Tribo Black Phanter com toda certeza os esmagaria... Principalmente porque todos que estavam dentro deste salão, eram os mais poderosos da sua Tribo... Sem eles... Tsk!

Sua Tribo estaria cortejando a morte se prosseguisse com a Guerra contra a outra Tribo.

Reunindo coragem, ele perguntou, com a voz baixa e humilde, demonstrando toda a desgraça que sentia:

– Sênior... Porque fez isto para nós? Não temos qualquer rancor ou algo assim... S–Se deixar–nos ir... Então eu juro que ninguém ousará falar sobre tal assunto..

Ming Tian o encarou, e sorriu, não dando resposta.

Yuan Qi Sangrento começou a se reunir em seu dedo.

Vendo isto, o medo que sentia, se transformou em raiva.

–V–Você! Se você ousar continuar com este assunto, então só a morte irá ser seu final! Minha tribo pertence a Montanha do Clã Mangshe, você será completamente destruido se continuar com este assunto! – Ele gritou.

Ming Tian o olhou por um segundo.

–Dane–se o que o Clã Mangshe. – Ele falou. – Hoje, vocês todos irão se tornar meros sacrificios.

Vendo que Ming Tian não temia a minima para o Clã Mangshe, Bai Tui não teve escolha, ele concentrou todo seu Yuan Qi na garganta, e gritou com toda sua força.

–ANCESTRAL! SALVE–ME! A TRIBO ESTA SENDO DESTRUIDA!! – Ele gritou, com toda a força dos pulmões. Seu Yuan Qi fez seu grito se espalhar por mais de 10 km facilmente. Quando o eco produzido finalmente acabou, ele virou–se para Ming Tian e riu loucamente. – Agora você não vai escapar agora! Meu Ancestral da Tribo já esta chegando! Você... – As palavras morreram em sua garganta, ao ver Ming Tian despreocupadamente mexer em seu Saco Cosmic, e retirar algo de dentro.

Era uma cabeça humana–bestial. Ela estava mucha, completamente drenada de sangue. Ming Tian a segurou pelos cabelos, antes de arremessar no chão na sua frente. A cabeça bateu no chão e rolou alguns metros, antes de parar.

–Esta falando dele? Acho muito dificil dele vir aqui, sendo que já esta aqui... E principalmente, morto. – Ele disse, calmamente. – Bem... E agora? Para quem você vai gritar agora?

–I–I–Isso... C–Como pode... – Ela gaguejou tremendo.

Bai Chu que estava mais perto da cabeça, havia caido no chão de bunda, enquanto rolando para trás, com medo.

Ele tremia... Porque ele conhecia a força do Ancestral de sua tribo... Ele tremia, porque o Ancestral agora estava morto... E ele tremia, porque ele sabia que logo ele também estaria morto.

Ming Tian olhou para todos com uma expressão entediada, antes de dar um passo para a frente. Seu corpo tremulou, antes de sumir, e quando reapareceu, estava na frente de Bai Tui.

O homem–velho ainda não havia se recuperado, e olhava para a frente em choque. Quando Ming Tian apareceu, e o agarrou pela cabeça... Ele sentiu vontade de correr, mas não conseguia nem se mover. Ele só pode olhar com terror em seus olhos, quando Ming Tian se aproximou dele, e cravou a mão em seu peito, lentamente.

A mão dele foi atravessando camadas de pele, musculos e ossos com calma e suavidade, como se nem sequer houvesse algo o impedindo ali. Ele sentiu quando a mão dele agarrou o seu coração, e quando começou a puxar para fora.

Ele viu com terror, quando seu coração ainda pulsando foi retirado, e como o sangue em seu corpo foi sendo absorvido lentamente. Ele sentiu o frio da morte passando por ele, e sentiu vontade de continuar vivendo.

Ele viu cada momento de sua vida, dentro dos olhos vermelhos–sangue de Ming Tian, e desejou, que ele não tivesse feito, o quer que fosse que ele tinha feito para atrair tal besta para dentro de sua Tribo.

E na hora da morte... Ele ainda não conseguia entender seu pecado.

Horas atrás ele estava indo para se tornar a mais forte Tribo sob a Montanha... E agora, sua Tribo estava destruida, e ele estava sendo morto.

Ele realmente... Não conseguia entender o Destino.

Ming Tian olhou com desinteresse para Bai Tui que morria em um desespero interno, antes de mudar seu olhar para o coração que ainda batia.

Ele moveu seus dedos, e o coração explodiu em pó seco, já que todo o sangue já havia sido sugado por Ming Tian.

A única coisa que restou daquele coração, foi duas pequenas gotas de sangue dourado. Elas flutuavam na mão de Ming Tian, antes dele joga–las fora, com um suspiro frio.

–São muito fracas. – Ele disse. – Apenas alguém com uma linhagem boa poderia me ajudar.

A verdade, era que Ming Tian havia gastado uma gota de Sangue Vital para aprender a Técnica Interna [Exterminio Mundial do Submundo de Sangue]. Ele precisava repor ela rapidamente, para que sua força voltasse a 100 por cento.

Claro, recuperar uma gota de Sangue Vital não era algo possível para qualquer um... Mas Ming Tian era um Dragon Blood, brincar com sangue era sua expecialidade.

Ming Tian olhou para os dois restantes vivos dentro do salão, e não disse nada.

Ele realmente não tinha motivos para matar ambos, mas... Porque deixar brotos de erva daninha no quintal que você cortou?

A mulher que antes estava ao lado de Bai Tui, agora estava caida no chão, em descrença. Ela não olhava para o corpo do marido morto, e sim para Ming Tian. Ela tinha um olhar patético enquanto lágrimas molhavam seu rosto.

Bai Chu, ali perto também tinha a mesma reação, só que a dele era mil vezes mais feia, porque ele, simplesmente, era feio.

Ming Tian suspirou, e com um aceno frio, acenou com a mão.

O corpo de Bai Chu congelou, e no segundo seguinte estorou de dentro pra fora, jogando, sangue gore e ossos para todos os lados, mas antes mesmo de tocar o chão, todo o sangue voou para a mão de Ming Tian, e desapareceu ao tocar sua pele.

Em seguida ele virou–se para a mulher.

–P–Por favor... P–Poupe–me... – Ela disse, tremendo e com lágrimas nos olhos. Seu rosto estava pálido de medo, enquanto seu olhar era de puro terror e horror. Ela jamais pensou que seu fim seria assim.

Ming Tian se moveu, e em um passo apareceu por trás dela. Sua mão se cravou no peito da mulher, e segurou o Dantian lá dentro... E em seguida o apertou com força.

Ela olhou em choque para ele, quando viu seu cultivo que ela tinha levado décadas para acumular indo embora... Sem um Dantian, agora era impossível ela prosseguir neste caminho.

Para um cultivador... Este era um destino pior que a morte.

Ming Tian a olhou por um segundo, antes de suspirar. Ele não sabia o que pensar em direção desta mulher. Na verdade... Ele sentiu um pouco de tristeza por ela, mas também não podia fazer nada.

Depois que o Dantian foi destruido, e o Yuan Qi vazou completamente, Ming Tian não disse nada, antes de sair pela porta do salão, que dava de frente para uma enorme cidade.

Ela estava completamente cercada por chamas vermelhas, Chamas de Sangue que ele conseguia produzir. Esta chama não queimava o corpo, e sim o sangue, o transformando em uma nevoa vermelha feita com o Yuan Qi do cultivador acertado pela chama, e por isto, a cidade tinha uma nuvem vermelha flutuando sobre ela.

Ming Tian acenou com a mão, e a nuvem vermelha rapidamente se condensou em liquido, e desceu sobre ele, que abrindo a boca, engoliu a tudo.

Seu Rank de cultivo começou rapidamente a crescer, e sua força a multiplicar. Ele estava agora indo para romper.

–Agora estou pronto para romper... – Ele disse para si mesmo. – E minha Técnica Dragon Blood Slaughter finalmente alcançou o primeiro Rank... Acho que esta na hora de olhar as outras técnicas.

Neste momento, sua espada apareceu sobre seus pés, e em um feixe ele deixou aquela cidade com um único sobrevivente... Aquela mulher sem família, ou cultivo qualquer.

Se ele soubesse o que o futuro esperava por ele, por apenas deixar aquela mulher viver... Talvez, ele tivesse mudado sua decisão.


Notas Finais


Cara... E esse final? Faz um ano que escrevi essa parte... Não me lembro nem o que tinha planejado kjkkk... Mentira, eu já reli todo o meu planejamento dessa fic (22 páginas só de planejamento vsf), e... é... vai ser interessante.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...