História Dragon slayers (O apocalipse) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Channel: The Animation
Tags Fairy Tail
Exibições 8
Palavras 1.781
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Luta, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Capítulo 11 (Pandemonium)


Teve outras lutas bem entediantes, até acabar o dia nos grandes jogos mágicos e irmos comer num bar, aonde a Fairy tail comemorava. Mesmo perdendo, ainda todos estavam animados, aprecio isso. Eu e Natsu, junto com Happy fomos caminhar e levar Lucy para descansar. Não queríamos que ela ficasse tão ferida. Lori ainda não acordou, o quê ainda me deixa aflita. Continuamos a caminhar, até vermos uma garota parada ao lado da porta do hotel da Fairy tail. Acho que seu nome era Yukino. Uma garota de cabelos curtos e albinos como os de Lissana. Ela usava uma saia colada branca, botas da mesma cor e um capuz branco com detalhes azuis. ela era uma maga celestial, e apostou sua vida com Kagura, mas a mesma a venceu e acabou a poupando. Não sei o que aconteceu com ela depois, mas não vejo em sua mão esquerda, a marca de sua guilda. E ela estava om uma mala.

-Aconteceu alguma coisa tigre?- Natsu pergunta. 

-An? Ah não. Desculpe incomodar, mas eu precisava falar com vocês.- Ela diz olhando para mim e Lucy. Natsu ficou incomodado por ela ser de outra equipe, mas acabou sedendo por pedido de mim, Happy e Lucy. Fomos para um restaurante 24 horas, e esperamos ela nos contar. Até ela colocar três chaves em cima da mesa;

-O quê é isso Yukino?- Pergunto já sabendo o que ela vai fazer.

-B-bom, meus espíritos não merecem ter uma perdedora como sua mestra, então.... Quero dar a vocês duas.- Ela diz triste.

-Não podemos aceitar.- Lucy diz.

-Concordo. Eles são seus espíritos. Sua família.- Digo.

-Eu sei. Vocês não sabem o quanto foi difícil tomar essa decisão.

-Mas e a Sabertooth? E os jogos?- Natsu pergunta.

-E-eu....

-Yukino.- A chamo séria.- O quê eles fizeram com você?

 

 

 

Eu a Natsu corríamos furiosos, deixamos Lucy e Yukino lá sem nos importarmos e corríamos. Happy estava acima de nós, tentando nos acompanhar. Mas nosso ódio era tanto, que nem conseguíamos dizer o que faríamos. Derrubamos a porta do hotel em que a Saber estava sem nos importarmos. Os magos surpresos daquela guilda vinham nos atacar mas nós acabávamos com todos sem dizer uma palavra. Até vermos os dragões gêmeos.

-COMO OUSARAM FAZER ISSO COM SUA NAKAMA?!- Berro socando outro.

-ELA ERA PARTE DA MESMA GUILDA QUE VOCÊS! SUA FAMÍLIA!- Natsu continua a gritar.

-ENTÃO POR QUÊ?!- Berramos juntos mandando várias pessoas para os ares.

-Irei contar ao Mato que estão nos atacando fora da arena.- Vemos um velho grande, gordo e aparentemente irritado aparecer.

-É o mestre da guilda?!- Pergunto um POUCO mais calma que Natsu.

-Sou.

-Pois então....- Um fogo brilhante meio dourado surge em minhas mãos, uma energia elétrica que ninguém jamais conseguiria desativar além de mim. Lanço em direção a ele até ver uma coisa que me fez arregalar os olhos. Paro o feitiço antes que chegasse e acertasse eles.

-Boa garota.- Vejo uma garota de cabelos pretos, prendidos em coques com tranças. Ela estava com Happy amarrado e chorando, enquanto Lori estava ainda inconsciente em suas mãos.

-Maldita.- Eu e Natsu murmuramos.

-Agora, podemos esquecer isso. E com prazer devolverei os exceeds, se irem embora.- Ela sorri.

-Gomen Natsu! Lua!- Happy chorava.

-Está tudo bem Happy.- Digo segurando Lori.- Não foi culpa sua. Ela tem uma magia diferente.

-Pode ter certeza, de que seu eu não estivesse aqui, meu pai já era....- Ouço a mulher começar a dizer, e nós nos afastarmos.

-Eu não posso acreditar que eles além de terem feito a Yukino apagar a própria marca da guilda, eles á humilharem.- Natsu diz pela primeira vez.

-Iremos provar que uma guilda de verdade é a Fairy tail. A guilda mais forte e a melhor!- Digo irritada.

-Sim!- Natsu e Happy concordam.

Voltamos para o hotel. Tomei um banho, vesti um pijama, escovei os dentes comi uma maçã e fui dormir. No da seguinte, tomei um rápido banho, vesti a mesma roupa dos jogos, e fui junto com os outros. Lucy não quer mais participar, então o Elfman vai hoje. Wendy não se recuperou por completo, mas iremos nos virar. Não vi Gray faz tempo, estou preocupada. 

Quando chegamos, fomos vaiados (novamente). Isso irrita, mas o mais irritante, é que nos acostumamos com isso. Bom, enfim, fomos para nossos lugares já que Mato iria apresentar a próxima competição.

-Bom dia a todos-kabo! Iremos fazer um jogo diferente-kabo! Vocês devem escolher a pessoa mais inteligente, corajosa e forte da equipe. Para assim, ela realizar o Pandemonio

-Pandemonio?- Repito confusa e me viro para eles.- Tem a ver com demônios. Sei lá, algo parecido.

-Então iremos escolher quem?

-Eu é lógico!- Natsu, Gray e Elfman dizem juntos.

-E qual do três são inteligentes?- Erza diz rindo baixo.- Eu voto da Lua.

-Erza.- Sorrio.

-Lua.

-Lua.

-Lua.

-Sério isso?- Pergunto com uma gota.- Ta bom então. Mas ainda acho que a Erza se sairia melhor.- Dou de ombros e pulo da sacada, me juntando aos outros integrantes da equipe. Tinha o tal de sting, um cara da Raven tail e os outros das outras guildas.

-A competição será o seguinte-kabo! Cada um de vocês, terá a chance de ir para dentro desse enorme castelo.

-Que castel.....- Antes que eu terminasse a pergunta, um enorme castelo negro brota no meio da arena.- Esse castelo....- Digo com uma gota. Quanta magia está sendo usada pra esses jogos?

- Terão 100 monstros para derrotarem. Quando vocês entrarem, poderão escolher quantos monstros, e qual o tipo que querem derrotar. Tipo A, tipo B, tipo C, tipo D ou tipo E. E vai rodando. A cada 10 monstros tipo B, C, D e E serem derrotados, vocês ganham um ponto. tipo A 5 pontos. Se perderem, perdem todos os pontos.- Interessante....

-Eu vou primeiro!- Levanto a mão.- Escolho todos os tipos de monstros para derrotar!

-M-ma-mas.... Essa não era a ideia-kabo.

-Não importa. Utilizo o meu direito de escolher.- Sorrio.

-C-certo.

-Como assim? Ela irá escolher todos?

-Até parece que a Fairy tail vai vencer. Irá perder todos os tempos e irá chorar depois.

-O que você vai fazer Lua....- Ouço Natsu murmurar das arquibancadas. Olho para meu time que estava com uma cara muito surpresa. Apensas sorrio e sussurro.

-Confiem em mim.- Natsu assentiu sorrindo e contou aos outros. Todos da arena estavam surpresos e rindo da "besteira" que irei fazer. Somente ignoro e entro dentro do castelo.

Havia uma lácrima mostrando os tipos de monstros que posso escolher. Como eu disse, e não estava blefando, escolhi todos. E logo iam aparecendo. Pra começar, invoquei uma espada e a botei em chamas, comecei a atacá-los como uma dança. E a cada grito de guerra que eu dava, um ponto a Fairy tail ganhava. Não dava para ver a expressão das pessoas, mas não duvido que eu estava sendo gravada agora, e todos surpresos com isso. Apareceu u maior que os outros, eu diria que é um monstro tipo B. O ataquei e apareceu mais 1 ponto. 

-95. 96....- Eu falava acertando cada um deles.- 97. 98. 99....- Acabei de contar mas não vi outro. Eu já estava quase esgotadas, mas iria continuar.- Cadê o último? Eu não matei nenhum tipo A.- De repente, um monstro dez vezes maior que eu cai  em pé na minha frente, me fazendo arregalar os olhos e o chão tremer.- Achei...- Murmuro com uma gota até ele bater a cabeça no teto, tentando ficar do tamanho real, me fazendo rir. Ele bate uma vez o pé no chão me fazendo bater a cabeça no teto também.- T-tá bom, esse eu mereci.- Digo esfregando a cabeça caída de bunda no chão. Antes que ele pisasse em mim, dou um salto fugindo do ataque.

Invoco a espada celestial, a cobrindo com fogo celestial e lançando uma rajada dourada nele, que defende e acaba quebrando o teto do castelo, ficando agora 20 vezes maior do que o tamanho de antes!

-Tá de brincadeira....- Murmuro indo atacar aquela coisa.

-Que incrível senhoras e senhores! Lua derrotou todos os 99 monstros! Será que no último ela irá perder todos os pontos?- Ouço o comentarista dizer enquanto eu estava suada e totalmente cansada. Invoco a armadura samurai, com uma catana e vou em direção a ele. Preciso de mais ataque e menos defesa. Vou atacando ele infinitamente, mas parece que só o  distraia. Ele bate sua enorme mão em mim, me fazendo voar longe e quebrar uma das torres do castelo.

-D-droga....- Murmuro totalmente machucada. Escorria sangue pelos aranhões tanto profundos, como os finos. Eu estava exausta e mal conseguia me mexer. Mesmo assim me levanto e o ataco agora com mais força.- Anda droga!- Digo irritada.- Karyo no Yokugeki!- Lanço um ataque de Igneel, fazendo, pela primeira vez, o monstro recuar.- Monstro tipo A não é brincadeira....- Invoco uma espada gigante e vai em direção ao monstro. Ataco várias e várias vezes.- Perdi a paciência!- Vou até o monstro agora furiosa, dou um berro (tipo os da aquarious) e começo a cortar seus braços, seguidos das pernas, e a cabeça. Até o mesmo desaparecer, e o castelo também. Caio de joelhos totalmente exausta. Acho que exagerei realmente.- E-eu ainda p-posso lutar.- Digo tentando me levantar, para mostrar, que não perdi para o monstro.

-Incrível-kabo! Lua Misuri da Fairy tal é realmente poderosa! Nos deixando em total transe assistindo sua luta contra os monstros!- Mato levanta minha mão direita, e só ouço um salve de palmas. Agora eles entendem o poder da Fairy tail?!

-Lua!- Gritam e pulam em cima de mim.

-Ai.....- Reclamos sendo esmagada por todos da Fairy tail.

-Você foi incrível Lua!

-Muito bom.- Erza elogia.

-Demais!- Gray diz.

-Depois luta comigo!- Natsu sorri. Aquele sorriso que só ele consegue dar.

-Agora..... eu só quero descansar.- Digo morta.

-Lua você foi incrível!- Lucy diz.

-Obrigada Lu.- Sorrio.

-LUAAAA!- Essa voz.... será?

-Lori?!- Me viro com lágrimas nos olhos.

-Lua!- A mesma pula em meu colo e começa a chorar junto comigo. Ficamos ajoelhadas no chão, uma chorando no abraço da outra.

-Achei que ia te perder Lori!- Choro sem me importar com toda a multidão,que na verdade, estava comovida junto comigo, enquanto meus nakamas sorriam.

-Eu acordei por sua causa! Eu nunca iria te deixar Lua!H- Ela diz chorando como Happy.

-Lori. Eu fiz isso pra você.- Vejo Happy meio corado, e entregar um peixe com uma fita vermelha em volta.

-Ah um peixe Happy. Obrigada.- Dá um beijo na testa do mesmo.

-Aye....- Ele diz derretendo no chão. Só solto uma risada.

-Muito obrigada Grandine.- Murmuro.

-De nada. Filha de Acnologia.- Ouço a voz da mesma.

-O que?- Murmuro.- Como ela....

-AGORA VAMOS COMEMORAR BEBENDO!- Ouço o mestre Macarov gritar.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...