História Dragon slayers (O apocalipse) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Channel: The Animation
Tags Fairy Tail
Exibições 7
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Luta, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 13 - Capítulo 13 ( Filha de Acnologia)


AUTORA POvs ON"

-Acham que ela vai ficar bem?- Lucy pergunta enquanto caminhava com seu time. Ambos preocupados com o estado de Lua.- Ela tem umas recaídas do nada. Se sente fraca....

-Talvez só seja um mau estar.- Erza diz calma.

-É. Talvez.- Natsu diz pensativo.

-Ela só precisa de um tempo. Quase viu sua melhor amiga ser morta na sua frente sem poder fazer nada. Quase foi morta também. Gastou todas as suas energias conosco então com certeza ela está exausta.- Gray fala.

-Tomara que só seja isso.- Natsu diz preocupado. Até uma enorme sombra pousar na frente deles. Um dragão. O dragão. Aquele que a vida teme. O dragão do apocalipse: Acnologia.

-Só eu que to vendo isso?- Lucy pergunta de olhos arregalado apontando para a enorme figura a sua frente.

-Como vão humanos tolos?!- Sua voz era tão alta, grossa e assustadora, que nenhum deles conseguiu responder.-Aonde está a Luna? Quero vê-la imediatamente.

-O que quer com ela?

-Não interessa ao filho de Igneel! São assuntos nossos! Aonde ela está?

-Não iremos te falar.

Eles só veem um enorme rugido, talvez o mais poderoso de todos. Vindo do dragão a sua frente.

-Se não querem facilitar, irei matá-los eu mesmo!

-Pare!

LUA POvs ON"

Após ouvir o rugido. O rugido que só eu conheço, saí correndo. Até chegar numa praça rodeada de magos, pessoas comuns e... bem no meio, meu pai em forma de dragão.

-Se não querem facilitar, irei matá-los eu mesmo!

-Pare!- Grito.- Você não vai matá-los Acnologia! Eu não permito!

-E o que você pensa que vai fazer? Garotinha.-Começo a sentir uma enorme dor pelo corpo e cabeça, me fazendo cair de joelhos.-Eu controlo você.-Ele mexia as garras decidindo se aumenta a "potência" de dor ou não.-Eu faço o que quiser com você. E eu sei que você me teme acima de tudo. Você é a pessoa mais fraca desse mundo perto de mim!

-Ee-está certo.- Ele arregala aqueles olhos assustadores ao me ver levantar ainda fraca.- Sou fraca. Muito fraca. Mas você não me controla! Eu me controlo! A vida é minha! A mente é minha! E nem que eu tenha que morrer, irei te levar comigo!- Ele sorri com deboche.

-É mesmo?-Ele me agarra, me impedindo de me mexer.-Pois então diga aos seus "Nakamas" quem você realmente é.- Lágrimas já caiam de meus olhos.-Ela e a filha do dragão do apocalipse. Aquele quem a criou! Aquele quem a enviou para matar todos os Dragons slayers! Inclusive você! Filho de Igneel! Ela se aproximou de você para conseguir te matar!-Eu chorava e me debatia desesperada.

-É mentira Natsu! Eu não me aproximei de você para isso! Eu... Eu gosto de você! Eu amo todos vocês! vocês foram as pessoas que me acolheram, me ajudaram e ajudaram Lori! Eu queria contar.... mas... não consegui.

-Lua.....- Eles murmuram.

-Vamos ver o quanto você aguenta. Filha.-Ele diz o "filha" com um tom mais severo. E levanta voo.

-Lua!- Ouço meu antigo time gritar. E só algumas lágrimas saem de meus olhos.

-Gomensai.- Digo chorando e vejo Natsu entender.

-Você é mesmo tola! Poderia acabar com todos, e continuar a ser quem você sempre foi.

-Você é cruel! Não sabe o quanto eu te odeio! Te odeio muito!- Digo chorando.

-Eu sei. E e por isso, que vai odiar mais o que vou te mandar fazer.

-Eu nunca vou te obedecer! NUNCA!- Me debato mais.

-Veremos.

Ele levanta mais o voo, e minha cabeça doía, eu não sabia mais o que fazer. Me sentia vazia, e logo paro de me debater. O quê está acontecendo comigo?

-Agora, o que você está pensando?-Acnologia pousa na frente de todos os magos e me esperou responder.

-Devo servi-lo.- Digo completamente automático. Eu não queria dizer isso. Nunca diria isso!

-Agora, quem é a pessoa mais importante pra você nessa guilda?- Eu tentava me controlar para não falar, mas é impossível.

-Natsu. Eu amo o Natsu.- Digo completamente hipnotizada.

-O filho de Igneel querida? Poderia ser qualquer um deles, mas o seu arqui-inimigo? Bom, agora você só quer uma coisa: Matá-lo. Você não irá parar até que ele esteja morto ou seriamente ferido entendeu?

-Matar Natsu Dragneel.- Repito como um zumbi.

-O quê você...- Natsu tentava pronunciar.

-Ele trocou as memórias dela a partir de hipnose!- Lucy diz.

-Quando eu te soltar você só vai pensar em matá-lo porque você o odeia, e se alguém se intrometer, você mata ele também.

-Matar quem se intrometer.- Repito.- Odeio Natsu Dragneel.

-Agora vá.-Ele me solta e rapidamente invoco uma espada qualquer.

-Lua....- Natsu diz preocupado. Somente ignoro e o ataco com a espada, e ele desvia rapidamente.- Eu não quero lutar com você Lua!

-Então se deixe morrer!- O que eu estou falando? Eu não gosto nada disso! Eu amo o Natsu! Por quê estou dizendo que o odeio?!

-Lua....- Todos murmuram vendo como eu estava. Aparentemente, eu estava com ódio. mas lágrimas saíam de meus olhos e os mesmos estão totalmente tristes. Eu ia novamente atacar Natsu mas sou lançada pra longe por algo diferente. Não é a magia do Natsu.

-Titânia......- Murmuro irritada e me viro para ela.

-Para Lua. Lembre-se de quem você é.- Ela diz triste.

Lanço um ataque nela, a lançando para o outro lado da praça e fazendo bater numa árvore, a quebrando.

-Erza!- Os outros gritam. O que ue to fazendo?

-Se volte para o Dragneel!

Me viro indo em direção a ele como um robô.

-Natsu... Erza... minna....- Murmuro.- Gomen....

-Lua....

-Eu não quero mais fazer isso!- Choro mas ainda atacando Natsu.- Me ajuda! Por favor!

Natsu ficou parado. E com a expressão séria ele não...

-NATSU!- Berro quando vou na direção dele, pronta para dar o golpe final.- SAI DA FRENTE!- Berro chorando.

-Assim você não vai mais sofrer.

-NATSU!- Berro junto com todos, e no último segundo, paro.

-O que aconteceu? Por que não continua? MATE-O!

Caio lentamente para o lado, e a espada desaparece.

-O QUE VOCÊ FEZ SUA IMPRESTÁVEL?!

-Lua!

-Gomen.... E-esse... é o único.... j-jeito....- Digo com dificuldade e respirando muito fraco.

-PARE COM ISSO AGORA!

-T-tarde demais....

-O que você fez? Me diz o que fez!- Natsu pedia desesperado.

-Ela suspendeu as energias.- Vejo Grandine.- Ela não irá sobreviver. Sua magia será zerada, junto com sua vida

-PARA AGORA LUA!- A guilda inteira gritava.

-Gomen....- Digo fraca fechando os olhos.

-LUA!- Natsu berra.

-Saia da frente.- Grandine ordena a Natsu, que sai rapidamente.- Eu disse que você teria que contar uma hora ou outra! Garota cabeça dura!

-Gomen Grandine... mas.... não podia.- Digo mais fraca ainda.

-Se depender de mim, você irá sobreviver!

-Se eu sobreviver..... todos vão.... morrer....

-Não pense besteiras! Você irá sobreviver e irá derrotar Acnologia! Você é uma Dragon slayer! Pode derrotá-lo!

-N-não sei se consigo....

-Você consegue! Todos os dragões estão torcendo por você! Todos os seus amigos, família, Nakamas! A Safira está torcendo por você!

-H-hai...- Me levanto com dificuldades.

-Ele não poderá mais te controlar. Não se preocupe. Vai.

-Entendi.- Digo com minhas forças, magicamente preenchidas novamente.

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...