História Dragon X (segunda temporada) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Minecraft
Tags Ação, Aventura, Hentai, Minecraft, Romance
Exibições 9
Palavras 782
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


oie desculpa a demora gente acabei ficando sem pc desculpa os erros

Capítulo 8 - Voltando pra casa


Fanfic / Fanfiction Dragon X (segunda temporada) - Capítulo 8 - Voltando pra casa

                                                 
   
      *TARIK ON *
estavamos a um dia de viagem de volta para minha casa eu me encontrava nas costas do meu tio estava cansado e ja era de noite, ja faz mais de nove anos que nao os vejo minha familia como sera que eles estao e como sera que minha mae vai reagir ao me ver eu mudei muito da ultima vez eu estava alegre por saber que finalmente eles aviao entrado em um acordo entre Brine, e vao fazer um baile fantasia para comemora a paz entre os reinos fiquei feliz com isso mas ao mesmo tempo decepcionado meu treinamento nao valeu pra nada?, respirei fundo logo logo estaria de volta em casa, me acomodei nas costas do meu tio e dormir
acordei com o sol forte em meu rosto me incomodando muito 
-acorda bela adormecida ja estamos perto de casa - disse meu tio 
- ja chegamos?- perguntei coçando os olhos
-eu falei que estamos perto nao falei que chegamos - disse rindo
- voce e um idiota sabia - disse irritado
- me respeita muleque fiquei mais de nove anos com voce na quele lugar so pra te ensina a se proteger - disse me encarando 
- eu agradeço por isso mas acho que nao valeu de nada - disse suspirando
- nao diga isso sempre vamos precisa saber nos proteger - disse serio 
fiquei ali um bom tempo pensando sobre a vida e sobre meus pais finalmente estaria ao lados deles e é claro ao lado do meu avô, passou algumas horas e ja podiamos ver a casa da minha mae pelo jeito nao mudo nada, meu tio pousou na grama 
- Caramba Kona voce matou a grama - olhei de onde vinha a voz e era meu pai 
corri ate ele e o abracei o mesmo correspondeu ao abraço
- oie filhao como voce cresceu - disse bagunçando meu cabelo
- pse pai to mais alto que o senhor - ri vendo ele ficar serio mais rir junto comigo
- vai la sua mae e seu avô estao la dentro - disse apontando para a casa
entrei e me deparei com uma decoraçao de boas vindas, baloes e um enorme cartas escrito "sejam bem vindos" decoravam o local 
- meu filho como voce ta grande nei parece aquele menininho da mae - minha mae veio ate mim me abraçando
- senti tando a sua falta mae - a abracei deixando algumas lagrimas cairem
- ei neto meu nao pode ser froxo para de chorar - meu vô veio ate a gente
- e ai velho como voce ta - disse limpando o rosto
- nao estou velho minha aparencia e de um jovem de 30 anos mesmo tendo quase mil anos e olha que e pouco pra um dragao lendario - disse se exibindo 
- esta bem sograo para de se exibi- disse meu pai sendo seguido pelo meu tio
 
- ai finalmente em casa - meu tio se jogou no sofa - Amy ele esta entregue vido e sabendo como controlar seus poderes - olhei pra minha mae e a mesma estava sorrindo - so a parte dragao dele que acabou dando errado - disse meu tio

olhei pra ele lembrando da primeira vez me me transformei por completo em um dragao, mas os efeitos colaterais veio em seguida

-como assim Kona? - perguntou minha mae preocupada

- seu filho pod mudar a cor do cabelo dependendo do seu humor ou seu sentimento - disse ele com voz de sono

- uff achei que era algo perigoso - olhei pra minha mae e a abracei de novo

- e entao me conte as novidades - disse me sentando na mesa pegando um pedaço de bolo

- Brine finalmente aceitou a paz entre os reinos mas pra isso - meu pai ficou em silencio me deixando preocupado

- mas pra isso oque pai - olhei pra ele e o mesmo demostrava estar nervoso

- voce tera de se casar com a filha dela - minha mae me disse com uma tom de tristeza

engasguei com o bolo e comecei a tossir, olhei pra ela desesperado como assim me casar nao 

- Tarik entenda e pelo bem de todo - disse meu vô batendo nas minhas costa

- porfavor filho entenda que e pelo bem de todos - minha mae ja estava em meio a lagrimas

- mae - suspirei - se for pelo bem de todos eu aceito - disse olhando pra ela 

nao tinha outro jeito nao tinha outra maneira fugir? e deixalos morrer  nunca vou fazer esse sacrificio nao era oque eu queria mas nao poço me dar ao luxo de escolhe meu destino 

 


Notas Finais


gente desculpa ta meio curto ta desculpa a demora bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...