História Dramione: Opostos mas Iguais - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Aberforth Dumbledore, Abraxas Malfoy, Alastor Moody, Alvo Dumbledore, Alvo Potter, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Barão Sangrento, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cho Chang, Córmaco Mclaggen, Daphne Greengrass, Dino Thomas, Dobby, Draco Malfoy, Duda Dursley, Fleur Delacour, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Gina Weasley, Godric Gryffindor, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Jorge Weasley, Lilá Brown, Lílian Evans, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Percy Weasley, Personagens Originais, Petunia Dursley, Pomona Sprout, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Remo Lupin, Ronald Weasley, Rose Weasley, Rúbeo Hagrid, Salazar Slytherin, Scorpius Malfoy, Severo Snape, Sibila Trelawney, Sirius Black, Ted Lupin, Theodore Nott, Tiago Potter, Tiago S. Potter, Tom Riddle Jr., Valter Dursley, Viktor Krum
Tags Draco Malfoy, Dramione, Harry Potter, Hermione Granger
Exibições 223
Palavras 1.258
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Seguindo a serie de Cap. da bad...

Capítulo 37 - Três dias.


POV – Draco

Eu passei tanto tempo almejando a simples ideia de tê-la comigo e em menos de 24 horas de namoro, eu já posso perde-la?! Não. Não vou perde-la. Só em pensar que tudo isso foi por causa daquela aposta estupida!

Eu, Gina e Luna já estamos á caminho do hospital, Luna não para de chorar ao ombro da amiga, que até agora não disse uma única palavra, só chorava e soluçava compulsivamente ao meu ombro, é horrível olhar para a Hermione e não ver ela sorrir ou ver seus olhos reluzirem em meio a escuridão, agora ela está fria, sua pele mais pálida ainda, e sua cabeça enfaixada.

- Podem descer, vamos encaminha-la para a UTI. – já haviam uns cinco médicos aguardando a chegada de Hermione na entrada do hospital, nós saímos e fomos para a área de espera. –

- Gina, Luna... Olha, vai ficar tudo bem... – eu disse tentando acabar com as lágrimas da ruiva e da loira –

- E-Ela n-não merece isso... – gaguejava a loira –

- Eu sei que não... mas a Hermione é forte, não vai se deixar abater por isso – Tentei convencer a ela e a mim –

- O que houve com ela, Draco? – perguntou já mais calma e limpando as lágrimas –

- Eu não sei, ela estava diferente, não era ela, tenho certeza que se não tivéssemos a impedido ela não teria parado... – eu disse aflito –

- Não quero perde-la... – sussurrou Gina –

- E não vai! – eu deu um sorriso triste e a abracei, ela deixou escapar algumas lágrimas e depois se acalmou, passou-se  algumas horas e um médico veio até nós –

- Estão acompanhando Hermione Jean Granger? –perguntou –

- Sim! – eu respondi mais que imediatamente –

- Ela perdeu muito sangue, e não está reagindo aos remédios, Nós a operamos, essas horas foram bem intensas, sinto lhe informar mas ela sofreu uma lesão cerebral, haverá algumas sequelas se acordar, não garanto que serão físicas, o quadro dela é gravíssimo, as chances de ela acordar são muito baixas, no momento ela está em um coma, ao que tudo indica se ela continuar nesse ritmo ela só tem mais três dias, poderão  visita-la em breve e mais uma vez eu sinto muito... – O meu mundo se despedaçou, a simples chance de não ter Hermione ao meu lado, já me deixa deprimido –

- E-Ela pode morrer?! – Gina e Luna retomaram as lágrimas, por sorte nesse momento Harry, Ronald, Blásio e Carry chegaram –

- O... Que... Foi... Que... Perdemos... – Perguntou Blásio ofegante –

- Nós... Viemos... Correndo... – completou Harry –

- H-Harry... A-A Hermione... – Quando Gina falou, o rosto do Santo Potter perdeu o pouco de cor que ainda lhe restava – E-Ela tem poucas chances de sobreviver, o médico disse que só tem três dias... – Ela correu para os braços do namorado –

- Draco... – eu estou parado imóvel, olhando pro nada, meus olhos estão marejados, minha respiração descompassada, e eu sentia que iria desmaiar, eu me senti incompleto... – Draco! – ela correu até mim e me abraçou –

- E-Eu...

- Não diga nada.... – eu retribui o abraço, engoli o orgulho e deixei mais lágrimas escaparem, eu não estou pronto pra ficar sem ela... Não estou... Ficamos um tempo assim até todos até que recompusessem – Agora expliquem, como está a Hermione? – ela perguntou meio receosa –

- A Hermione perdeu muito sangue... E-Ela está em coma... Ela está muito mal. – eu disse –

- Poderemos visita-la em alguns instantes.. – completou Luna limpando as lágrimas –

- Mais alguma coisa? – perguntou Blásio –

- Se acordar, com certeza terá sequelas, talvez não físicas, mas terá... – eu completei –

- Senhores, sou a enfermeira (N/A: Joyce) Delphi, me acompanhem para o quarto, sim?

- Certo! – eu respondi –

- Me sigam, por favor. – ela disse educadamente e nós a seguimos – Por favor, não façam barulho. – ela se retirou –

- Oh, Hermione... Amiga... – Gina e Luna acariciaram a cabeça de Hermione –

- você já esteve melhor... – disse Blásio, recebendo em seguida um tapa na nuca –

- Quieto Blásio! – Disse Harry – Ah, Hermione, estamos aqui denovo, eu precisando loucamente de você, e você ai, dormindo, mas dessa vez você não deixou nenhuma pista em um papel, não é? – Ele sorriu triste – Sem você eu não estaria aqui hoje... Eu tocaria tudo o que tenho pra não te ver assim... Por favor não nos deixe... – Ele beijou sua testa e se afastou –

- Olha Hermione, eu não vou admitir derrota, porque isso eu não faço, e eu ainda acredito que você vai acordar, vai se levantar e dizer aquelas coisas de nerd que você sempre tenta nos contar, sobre a história de Hogwarts ou sobre Runas... Se você acordar eu prometo que vou escutar todas elas, sem dormir no meio Okay? – Gina também se afastou –

- Hermione... Ainda não entendo como alguém pode ser tão inteligente, divertida e ainda por cima, uma ótima amiga, você foi uma das primeiras pessoas que não me chamaram de Di-lua, você de deu amigos e uma família em Hogwarts, você sem duvida é especial, seja lá o que aconteça nós te amamos, se lembre disso... – Luna se afastou –

- Hermione, você quase me matou do coração menina! Se lembra do dia que viramoos amigos? O Draco ficou morrendo de ciúmes quando te chamei de “Mi”, obrigado por me aturar e por brigar comigo, você é única... – Blásio se juntou a Luna –

- Mione, fiz tanta coisa ruim com você, fui o maior idiota do mundo e você me perdoou... você tem um dos maiores e mais bondosos corações que conheço, você faria tudo por todos, e agora não podemos fazer nada com você, então eu prometo, se você acordar, eu te juro nunca mais na minha vidinha eu vou tirar menos que um “A” – todos nós rimos – Calem a boca! Tá bom... isso eu não prometo... Depois agente resolve isso... –ele sorriu – Vamos te deixar conversar com o Malfoy agora, tá? –ele beijou a testa da loira e saiu do quarto sendo seguido por todos -

- Ah... Hermione... Minha linda dama... O que eu fiz com você, em? – Eu disse com a voz travada, minha Hermione estava, pálida, com alguns fios ligados a ela, incrível que mesmo inconsciente ainda seja linda, Com uma das mãos eu acariciei seus cabelos e com a outra eu segurei a dela, que ainda estava com a aliança acariciando-a. A aliança que um dia me deu tanta raiva, assim como quem a estava usando. A sabe-tudo irritantemente chata que briga comigo sem motivo algum. –O médico disse que você só tem três dias. –Mais lágrimas caíram. –Mas eu não acredito nele. Eu sei que você é forte, já aguentou muita coisa, então não vai ser assim que você vai me deixar, não mesmo, não agora. Eu sei que você vai acordar e provavelmente vai arrumar alguma desculpa pra brigar comigo... –Sorri sozinho imaginando a próxima briga –

“E enquanto você grita, eu vou rir só pra te deixar mais irritada ainda, ou provavelmente vou dar alguma resposta pra te estressar, quando na verdade em minha cabeça vou estar totalmente feliz por você estar bem. Eu já disse que você fica linda brava?” Acariciei seu rosto adormecido.

- Eu nunca te disse isso, mas lá vai... Eu te amo. Eu sempre vou te amar, e quando você acordar, eu vou estar te esperando, vou te esperar pra sempre, vou cuidar da Luna e da Gina pra elas não fazerem nenhuma burrada, e vou me certificar que o santo Potter não morra. – eu dei um beijo calmo e molhado elas lágrimas em seus lábios avermelhados e agora frios – Até mais.... Minha Dama....


Notas Finais


As despedidas... Tão tudo na bad...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...