História Dramione: Opostos mas Iguais - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Aberforth Dumbledore, Abraxas Malfoy, Alastor Moody, Alvo Dumbledore, Alvo Potter, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Barão Sangrento, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cho Chang, Córmaco Mclaggen, Daphne Greengrass, Dino Thomas, Dobby, Draco Malfoy, Duda Dursley, Fleur Delacour, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Gina Weasley, Godric Gryffindor, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Jorge Weasley, Lilá Brown, Lílian Evans, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Percy Weasley, Personagens Originais, Petunia Dursley, Pomona Sprout, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Remo Lupin, Ronald Weasley, Rose Weasley, Rúbeo Hagrid, Salazar Slytherin, Scorpius Malfoy, Severo Snape, Sibila Trelawney, Sirius Black, Ted Lupin, Theodore Nott, Tiago Potter, Tiago S. Potter, Tom Riddle Jr., Valter Dursley, Viktor Krum
Tags Draco Malfoy, Dramione, Harry Potter, Hermione Granger, Ronald Weasley
Exibições 594
Palavras 1.297
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente você piraram com o ultimo Cap.! hauhashaushausa! Eu recebi as ameaças de morte de uma vida toda em menos de 24 horas! Mas não os culpo, afinal, eu admito que exagerei um pouco com o coração de vocês...

Capítulo 39 - Quem é você?!


POV – Hermione

Eu acordei em uma sala escura e sombria, eu estou presa em uma cadeira. O-Onde estou?!

- Ora, Ora... Hermione... há quanto tempo... – uma voz rouca, grossa e sombria ecoou pela sala –

- Quem é você?! - perguntei olhando ao redor -

- Somente o seu pior pesadelo, e a razão da sua loucura....

- Foi você que quase me fez uma assassina?! - perguntei indignada -

- Admito que é bem divertido ver suas reações, se aqueles idiotas não tivessem me impedido, a brincadeira teria sido mais... intensa... - Sua voz é simplesmente assustadora -

- O que você quer?! – perguntei assustada –

- O que eu quero? Eu quero você, eu quero a sua ruina, eu quero fazer da sua vida um inferno!! – ele urrou –

- O que foi que eu fiz pra você?!

- NASCEU!! NO DIA EM QUE VOCÊ NASCEU, VOCÊ ARRUINOU TODA A MINHA VIDA!! – Sua voz perfurou os meus tímpanos –

- Como?! Como uma simples nascida trouxa pôde acabar com a merda da sua vida?! – perguntei irritada –

- você não é uma nascida trouxa, bruxa estupida!!

- Acho, que você pegou a garota errada... – Sussurrei –

- EU NUNCA ERRO!! – Se você nunca erra como uma simples garota estragou a sua vida? Olha o erro de concordância... -

- Pode falar mais baixo? Meus tímpanos agradecem, senhor voz. – Se for pra morrer que seja com estilo –

- Ah? Acha que eu vou te matar? – Ele falou como se lese minha mente - Não. Eu vou tirar tudo o que você mais ama e ver você perecer, bem. Diante. Dos. Meus. Olhos. – ele deu uma risada sombria –

- E como você pretende fazer isso? – eu tentei manter a minha voz o mais firme possível –

- Não é obvio? Eu vou fazer todos que um dia já sentiram algo de bom por você, te odiarem com todas as suas forças – ele disse calmo –

- Eles nunca iriam acreditar em você!! – eu gritei desesperada –

-Não em mim... Mas talvez eles acreditem em você...

-E como espera que eu siga as suas ordens? – perguntei dando um sorriso de lado –

- Ah, que bom que disse isso, dez pontos para a Grifinória! – eu revirei os olhos – Ou você faz o que eu pedi, ou eu os mato, um por um, começando pela ruivinha Weasley e a Maluca Lovegood... – Eu gelei –

- não vai conseguir! – eu disse, o medo transparecia na minha voz –

- Ah é? Esse é o seu primeiro aviso. No segundo, vem a punição. – ele tinha tanta firmeza em sua voz... – Boa sorte Bruxinha estupida.... – Eu comecei a sentir uma dor, intensa no meu peito, uma dificuldade de respirar e a sensação de ter alguém segurando a minha mão, comecei a convulsionar e a me debater, até que eu abro os olhos, dou de cara com madame Pomfrey, Draco, Gina e Luna, ah, eu voltei... –

- Malfoy? – Eu perguntei confusa –

- Minha dama!!- Eu senti tanta falta dos seus abraços...– Gina vai chamar os outros!! – Gina e Luna saíram correndo a procura dos outros – Senti tanta sua falta! – ele me beijou, com toda a força que Merlin me enviou eu consegui me segurar e não corresponder-lhe – Eu te amo demais!! – Meus olhos deram uma leve marejada, eu vou ter que abandona-los... –

- Hermione!! – Gritaram Harry, Rony e Blásio correndo e me abraçaram forte, pra mim foi como a pior despedida de uma vida inteira–

- Que bom você chegou no dia da transferência da Carry! – disse Luna com os olhos marejados de alegria -

- Como você se sente? – Perguntou Harry –

- Vazia... – Eu menti...–

- Deve ser é fome! – disse Blásio, eu ri internamente –

- Não, Zabini... É como se eu não sentisse nada... –eu disse seca –

- Como assim? – perguntou Gina –

- Não sinto nada... – eu tentei transparecer indiferença em meio a angustia que eu senti– Agora se puderem, me deixem sozinha – Eu disse calma –

- Mas... – disse Gina –

- Eu quero ficar sozinha com o Malfoy. – Pude ver sua cara de espanto –

- HUMMM SEI!! – disse Blás malicioso – até mais! – eles saíram rindo –

- Precisamos conversar. ..– Até eu sei que dia não bem coisa boa.... – Quero terminar.

- O-O que? – É pro seu bem...– M-Mas por que?

- acredito que o objetivo de uma relação, seja o sentimento mutuo, e no momento não sinto nada por você nem por ninguém. – Eu disse fria, e me segurando pra não transmitir toda a dor que estava presente dentro de mim... Eu evitei olhar em seus olhos -  pegue. – Eu retirei  aliança que ele havia me dado e lhe entreguei –

- Se é assim que você quer. – Minha respiração está ofegante, minha visão embaçada, uma vontade louca de correr até ele abraça-lo e pedir-lhe para me proteger de todo o mal percorre o meu corpo, meu coração está aos cacos, mas antes eu do que eles... agora que ele saiu eu pude deixar as lágrimas escaparem – Está feliz?! você retirou tudo o que eu tinha de melhor!! O que quer agora?? – eu soluçava intensamente, o que foi que eu acabei de fazer? Acabei de abandonar, meu namorado meus amigos... – Madame Pomfrey! – chamei –

- Oh, você está bem querida? – Ela perguntou me olhando de cima a baixo –

- Sim... – eu limpei as lágrimas – Quando posso sair?

- Se realmente está se sentindo bem, pode sair agora. – ela disse sorrindo –

- Obrigada. – eu dei um rápido sorriso e sai da enfermaria, e de volta ao meu quarto, Oh, droga! Este lugar está impregnado com o cheiro de Draco! Eu corri pro meu quarto e troquei de roupa, coloquei o uniforme, fiz uma maquiagem básica, soltei os cabelos e sui para o grande salão, quando cheguei vi que todos me olharam... mais diretamente nas mãos onde meu anel já não se encontra presente, eu caminhei e me sentei o mais longe o possível dos meus... amigos? Tive meus pensamento interrompidos pela voz de TODOS os sonserinos gritando –

- O REI DA SONSERINA ESTÁ DE VOLTA!! – Vão arranjar uma louça pra lavar! Eu senti um certo par de olhos na minha direção então tratei de me fazer de indiferente, acho que é até bom que ele siga em frente... Vai facilitar as coisas pra nós... MAS NÃO FAZ NEM TRINTA SEGUNDOS QUE SABEM QUE ESTAMOS SEPARADOS E ESSAS VAGABAS JÁ PULAM NO PESCOÇO DELE?! –

- Idiotas... atiradas... com QI de sete pontos... – eu murmurei enquanto comia, um bolinhos de morango –

- Calem a boca, agora Dumbledore vai apresentar a Carry! – advertiu Ronald, fico feliz em ver que ele já desenvolveu alguns sentimentos por ela... –

- Boa noite a todos hoje, mais uma aluna irá entrar na nossa escola, seu nome é Carina Black Malfoy. – ela entrou no grande salão, eu pude ver a timidez eminente, mas ela ainda mantinha a típica pose de superioridade Malfoy... Eu ri internamente– Agora sente-se aqui e iremos selecionar a sua casa.

- Humm... Mais uma Malfoy... você é de longe a Malfoy mais bondosa que eu já vi... É inteligente... corajosa... ambiciosa... difícil... muito difícil... mas acho que ficara melhor na... CORVINAL!! – EU SABIA QUE ELA NÃO ERA DA SONSERINA!! –

                - Algum tempo se passou e eu pude ver, Draco, Gina, Harry, Blásio, Luna, Rony e carry saírem do grande salão sorrateiramente, fico feliz que eles já aceitaram e seguiram em frente... Mas uma parte de mim queria que eles tivessem vindo até aqui e me sacudido no intuito de botar um pouco de juízo na minha cabeça, eu sorri novamente e voltei para o meu dormitório, eu corri até o meu closet e procurei uma roupa de dormir, e em meio á todas eu encontrei a blusa de Draco, que ele me emprestou depois da primeira festa do ano... eu a vesti fui até a minha cama e dormi -


Notas Finais


Eai? Gostaram? Em? Uma explicação pra loucura da mi! prometo que ainda consigo catar os caquinhos do core, de vocês <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...