História Dramione: Opostos mas Iguais - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Aberforth Dumbledore, Abraxas Malfoy, Alastor Moody, Alvo Dumbledore, Alvo Potter, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Barão Sangrento, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cho Chang, Córmaco Mclaggen, Daphne Greengrass, Dino Thomas, Dobby, Draco Malfoy, Duda Dursley, Fleur Delacour, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Gina Weasley, Godric Gryffindor, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Jorge Weasley, Lilá Brown, Lílian Evans, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Percy Weasley, Personagens Originais, Petunia Dursley, Pomona Sprout, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Remo Lupin, Ronald Weasley, Rose Weasley, Rúbeo Hagrid, Salazar Slytherin, Scorpius Malfoy, Severo Snape, Sibila Trelawney, Sirius Black, Ted Lupin, Theodore Nott, Tiago Potter, Tiago S. Potter, Tom Riddle Jr., Valter Dursley, Viktor Krum
Tags Draco Malfoy, Dramione, Harry Potter, Hermione Granger
Exibições 202
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiê! Mais um Cap. da incansável busca de Draco e seus amigos pela cura da Hermione!

Capítulo 41 - Poção!


POV – Draco

                Eu acordei com um humor incrível pelo fato de finalmente perceber que aquela é a minha Hermione, a minha dama é só descobrir o que a atinge ela vai ser minha novamente, me levantei e fui ao banheiro fazer a minha higiene matinal, fui pro meu quarto e coloquei o meu uniforme.

                - Hoje vai ser um dia produtivo! – eu disse pra mim mesmo e sai do meu quarto, eu dou de cara com a Hermione, ela estava guardando seus muitos livros em sua bolsa – Bom dia minha dama! – eu disse sorrindo, peguei-a pela cintura e lhe dei um rápido selinho e sai andando em direção ao quadro, deixando-a parada em choque –

- B-Bom dia Malfoy... – ela sussurrou, é verdade, se você quiser que o dia seja bom ele vai ser... –

- Blásio! – chamei o moreno que estava acompanhado do resto dos nossos amigos –

- Bom dia loirinha! – cumprimentou Blásio – E esse sorriso enorme ai?

- Eu tenho uma noticia boa e uma ruim, qual querem primeiro? – perguntei exalando animação –

- A ruim. – respondeu Gina ansiosa –

- Tudo o que agente leu ontem foi errado. – eu disse com um sorriso enorme –

- É O QUE?! –gritaram com espanto –

- Agora vem a boa noticia... A Hermione ainda tem sentimentos!!

- Serio?! – perguntaram Luna e Gina Sorrindo, que bom que esqueceram da leitura... –

- Acredito que tem alguém chantageando ela, deve estar a ameaçando, só não sei quem ou por que...  – Eu completei em um suspiro –

- Tudo bem, isso já é um começo! – Carry veio até mim e beijou a minha bochecha – Como descobriu isso?

- Bom... foi assim – eu fiz uma voz de locutor – Eu entrei no salão e me deparei com ela, Hermione a mais bela moça que já tive a honra de olhar, ela se encontrava sentada em frente a nossa lareira, Oh ela estava muito linda e em sua mãos se encontrava um...– fui interrompido –

- Para, para, para, para, para... Não precisamos saber os detalhes – disse Gina –

- Mas eu parei na melhor parte... – disse emburrado – não sabem o que estão perdendo... bom... Quando perguntei se ela sentiu a minha falta ela começou a chorar, se desculpou e saiu correndo pro quarto.

- Nossa! você perdeu o jeito em Malfoy... – debochou Blásio –

- Quieto! – repreendeu Luna – Vamos comer antes que eu desmaie aqui! – nós saímos do corredor e fomos pra nossas mesas –

- ‘Dia Draquinho! – disse Pansy sorrindo sugestiva – Eu passei no seu dormitório ontem... uma pena que não estava lá – ela se aproximou do meu ouvido e começou a sussurrar – poderia ter sido bem... divertido... – ela deu uma daquelas risadas esganiçadas dela –

- Ah, me deixe em paz! – Reclamei me servindo de um croissant e um bolinho de morango –

- Por que tanto mau humor? – perguntou –

- Eu estou com um humor esplendido hoje! – eu mordi o croissant que estava na minha mão – Não está vendo? Eu anda não te azarei pelo que fez comigo e com a Hermione. – mordi novamente, anotação mental: eu amo croissant –

- Ainda pensando na sangue-ruim Draquinho? - Ela pôs as mãos nos meus ombros massageando-os –

- Pansy, é a ultima chance... – Eu adverti e ela se afastou –

- Depois agente conversa mais... intensamente – Eu revirei os olhos –

- hum... Certo. – ela sorriu radiante e saiu do grande salão – ironia não é o forte dela...

- Olha, parece que a Granger está mais que bem depois do termino... – murmurou um setimanista –

É... Não posso negar, ela está linda, usava a saia do uniforma de forma que virasse uma cintura alta, colocou a camisa do uniforme e a gravata de forma folgada além de um salto preto de porte médio, uma maquiagem natural e seus cabelos estavam presos em um alto rabo de cavalo.

- Salazar... – murmurei –

- Tem como ser mais discreto?! – Perguntou Blásio irônico –

- Tá tão na cara? – sussurrei –

- você está encarando ela vidrado cara... – Eu voltei ao mundo normal, e fiquei encarando o bolinho em minhas mãos, morango... o mesmo sabor que os seus lábios... – Vai comer ou vai ficar ai namorando esse bolinho? Salazar ela tá fazendo falta né?

- É... muita mesmo! – eu mordisquei o bolinho –

- Para com isso é estranho!...

- Ah, vamos logo pra aula antes que eu vomite, quando Hermione voltar vou conter a ela que você a traiu com um bolinho de morango... – ele riu –

- vamos! – eu peguei a minha bolsa e caminhamos rumo á aula de Herbologia, vou resumir: Pansy com medo, Daphne gritando e eu e Blásio dormindo em cima das plantas, na aula de astronomia a professora sinistra nos pediu para entrarmos numa sala escura e pra minha sorte, adivinha com quem eu fiz dupla? Sim Pansy Parkinson! Ela não largou o meu braço nem um segundo, tivemos que entrar em uma sala escura e adivinha? Ela tentou me agarrar!! ELA. TENTOU. ME. AGARRAR!! Depois do que pareceu séculos a aula acabou, depois das aulas nós ( Eu, Harry, Blásio, Gina, Luna, Ronald e Carry ) começamos a seguir a Hermione pelos corredores, ô menina pra andar, ela foi até a cozinha e pegou... ervas ardentes e chá de pó de tulipa adolescente? Por que em sã consciência alguém iria comer isso? Ela já me disse incontáveis vezes que odeia chá das flores... Ela parecia repleta de nojo ao comer aquilo... depois de terminar ela foi aos jardins e pegou algumas flores Acônito, colocou em uma cesta e voltou para o castelo, foi até a biblioteca pegou... o mesmo livro de ontem, agora eu consigo ler, se chama “ Invasão de mente: como usa-la e como impedi-la “ mais uma peça para o quebra cabeça... ela saiu da biblioteca e foi pra... sala de poções? Pegou alguns ingredientes: Pó de chifre de unicórnio, Raiz de Mandragora e Vagem sudorífera. Saiu da biblioteca e foi para o dormitório, rapidamente corremos para a sala precisa.

- Tá bom... O que acabou de acontecer? – perguntou Ronald –

- Isso foi no mínimo estranho... – completou Blásio –

- Por que ela fez isso? Ela sempre odiou chás de flores... – disse Gina pensativa –

- E aquela flor? Acho que é Acônito, ela é bem peculiar.... – disse Luna -

- E o tal livro “Invasão de mente: como usa-la e como impedi-la” se tivessem me deixado terminar a minha história eu teria lhes dito que eu já havia a visto lendo ele... – eu disse emburrado –

- As flores, os ingredientes, as ervas ardentes... isso parece uma poção! – disse Carry –

- Vamos procurar! – disse Harry –

É mais uma noite de incansável leitura, eu e Harry  pegamos cada um dez livros do assunto da poção e fomos nos sentar na mesa, as garotas tentavam procurar algo em relação a flor Acônito, Blásio e Ronald foram ver se a Hermione estava fazendo algo anormal e trazer algo chamado “Café” nas palavras de Harry, vai nos dar energia.


Notas Finais


Gostaram? Amaram? Odiaram? Comentem! eu AMO os seus comentários, e me sinto tocada pelas ameaças de Morte... Por favor não me matem se não a Fic acaba...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...