História Dramione Um amor proibido. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Arthur Weasley, Blásio Zabini, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Lilá Brown, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Percy Weasley, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Severo Snape, Viktor Krum, Vincent Crabbe, Zacharias Smith
Tags Harrypotterdramione
Visualizações 81
Palavras 885
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Surpresas Inimagináveis.



Enquanto a castanha estava distraída, seus amigos sentam a seu lado, a mesma não percebe e continua ligada a seus pensamentos, quando houve uma voz chamar pelo seu nome:

_ Hermione. Diz Harry.

_ Ai que susto meninos. Diz a garota ainda assustada.

_ O que está fazendo ? Pergunta Rony.

_ No momento, estou pensando no trabalho dos monitores, Minerva deu somente uma semana. Responde a garota, preocupada.

_ Mas você é a mais inteligente, vai dar tudo serto não se preocupe. Diz Gina, tentando Animá-lá.

_ O problema é que, é com o Malfoy que vou realizar esse trabalho, não sei se tenho estômago para isso. Fala Hermione, meio desanimada.

_ Esquece o Malfoy, e pense em seu dever como monitora, você é Hermione Granger, corajosa, e não se deixa abater tão facílmente. Responde Gina com convicção.

_ Tem razão Gina. Concorda a castanha.

Logo após o café, todos os alunos vão para suas salas, Hermione, Harry e Gina teriam aula de poções junto com Draco. Ambos estavam ansiosos para saber quem seria o novo professor.

Os alunos estavam destraídos conversando pararelamente, e nem percebem que entra na sala um homem todo encapuzado. O que os surpreende é que este homem, não é nada mais que Severo Snape, sim, o bruxo havia sobrevivido, era como um milagre, todos ficaram abismados.

_ Abram seus livros na página quatorze. Ordena Snape.

Os alunos estavam todos entimidados, quando um deles decide abrir o jogo.

_ Um momento, o Senhor não estava morto ? Pergunta Neville.

_ Não está me vendo aqui, Senhor Longboton? Pareço um fantasma por acaso ? Pergunta Severo com seu jeito doce de ser.

_ Sim Senhor! Responde Neville com um pouco de medo.

Assim que terminou a aula de poções, Hermione se dirigiu para o Salão Comunal, a castanha lembrava que havia combinado com Malfoy de se encontrarem, para iniciar o trabalho dos monitores. A garota ficou cerca de meia hora esperando o loiro, que demorava, a mesma decidiu ir, mas antes que saísse, uma voz a chamou :

_ Espera Granger. Grita Malfoy.

_ Por que você demorou ? Pergunta a castanha.

_ Eu estava ocupado, enfim, não é da sua conta. Responde o garoto todo arrogante.

_ Vamos acabar logo com isso Malfoy. Você pensou em algo que possamos fazer? Pergunta a garota.

_ Mas é claro ! Eu sou Draco Malfoy, inteligênte e disciplinado. Diz o loiro com um tom de deboche.

_ Para de gracinha, escuta, nós podemos incentivar nas melhorias da escola, tem muitos lugares em Hogwarts com buracos, nas paredes, no chão, as masmorras com as grades arrancadas, sem contar com os alunos correndo pelos corredores. Nossa obrigação como monitores é vijiar e conduzir os alunos a não fazerem coisas inapropriadas, como muitos fazem. Diz a castanha com convicção.

_ Excelente ideia Granger, mas a minha teria sido melhor. Diz o loiro se gabando.

_ A é, qual é sua ideia ? Pergunta Hermione desconfiada.

_ Esqueça, a sua da pro gasto, diz o garoto.

_ Hum, então vamos começar logo, para terminar logo. Diz a garota.

Ambos começaram a montar o trabalho, e por um momento ficaram sem discutir, nem parecia eles ali. Um Malfoy preconceituoso, que acha que os trouxas não são gente. Uma Granger sabe tudo que tem esperança de acabar com o preconceito.

Passou duas horas em um piscar de olhos, ambos estavam distraídos fazendo seu trabalho, quando aparece Rony, o mesmo estava preocupado com a amiga. Ao chegar no salão comunal, não acreditava no que seus olhos viam. Dois adolescentes maduros, que fazem seu trabalho com responsabilidade. O ruivo não pode deixar de sentir uma pontada de ciúmes, vendo sua amada conversando amigavelmente com seu inimigo.

_ Hermione. Diz o ruivo, tentando disfarçar o ciúme.

_ Ron, como soube que eu estava aqui. Pergunta a garota.

_ Luna sabia, e me contou. Responde o garoto ainda meio enciumado.

_ Assim, terminamos por hoje Malfoy. Diz a castanha, guardando suas coisas para se retirar.

_ Não tão rápido Granger, eu quero que tudo saía perfeito. Reclama o garoto.

_ Você não ouviu não ? Outro dia vocês continuam. Responde Rony alterando.

Draco percebe que estava sobrando ali, então o mesmo vai para o Salão da Sonserina tomar um banho. Chegando no salão, o loiro encontra seu amigo Crabbe no sofá, comendo doces.

_ Não consegue ficar um minuto sem comer nada ?  Pergunta Malfoy.

_ Só estavo fazendo um lanche, e como foi ? Pergunta Crabbe curioso.

_ Foi o que ? Responde o loiro, com outra pergunta.

_ Horas, com a Granger. Responde o amigo ainda curioso.

_ Nada demais. Responde o loiro com indiferença.

_ É que você demorou bastante. Diz Crabbe.

_ Eu só estava fazendo meu trabalho como monitor, só isso. Responde o loiro alterado.

_ Ok, não precisa se alterar. Responde Crabbe.

_ Você acredita que estavamos quase terminando o trabalho e aparece o Weasley, se não fosse aquele perrapado, já tinhamos terminado o trabalho, ai eu não precisaria olhar na cara da Granger de novo. Explica o loiro exaltado.

_ Nossa! Responde Crabbe.

_ Mais isso não vai ficar assim, o Weasley me paga. Adverte o garoto, ainda exaltado.

_ O que vai fazer ? Pergunta o amigo curioso.

_ Vou usar o ponto fraco dele, a Granger, percebi o interesse dele por ela. Diz Draco pensativo.

_ Não entendi. Responde Crabbe sem entender.

_ Vou me aproximar da Granger, afinal, a sangue ruim mexe com o Weasley, ele vai ficar morrendo de ciúmes vendo seu inimigo roubar sua amiguinha. Response o loiro cheio de malícia.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...