História Dream - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya
Tags Alexy, Amor Doce, Armin, Castiel, Dakota, Debrah, Drama, Hentai, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Rosalya
Exibições 15
Palavras 2.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


tive um um pouco de dificuldades com esse capítulo...
Mas como o prometido, ele tá bem grandinho ashsuahuhshasausauhsuah
Mesmo assim, eu espero que gostem.
Boa leitura <3

Capítulo 3 - Mentiras


Fanfic / Fanfiction Dream - Capítulo 3 - Mentiras

Rosalya - AF HELENNA! EU JÁ TE VI USAR TODOS ESSES VESTIDOS, CARA!
(Como se eu estivesse na maior vontade de perder meu tempo comprando novos vestidos...)

Helenna - Se você está pensando em sair pra comprar uma roupa, eu não vou nem fodendo! Já tá bem tarde pra isso Rosalya. (Sem contar que estava fora do combinado também.)

Rosalya - Então veste esse aqui. (Apontou para um vestido azul longo. Ele é bonito, mas tinha que ser longo?)

Helenna - Por que tem que ser um vestido longo? (Eu não iria para uma festa de vestido longo, né?)

Rosalya - Tá bom Helenna! Então vai com o vermelho! (Ela disse pegando o vestido vermelho e me entregando. Ele era um vestido bem simples de manda longa, eu amo me vestir assim porque me sinto mais livre.)(LINK NAS NOTAS FINAIS) E seu sapato, qual vai ser?

Helenna - Não é por mal não, mas eu quero ir de all star. (Eu disse me levantando da cama onde eu estava sentada, e indo em direção a ele na intenção de pegá-lo, mas Rosa  entrou na minha frente impedindo que eu passasse.) Rosa, você pode por favor, sair da minha frente? (revirei os olhos)

Rosalya - HELENNA, NÃO! VOCÊ NÃO VAI DE TÊNIS! (puta que pariu, eu mereço!) Pega aquele meu salto vermelho ali dentro da minha mochila. (Meu deus, ela trouxe até salto pra eu colocar?!)

Eu abri a boca umas duas vezes tentando sugigar, mas não deu muito certo. Eu só me virei e coloquei o salto que estava dentro da bolsa dela (LINK NAS NOTAS FINAIS), peguei o vestido vermelho que ela tinha me mandado usar e fui me vestir. Já tinha um tempinho que Carolyne estava no quarto e eu não tinha direito a reclamações, até porque eu fiz questão de ficar umas duas ou três semanas dentro do quarto só por causa de um canalha, na verdade eu não queria que as outras pessoas me visse mal. Seria meio complicado dar explicações e estava fraca ao ponto de começar a chorar na frente de qualquer pessoa e acredite, isso não seria nada bom.

Rosalya - Você está linda, Lenna. (Obrigada.) Eu quem escolhi. (Ah, Claro, só estava convencida pelo fato de ter sido ela quem escolheu a roupa. Revirei os olhos, de novo pra variar.) Cadê a Carolyne?

Helenna - Eu não sei Rosa, ela brigou com o Kentin hoje mais cedo e acredite se quiser dessa vez foi pra valer. (Ela ficou calada, nem parecia escutar o que eu estava dizendo) Eles terminaram.

Rosalya - OI?! (Pois é Rosa, pode acreditar, isso é verdade.)

É bem estranho o fato dos dois terminarem, são tão felizes juntos que qualquer um que visse acharia maravilhoso e diria que é tudo muito perfeito entre os dois... Mas como eu presencio grande parte do tempo junto deles, sei que o motivo de muitas brigas é por Carol achar que ele não a ama, que gosta dela e a vê como uma amiga, mas ela só diz tudo isso por ciúme. Essa questão de a Ambre estar sempre atrapalhando é o que irrita minha irmã.

Carolyne - Toc, Toc! Eu estou pronta pra ir. (Ela só imitou a onomatopéia com humor pra dar sinal de vida, provavelmente escutou nossa conversa, o que me deixa um pouco puta.)

Helenna - Você está aí desde quando, querida?

Rosalya - Isso não interessa gente, vamos indo se não vamos acabar chegando atrasada e vocês não vão cantar. (Ela disse fechando a porta do guarda-roupa  pegando sua mochila e abrindo a porta do quarto.) Vem Helenna! (me levantei e fui em direção a ela.)

                                                                                                            NO BEER

Finalmente chegamos no beer, o que me dava uma puta saudade desse lugar maravilhoso do qual me recordo dos melhores momentos que eu, Rosa, Alexy e Armin passamos aqui. Armin é irmão de Alexy e sempre foi um SUPER MEGA amigão desde antes de eu ter conhecido Dake; Ele tinha me pedido para me afastar do "otário" e disse que Dake não era o melhor pra mim, mas o Armin tinha uma pequena quedinha por mim na época... O que me fazia acreditar que tudo o que dizia era por estar apaixonado por mim e não por ser sincero. O problema é que eu estava cega pelo "amor" inexistente entre mim e Dake. Armin e eu nos gostávamos, mas era uma amizade colorida e não um relacionamento. Sim, a gente transava e era feliz com o que existia entre nós e sinceramente, um dos meus piores erros foi ter escolhido deixá-lo para trás só por querer um relacionamento fértil com o filho da puta do Dake. Me arrepiei por relembrar dessa história toda. Achei melhor esquecer isso agora e deixar para consertar meus erros depois. Sabe aquela leve impressão de estar sendo observada? Pois é, eu estava sentindo-a, e isso me deixava um pouco assustada e fora do sério. Neguei com a cabeça e coloquei em minha mente que era tudo fruto da minha imaginação. Desci do carro e abri a porta do mesmo para Carolyne. Ela estava vestida com um short jeans pouco rasgado, uma blusa de maga comprida que tampava metade do seu pescoço, havia um detalhe na manga onde deixava seu ombro exposto e usava um tênis qualquer dela (LINK NAS NOTAS FINAIS). Rosalya estava usando um salto Preto e dourado, uma saia rosa bem simples e um cropped preto(LINK NAS NOTAS FINAIS), inclusive até dei meus parabéns a ela que não exagerou dessa vez.

Helenna - Rosa, e o Alexy? (Ela disse que viria com ela, mas as programações mudaram. Ela foi para a minha casa para me ajudar a escolher a roupa que eu viria e ligou para ele dizendo que teria que ir sozinho por estarmos um pouquinho atrasada.)

Rosa - Ele com certeza já chegou. (disse trancando o carro e pegando na mão da Carol e em seguida na minha, olhando para a entrada) Olha, eu quero uma noite divertida, tenho certeza que vão escolher uma música meio melosa pra cantar hoje... (ela olhou pra mim, e depois para Carol.) Mas depois de cantar a música de vocês, eu quero TODO MUNDO bebendo, dançando e se divertindo, me entenderam? (Carolyne estava rindo) Vamos ficar louconas, ENTENDERAM? (Agora eu estava rindo também.)

Entramos no BEER e aquela sensação de estar sendo observada não me deixava em paz. Vi um azul que destacava bastante do resto dos outros cabelos que também estavam sentados no balcão. Era o Alexy, sentado e bebendo, conversando com um dos barmans gatos do BEER, eu fui andando rápido em sua direção, o salto me impedia correr.

Helenna - ALEXY SEU GOSTOSO, QUE SAUDADES! (Disse o abraçando por trás)

Alexy - Que susto, sua louca! (disse ao olhar pra mim e me reconhecer.) Eu também estava com saudades. (retribuiu o abraço e beijou minha bochecha) Cadê a Rosa? (Eu apontei para a Rosalya que vinha logo atrás de mim junto com Carolyne) Lá vem bronca.

Rosalya - Helenna! Não me deixa sozinha, porra! (Eu ri. Era engraçado ver essa expressão de sofrimento no rosto da minha melhor amiga.)

Helenna - Desculpa, Rosa. Não vai acontecer de novo. Eu não consegui me segurar, tem muito tempo que eu não vejo esse gatão aqui. (eu disse piscando para o Alexy e ele sorriu. Carol estava bastante distraída, parecia estar procurando por alguém e eu tinha quase certeza de que esse alguém é o Kentin.)

Helenna - Carol? (Ela não me escutou) Carol! (Ela olhou pra mim) Vamos para o camarim? (Ela balançou a cabeça concordando, em seguida me despedi de Rosa e Alexy)

     Peguei a mão de Carolyne e a levei até o camarim.

Carolyne - Temos que cantar agora mesmo?

Helenna - Lógico que sim! (Meu deus, eu vim na intenção de cantar e ela toda insegura em relação a isso.) Vamos cantar qual Música?

Carolyne - Você viu o Kentin? (Eu sabia!) Eu acho que ele não vem, né?

Helenna - Não faço ideia. Tenho um problema mais importante, não que seja um problemããão fodido, mas isso me irrita.

Carolyne - Qual é o problema?

Helenna - Sabe... Eu tenho a impressão de que estou sendo observada e isso me tira do sério. E se eu errar a canção?

Carolyne - Calma... Eu também estou nervosa, mas vai dar tudo certo. (Irmãzinha otimista, lembra?) Vamos cantar a música "Lies - Marina and The Diamonds", pode ser?

Helenna - Pode sim, eu sei ela todinha. Espero que fique tudo bem mesmo.

Carolyne - Vai ficar.

     Carol e eu ficamos 15 minutos ensaiando a música que iríamos cantar, conversei com o meu chefe Lucas e ele permitiu que eu voltasse a cantar depois de tanto tempo ser ir trabalhar no beer. Desejei boa sorte à Carol e ela fez o mesmo, fomos recebida com aplausos quando entramos no palco e eu comecei falando:

"Eu e minha irmã Carolyne, gostaríamos de cantar uma música pra vocês hoje..." Eu estava nervosa, respirei fundo e prossegui "O nome dela é Lies, da Marina and the diamonds. Espero que gostem."

Lies - Marina and the diamonds/ON

Carolyne e Helenna:  
You're never gonna love me... 
(Você nunca me amará...)

Quando começamos a cantar, me lembrei de Dake... Parecia que o meu peito ia explodir a qualquer momento de tão nervosa que eu estava. E ainda tinha aquela sensação estranha de estar sendo observada por alguém, que não estava ajudando nem um pouco na minha concentração.

Carolyne:

So what's the use? 
(Então, de que adianta?)

What's the point in playing...
(Qual o motivo de jogar...)

A game you're gonna lose?
(Um jogo que você perderá?)

What's the point of saying...
(Qual o motivo de falar...)

You love me like a friend?
(Que me ama como uma amiga?)

What's the point of saying...
(Qual o motivo de dizer...)

Agora eu estava certa de que ela havia escolhido essa música pelo Kentin, e sabia agora o motivo pela preocupação de ele vir ou não. Carolyne não é muito de expressar e dizer o que sente, mas a música seria perfeita para que ele compreendesse o que se passa na cabeça dessa minha irmãzinha teimosa.

Helenna: 
It's never gonna end?
(Que isso nunca acabará?)

Helenna e Carolyne: 
You're too proud to say that you've made a mistake.
(Você é orgulhoso demais para dizer que cometeu um erro.)

Helenna: 
You're a coward till the end.
(Você é um covarde até o fim.)

I don't wanna admit, but we're not gonna fit.
(Não quero admitir, mas nós não combinamos.)

Eu não queria me sentir assim, mas não estava pronta pra cantar uma música dessas logo depois de eu ter descoberto a tal traição... Quando pude perceber, meus olhos já estavam todos marejados. Eu não queria ter sido fraca até esse ponto, mas o foda é que eu não consegui, mas foi mais fácil porque assim conseguia me concentrar na música.

Helenna e Carolyne: 
No, I'm not the type that you like,
(Não, eu não sou do tipo que você gosta,)

Don't we just pretend?
(Por que nós não fingimos?)

               Carolyne:

Lies, don't wanna know, don't wanna know, Ooh...                                                                                                                                      

(Mentiras, não quero saber, não quero saber, Ooh...)

I... can't let you go, can't let you go, Ooh...                                                                                                                                                                             (Eu... Não consigo te deixar ir, não consigo te deixar ir, Ooh...) 

Nesse momento minha atenção foi voltada à um ruivo que me observava não tão de perto, mas seu olhar era intenso e assim que o vi não consegui desviar o meu olhar. Aquele olhar, seu estilo bad boy e aquele sorrisinho de lado me chamava muito a atenção. Ele de certa forma mexia muito comigo.

Carolyne e Helenna:

I just want it to be perfect            

(Eu apenas queria que fosse perfeito)
             To believe it's all been worth the fight                                                                                                                                                                                              (Acreditar que valeu a pena lutar)

Parei de olhar para o bad boy que tanto me encarava e segurei a mão de Carolyne com força, voltando sua atenção para mim. Ela estava chorando e com aqueles lindos olhos azuis brilhantes, até que ela voltou a olhar pro balcão o que me levou a fazer o mesmo. Era o Kentin. Ken estava olhando-a juntamente com um dos barmans, sentado ao lado do balcão.

Caroline:
Lies, don't wanna know, don't wanna know, Ooh...

(Mentiras, não quero saber, não quero saber, Ooh...)

[LINK DA MÚSICA NAS NOTAS FINAIS]

Assim que terminamos de cantar, fomos muito aplaudidas e ainda de mãos dadas os agradecemos. Finalmente saímos do palco.

Alexy - Porra! Vocês cantam muito, meus parabéns. (Alexy sempre fazia isso, e acho isso muito fofo da parte dele.)

Rosalya - É, cantam mesmo! Mas conseguem se lembram do nosso combinado? Se não eu posso repetir e... (Eu a interrompi)

Helenna - Estou lembrada sim Rosa, e Carolyne também está. (Eu disse cruzando os braços, Carolyne riu.)

Rosa - Vamos pra festa então meus amores! Você vem Alexy? (Ele balançou a cabeça concordando)

Helenna - Eu só vou ao banheiro e já venho me divertir com vocês. (Me virei e pude escutar que Rosalya havia soltado um "Af" o que me fez rir, me virei e mostrei a língua. Voltei a caminhar em direção ao banheiro.)

O banheiro que eu costumo usar fica dentro do camarim, entrei no mesmo e fui direto ao espelho ver meu estado. Passei a mão em meu cabelo na intenção de abaixar alguns fios, eu escutei o som da porta se abrindo. E lá estava ele, O ruivo que tanto me chamava a atenção com aquele olhar intenso.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...