História Dream Hunters - Capítulo 9


Escrita por: ~

Exibições 30
Palavras 1.058
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como que o Shawn vai agir hoje?

Capítulo 9 - New experiences


Fanfic / Fanfiction Dream Hunters - Capítulo 9 - New experiences

VICK ON:

-Ah, você não enxerga mesmo hein. – Disse ele.

- Ei não é bem assim, você que se jogou em mim na última vez, não eu. – Falei olhando em seus olhos.

- Não me joguei não, você que é cega, mas quer dizer, que dessa vez você se jogou em mim? – Perguntou ele, com uma cara naturalmente maliciosa.

- Eii não, claro que não, você se acha mesmo, poderia me soltar agora. – Me referi de seu forte braço, que me segurava de uma possível queda pelo impacto.

- Ah claro, agora que você está salva e no chão, toma cuidado para não se jogar em ninguém. – Falou ele sorrindo timidamente.

- Não vai adiantar eu falar nada, então eu só vou sair, Ok? – Disse saindo e indo para a piscina com as toalhas.

 

Acordei com meu braço dormente.

- Sel acorda. – Puxei seu corpo para liberar meu braço.

- Ai, Ai, o que aconteceu? – Disse ela assustada olhando para mim.

-  Tirando toda essa sua gordura, em cima de mim, nada. – empurrei ela dando risada.

- Ei calunia, você que é a gorda daqui! – Falou ela se levantando e olhando para os lados.

-Vamos tomar um café forte, é isso que precisamos. – Peguei as chaves de casa e do carro.

Chegamos na cafeteria e Sel começou.

- Eu vi que você estava falando com o Shawn, ontem de noite. O Cam parecia estar com ciúmes. – Disse ela, dando uma mordida em um bolinho.

- Não tem o porquê, de ele estar com ciúmes, já disse é só curiosidade, ele é meio que um mistério. – Tentei explicar para ela a curiosidade que eu tinha. – Os olhos dele são marcantes, meio que conhecidos, comuns não sei. – Disse dando risada.

- Devo me preocupar? – Perguntou ela.

- Definitivamente você só deve se preocupar para aonde vai todos esses bolinhos. – Pisquei para ela, que já comia o 4.

Deixei Sel em casa e fui para casa. O dia já estava terminando.

- OI. – Disse Cam tímido.

- Oi, tudo bem. – Perguntei para ele, que estava apoiado na porta de casa.

- Sim. – Respondeu ele olhando pra baixo.

- O que, aconteceu? – Puxei ele para dentro de casa.

- Nada, só queria ver como você estava, não conversamos muito ontem. – Falou ele, quando finalmente decidiu olhar para mim.

- Ah, não foi por querer. – Sorri para ele, que pegou na minha mão.

- Eu gosto de você. – Disse Cam apertando a minha mão.

- Eu também gosto, não tem o porquê se preocupar. – Apertei sua mão com a mesma força, enquanto ele se aproximava, e selava nossos lábios.

 Acordei estava apoiada no ombro dele, agarrando seu pescoço, levantei rapidamente.

- Ah bom dia, pra você também. – Disse ele esfregando os olhos.

- Bom dia, estamos atrasados. – Falei juntando o cobertor, do chão da sala.

 - É assim que você começa o dia? – Perguntou ele sentado no sofá.

- Basicamente. – Respondi rapidamente.

- Bom dia. – Disseram Tommy e Kendall, como em um coral.

- Opa, vou tentar levar na boa. – Tommy resmungou olhando para Cam.

- Isso menino bonzinho amigável. – Fiz piada com a cara dele.

- O fato de você estar transando com a minha irmã não me faz ser bonzinho com você. – Tommy disse saindo da sala.

- Ei para, não estamos transando. – Joguei uma almofada no meu irmão.

- Ah sério? E por que ele tá com essa cara de felicidade. – Gritou Tom.

- Ei, tira essa cara de felicidade, é segunda isso é suspeito. – Cochichei para Cam, que ficou sério no mesmo instante.

- Tá, a cara de alegria na segunda com toda certeza é suspeita. – Disse ele, beijando minhas bochechas e indo para casa.

- Uau pegando hein. – Kendall deu uma risadinha.

- Sem comentários. Ok? – Pisquei pra ela. – Quer carona?

- Aceito. – Saímos de casa rapidamente, para Tom não fazer mais piadinhas, e nem bancar de ciumento.

 Estacionei o carro enquanto Kendall ia correndo para a sua aula, estava determinada a matar a minha aula de matemática.

- Matando aula de matemática e não me chamando. – Sel disse entrando no carro.

- Tom fez piadas ciumenticas, sobre eu estar transando. – Me virei para ela.

- Uau isso é péssimo. – Refletiu ela, caindo na gargalhada.

- Ei isso não é engraçado ok? – Gritei brava, mas a sua risada só aumentava.

- Ah é sim. – Colocou a mão na barriga, e começou a ir para frente e para trás, como se estivesse tendo um ataque. Olhei, seria para ela, pra ver se aquilo parava sua risada. – Ah ok passou.

-  Talvez, eu tenha que levar ele para almoçar com meus irmãos, pra mostrar que não é só sexo. – Pensei nas possibilidades.

- Ou talvez não, vai acalma, não é o fim. – Sorriu ela.

 Na hora do almoço fiquei sozinha na mesa, todos estavam muito atarefados. Menos Shawn, ele estava sentado sozinho mas por opção, seus amigos estavam na mesa da frente. Parecia meio irritado.

VICK OFF:

SHAWN ON:
 

Fiquei a metade do almoço pensando nos meus sonhos, que tipo de cabeça era a minha, um louco de preto, sequestrando uma menininha. Mas de certa forma, esse era o pior sonho, me dava uma aflição.  

Peguei o celular para me entreter, e só via Camilla em todos os lados e realmente cada vez aquilo piorava, joguei meu celular na mesa e soquei a parede. Quando olhei pra frente, vi a Victória do outro lado do refeitório, me observando. Aquilo realmente me incomodou, levantei da cadeira e fui para fora do refeitório encarando ela.

VICK ON:

Quando Shawn levantou a cabeça, adivinha eu estava lá, encarando ele espionando de longe, ele se levantou e saiu do refeitório me encarando, que beleza.

- Como vai o almoço solitária. – Falou Aly, se aproximando e percebendo que eu estava vidrada. – O que você está olhando? Ah entendi. – Sentou-se ao meu lado.

- Ah, não, não. – Disse corrigindo a ideia da Aly, sabia que eles tinham algo, não queria que ela achasse que eu, estava secando o boy dela.

- Sim, sim ele só deve estar meio irritado hoje.  – Ela piscou pra mim, enquanto mordia a cenoura.

- Normal. – Me fiz de desinteressada.

 Passou o almoço e decidi ir para casa, passei a porta da escola, e vi o Shawn apoiado na parede olhando para baixo.

- Estava esperando você! – Disse ele levantando a cabeça.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Oque o Shawn vai aprontar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...