História Dreams - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Drama, Romance, Travel
Exibições 5
Palavras 280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Sim, usarei o ator Evan Peters para representar Thomas!

Agradeço a leitura, espero que gostem!

Capítulo 2 - Thomas


Fanfic / Fanfiction Dreams - Capítulo 2 - Thomas

Os pensamentos de Thomas...

Sempre quando meus amigos me perguntam "Thomas, vamos pra uma festa amanhã! você quer ir também?" Eu sempre digo que sim, afinal sou um garoto que não deixo as oportunidades escaparem. 

Tenho 29 anos e até hoje nunca passei por alguma dificuldade. Meu pai é advogado, minha mãe é médica, isso gera bastante dinheiro em minha família. Faço faculdade de informática, e eu posso te dizer que sou um dos garotos mais populares de lá. Sempre fui um dos caras que chama bastante atenção, afinal sou bonito e inteligente.

Mesmo sendo um garoto popular, eu não sou daqueles que se diverte muito. Quer dizer... de que adianta ter uma vida agitada se não tenho amigos de verdade? Eu sei que tenho amigos falsos, por isso sempre finjo não saber disso.

Depois de uma noite bem agitada, uma festa no meu apartamento, ainda estou largado no sofá de couro fedendo a cerveja. Então escuto meu celular tocar, eu esqueci aonde deixei ele, procurei por todo o apartamento, até finalmente encontra-lo debaixo de uma pilha de roupas largadas no chão.

— Alô? — Eu disse em uma voz de ressaca.

— Alô? Thomas, é você? Desculpa filho, eu te acordei né? — Era meu pai, com um tom de voz lento e preocupante.

— O quê? Ah não, não! Na verdade, eu já estava tomando café, mas e aí, o que é?

— Sabe o Marcos? 

— Ah sim, o que tem ele?

— Ele morreu!

Marcos era um dos melhores amigos do meu pai. No momento em que ele disse isso, lembrei de quando o conheci, um sujeito engraçado, um bêbado. Todas as noites meu pai fazia algum comentário sobre ele, e agora, ele morreu...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...