História Dreams about the future(Eldarya) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Eldarya
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Debrah, Ezarel, Iris, Jamon, Kentin, Keroshane, Kim, Leiftan, Leigh, Letícia, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Mery, Miiko, Nathaniel, Nevra, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Valkyon, Violette
Tags Amor Doce, Eldarya
Visualizações 40
Palavras 722
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 11 - I just want to be alone


Fanfic / Fanfiction Dreams about the future(Eldarya) - Capítulo 11 - I just want to be alone

Narradora on:

Mais uma manhã desse inverno começa, Lynn acorda após pesadelos que não consegue se lembrar e vai em direção às duchas compartilhadas. Toma um banho longo e morno, a mesma nunca simpatizou com climas quentes, pois a mesma prefere o frio.

Assim que termina o banho, Lynn prende seus cabelos em um coque mal feito, se arruma e simplesmente saí em direção à o jardim de música, que no "pouco" tempo que a garota se encontrava no QG, percebeu ser seu lugar favorito. 

Lynn observou o sol "nascer", embora não fosse muito claro. 

A mesma se dirigiu ao refeitório, pois a pequena não gostaria de se sentir fraca.

Lynn estava estranhamente diferente naquele dia, os garotos ( Ezarel, Nevra e Valkyon) se sentaram com ela e a mesma nem deu importância. Com o tempo Kero e Ykhar também se juntaram à eles em uma conversa animada da qual a pequena Lynn não participava. 

Ela olhava para sua xícara com chá de camomila ( seu preferido) e não havia nenhum pensamento em sua mente.

A mesma estava tão distraída que isso atraiu a atenção de todos. Ezarel que havia se acostumado com o semblante sarcástico e doce da garota, agora percebia um olhar frio e distante, como se seu passado fosse a coisa mais obscura que ela pudesse se lembrar.

O Elfo não fora o único a perceber, Kero prestava atenção na garota, que não tinha encostado se quer um dedo em seu alimento, apenas observava sua xícara como se fosse a coisa mais interessante do mundo.

Kero estava tão pertubado que resolveu perguntar. 

Kero: Lynn?

Ele a chamou, mas a garota não respondia, perecia que seu corpo estava presente, mas sua alma e sua mente estavam ausentes. 

Kero: Lynn...

O unicórnio fala mais alto o que faz com que a garota vire seu olhar para ele.

Lynn: Desculpe, me chamou?!

Seu tom de voz era calmo, porém estridente ao mesmo tempo, e frio, porém doce. 

Kero: Sim, você tem algum problema? 

A garota sorri sinceramente para Kero por estar comovida pelo mesmo se preocupar tanto com ela.

Lynn: Não- a mesma faz uma pausa- e se tiver eu não sei qual é. 

Quando Ezarel iria falar o celular de Lynn vibrou em seu bolso, a mesma olhou e seu semblante ficou triste e sua pele pálida. 

Como pudera esquecer um dia tão importante?!

Como poderia ter sido tão desumana a tal ponto?!

Pensamentos desse tipo passavam por sua cabeça. A mesma se levanta bruscamente da mesa assustando todos ao seu redor.

Ela só queria ficar sozinha. 

E assim caminhou apressada pelo QG, desviando das pessoas que passavam apressadas para ajudar na organização do baile. Escutou seu nome ser chamado duas vezes, mas nem se importou. 

Como pudera ter esquecido o dia do seu aniversário de namoro? 

Sim, fora isso que o celular mostrou. A notificação que Lynn colocou em seu celular para não se esquecer. 

A garota já estava na floresta, mas isso não importava, só queria ficar sozinha. 

Quando percebeu já era tarde demais, a garota estava quase caindo de um penhasco que fora disfarçado pela neve, quando sentiu uma mão em sua cintura a puxando contra um corpo, que Lynn percebeu ser quente, quando virou seu rosto, viu que o mesmo estava a milímetros do rosto de Nevra, alguma coisa a atraía. A mesma se sentia encantada e seu coração começou a acelerar e ela estava perdida,  até que se afasta de Nevra. 

Nevra: Poderia ter se machucado. 

Lynn: Me deixe em paz.

Seu tom era mais seco do que o normal e o vampiro percebeu. 

Nevra: O que houve?

Lynn: Só quero ficar sozinha. 

Lynn não queria dividir esse fardo com ninguém... ou será que queria? 

Lynn suspirou e sentou no chão, Nevra fez o mesmo ficando bem próximo da garota.

Nevra: Às vezes achamos que queremos ficar sozinhos,  mas não é essa a verdade, só não sabemos em quem confiar. 

A pequena musa se vira para o vampiro. 

Lynn: Posso confiar em você? 

Nevra: Sim.

Lynn suspira, talvez o que ele tenha falado tivesse feito sentido.

Lynn: Meu aniversário de namoro é hoje e isso me deixa triste. 

O vampiro de certa forma se sente incomodado ao escutar aquelas palavras. 

Nevra: Por quê? 

Lynn: me faz pensar em tudo que abandonei. 

Lynn estava com um semblante sério, então Nevra abraça e faz carinho em sua cabeça, a mesma fica surpresa, mas depois retribui. 

???: Ahem...

Continua....


Notas Finais


Sinto muito pelos erros ortográficos e o ep foi feito às pressas, por isso me perdoem se estiver curto demais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...