História Dreams Sad. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), CL (Chaelin Lee), EXO, GD & TOP, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, G-Dragon, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lee Chaelin "CL", Lu Han, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, T.O.P, Tao, V, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Jikook, Kookmin, Namjin, Suga, Vhope
Visualizações 1
Palavras 641
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii bebês ^^
Boa leitura ^°^

Capítulo 2 - Sad.


               |Jungkook|

Mais um dia de escola.

Lá estava eu, sentado em um banco lendo como se fosse um nerd. Bom, eu sou nerd. Só que não uso óculos e nem aparelho.

Eu até que sou considerado bonito pelas pessoas, sou alto 1,80, sou magro, mas nem tanto, meus cabelos são incrivelmente lisos e não tenho quase nenhuma espinha no rosto.

Quando o sinal toca, suspiro e vou indo para a sala de aula, eu teria aula de Química.

Entro na sala vazia, quase ninguém vinha nessa aula. O professor é muito chato.

Até que hoje não teria quase nada, o professor já passou a matéria toda, então não temos nada.

Me levanto e saio da sala. Vejo um tumulto e vou até la. Vejo Jimin e Tzuyu discutindo.

JM: Não chegue perto dele, piranha.

Tzu: Ele não é seu!

JM: Ainda não. Mas, será!

Tzu: O Jungkook não tem dono. E eu vou conquista-lo.

JM: NÃO OUSE CHEGAR PERTO DO JUNGKOOK!

Jimin da um belo de um tapa na cara dela com aquelas mãozinhas fofas que ele tem.

Arregalo meus olhos e vou até o Jimin o segurando enquanto Namjoon segurava a Tzuyu.

Levo o Jimin para outro lugar enquanto ele se debatia.

JK: Para de se debater, Jimin!

JM: Jungkook? -ele se vira pra mim e me olha.- Me solta, seu nojento.

JK: Por que insiste em me humilhar? Eu vi e ouvi quando você falou que eu seria seu. Por que esta dizendo que sou nojento?

JM: POR QUE EU VI VOCÊ BEIJANDO UM GAROTO SEM SER EU.

JK: E isso é motivo para me chingar?

JM: Desculpa.

JK: Tudo bem. Não se preocupe. -Sorri fraco e o soltei. - Não se preocupe, não vou lhe tocar outra vez.

Saio andando não dando ouvidos ao menor e suspiro. Eu amo esse garoto.

Me sento em um banquinho e espero o sinal bater para a outra aula, que seria literatura.

Depois de uns minutos vou para o banheiro e entro dando de cara com Jimin sentado na pia do banheiro sem blusa com um cara ao meio de suas pernas o beijando de forma quase abusiva. Sinto meus olhos marejarem e limpo a garganta os olhando.

JK: Espero não esta atrapalhando.

Jimin vira seu rosto em minha direção e sorri irônico.

JM: Está atrapalhando, agora saia daqui!

O olho com nojo e saio daquele banheiro. Começo a andar por aquele colégio idiota.

Sinto alguém me puxar e olho pra trás vendo o Jimin com um sorriso angelical nos lábios.

JM: Me desculpe por ter brigado com a Tzuyu atoa. É que eu sinto uma coisa em meu peito quando ela fala de você. -Jimin cora e me olha.

JK: Você me acha um idiota? Eu acabei de te ver colado com um garoto no banheiro, você pensa que eu sou o que? Eu não sou trouxa, Jimin! -Me solto dele e saio daquele local indo para outro.

Suspiro e saio daquele local, pouco me fodendo para aquela escola infernal.

Sigo rumo a uma praça e coloco meus fones.

Quando chego, me sento em um banco e fico de olhos fechados pensando em tudo que aconteceu.

Eu realmente sou um idiota!

Abro meus olhos e vejo uma multidão de homens em minha frente e os olho.

Do nada eles me pegam e me colocam na frente do Jimin. Jimin sorri e começa a me bater como nunca bateu. Aquelas mãozinhas pequenas e fofas me batiam de tudo que é jeito.

JM: Isso é pra você aprender a não atrapalhar quando uma pessoa estiver quase transando, viadinho virgem.

Eles me jogam ao chão e ele chuta meu membro. Gemo alto de dor.

JM: Nunca pense que vou ficar com você, porque não vou! Vamos embora.

Ele vai embora e me deixa ali chorando no chão.

Nunca pensei que gostar de Park Jimin seria assim, triste. 


Notas Finais


Bom gente.
Esse é o segundo capítulo.
Espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...