História Dress red - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Romance, Sadomasoquismo, Sexo, Violencia
Visualizações 4
Palavras 843
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Se você ja gostou da fic pode comentar e ja favoritar, gente ter uma fic com conteúdo é muito difícil, eu espero que gostem desse capítulo... Beijos

Capítulo 2 - No primeiro dia?


Jane-09:30

Amanheceu, levantei e caminhei até o banheiro, lavei meu rosto enquanto olhava no espelho, voltei para minha cama e me joguei, estava com muita preguiça, então enquanto estava jogada escutei um barulho que vinha lá de fora, um pouco longe, parecia uma espécie de música que parecia ser Zayn cantando, aaah sim, aquela voz maravilhosa eu conseguia ouvir de longe, e claro,  minha música favorita estava tocando eu adoro pessoas com o mesmo estilo musical do meu. Como eu estava desarrumada eu levantei e abri o guarda-roupa e peguei uma camisa preta, short jeans, e ja desci para a cozinha, chegando lá encontrei um bilhete de minha mãe:

Tive que resolver algumas coisas, volto só à noite, leve sua identidade no colégio para ficar tudo certo e não esqueça de colocar o lixo para fora . Beijos

Sua mãe 

Okay, aquele lixo estava transbordando, peguei aquilo e fui lá fora, enquanto estava colocando na lixeira avistei aquele vizinho de ontem, ele parecia chamar uma cachorrinha, sempre chamava:

-Dinaa!! Dininhaa! Vem cá garota! 

Até que ele me avistou e veio caminhando meio que desesperado:

-Eei moça, você viu uma cachorrinha branca com muuuito pelo e com uma coleira meio que neon?!-ele estava ofegante. 

A única coisa que consegui pensar em quanto ele falava era como ele ficava lindo quando estava sem folego... 

-Aah eu não vi, mas posso te ajudar.. Se quiser... -disse tentando ser amigável. 

-Por favor, essa cachorrinha é da minha mãe e eu não posso perder de jeito nenhum... 

-Ah.. Se você fosse um cachorro, pra onde iria? -Joguei uma piadinha bem bosta. 

-Bem, acho que pra uma loja de ração -ele riu-Aii to rindo mas é de nervoso. 

De repente ouvimos uma voz lá no fundo. 

-Jaaake achei a cachorra já pode ficar tranquilo!!-Era sua mãe. 

Ele olhou para trás e acenou parecendo um náufrago. 

-Cuida melhor desse animal! -Gritou e depois virou-se para mim-Estava tão envolvido aqui que nem perguntei seu no... 

-Meu nome é Jane, muito prazer.. -Cortei a fala dele, e estendi minhas mãos para darmos um aperto. 

-O meu é Jake-Ele pegou em minha mão e apertou forte- Com certeza é nova por aqui, né? 

-Sim sim, cheguei ontem de manhã, ainda tenho muitas coisas para fazer, aliás minha mãe saiu e eu não sei muito bem como chegar em um colégi.. 

-Ah, posso te ajudar se quiser, moro aqui desde quando nasci.. Pelo menos sabe o nome do colégio? 

-Deve estar em um papel do registro da matricula, depois eu dou uma olhada- Disse colocando minha mão na cabeça como se estivesse confusa. 

-Só falar, eu te levo okay? Que horas quer ir? 

-Pode ser as 15:00 ? Claro que não estou querendo abusar e... -ele cortou minha fala. 

-Magina, estou livre hoje-Ele deu uma olhada na janela do meu quarto e então fez uma cara de "safado"- Desculpa falar, mas era você ontem na janela me vigiando e.. 

-Aah, se você viu alguma coisa ... Eu estava sim te vendo, e...-Olhei para baixo- e fica só entre nós essa coisa que você viu e tals.. 

-Ata, desculpa por essa coisa que eu disse agora... 

-Te vejo as 15:00 então, até mais. -Fui direta, e me virei rapidamente para voltar para a casa. 

Então ele virou e foi meio que correndo para sua casa. 

Logo depois que eu fechei a porta eu estava ofegante, então começei a dar uma limpadinha na casa, e me arrumar. 

Jane-14:33

Já estava praticamente pronta, eu não preciso me arrumar para ir levar uma identidade no colégio, mas sim me arrumar para aquele homem, que por sinal ainda não deve estar pronto, seu quarto estava escuro, sem nenhum movimento na casa. 

Então dei uns retoques e agora ja era 14:51, desci as escadas, fechando toda a casa, peguei minha bolsa com a identidade e algumas outras coisas. 

Então resolvi sair lá fora para esperar e logo vi ele entrando no carro e dando uma volta para parar em minha frente. 

Ele parou o carro, desceu e abriu minha porta, eu entrei sorrindo, depois ele deu a volta para entrar no carro novamente, logo que sentei eu vi uma espécie de plástico e fiquei sem graça, era uma camisinha, bem ali. Eu, poderia pensar que ele poderia transar comigo, e agora, sou virgem, mas que eu quero, eu quero muito... Enquanto pensava ouvi uma voz no fundo:

-Heey tem alguem ai? Jane? Ta tudo bem? -Ele pegou a camisinha e guardou em seu bolso, com um sorrisinho malicioso. 

-Aah sim, eu estava apenas pensando em algumas coisas.. 

-Imaginando a gente transando? Porque é isso que vai acontecer- Ele riu da minha cara de assustada. 

-Wow, isso foi uma piada? 

-Talvez.. -Ele ficou sério. 

-Mas tipo a gente acabou de se conhecer... 

-Da pra conhecer alguém durante o sexo. Mas é claro que se você não querer nada eu não vou te forçar. -Falou com uma cara de inocente. 

-Aah eu não sou acostumada a transar assim logo de cara -Não quero que ele saiba que sou virgem-Mas é burrice não querer -Escapou da minha boca como sussurro. 




Notas Finais


Achei que estava ficando muito grande o capítulo então deixei um pouco para o outro... Eai, estão curiosos?
Beijoss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...