História Drippin' - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars
Personagens Bruno Mars
Tags Bruno Mars
Visualizações 20
Palavras 778
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi. Essa é a minha primeira fic. Bom, eu não sei o que dizer, então, só se divirtam. ❤️

Capítulo 1 - Minha vida


Bruno on

Eu sou Bruno Mars. Sim, Bruno Mars, o famoso, lindo, carismático e safado. – às vezes, rs – Minha vida se resume, basicamente, em fazer música. Eu faço música porque eu gosto de ver as pessoas sorrindo, se divertindo. Desde pequeno... Quero dizer, criança (minha altura não ajuda), eu penso em alegrar as pessoas. "Não era mais fácil virar palhaço de circo?" Não, eu não tenho habilidades pra isso. Quando eu era criança eu também gostava muito de cantar e dançar, imitar Elvis Presley, Michael Jackson e outros ícones da música. Eu gosto até hoje de fazer isso, é a vida que eu levo. Muitas vezes as pessoas acham que deve ser cansativo. Sim, é cansativo sair pra entrevistas, fazer turnês, gravar uma música até ficar boa, mas isso é o que eu gosto se fazer, e eu me divirto muito vendo algum fã meu sorrir, cantar, dançar ou até dar em cima de mim. – essa última em especial faz parte. – Minha banda, meus irmãos, também se divertem no estúdio e saindo em turnês. Fazemos palhaçadas o tempo todo e isso não deixa o trabalho chato. Eu não sei como seria minha carreira sem eles – dramaaa – eles são meus irmãos (na realidade, só o Eric). Falando em irmãos, além da minha banda, minha família de sangue, eu tenho mais uma família. Uma família bem grande e unida. Meus Hooligans. Eles sempre me apoiam, me criticam também. Principalmente o meu estilo, não sei por quê. Eu sou estiloso, glamouroso, extravagante... Deve ser só pra pegar no meu pé mesmo, eu acho... Além do meu estilo, adivinha o que eles mais gostam de zoar. Sabe o quê? Minha altura! A culpa não é minha de eu ser baixinho, eles não entendem a dificuldade que é! Uma vez eu mandei minhas medidas pra um estilista e ele perguntou se era uma roupa infantil! Fala sério... Bom esse não é o foco. Qual é o foco, mesmo? Eu até me perdi. Mas, bom, agora vocês já me conhecem.

Diana on

Eu sou Diana. Sim, Diana, a que ninguém conhece, por isso vou me apresentar. Eu nasci em Jackson, Mississippi, mas atualmente eu moro em Los Angeles. Foi em Jackson que eu conheci minha melhor amiga. Nós fomos criadas praticamente juntas, então eu a considero parte da família (aliás, eu sou filha única). Eu estou tentando carreira como atriz, mas atualmente eu trabalho como auxiliar em vendas. O meu tempo livre é com certeza gasto assistindo séries e passando a tarde em casa, a não ser que eu esteja de TPM. Quando eu estou de TPM eu fico mais... Como posso dizer? Alegre, talvez. Bom, eu me considero uma pessoa preocupada com o futuro, eu uso shampoo contra queda de cabelo por causa do stress – que informação importante! – Eu sou um pouco tímida e tenho certa dificuldade pra socializar, o engraçado é que a Kat é totalmente o contrário de mim! Eu gosto muito de ouvir músicas relaxantes pra me acalmar, gosto também de comer. Oh, Deus, eu adoro comer! Quando eu estou entediada eu como ou vou procurar me divertir. Basicamente, essa sou eu.

Katherine on

Meu nome é Irineu. Não, é Katherine. A extrovertida, alegre, intrometida, coerente, sensual... Não, pera. Eu sou psicóloga. Muita gente achou que ia dar errado, por causa da minha personalidade, mas acabou não influenciando muito no meu trabalho. Na verdade eu não escolhi ser psicóloga, foi só uma trapalhada minha. – Não quero falar sobre. – Às vezes eu posso ser impulsiva e posso acabar me arrependendo das escolhas do passado, mas eu sou assim. Eu não costumo pensar muito no futuro, eu gosto de relaxar. "Mas, Katherine, é bom pensar no futuro, planejar, blá, blá, blá..." Eu não me importo muito com isso. Agora você deve estar se perguntando como uma pessoa impulsiva pode ser psicóloga. Pois bem, eu sou impulsiva nos meus atos. Eu sei escolher muito bem as palavras e posso ser bem influente. Além disso, eu gosto muito de ouvir as pessoas e tentar ajudá-las. Eu nasci em Jackson, e foi lá que eu conheci Diana. Nós nos mudados juntas pra L.A e começamos uma vida. Eu gosto muito de dançar, me mexer, cantar, rir, relaxar, brincar, tudo que envolve se divertir. É muito raro eu ficar entediada, mas quando estou só faço merda. Eu costumo escrever um monte de besteiras pra alguém ou pra mim mesma, fico tirando fotos aleatórias do meu pé (sim, eu faço isso) e mandando pra alguém, faço experiências estranhas ou algo do tipo. Às vezes eu tenho problemas com insônia por tentar decifrar alguém ou alguma coisa. Alguma música, algum paciente, qualquer coisa. Na verdade, faz parte de quem eu sou. 


Notas Finais


Gostaram? Me contem o que acharam 😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...