História Drowning - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Bangtan Boys, Bts, Gay, Hobi, Hoseok, Jhope, Oneshot, Sobi, Sope, Suga, Sugahope, Yoongi, Yoonseok
Exibições 34
Palavras 999
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Tantum


Já sentiu como se estivesse se afogando? Dizem que é uma das piores sensações. Você se perde procurando desesperadamente por ar e não encontra em lugar nenhum. Perde os sentidos. Sua cabeça dói de um jeito insuportável até você desistir de se debater e deixar seu pulmão ser inundado por água. Você relaxa, fica em paz e depois, fim.


Eu me lembro de como segui todos aqueles clichês de filmes e tudo que queria era me afogar o máximo que cosguisse em você. Me lembro da paz que sentia quando estava com você, quando me entreguei completamente a você, que inundou todos os pedaços de mim com seu cheiro, seu jeito, sua voz, você.


Me lembro de como eu me sentia a par de todo o universo quando conversávamos sobre o que viesse a nossa cabeça, quando viajamos até o fim do mundo em nossas paranóias. Quando você me pedia pra não ir embora ou quando dizia pra mim coisas que eu sabia que não contava pra mais ninguém. Quando você brincava com meu anel em meu dedo e viajava nas ondas que haviam desenhadas nele, e o engraçado é que eu me perdi em você da forma que você se perdia no meu anel.


Parece besta, mas você sabe que eu sempre liguei mais pro considerado tolo pelo mundo do que por tudo o aceito. E foi assim, lutando contra toda essa mesmice que eu me embolei no pior dos clichês: me apaixonei. E acreditei, acreditei em você quando fazíamos nossos planos e inventávamos teorias sobre qualquer coisa, sobre o porquê das pessoas serem tão iguais e o porquê de não verem que elas próprias se consumiam. Acreditei quando você não só me disse que eu era diferente, mas também que eu era especial. E o pior, mais uma vez, acreditei que a confusão que você fazia na minha cabeça e as borboletas que plantava no meu estômago continuariam me fazendo bem e não seriam um joguinho que você enjoaria de jogar.


Mas eu só afundava cada dia mais, nas cores de suas roupas, no tom da sua voz e no escuro dos seus olhos, tão escuro que eu já estava quase atingindo o fundo do oceano. E foi só aí, quando eu estava completamente perdido, que você me deixou. Partiu, sem nenhum porquê e me deixou te vendo ir como alguém que vê um avião indo embora do aeroporto, impotente.


E foi quando percebi que quanto mais eu achava que te descobria, mais eu me perdia em falsas versões e você, porque você havia se espalhado em tudo o que eu conhecia, mudado meu jeito de ver o mundo.


Eu tentei te esquecer, juro que tentei, mas pra tudo onde eu olhava, eu te via, você estava em todos os meus lugares preferidos. Eu te via no céu quando procurava por algum sinal de vida fora daqui e sorria automaticamente por lembrar de como você inventava nomes pros alienígenas e pedia para que, oras, viessem te buscar logo desse planeta inútil onde você se encontrava.


Te via em minhas músicas quando lembrava de como sempre tivemos o gosto parecido, mesmo que todos apostasse que não tinhamos nada em comum.


Éramos diferentes, e tudo o que eu lembrava era que você havia me largado, nessa droga de mundo com todas essas pessoas iguais para ser diferente sozinho.


Como você se sente estando diferente sem mim? Você se sente sozinho como eu?


Eu tentei te substituir, tentei com pessoas de todos os tipos mas continuei me sentindo sozinho, sempre. Não entendo porque depois de tudo, com todas as pessoas existentes na terra, eu me sinto sozinho só por não ter você.


Eu continuo o mesmo, jogando palavras fora em um texto como costumávamos fazer juntos.
Você ainda é o mesmo, tem alguém com quem escreve ou ainda se sente sozinho como eu?


Perguntas. Só isso. Você sempre soube que eu odeio não saber as respostas pros meus questionamentos e me deixou com um bando de interrogações idiotas que não vão me levar a lugar nenhum.


Mas por que, por que eu não me arrependo? Não voltaria atrás pra não te conhecer igual todos querem fazer e não me arrependo de ter te amado.
Guardo todos os pedaços de você em uma caixinha imaginária no fundo do meu peito e por incrível que pareça eu me orgulho de ainda ver o mundo como víamos, de não ter te decepcionado mudando minha mente, não ter te abandonado da forma que me abandonou. Mas apesar de tudo, eu percebi que eu vou precisar seguir Yoongi, e que depois de todo esse tempo sem você, você se tornou uma lembrança. E droga, você sabe que eu sou esquecido.


Eu segui o seu exemplo com o sempre.


I've become so numb


E terminei sem você aqui.


I can't feel you there


Eu corri tentando de te encontrar em todos os lugares mas tudo o que consegui foi cansar minhas pernas.


I've become so tired


Perdi o sono, comecei a perceber as rachaduras na parede do meu quarto e até mesmo as que se encontravam dentro de mim.


So much more aware


Por que, depois que você se foi, meus amigos me disseram que eu estava igual a você? Por que você me fez igual a você?


I'm becoming this


Mas não importa, afinal, eu vou ter que agir igual a você mais uma vez, para poder encerrar esse assunto e voltar a superfície.


All I want to do


Vou te deixar nas páginas viradas da minha história e te perder no fundo do baú da minha memória.


Is be more like me


Vou me trazer de volta pra mim e viver por mim mesmo.


And be less like you


E vou sorrir, pra mim, pro mundo, pra todas as pessoas, iguais
ou não. E o meu melhor sorriso eu deixarei na minha alma, para colori-la e deixá-la o mais longe possível do tom escuro do fundo do mar que é a sua.


-Hoseok, Jung



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...