História Drunk - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran
Exibições 14
Palavras 772
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente!aqui está mais um capítulo,espero que gostem!😋

Capítulo 4 - Aquela Mulher


É claro que eu não havia chegado em casa a tempo de jantar com Mike e o pai dele,o que gerou uma briga entre nós dois.Meu namorado sempre foi o cara mais paciente que eu conheci, praticamente nada o atingia,mas ele explodiu naquela noite. Não podia culpá-lo,mas também não aceitei suas reclamações calada,só não sabia que aquilo faria tanta diferença nos próximos dias...
 
  (Flashback)
 
   -Temos que conversar-disse Mike sério.Já se faziam alguns dias desde o acontecido com o Ed.
   -O que foi?
   -Meu pai está construindo uma sede da empresa,e quer que eu vá vigiar o trabalho por um tempo lá.
   -Onde?
   -Na Alemanha...por dois meses
   -Mas nós mal chegamos na Inglaterra!
   -Eu sei... Mas eu preciso ir.
   Eu não gostei daquilo,odiei. Desde o dia em que o pai dele iria jantar com a gente Mike andava estranho,agora eu sabia.
   -Meu pai disse que...que você poderia ir comigo.-Mike falou depois de um tempo-Mas eu...eu não quero que você vá.
   O que??
   -Por que? Como assim??
   -Eu preciso ficar longe um pouco,preciso pensar
   -Pensar no que? Eu não entendo.
   -No que aconteceu,no está acontecendo
   -Não está acontecendo nada e nem aconteceu! Por favor,não deixa o que aconteceu aquele dia te abalar.Somos mais do que isso.
   -Claro que somos,não vou desistir de você agora. -ele deu um pequeno sorriso quando disse isso,que foi o mesmo que ele me disse uns anos atrás.Sorri também-Mas agora eu quero ficar sozinho,você entende?
   -Não,mas se for fazer tudo ficar melhor,tudo bem-falei.

   (Fim do flashback)

    Desde então não nos falamos muito,ele me ligava algumas vezes e conversávamos pouco.Eu sentia muito a falta dele.
    Pensava nisso enquanto olhava pra janela da cafeteria,nem notei quando uma cabeleira ruiva sentou na minha frente.
    -Oi-Ed Sheeran falou sorrindo pra mim,mas logo viu que eu não estava tão bem e ficou sério- O que houve?
    -Nada,só saudade
   -Não fica assim,eu sei que foi culpa minha,me sinto mal por estragar sua vida
    -Não foi culpa sua ok? Para com isso.
    Nessa hora o garçom chegou e perguntou o que iríamos querer,logo depois algumas garotas vieram e pediram para tirar uma foto com ele.
    -Quero te mostrar algo -ele disse tirando um caderno da mochila que trouxera consigo.Abri o caderno,haviam várias músicas escritas por ele,um caderno lotado de músicas
    -O que achou?-ele perguntou
    -Adorei essa aqui-disse mostrando uma das primeiras do caderno
    -Também gosto dessa,estou pensando em colocá-la no meu próximo álbum
    Conversamos até que mais algumas fãs pediram para tirar fotos com ele,quando perguntaram quem eu era ele disse algo como "minha empresária" ou "minha agente".Perguntei se ele se incomodava com essa atenção em todo lugar que ia.
    --Não,as minha fãs são muito importantes pra mim,não me importo em dar atenção a elas um pouquinho.
    De repente ele olhou pro lado e sua expressão mudou completamente,segui seu olhar e vi uma mulher ruiva,que olhava pra todos os lados,até olhar em nossa direção e sorrir.
     -Ah, não
     -O que foi?- Perguntei
     -Vem,vamos embora daqui -ele disse deixando algumas notas em cima da mesa pra pagar a conta e me puxando pelo braço.
      Corremos por alguns quarteirões até Ed conseguir entender que ninguém nos seguia. Ele disse que queria despistar a mulher que vimos na cafeteria e eu disse que com o salto alto que ela usava ela nos perdido no segundo quarteirão,o que fez ele rir.
     Fomos para casa andando e conversando sobre nada importante,até que a curiosidade me venceu e perguntei:
     -Por que fugimos daquela mulher?
     -O nome dela é Marina,ela me persegue desde antes de eu começar a fazer sucesso
      -Por quê?
      -Ela acha que é minha dona,quer saber tudo o que eu faço,com quem eu faço e porque eu faço. Ela acha que eu sou a alma gêmea dela ou algo assim.
       -Não seria mais fácil simplesmente dar um fora nela ao invés de ficar fugindo toda vez que ela aparece?
     -Se fosse fácil assim já teria feito isso faz tempo né.Ela me persegue não importa o que eu diga.
     Estava tão distraída que não notei um cara vindo de bicicleta na minha direção,ele teria me atingido se Ed não tivesse me puxado, o que me fez cair em cima dele.Isso foi meio constrangedor.
     -Obrigado por me salvar- disse quando estávamos no elevador
     -De nada -ele disse, estávamos muito perto agora, tão perto que eu podia sentir sua respiração,
     De repente ouço a porta do elevador abrir no meu andar e saio sem dizer nada. Cheguei no meu apartamento e me joguei na cama, peguei meu telefone e vi uma chamada perdida de Mike. Ignorei isso por um momento,agora estava um pouco confusa. Não sabia o porquê,mas não conseguia tirar Ed da cabeça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...