História Drαwιɴɢ тнe wαy - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Kristao, Sekai, Sulay, Taoris, Xiuchen
Exibições 32
Palavras 1.452
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá! Bom, já faz um tempo que eu queria postar essa fic e finalmente consegui! Espero realmente que gostem e apreciem um pouco daquilo que produzi, perdoem os erros, mesmo tendo sido revisado por três pessoas diferentes algo pode sempre ter sido deixado de lado.



Enfim, sem mais devaneios.. Boa leitura!

Capítulo 1 - Poιѕ, ѕιм.


Fanfic / Fanfiction Drαwιɴɢ тнe wαy - Capítulo 1 - Poιѕ, ѕιм.

Sexta, 05 de Maio

[22h34min]

Era noite naquela cidade movimentada. E uma noite daquelas gostosas de papear até tarde com os amigos, ou mesmo esticar umas horinhas numa boate interessante e paquerar pessoas intrigantes. E...Acho que pareço um verdadeiro idiota vendo as coisas dessa forma, o melhor é me focar no que estou fazendo. Deixei os estudos recentemente, tudo graças à meus... graças à pessoas que um dia julguei amigas. Inclusive meu ex namorado que também esteve envolvido nessa "brincadeira" de mau gosto.

Logo na minha primeira vez. A primeira vez que liberei meu corpo para que outro indivíduo tocasse, sentisse, amasse e o que aconteceu? Fui enganado, abandonado, humilhado, ganhei uma suja fama de garoto fácil que dá para qualquer um na cidade. 一 Já agora, o vídeo foi postado nas redes sociais, acho que sou uma puta Internacional, hahaha.

Ergui-me da cama assim que ouvi o som estridente emitido pelo meu amado celular, em movimentos rápidos avancei minha destra até o criado mudo, o peguei e atendi, sem nem verificar quem era.

Um grande erro, para ser sincero.

一 Alô? 一 Era ele, porra! Era ele! 一 É você, Baekkie?  一 Juro que senti uma enorme vontade de desligar meu maravilhoso iphone de última geração, só não o fiz para não parecer derrotado, triste e... dizer algumas verdades para esse indivíduo.

一 O que quer? Me convidar para mais uma gravação de vídeo pornô com a câmera escondida? 一 Pronto, falei! Tentei me segurar mas só de ouvir a voz de Jongdae uma raiva surgiu vinda do inferno. Se ele estivesse aqui, juro que enfiaria qualquer coisa no traseiro dele e... Deixemos isso para lá, tenho coisas mais importantes para pensar e um sono para continuar.

一 Foi só uma brincadeira, amor... Não leve tão à peito. 一 Senti uma enorme vontade de vomitar, não só por suas palavras, mas também pelo tom de voz manhoso e de "quero colo" que ele utilizou. Se bem conheço meu Jongdae, algo de muito errado está acontecendo, mas querem saber? Não ligo. Espero que ele e meus "antigos" amigos se explodam. 

一 Amor é uma pinóia', quer me deixar em paz e fazer algo de útil na vida? Até porque, sua existência é totalmente desnecessária para mim... Quer saber? Estou rezando para que beba e saia dirigindo embriagado, quem sabe não tenha a sorte de levar Sehun e Kyungsoo com você e todos morrerem em um acidente ao chocarem contra um caminhão descontrolado! Passar bem!  一 Fui o mais rude que pude e desliguei o celular antes que ele tentasse revidar. 

Por fim retirei a bateria do aparelho e adormeci. Preciso procurar trabalho amanhã cedo, minhas despesas não se pagam sozinhas.

Sábado, 06 de maio

[06h30min]

O despertador tocou mas eu já estava acordado, levantei da cama quase automaticamente e segui para o banheiro. Lá, fiz minha higiene matinal e saí, sem tomar o pequeno almoço.
Depois da conversa que tive com Chen não fui capaz de pregar o olho, mil e um pensamentos me invadiram, as imagens daquele momento pareciam uma daquelas publicidades com repetições sem fim.

Cruzando as ruas ouvi o belo som do roncar de meu estômago, simplesmente mandei-lhe acalmar-se como um louco faz, me dirigido para a cafeteria mais próxima à seis quadras dali.

[06h43min]

Soltei um pequeno suspiro. Minha barriga roncava constantemente, mas para mim, ter fome não é uma coisa agradável. Olhei a estrutura da cafeteria. Ela era de uma tonalidade amarronzada, pouco chamativa. Os vidros tinham letras estampadas neles, como em qualquer cafeteria que já frequentei.  Caminhei rumo a porta, tocando-a e por fim, empurrando-a para adentrar o interior aquecido daquela cafeteria. 

Os doces odores imediatamente invadiram minhas fossas nasais, não só atiçando mais minha fome, como também me livrando dos pensamentos tristes e irritantes que por um momento, martelaram minha cabeça. Imediatamente me dirigi ao balcão onde sentei e aguardei por atendimento. 

O estabelecimento não estava com muito movimento, tanto que alguns dos funcionários batiam papo furado e riam exageradamente. Devem ter a vida tão fácil, quem me dera. 

一 Deseja alguma coisa? 一 Uma voz doce e estranhamente sensual me tirou daqueles estúpidos devaneios. Me virei, foi então que um garoto loiro muitos familiar sorriu minimamente para mim. 

一 E-Eu quero... 一 Como fui capaz de gaguejar? COMO?! 一 U-Um café com leite... Isso, um café com leite e qualquer aperitivo doce.

Ele sorriu novamente, droga! Acho que já vi esse cara em algum lugar.

一 É para já, Bae... 一 Opa! Desculpe, mas não entendi. Ele iria dizer Baekhyun ou é só minha impressão? 一 Quer mais alguma coisa? 一 Não adiante esconder, tô' vendo esse rubor nas suas bochechas.

一 Nada, apenas um café e alguns aperitivos... Estou meio atrasado e hoje em dia, é difícil arranjar emprego. 一 Suspirei.
Ele simplesmente anotou tudo e entregou a folha repleta de escritas um pouco mal feitas para uma garota por trás de si, após isso, voltou a prestar sua atenção em mim.

一 Já quer trabalhar? Mas você não terminou o médio e..... Desculpe, acho que isso não me diz respeito. 一 Agora tenho certeza que conheço esse tipo. Não é normal, sério! Em um momento quase diz meu nome e no outro adivinha metade da minha vida, deve ser um stalker... Só pode.

一 Como sabe tudo isso? 一 Murmurei tentando não demonstrar interesse, sendo que eu queria saber tudo. Tudo mesmo!

一 E-Eu sou... Quer dizer, eu era seu colega de turma. Sentamos juntos uma vez. 一 Agora tudo faz sentido. 一 Meu nome é Huang Zitao, lembra?

Agora lembro. Huang Zitao, o gênio da matemática e tudo mais. Um garoto rico que nasceu em berço de ouro, tinha muitos amigos 一 que cá entre nós, são apenas interesseiros 一 resumindo: Tao é o aluno perfeito.

一 Ah... Lembro sim! Mas... Você não era rico? Aconteceu alguma coisa? 一 Só estou puxando assunto mesmo. 

一 Não aconteceu nada, apenas gostos de trabalhar em meus pequenos estabelecimentos, quem sabe assim, quando ter que ajudar meu pai o deixarei orgulhoso. 一 Disse convicto.  一 Já agora, você disse que está procurando emprego? 一 Questionou e eu assenti esperançoso. 一 Então, acontece que meu pai quer abrir uma livraria em Ganganam e ainda não tem muitos funcionários, se quiser, eu falo com ele e você pode trabalhar lá.

Isso é sério? Irei trabalhar em uma biblioteca - provavelmente- maravilhosa? Só se for agora, eu quero!

一 Faria isso por mim? 一 Pareço uma garota, mas enfim, fazê' o quê não é?

一 Claro! Só me dê seu número e aguarde minha ligação, será um prazer ajudar um amigo. 一 Nossa, dessa vez quem corou fui eu.

一 Mesmo não tendo me lembrado de você no início, já te amo! 一 Gritei com excitação e o abracei, mesmo tendo o balcão nos separando.

[10h21min]

Acabei por ficar mais tempo do que imaginava na cafeteria, Zitao é Mendo um bom ouvindo, passamos horas conversando e sabem o melhor? Comi de quase tudo e não tive que pagar absolutamente nada! Dá para acreditar? 

Agora estou realizando o percurso que me levará à uma tabacaria, preciso comprar cadernos de desenho, canetas, lápis normais, lápis de cor, entre outras coisas para iniciar meu treino. Parece que hoje - diferente de outros dias - a sorte finalmente veio para o meu lado, - já não era sem tempo - estou feliz pelo novo emprego e o amigo que arranjado. Baekhyun, sua vida vai mudar para melhor, acredite. 

Continuei andando sorridente e radiante, - nem parece que à algum tempo atrás eu era motivo de chacota na cidade pelo vídeo pornô amador que foi postado - quando dei por mim, fui contra algo... algo não, alguém e caí- poxa, logo agora que tudo está correndo tão bem-. Ergui meu rosto, pronto para dizer poucas e boas ao infeliz, mas tudo o que consegui fazer foi apertar a mão que me fora estendida e aceitar sua ajuda para levantar. Sacudi levemente o traseiro e - com alguma dificuldade -  encarei o indivíduo ali presente. Ele é enorme, alto e um pouco forte, pele pálida, cabelos castanhos, óculos e wow... que olhos. 

一 Está tudo bem com você? 一 Disse educado sorrindo minimamente, assenti em um simples e silencioso movimento da cabeça. 一 Lamento pelo trambolhão, me chamo Kris, prazer. 一 Então seu nome é Kris? Hmm... interessante.

一 Tudo bem, sou Byun Baekhyun, o prazer é meu. 一 Sorri de volta sem deixar de fitar aqueles lindos olhos castanhos.  

一 Olhem só se não é a vadia mais popular da cidade! 一 Uma voz ecoou por trás de nós seguido de uma risada sarcástica. Era ele! Era Kim Jongin... meu inimigo natural.


Notas Finais


Até a próxima atualização!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...