História Dual Personality - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Biina_Feiitosaa

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 24
Palavras 1.227
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiii Bebês
Boa leitura.

Capítulo 2 - Are we Friends or Enemies?


Fanfic / Fanfiction Dual Personality - Capítulo 2 - Are we Friends or Enemies?

- Stella? - Me olhou supreso.

- Não acredito que você tá aqui. - Sorrir e abracei o mesmo que logo retribuiu.

 - Que saudade de você. - Acariciou minhas costas. - temos muito que conversar depois da escola vamos pra sua casa? Ou pra minha? - Olho ele e pego meus livros.

 - Pra sua! Tenho que ir. - Saiu andando apressado 

 Como assim ele tá aqui? A pareceu assim do nada. Será que ele estava viajando nas férias e não me contou? 

Entrei na sala e me sento em um lugar qualquer, espero que o tempo passe voando tô louca pra falar com o Justin. A maioria das aulas foram apresentações odeio primeiro dia de aula.

 Caminhei até meu carro e fiquei encarando as pessoas na esperança de ver Justin...mais não foi o que aconteceu esperei por vinte minutos só tinha eu e meu carro em frente a escola entrei no mesmo e dei partida.  

-Sempre sendo trocada Stella. Aposto que ele tá com uma vadia. - Falei pra mim mesma.

 Como Justin foi capaz de sumir sem avisar? Ele podia ter avisado que iria viajar ou sei lá...antes das férias ele começou a da uma sumida mais caramba a gente é amigo. 

 -Eu vou na casa dele. - Falo firme e continuo dirigindo. 

 Justin tem muito o que me explicar, a explicação dele tem que ser muito boa ao contrário eu vou xingar muito ele. Parei em frente a casa de Justin, 

Caminhei até a porta e toquei a campainha. Depois de uns cinco minutos a porta se abriu, um Justin com semblante sério, olhos vermelhos, cabelo desgrenhado, calça jeans preta um moleton preto com alguns buracos, eu nunca tinha visto ele assim. Justin era tipo o garoto perfeitinho, mauricinho, capital do time e gato. 

 - Justin, porque não me esperou? Fiquei te esperando por vinte minutos em frente a escola. - Falei tudo de uma vez e entrei em sua casa, ele estava me encarando com o semblante sério e misterioso ao mesmo tempo. 

- Cadê a tia Pattie? - Olhei ele.

 Justin apenas caminhou em direção ao lugar que costumava ser seu quarto, observei a casa, estava toda bagunçada,cheirava a mofo, escura...Caminhei até o quarto de Justin. 

 - Não vai me falar nada? - Olhei ele. Olho-me mais logo desviou o olhar fitando um cigarro que estava em sua mão.  - Você está fumando? Dês de quando? Você não era assim. Justin fala alguma coisa. - Falei brava 

- Justin? - Riu alto. - Aqui não tem nenhum Justin. - Levou o cigarro até a boca.

 - Não tem nenhum Justin? Como assim? Você está louco! - Olhei ele desentendida. 

 - Louco...- Riu. - Eu não sou louco. - Seu tom mudou de risonho para raivoso.

 - Justin...O que tá acontecendo? - Andei um pouco pra trás assustada. 

 - PARA! NÃO ME CHAMA DE JUSTIN! - Levantou bravo vindo em minha direção.

 - Justin...para esta me assustando. - Sussurrei andando para trás tentando fugir dele. 

 - Você...- Sussurrou - Cala a boca agora. - Andou até meu corpo andei mais um pouco para trás até meu corpo encontrar a parede. 

Minha respiração estava acelerada meu peito descia e subia em uma velocidade incrível, eu estava assustada porque ele estaria agindo assim comigo? Nunca fiz nenhum mau a ele, certo que uma vez eu sem querer derrubei ele do balanço, outra vez coloquei ciclete no seu cabelo e ele teve que cortar, usou toca por um bom tempo até crescer. Mais essas são coisas pequenas. Sair de meus devaneios com duas mãos em meu pescoço, apertando o mesmo violentamente. Minha respiração ficou ofegante e falha ao mesmo tempo, meu peito aumentou a velocidade que antes era rápida agora estava exageradamente rápida. 

 - Não faz isso...- Sussurro quase inaudível. 

 -Ainda vai me chamar de Justin vadia? - Riu alto.

 Ele se divertia com aquilo eu estava quase morrendo e ele estava rindo! Em um movimento rápido chutei seu membro fazendo o mesmo cair ajoelhado com as mãos no meio das pernas. 

 Aproveitei o momento e corri, sair de seu quarto correndo em direção a saída da casa mais a porta estava fechada. Corri até a cozinha e me escondi na dispensa. Ele não pode me achar! Coloquei minhas mãos em meu pescoço massegeando o mesmo sentindo ele doer a cada toque. Encosto minhas costas na parede e deslizo até chegar no chão. Apoio minha cabeça em meus joelhos e deixo as lágrimas caírem. Chorei muito até acabar adormecendo. 


 XXX 


 Acordei assustada com um barulho vindo da cozinha. Me encolhi mais ainda no chão frio e sujo da dispensa e fitei a porta. Logo a mesma foi aperta e a figura de Justin apareceu dessa vez arrumadinho como de costume. Olhei ele assustada e percebi o seu semblante confuso e supreso ao perceber minha presença ali.

 - Stella? O que faz aqui? E por que tá na dispensa? - Se aproximou de me. 

 Não respondi nada apenas comecei a chorar. Ele tenta me matar e simplesmente fingi que nada aconteceu? Quem é esse? O Justin que conheci dês dos cinco anos não era assim. 

 - Ei, porque tá chorando? - Perguntou preocupado.

 - Sai de perto de mim. - Levantei em um pulo e sair correndo tentei abrir a porta novamente mais continuava trancada. A figura de um Justin confuso apareceu na sala.

 - O que tá acontecendo? - Me olhou. - Porque tá fugindo de me?

 - Ainda pergunta? - Rio debochada - Me deixa sair! Abri essa  porta agora. 

 - Você está desistindo de me? Porque todos estão fazendo isso? - Falou tristonho. - Meus pais Stella eles simplesmente sumiram uma semana depois das férias eles me abandonaram. Dormir e quando acordei nenhum dos dois estavam aqui e até hoje não voltarem. Eu estourou sozinho no mundo. - Começou a chorar. 

 - Então porque você sumiu? - Olho ele preocupada 

 - Você estava muito ocupada com seu novo amigo não quis atrapalhar. - Olhou o chão. 

 - Justin...me desculpa? - Olho ele. 

 - Tá tudo bem, você promete não me deixar? - Me olhou esperançoso

 - Prometo. - Sorrir. 

 - Vamos olhar as estrelas? - Sorriu

 - Estrelas? Que horas são? - Eu dormir tanto assim ?

 - Já são oito horas. - Me olhou.

 - Eu preciso ir Justin. Meus pais devem está preocupados. 

 - Mais Você acabou de chegar. - Quê? Eu cheguei aqui quatro horas da tarde.

 - É que eu estava na casa de uma amiga só passei pra te dá um Oi. - Sorrio fraco .

 - Agora abri a porta tá trancada. 

 Ele abriu a porta e me olhou.

 - Até amanhã estrelinha. - Sorriu e me abraçou.

 - Até amanhã Ursinho. - 

Caminho até o carro entro no mesmo e dou partida. Como ele mudou assim do nada? Em um instante quis me matar no outro estava fofo e até me chamou por meu apelido de infância. Como isso pode ser possível? Estaciono o carro na garagem e entro em minha casa e para a minha supresa estava vazia novamente assim como ontem,antes de ontem, na semana passada ou melhor todos os dias. Suspiro e caminho até o quarto entrei no banheiro me despi tomei um banho e deitei em minha cama relaxando o corpo, peguei o celular afim de me distrair. Tinha mensagens do Clay. 

  Continua...


Notas Finais


O que acharam desse capítulo?
Gostaram?

Talvez eu poste outro ainda hoje.

Beijos até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...