História Duas constelações e um destino - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 07-Ghost
Personagens Personagens Originais
Tags Romance, Yaoi
Exibições 5
Palavras 913
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem :3

Capítulo 1 - O frio da paixão


Fanfic / Fanfiction Duas constelações e um destino - Capítulo 1 - O frio da paixão

- Ei shun, quer vir comigo? 

- Não Hyoga, ei acho que vou andar pelo vilarejo, nunca conheci a Sibéria.

Shun e Hyoga estão na Sibéria. Hyoga o convidou pois lá declararia seu amor por Andrômeda , mas antes reveria sua mãe.

Quando chegou em casa Shun não estava então desceu ate o vilarejo para procurar seu anjinho de cabelos verdes. Hyoga não gostou muito do que viu, Shun estava sentado ao lado de um cara de cabelos negros e parecia gostar da presença dele. Hyoga observava eles de longe e viu os olhares daquele inútil pro Shun. Ele era tao doce, tao inocente que nem perceberá os flertes daquele idiota. Hyoga estava pronto para provocar uma avalanche se ele tentasse algo a mais com o Shun, ele ia devastar a Sibéria com uma nevasca. O cara tentou beijar o Shun e ele ficou assustado e não deixou o beijo acontecer, Hyoga com raiva bateu numa parede de gelo sem intenção de causar nada e a parede rachou e caiu, provocando uma avalanche. 

- Merda, foi só um soquinho 

Shun percebeu a avalanche e usou sua corrente para dete-la de descer ate o vilarejo. Quando terminou ele percebeu o cosmo de Hyoga mas não o viu.

Hyoga foi para casa decepcionado, se Shun não quis o beijo ele não sentiria nada por Hyoga, afinal ele parecia tao feliz e se recusou a beijar aquele cara. Então...

- Hyoga? 

- Shun? Já esta em casa? -- Hyoga vê Shun abrir a porta e fica vermelho ao ve-lo

- Acabei de chegar. Eu estava...

- Eu sei onde você estava -- Hyoga interrompe

Hyoga não deixou Shun terminar a frase estava triste e inseguro. Não sabia se poderia ter o coração de andrômeda, mas era agora ou nunca. Respirou fundo, segurou as lagrimas, e disse...

- Shun...-- ele olhou bem fundo em seus olhos -- Quer tomar café?

- A-Ah...-- Shun parecia meio triste -- Claro

- Ótimo 

Hyoga sentou-se ao lado de Shun para tomarem café. Andrômeda era tao lindo, Hyoga não conseguia se controlar perto dele, queria estar junto, abraça-lo, beija-lo, mas não sabia mais como fazer isso.

- Hyoga eu... -- Shun diz meio vermelho -- Hyoga você é meu melhor amigo não é? 

~ Hehe ^-^ frindzone ~

Hyoga sente seu coração gelar e seus olhos se enxerem de lágrimas, mas mesmo assim responde

- S-sim -- ele bebe um pouco do café

- Então ...eu posso contar tudo não é? -- Shun pega na mão de Hyoga

- Claro Shun -- Hyoga retribui o toque de Andromeda -- Aconteceu algo? 

- Sim, é que eu, eu, eu -- Shun aperta a mao do loiro -- Eu to apaixonado por alguém Hyoga, mas não sei como contar.

- A-ah -- Hyoga tenta disfarçar a tristeza no rosto -- Eu posso saber quem é?

- Você conhece, conhece melhor do que ninguém -- Shun sorri -- Mas não sei se os sentimentos são os mesmos que o meu 

- Eu conheço? 

Hyoga vasculhou na sua mente todas as garotas que ele conhecia bem, pe sou muito...

- Mas sabe de uma coisa? -- Shun passa a mao pelo cabelo de Hyoga e coloca a mao na sua nuca -- Eu prefiro dizer logo... -- Ele chega perto do rosto do loiro 

- Shun, Oque ... -- Hyoga fica vermelho

- Eu te amo...Hyoga de Cisne 

Shun beijou Hyoga, ele não acreditava que Andrômeda o amava, agora tinha a prova  de que tanto esperará. Hyoga retribuiu o beijo de Shun com mais vigor e o colocou no colo, acariciando suas costas , passando a mao pelos seus cabelos e beijando-lhe o pescoço. Shun gemia cada vez mais com as carias do cavaleiro de gelo que a proposito estava pegando fogo. Hyoga e Shun foram para o quarto, ate la deixaram camisa, calça e cueca tudo no chão. Hyoga colocou shun na cama e o beijou com mais desejo do que nunca.

- Eu te amo Shun, você não sabe o quanto esperei por isso meu amor 

- Hy-Hyoga ...-- falava Shun aos gemidos que soltava baixinho

Hyoga virou Shun, acariciando suas costas e colocou o dedo em seu ânus que parecia bem apertado...

- Hyoga ...-- shun se mexeu assustado -- Eu...eu nunca fiz...

Hyoga ficou ainda mais exitado e feliz por saber que seria o primeiro e único a tocar em Shun. Ele o penetrou devagar e Shun gemia cada vez mais, ate entrar totalmente te dentro dele e Shun gritou alto. Hyoga foi devagar, aumentou a velocidade depois, e viu que seu amor precisava de atenção, estimulou seu membro cada vez mais ate que chegaram junto ao clímax. Hyoga deitou na cama abraçado com seu anjo q estava ofegante...

- Shun...Quem era aquele cara que vocefestava conversando na vila? -- Hyoga fava acariciando os cabelos de Shun

- An? Você estava lá? Bem que senti seu cosmo depois de uma avalanche 

- Aah...foi um acidente -- Hyoga sorriu

- Você provocou aquilo??? -- Shun ri 

- É que eu...ele ia te beijar, eu vi, ae dei um soquinho na parede e...

- Soquinho? A parede desmoronou e você chama de soquinho Hyoga? -- Shun ri -- Olha ele só estava conversando, eu o conheci lá , e não quis o beijo, meu coração já tem dono

- Hmm...acho bom mesmo

- Você esta com ciumes cisne?

- Eu ? Que nada

- Sei, sei. Eu sou só seu meu amor, simplesmente seu, nossas constelações hoje se tornaram uma só

Hyoga beija a testa de Shun e os dois adormecem juntinhos , aquela semana na Sibéria ia ser a melhor de sua vida...

Fim ^-^ 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...