História Duas Vidas, A Mesma História - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela
Personagens João Guilherme Ávila, Larissa Manoela
Tags Jolari
Visualizações 91
Palavras 1.819
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLHA QUEM VOLTOOU!
Espero não ter demorado tanto quanto eu pensei.
Foto do capítulo : Roupa usada para a premiação.
(Queria que fosse apenas da Larissa, mas achei tão lindo que resolvi colocar)
Espero que gostem!
Boa Leitura 💕

Capítulo 14 - Segredo revelado!?


Fanfic / Fanfiction Duas Vidas, A Mesma História - Capítulo 14 - Segredo revelado!?

João Guilherme Ávila

Nicolas : Onde estava? - pergunta, assim que me vê entrando no quarto.

João : No terraço, falando com a Roxy - caminho até a minha cama deixando o violão na mesma.

Nicolas : Você? E Roxy? No mesmo lugar? Sem estarem brigando um com o outro? Acordei em outro mundo?

João : Idiota - reviro meus olhos.

Nicolas : Cê tá falando sério mesmo?

João : Sim ué - ele me encara - Nos encontramos, conversamos e percebemos que não vale a pena essa implicância que nós temos.

Nicolas : A implicância que você tem com ela - corrige.

João : Tá, tanto faz - digo, indiferente. Nicolas me encara por um segundo e dá de ombros saindo do quarto.

Volto minha atenção ao violão e alguns minutos depois batem na porta.

João : Tá aberta - aviso sem me importar com quem seja. Levanto meus olhos e vejo a figura da minha irmã se aproximando.

Julia : Vai ficar trancado aí? - senta ao meu lado na cama.

João : Já são quase onze da noite - respondo - O que está fazendo aqui?

Julia : Parece que não foi somente Roxy e eu que dormimos muito essa tarde - explica - Então combinamos com o pessoal de irmos pra sala de jogos no hotel.

João : Estão todos lá? - ela assente - Então vamos.

Julia : Aproveita e leva seu violão - nos levantamos ao mesmo tempo e saímos do quarto.

Após pegar o elevador, encontramos a galera já espalhada, cada um em um jogo. Menos Roxy, que estava falando no celular um pouco afastada.

Alex : Finalmente - os outros se viram.

Julia : Só demoramos alguns minutos - revira os olhos se aproximando dele. Alex sorri e após uma troca de olhares com minha irmã os dois vão para um canto conversando animados.

Lari : O que tá pegando? - se coloca ao meu lado.

João : Desde quando minha irmã e Alex são tão próximos?

Lari : Ah, eles andam conversando bastante por esses dias - diz indiferente se sentando em uma poltrona.

João : Não tinha percebido isso - me sento na poltrona ao seu lado.

Lari : O que você... - ela interrompe sua fala me encarando - Ownn meu Deus, você está com ciúmes da sua irmã.

João : Não grita - a repreendo sentindo vários olhares sobre nós.

Lari : Que bonitinho - aperta minha bochecha.

João : Para com isso - tento me manter sério, mas falhando miseravelmente ao ouvir sua risada.

Lari : Tudo bem, não falo mais nada.

João : O que acha de cantarmos um pouco? - pego meu violão.

Lari : Claro - sorri - Mas eu escolho a música.

João : Não.

Lari : Sim.

João : Não.

Lari : Sim.

João : Não.

Lari : Sim.

João : NÃO.

Lari : Sabe que por mim ficamos a noite toda nisso não é? - arquea uma sobrancelha.

João : Tudo bem, você venceu - ela comemora - Mas não vale nenhuma música sua.

Lari : Que tal se for... - ela pega o violão da minha mão tocando algo bem conhecido.

Loving can hurt

Loving can hurt sometimes

But it's the only thing that I know

When it gets hard

You know it can get hard sometimes

It is the only thing that makes us feel alive

We keep this love in a photograph

We made these memories for ourselves

Where our eyes are never closing

Our hearts were never broken

And time's forever frozen still

So you can keep me

Inside the pocket of your ripped jeans

Holding me close until our eyes meet

And you won't ever be alone

Wait for me to come home

Loving can heal

Loving can mend your soul

And is the only thing that I know

I swear it will get easier

Remember that with every piece of ya

And is the only thing we take with us when we die

We keep this love in this photograph

We made these memories for ourselves

Where our eyes are never closing

Our hearts were never broken

Time's forever frozen still

So you can keep me

Inside the pocket of your ripped jeans

Holding me close until our eyes meet

And you won't ever be alone

And if you hurt me

That's okay, baby

Only words bleed

Inside these pages you just hold me

And I won't ever let you go

Wait for me to come home

Wait for me to come home

Wait for me to come home

Wait for me to come home

So you could fit me

Inside the necklace you got

When you were sixteen

Next to your heartbeat, where I should be

Keep it deep within your soul

And if you hurt me

Well, that's okay, baby

Only words bleed

Inside these pages you just hold me

And I won't ever let you go

When I'm away

I will remember how you kissed me

Under the lamppost back on 6th Street

Hearing you whisper through the phone

Wait for me to come home

Acabou que cantamos juntos quase a música inteira chamando atenção de muitos que estavam ali, incluindo nossos amigos.

Mha : Confesso que nunca esperava ver João Guilherme e Roxy cantando juntos - se aproxima.

Julia : Eu shippo vocês dois - faz um "coração" com as mãos - Mas eu também o shippo com uma outra amiga, então... - faz um sinal negativo arrancando risos de todos.

Larissa Manoela 

Conversamos por mais uma hora e decidimos ir cada um para seu quarto já que a premiação é amanhã a noite e precisávamos estar todos descansados. Desejei boa noite a eles e subi com Julia me preparando para o dia seguinte.

***

Dia Seguinte... 

Julia : ACORDAAA - ela grita, pulando em minha cama.

Lari : Você precisa mesmo fazer isso? - pergunto sonolenta.

Julia : Sim, qual a outra maneira melhor de acordar? - deita ao meu lado.

Lari : Ah, que tal com um "bom dia" normal? - sorrio sarcástica.

Julia : BOM DIAA - pula mais uma vez em mim.

Lari : SAI SUA GORDA - a jogo no chão.

Julia : Não precisa ser assim sua agressiva.

Lari : Vai procurar alguma coisa pra fazer Mharessa - reviro meus olhos.

Julia : Você parece uma amiga minha falando - comenta pensativa.

Lari : Do que está falando? - no momento em que ela iria me responder, ouvimos batidas na porta. Obrigada!

Gih : O que estão fazendo? - entra assim que Julia abre a porta.

Lari : Eu estava dormindo até ser acordada por essa trouxa - aponto pra Julia.

Julia : Me ame menos - desvio do travesseiro que ela arremessa s.

Lari : Agora como eu já fui acordada mesmo, me deem licença - elas me ignoram e eu reviro meus olhos indo para o banheiro.

Depois de fazer as higienes matinais e um bom tempo no banho, visto uma roupa fresca por conta do calor (um short jeans curto de cor escura e uma blusinha vermelha de alcinhas) calço uma rasteirinha e saio do banheiro encontrando todas as meninas no quarto.

Lari : Começaram sem mim? - me refiro a bandeja de café da manhã que estava sobre a cama da Julia.

Mha : Ninguém manda você ser uma lerda - dá de ombros mordendo uma maçã.

Lari : Não tenho culpa se vocês que são apressadas - me sento ao lado de Mha pegando um pouco do seu suco de laranja.

Os meninos foram fazer algo só deles, então resolvemos passar o dia no quarto até chegar a hora de nos arrumarmos para a premiação (sim, elas irão comigo).

Assim que terminamos o café da manhã, resolvemos assistir à uma série.

Lari : Qual é vocês preferem? - pergunto enquanto corria os olhos por algumas séries.

Mha : Que tal... Stranger Things?

Gih : Não gostei - faz uma careta.

Mha : 13 Reasons Why?

Gih : Deprimente.

Lari : Grey's Anatomy.

Gih : Muito grande - reviramos os olhos.

Mha : Desse jeito fica complicado - reclama.

Julia : Pretty Little Lias?

Gih : Muito suspense.

Mha : The Vampire Diares?

Gih : Surreal.

Lari : Tá pra nascer pessoa mais enjoada - reviro meus olhos mais uma vez.

Julia : The 100?

Gih : Claro, eu já tinha ouvido falar dela...

Mha : AMÉM - grita correndo pelo quarto - É PRA GLORIFICAR DE PÉ.

Lari : Vamos começar logo antes que ela mude de ideia - nos ajeitamos na cama de frente para a televisão.

A série era melhor do que eu esperava. Falava sobre um grupo com 100 jovens que voltam de uma estação espacial para ver se a terra era habitável novamente, e acabam descobrindo várias coisas e entrando em guerra com uma espécie de "terrestres", fora que eu já shippava muito Finn e Clarke. (N/A: Confesso que eu shippei somente na primeira temporada)

Estávamos tão entretidas que nem vimos o tempo passar e quando fomos perceber, já se passava das quatro da tarde.

Corremos parecendo um bando de malucas até tudo estar em um lugar só, acabamos correndo contra o tempo.

***

Maquiagem, roupa, sapato, acessórios, cabelo... Estava tudo ok, conseguimos fazer tudo a tempo.

Eu usava um vestido longo na cor rosa puxado pro vermelho com um um cintinho marcando minha cintura e uma fenda na perna esquerda que ia da coxa ao final do vestido (não vou descrever muito bem). Nos pés usava um salto dourado, meu cabelo estava totalmente liso jogado para trás a maquiagem estava básica, destacando apenas meus olhos e com um batom nude para finalizar.

Lari : Vocês fizeram milagres em uma hora - comento atraindo a atenção delas.

Mha : Você não sabe a sorte que tem com nós aqui.

Lari : E que sorte.

Julia : Estão perguntando se nós já vamos descer - diz assim que olha seu celular.

Gih : Vamos sim - se levanta junto de Mha.

Julia : Você vem? - pergunta se virando para mim.

Lari : Ah, eu desço em alguns minutos - ela assente e logo a porta se fecha.

Assim que me encontrava sozinha, decidi retirar por alguns segundos a peruca enquanto arrumava meus fios castanhos "rebeldes".

Julia Gomes

Julia : Meninas, esqueci de pegar minha bolsa lá no quarto - paro, assim que saímos do elevador.

Mha : E você só fala isso agora?

Julia : Eu só percebi agora - sorrio culpada.

Gih : Vai logo, aí aproveita e volta com a Roxy.

Julia : Avisem aos meninos que logo iremos aparecer por lá - elas assentem e as portas do elevador se abrem.

Após parar no andar em que estava hospedada, caminho lentamente até o quarto com a chave da porta em mãos.

Eu juro que não pude acreditar na cena a minha frente.

Estava ali, no lugar de Roxy Rocket a minha melhor amiga, Larissa Manoela, me olhando assustada com uma peruca loira em mãos.

Julia : Lari? - sinto meus olhos marejados.

Lari : Julia... Eu... - A interrompo me aproximando.

Julia : Oh meu Deus... - arregalo meus olhos, completamente chocada.

Julia : Lari, você é a Roxy Rocket!


Notas Finais


Bom, parece que finalmente a Julia descobriu, mas como será que ela irá reagir?
Música do capítulo : Photograph - Ed Sheeran.
Até o próximo 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...