História Duff - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bella Hadid, Cristiano Ronaldo, Gigi Hadid, Karim Benzema, Marcelo Vieira, Sergio Ramos
Personagens Cristiano Ronaldo, Gigi Hadid
Visualizações 779
Palavras 1.230
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura!

Capítulo 7 - Capitulo 7


Fanfic / Fanfiction Duff - Capítulo 7 - Capitulo 7

Cristiano tentou de todo o jeito saber o motivo dos meus risos com Gressy, mais eu não contei e ele ficou com um bico enorme. Depois do momento de birra, a curiosidade dele para saber o conteúdo das minhas mensagens com o Benzema mais novo fez ele voltar ao normal.

Cris me ajudou com algumas respostas e meu encontro com Gressy acontece hoje.

- Pronta? – Cristiano pergunta.

- Acho que sim... – digo incerta.

Ele revira os olhos.

- Medo de que? – ele pergunta.

- Medo de falar alguma coisa errada, de não ser tão interessante...

- Você consegue tagarelar com todo o pessoal do time, sério que não iria conseguir com o Gressy? – ele pergunta.

- Os interesses são outros, bebe. – digo.

Ele ri.

- Verdade, mais é apenas um encontro de amigos. – ele diz.

- Tentarei encarar assim. – digo.

- Ah, gostei de ver você usando um dos seus novos óculos. – ele diz apontando para o meu rosto.

- Depois de todo aquele dinheiro gasto, eu tenho que usar eles bastante. – digo e ele ri.

- Vamos que eu vou te deixar na sorveteria e depois tenho um compromisso. – ele diz.

- Com a senhorita Miss? – pergunto.

Ele ri de lado.

- É, com ela mesmo. – ele diz.

- Isso vai dar namoro... – comento.

Ele ri.

- Vamos logo sua lesma. -  ele me apressa.

Pego minha mochilinha e saio com ele.

Meus vizinhos pareciam ter se acostumado com a presença de Cristiano, assim como já estavam acostumados a ver o capitão e o lateral esquerdo em frente ao prédio a minha espera.

Cristiano e eu fomos conversando até a sorveteria, ele me passou mais algumas dicas e me disse para ficar tranquila.

- Se ele vacilar, você me conta ok? – ele diz.

- Ok.

- Qualquer coisa me liga. – ele fala beijando meu rosto.

- Tudo bem, Mozão. – digo.

Saio do carro e entro na sorveteria. Olho para os lados e encontro Gressy acenando para mim. Vou até ele e nos cumprimentamos.

- Está esperando a muito tempo? – pergunto.

- Não, não... acabei de chegar. – ele diz e sorri.

- Veio da faculdade? – pergunto.

A mochila aberta e o livro em cima da mesa chamaram minha atenção.

- Foi... tive que ir para uma palestra e aproveitei para terminar um trabalho. – ele fala e começa a guardar o livro.

Ele era muito diferente de Karim.

- Você nunca quis ser igual ao seu irmão? Digo, ser jogador de futebol. – pergunto curiosa.

- Já, muitas vezes, mais percebi que somos diferentes... eu sempre tive mais habilidade na escola do que com uma bola de futebol, enquanto com Karim foi o contrario. – ele diz.

Balanço a cabeça positivamente.

- Vamos pedir? – ele pergunta.

- Vamos.

Pegamos o cardápio e sem nem pensar duas vezes eu escolhi uma banana Split.

- Eu quero um sorvete de chocolate e você? – ele pergunta.

- Uma banana Split. – digo.

- Ok.

Ele chama a garçonete e fazemos nossos pedidos.

Cinco minutos depois nossos pedidos já estavam em nossas mãos.

Eu não comia banana Split a tanto tempo que tive que me controlar muito para não devorar aquilo em segundos.

- Você se forma quando? – pergunto.

- No final do ano que vem... – ele diz.

- Uau... já sabe o que vai fazer depois? – pergunto.

- Eu acabei de conseguir um estagio no Real Madrid e eu quero muito crescer lá dentro, então irei me dedicar a aprender outros idiomas e a fazer uma pós-graduação. – ele fala.

- Seremos colegas de trabalho? – pergunto boquiaberta.

- Sim. Irei cuidar de toda a assistência técnica dos computadores do clube. – ele explica.

- Que legal. – digo animada.

Ele sorri.

Percebo que me empolguei demais e começo a dar atenção a minha delicia gelada. Mesmo tentando me manter focada na minha banana Split, eu percebo Gressy colocar sua cadeira mais próxima da minha.

- Deixa eu provar? – ele pergunta.

Levanto minha cabeça e olho para ele.

- Então eu vou querer provar o seu sorvete também. – digo e ele ri.

- Pode ser. – ele diz.

Encho minha colher e ofereço a ele e em seguida ele faz o mesmo comigo.

Aquilo me lembrou um pouco da minha infância, quando eu sempre experimentava a sobremesa de todo mundo só para ter certeza que tinha escolhido a minha certa.

- Deveria ter escolhido banana Split. – ele diz roubando mais uma colherada da minha sobremesa.

Ele falava com um sotaque francês tão fofo.

- Ei, pare de roubar meu alimento. – reclamo rindo e dando um tapinha na mão dele.

Ele ri e encosta a testa no meu ombro.

- Desculpa, mais está muito bom. – ele diz levantando a cabeça.

Estávamos muito próximos e eu fiquei de certa forma apreensiva. Estávamos nos encarando e...

- Joana! – escuto uma voz infantil me chamar.

Eu e Gressy nos assustamos um pouco e procuramos de onde vinha, mais logo parei, já que meus olhos foram tapados.

- Adivinha quem é. – a pessoa diz.

A pessoa em questão era Cristiano Ronaldo Júnior.

- Ai meu Deus, quem será? – me faço de desentendida tateando as mãos dele.

O pequeno ri.

- Como não sabes quem sou? – ele pergunta com aquele sotaque português.

- Ah... deixa eu ver... es o Ronaldo? – pergunto.

- Qual dos? – ele questiona.

- Cristiano. – digo rindo.

- Falta só um pouquinho. – ele diz.

- Júnior.

- Acertou. – ele diz livrando meus olhos.

Fico sem enxergar nada, já que as mãos dele deixaram as lentes do meus óculos cheias de digitais.

Tiro os óculos e limpo na blusa.

- Oi Gressy. – Júnior fala.

- Iai Júnior? – Gressy cumprimenta o pequeno.

- Você está com quem? – questiono Júnior.

- Com o meu pai. – ele diz e aponta.

Olho para onde ele apontou e vejo Cristiano cercado por fãs.

- Vocês vieram tomar sorvete, não foi? Você quer que sabor? – pergunto a ele.

- Morango e chocolate. – ele diz.

- Dois? Eu acho que vou ter que te ajudar. – digo fazendo cocegas nele.

Escutamos um toque de celular e era o de Gressy.

Ele atende, enquanto eu peço o sorvete de Júnior.

- Agora Alain? Não dá para ser outra hora? – ele questiona ao telefone.

- Você sempre está enrolado demais para cumprir com suas obrigações.

Gressy parecia irritado.

- Eu vou tentar dar um jeito. – ele finaliza.

Ele suspira.

- Me desculpe, mais eu preciso ir. – Gressy diz.

- Algo sério? – pergunto.

- Só o meu parceiro de equipe irresponsável, que não vai poder ir entregar o trabalho. – ele diz e revira os olhos.

- Boa sorte, lá. – digo.

- Obrigado. – ele diz e beija minha bochecha.

Junior acena para ele e ele bagunça o cabelo do pequeno.

Gressy paga a nossa conta, mesmo com o meu protesto e depois vai embora.

- Finalmente consegui atender todo mundo. – Cristiano diz ao se sentar.

- Ninguém mandou ser o melhor do mundo. – digo.

- Júnior atrapalhou seu encontro? – ele pergunta.

- Não, de forma alguma. – digo ajeitando o pequeno no meu colo.

- Joana, meu pai tem uma amiga muito chata, eu não gostei dela nem um pouquinho. – Júnior fala.

Olho para Cristiano sem entender.

- Longa história. – ele fala.

Mudamos de assunto e ele pede uma banana Split. Eu estava satisfeita com o que tinha comido, mais eles ficaram me tentando tanto que eu acabei me rendendo a um sorvete de chocolate só para acompanhar eles.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Bjsss!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...